Stoa :: Tiago Almeida :: Blog :: Censura na USP e a truculência da Reitoria

maio 04, 2009

default user icon
Postado por Tiago Almeida
A Reitoria da USP, sob o mandato da reitora Suely Vilela, pediu o afastamento do ex-aluno, Everton Alvarenga, no sistema Stoa, além de censurar seu blog por meio da exclusão de sua conta no sistema.
 
No Stoa, a rede social da Universidade, os usuários têm espaço para compartilhar ideias e manifestar opiniões sobre os mais diversos assuntos. Na USP, esse tipo de interação não existe a não ser virtualmente; as pessoas nessa Universidade (professores, alunos e funcionários) normalmente não interagem com seus pares de unidades que não sejam as suas - salvo raras exceções, como as de pessoas que se conheceram antes de entrarem na Universidade.

O que causou a atitude estapafúrdia da Reitoria se dirigir à administração da rede pedindo o afastamento de Tom, como é conhecido, começou com um post no dia 1º de abril sobre uma falsa reportagem sobre planos de privatização da USP. Apesar de desde o início ter fornecido pistas além de emitir aviso sobre a brincadeira na madrugada do dia 2, Tom foi obrigado a se retratar e pedir desculpas pelo post. A publicação, segundo a Consultoria Jurídica da USP, poderia dar origem a um processo administrativo contra Gil da Costa Marques, diretor do CTI (Coordenadoria da Tecnologia de Informação), órgão ao qual responde a administração do Stoa.

Como já disse, foi só o começo. O que parece ter deixado os dirigentes da USP irritados foi uma reportagem no portal da UOL sobre um bolão de quando começaria a próxima greve na USP, encabeçado também pelo Tom.

No dia 28 de abril, Tom teve sua conta excluída da rede. Ao menos lhe deram um tempo para salvar os textos de seu blog.

Tom sempre foi um grande incentivador do Stoa. Participador ativo, estimulava discussões de forma respeitosa e nunca deu justificativa para qualquer tipo de repreensão a suas manifestações. Tanto a falsa reportagem quanto o bolão tiveram como motivação uma crítica à estrutura na qual a política universitária paulista (senão no âmbito nacional) se insere.

Criticar a Universidade de São Paulo foi seu grande erro, ao menos dentro do mandato da truculenta Reitoria.

Violar a liberdade de expressão de qualquer cidadão é injustificável sob toda e qualquer circunstância. É ainda mais absurda quando tenta calar uma crítica dirigida a um órgão ligado à criação de conhecimento e produção cultural.

É repugnante ver uma ação arbitrária contra uma pessoa engajada com aperfeiçoamento de mecanismos de comunicação dentro da Universidade. A Reitoria e o CTI devem retratar-se imediata e publicamente sobre esse injustificável abuso hierárquico.

Mais:
"Sobre meu afastamento...", por Everton Zanella Alvarenga
Textos de Walrus, Fernanda Pinheiro, Luiz Yassuda, Alexandre Hannud Abdo, Rafael Prince, Joildo Santos sobre a censura promovida pela Reitora
Vídeo do primeiro debate no workshop Planejando o futuro: USP 2034

Palavras-chave: censura, everton, reitora, reitoria, stoa, tom

Este post é Domínio Público.

Postado por Tiago Almeida | 5 usuários votaram. 5 votos

Comentários

  1. Francisco escreveu:

    Sem falar no bloqueio do Stoa para tentar abafar a repercussão...

    macassisFrancisco ‒ segunda, 04 maio 2009, 20:33 -03 # Link |

  2. Ewout ter Haar escreveu:

    Não foi a reitora que pediu a expulsão do Tom. Foi pedido o "afastamento" do Tom. Depois da infeliz capa no uol, o meu chefe, o Prof. Gil, se sentiu obrigado levar a palavra afastamento literalmente e foi eu que removi o perfil do Tom. Nós sabemos que excluir a conta de alguém é uma punição muito forte, mas do ponto de vista dos dirigentes da USP, foi um mero afastamento. Como vê, duas interpretações de uma expressão, um mundo de diferença. 

    É mais uma prova de como a plataforma Stoa não está bem inserido no contexto institucional e temos que trabalhar nisto. Percepções são importantes. A instituição foi pego de surpresa. O nosso trabalho agora é esclarecer para os dirigentes da USP como um projeto do tipo Stoa pode contribuir positivamente para o ambiente acadêmico, o que significa identidade digital, etc. 

    Francamente, gritar censura e não ver o lado da instituição não ajuda. Espero que corrige o seu post, especialmente o título incendiário.

    Ewout ter HaarEwout ter Haar ‒ segunda, 04 maio 2009, 23:01 -03 # Link |

  3. Anônimo escreveu:

    "Depois da infeliz capa no uol..."

    Por que infeliz?

    Por que não divulgaram que a conta do Tom foi removida?

    Por que tentaram esconder as manifestações contrárias ao ocorrido?

    O sistema passou mesmo por uma manutenção ou estavam esperando o caso esfriar, como já esfriou?

    default user iconAnônimo ‒ segunda, 04 maio 2009, 23:13 -03 # Link |

  4. Andréa Haritçalde escreveu:

    Minha grande pergunta é: não fosse uma entrevista que ligasse a pessoa ao Stoa, fosse, por exemplo, uma crítica-brincadeira ocorrida no orkut e publicada no uol. O que a reitoria faria contra? E se fosse um aluno?

    Duro a reitoria ver estampado na cara dela (e não apenas em seções de cartas de jornais) a falta de pulso firme (ou o interesse por trás) que se tem com as greves quase anuais. Mais duro ainda não saber receber a crítica.

    O que farão quando verem a repercursão deste ato impensado em outro jornal? Vão acabar com o stoa?

     

    default user iconAndréa Haritçalde ‒ terça, 05 maio 2009, 12:32 -03 # Link |

  5. Francisco escreveu:

    O Stoa como o conhecíamos já está acabado: o menos pior seria mudar o mote para "Um espaço para minhas idéias acadêmicas" porque a bola de neve só cresce.

    Não estamos entrando no mérito da expulsão do Tom (ainda), mas nos rebelando contra a censura de que ele foi vítima - e nós também! De que serve uma plataforma como o Stoa dessa forma? 

    macassisFrancisco ‒ terça, 05 maio 2009, 14:37 -03 # Link |

  6. Visitante escreveu:

    <> Francisco escreveu: <>Não estamos entrando no mérito da expulsão do Tom (ainda)

    Então entremos... Porque o Tom foi expulso? De onde vem o poder para tal? Qualquer usuário pode ser expulso a qualquer momento? Num sistema como o Stoa a expulsão equivale à pena de morte. Houve julgamento justo para conceder a pena capital? Quem julgou? Com base em qual lei? Houve direito de defesa? 

     

    Quis custodiet ipsos custodes?

     

    Who Watches the Watchers?

    default user iconVisitante ‒ terça, 05 maio 2009, 18:03 -03 # Link |

  7. Tiago Almeida escreveu:

    Caríssimo Ewout,

    obrigado pelo comentário e recomendações. Fiz algumas alterações pertinentes no texto, como apontar para a Reitoria ao invés da reitora e citar o pedido de afastamento encaminhado ao CTI.

    No entanto, frente ao ocorrido, não posso deixar de gritar. Simplesmente porque não concordo com qualquer tipo de punição dirigida ao Tom, independente de seu grau de brutalidade e arbitrariedade, pelo que ele fez. O Tom não fez nada de errado nem mesmo sob o ponto de vista institucional. Talvez sob um olhar pessoal, para quem não quer ter seus erros apontados.

    O que ocorreu foi a criminalização dos textos do Tom motivada por interesses dos dirigentes da USP. Quem interpretou mal a falsa notícia de 1º de abril vai continuar mal interpretando qualquer tipo de notícia, com ou sem o Tom no Stoa, portanto não há problema no primeiro post. Com relação à reportagem do UOL, é absurdo achar que criar um bolão é um ato criminoso, até mesmo nos contextos mais conservadores.

    Como um projeto do tipo Stoa pode contribuir positivamente para o ambiente acadêmico é uma questão pertinente, de fato. Ora, por que não levantar uma questão análoga: como os dirigentes da USP podem contribuir para esse ambiente? Pois, realmente, gestão não é uma coisa tão simples como pode parecer. Ainda assim, tenho como certa a postura de que não é razoável censurar críticas, independente de seu formato.

    Assumir o erro e trazer de volta a conta do Tom é um bom indício de que a gestão acadêmica segue ainda um caminho coerente com a proposta da Universidade.

    Para garantir minha clareza: sei que suas intenções são louváveis, vista sua dedicação no desenvolvimento dessa comunidade. Não questiono sua ação. Meu problema é com a Reitoria, de onde partiu a ordem de punir oTom. Isso é inaceitável.

    Tiago AlmeidaTiago Almeida ‒ terça, 05 maio 2009, 21:53 -03 # Link |

  8. Tom escreveu:

    O comentário de 'Anônimo ‒ segunda, 04 maio 2009, 23:13 BRT' foi feito por mim, Tom.

    default user iconTom ‒ quinta, 07 maio 2009, 11:54 -03 # Link |

  9. Ranith escreveu:

    bando de ducsocepados querem ficar mamando nas tetas do governo igual ao MST ne? vao trabalhar, bando de vagabundos, quero ver protestar contra os corruptos de Brasilia, ai vcs nao tem coragem ne? bando de idiotas

    default user iconRanith ‒ sábado, 25 fevereiro 2012, 01:04 -02 # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.