Stoa :: Walter Tsuyoshi Sano :: Blog

agosto 24, 2009

user icon

É comum definir-se a frase como "unidade de comunicação linguística dotada de estrutura e significado". Esta definição quer dizer que (1) a frase não é apenas um conjunto de palavras: ela possui uma estrutura; (2) esta estrutura deve ser tal que, se desrespeitada, a frase perde o sentido. Tomem-se como exemplo as seguintes sentenças:

(a) A execução deste trabalho levará vários dias;

(b) *Deste levará execução a trabalho dias vários.

Dizemos que a sentença (a) é gramatical, pois sua estrutura, i.e., a maneira como as palavras estão relacionadas, nos permite entendê-la. A sentença (b), por outro lado, é dita agramatical (indicada por asterisco), e o fato de não podermos entendê-la revela que sua estrutura não foi respeitada.

Dissemos que a estrutura da sentença em português estabelece entre as palavras uma espécie de relação. Podemos dizer que esta relação é de natureza subordinativa, vale dizer, são sentenças dotadas de núcleo e segmentos subordinados. Examinemos mais a fundo a sentença (a). De que modo poderíamos segmentá-la a fim de compreender sua estrutura interna?

(a.1) A / execução / de + este / trabalho / levar + á / vários / dias.

Percebemos que a segmentação (a.1) é bastante insatisfatória, uma vez que falha em mostrar a relação entre as palavras. Novamente, devemos lembrar que a frase não é simplesmente um conjunto de palavras, e sim uma unidade dotada de estrutura e sentido. Vimos ainda que sua natureza é subordinativa, i.e., apresenta núcleos e segmentos subordinados, de modo que não podemos atinar para tal natureza na segmentação acima.

Para identificar, então, a verdadeira relação entre as palavras da sentença (a), devemos, primeiro, encontrar seus núcleos. Que palavras daquela sentença podem ser consideradas núcleos?

(a.2) A execução deste trabalho levará vários dias.

Sendo as palavras destacadas os núcleos da sentença, devemos identificar agora os elementos subordinados a cada um. Perceba que a palavra trabalho é precedida de uma preposição (de) e de um especificador (este). A preposição tem por função indicar uma determinada relação entre duas palavras. Consideremos que, neste caso, sua função é mostrar que a palavra trabalho pertence ao núcleo semântico de execução, ou seja, completa o sentido desta última. Notemos que a palavra execução por si só não é capaz de veicular informação suficiente. Precisamos sempre saber o que será executado, seja explícita ou implicitamente indicado na comunicação. Daí a natureza subordinativa das preposições. Podemos dizer, assim, que o seguinte conjunto de elementos forma uma unidade significativa dotada de estrutura:

(a.2.1) [A execução de + este trabalho]

Unidades significativas desta natureza são ditas sintagmas. Os sintagmas são classificados de acordo com seu núcleo; assim, o sintagma acima pode ser chamado de sintagma nominal (SN). Definimos o sintagma como um conjunto de elementos que constituem uma unidade significativa dentro da sentença, os quais mantêm entre si uma relação de dependência e ordem. "Dependência e ordem" porque a sequência dos elementos na frase determina sua subordinação. Veja-se que "a execução deste trabalho" é diferente de "o trabalho desta execução", por uma simples questão de ordem.

Aprofundando mais nossa análise, perceberemos que dentro do sintagma nominal indicado há outro sintagma, de natureza preposicional (SP), responsável por indicar o que está subordinado a quê. Temos, portanto, as seguintes segmentações:

(a.2.1.1) [SN A execução [SP de + este trabalho /SP] /SN]:

SN = A execução deste trabalho.

SP = de + este trabalho.

Não acabou ainda! Analise bem o Sintagma Preposicional. Será possível encontrar outro sintagma dentro dele? Sim. O especificador este está subordinado ao núcleo trabalho, o que constitui um SN. Assim, a segmentação completa do SN maior, indicando todas as suas subpartes e estrutura, é:

(a.2.2) [SN1 A execução [SP de [SN2 este trabalho /SN2] /SP] /SN1]:

=> [A execução [de [este trabalho]]].

SN1 = A execução deste trabalho.

SP = de + este trabalho.

SN2 = este trabalho.

Agora podemos entender melhor por que a frase não é apenas um conjunto de palavras. Estas encontram-se relacionadas umas às outras, ordenadamente e segundo uma hierarquia, cuja estrutura deve ser respeitada de modo a ter sentido. Deixaremos a você, leitor, o desafio de encontrar os outros sintagmas da oração e chegar, enfim, à estrutura completa da sentença.

No próximo post abordarei a noção de gramática entendida como um sistema de regras sintáticas internalizado pelo falante; regras que possibilitam a este entender e produzir um número infinito de sentenças em sua língua.

Observação: adotamos a notação em colchetes por questão de praticidade. O ideal, para um texto introdutório como este, seria mostrar a hierarquia dos termos numa árvore sintática. Na página do perfil desta comunidade há uma exemplo para "colorless green ideas sleep furiously", célebre exemplo de Chomsky.

Palavras-chave: frase, linguística, sentença, sintagma, sintaxe

Postado por Júlio Alves em Linguística | 1 usuário votou. 1 voto | 0 comentário

abril 03, 2009

user icon

Oi, estou repassando as informações Legal a pedido do meu irmão, que se formou na USP já faz um algum tempinho Rindo. Assino embaixo o que ele escreveu Piscar.

--- Em seg, 31/3/09, S Hung escreveu:

Pessoal, o canal de televisão internacional Supreme Master Television** é gratuito e disponível ao redor do mundo via satélites ou na internet em www.SupremeMasterTelevision.com e transmite programas relacionados a vegetarianismo e outros programas construtivos. Vale a pena conhecer e recomendar o canal de televisão; afinal acho que, no Brasil, é difícil ver um canal de televisão (feito só por vegetarianos) que se dedica realmente ao assunto do vegetarianismo, algo muito necessário nesses tempos em q somente melhorias de estilo de vida vão ajudar nosso precioso planeta.

Um exemplo é o dessa semana: aquecimento global, moda vegana, cuidados veganos p/ animais, santo vegano, TV sobre vegetarianismo (sendo premiado) e culinária vegana; alguns destaques da programação seguem logo abaixo. Ao final, dá p/ ver traz informações sobre a programação completa***, q inclui: outros episódios do programa VEGETARIANISMO sobre culinária vegana (totalmente vegetariana) internacional, outros tópicos relacionados ao vegetarianismo; também um programa regular sobre os adoráveis animais (c/ o episódio semanal Pare com a crueldade aos animais) e diversos outros programas que somente procuram mostrar todo o lado bom do mundo ou dar informações construtivas para promover a elevação da consciência da humanidade, a formação da paz no mundo e a preservação da Terra.

PALAVRAS DE SABEDORIA      Março - 31 - Terça-feira
Videoconferência "SOS - Salve o Planeta" com a Suprema Mestra Ching Hai*
06 de março de 2009 - Xalapa, México
 
Parte 2/6 : 01:00, 07:00, 13:00 e 19:00 de 31/março/2009 (terça-feira)
Parte 3/6 : 01:00, 07:00, 13:00 e 19:00 de 1°/abril/2009 (quarta-feira)
Parte 4/6 : 01:00, 07:00, 13:00 e 19:00 de 3/abril/2009 (sexta-feira)
Parte 5/6 : 01:00, 07:00, 13:00 e 19:00 de 4/abril/2009 (sábado)
Parte 6/6 : 01:00, 07:00, 13:00 e 19:00 de 5/abril/2009 (domingo)

Descrição breve da videoconferência

Em 6 de março (sexta-feira), foi realizada a conferência “SOS – Salva el Planeta” (“SOS – Salve o Planeta”) sobre o aquecimento global na cidade de Xalapa, estado de Veracruz, México. Funcionários do governo, dignitários e cidadãos interessados foram convidados a participar desta discussão sobre os temas mais recentes e importantes soluções para atenuar a crise climática do planeta.

Solicitada a ser a convidada de honra, Suprema Mestra Ching Hai* gentilmente concordou em partilhar suas idéias durante o fórum através de videoconferência. O governador de Veracruz e o prefeito de Xalapa foram outros oradores proeminentes ; o vice-presidente do Parlamento da Europa (União Européia), um senador das Filipinas e uma parlamentar de Formosa (Taiwan), ROC participaram da abertura via videoconferência. Maiores informações encontram-se em http://www.sos-salvaelplaneta.com/.

PLANETA TERRA      Abril - 1 - Quarta-feira
O derretimento da Antártida: entrevista com o professor dr. Peter Barrett
 

Professor de geologia, Antarctic Research Centre,  New Zealand

05:00, 11:00, 17:00, 23:00 de 1°/abril/2009



VEGETARIANISMO: A MANEIRA NOBRE DE VIVER      Abril - 3 - Sexta-feira
Bourgeois Boheme: moda estelar ecológica e vegana com compaixão
 
03:30, 09:30, 15:30 e 21:30 de 3/abril



ENTRE MESTRA e DISCÍPULOS      Abril - 3 - Sexta-feira
Suprema Mestra Ching Hai* e o Meio Ambiente
 
Comer carne destrói vidas e prejudica o planeta

Parte 1/7:  04:00, 10:00, 16:00 e 22:00 de 3/abril (sexta-feira)
Parte 2/7: 04:00, 10:00, 16:00 e 22:00 de 4/abril (sábado)

MUNDO ANIMAL      Abril - 3 - Sexta-feira
Cuidando dos nossos companheiros animais: divertida agenda vegana
 
05:00, 11:00, 17:00 e 23:00 de 3/abril (sexta-feira)


ELITE VEGANA      Abril - 4 - Sábado
São Sabas, o Santo da Palestina: surgimento do monasticismo ortodoxo oriental (em árabe)
 
03:30, 09:30, 15:30 e 21:30 de 4/abril

PRÊMIO DE BRILHANTE HEROÍNA MUNDIAL      Abril - 4 - Sábado
Karen Ridgers, fundadora da TV via Internet VeggieVision
 

06:00, 12:00 e 18:00 de 4/abril e 00:00 (do dia seguinte, 5)


UM PRESENTE DE AMOR: culinária simples e nutritiva com a Suprema Mestra Ching Hai*      Abril - 5 - Domingo
 
Curry simples
25 de março de 2009

04:00, 10:00, 16:00 e 22:00 de 5/abril

Posso dar mais esclarecimentos na medida do possível.

Sandro Hung (Hung4791-veg‘arroba’yahoo.com.br).

*PS1: Suprema Mestra Ching Hai é professora espiritual, artista e lider humanitária renomada (http://SupremeMasterTV.com/press-kit para apresentação formal em inglês e http://www.contatodiretocomDeus.org/SMCH/caminho-amor.html para apresentação biográfica em português).

**PS2: Imgs de impressos do canal

[panfleto-frente] Supreme Master Television — Disponível ao redor do mundo (internacional) em 14 plataformas de satélite — América do Sul: Hispasat (30 ºO.), Intelsat 907 (27,5º O.) — Entretenha-se com programas positivos, inspiradores e divertidos — Mais de 30 idiomas legendados e 60 idiomas transmitidos! — Canal de TV aberto via satélite e simultâneo on-line (internet): www.SupremeMasterTV.com

[panfleto-verso] Supreme Master Television — Seu canal de televisão construtivo — Entretenha-se com programas positivos, inspiradores e divertidos! — Mais de 30 idiomas legendados e 60 idiomas transmitidos! — 24 horas por dia, 7 dias por semana! — Palavras de Sabedoria / Notícias de Destaque / Uma Jornada através dos Reinos da Estética / Vegetarianismo – A Maneira Nobre de Viver / Mundo Animal — Nossos Vizinhos na Terra / Entre a Mestra e os Discípulos / Entretenimento Iluminador — Canal de TV aberto via satélite — América do Sul: Hispasat 1C a 30º O. / Intelsat 907 a 27,5º O. — Supreme Master TV em 14 plataformas de satélite — TV simultâneo on-line (internet): www.SupremeMasterTV.com — Contato: (11) 5904-3083 / TV @ contatodiretocomDeus.org

***PS3: Programação semanal - 30/mar/09 ~ 5/abr/09

Programação semanal de 30/março/2009 a 5/abril/2009 (horários de acordo c/ o fuso horário de São Paulo): http://SupremeMasterTV-semana.notlong.com (a semana atual, de 2ªf a domingo) ou http://www.suprememastertv.com/pt/schedule_weekly.php?number=134&prev=1&timecycle=0&country=18&GMT_Offset=-3 (esta semana em particular)

Postado por Cicely Hung em Vegetarianos/as e Vegans | 0 comentário

abril 17, 2008

user icon

Hoje tomei conhecimento de uma tal de Meavals, uma interessantíssima organização anti-vegetariana.

Eis o site.

Vejam também esse cartaz de lá. Reparem como o ratinho é fofo!Cartaz 4

Postado por Vitor Eiji Justus Sakaguti em Vegetarianos/as e Vegans | 1 usuário votou. 1 voto | 0 comentário

abril 14, 2008

user icon

Olá pessoal!

Alguém vai apresentar trabalho em painel na SBPC (Soc. Bras. para o Progresso da Ciência) que será neste ano (jul2008) em Campinas?

Um abraço!

Postado por Sady Carlos em Linguística | 0 comentário

agosto 09, 2007

user icon

Seminários do professor Didier Demolin

Nos dias 15, 22 e 29 de agosto de 2007, o professor Didier Demolin proferirá seminários acerca de temas como "fonética das línguas indígenas" e "fonologia de laboratório". Os seminários ocorrerão no prédio da Letras, nas salas 270 (dia 15) e 266 (dias 22 e 29), das 14 às 16h.

A seguir, tem-se um texto de apresentação dos seminários (escrito pelo próprio professor Didier), além da programação dos eventos.

Apresentação

Nos seminários serão discutidos alguns estudos e pesquisas que desenvolvi durante o tempo de permanência como professor colaborador no Departamento de Lingüística da USP. Para começar, iremos abordar alguns tópicos centrais da fonologia de laboratório: o desenvolvimento de métodos experimentais em fonologia e o tratamento de sistemas fonológicos como sistemas complexos e adaptativos.

Universais da fonologia vão estar sendo discutidos através de dados provenientes de estudos de fonética das linguas indígenas [Karitiana, Juruna, Kuikuro, Waikhana, Esse Eja, Movima, !xu, Rwanda, Umbundu, Changana, Mangbetu]. Alguns tópicos que serão discutidos são: fenômenos de nasalização, glotalização, aspiração, laterais e descrições de sons novos e raros em línguas ameríndias e africanas.

Falar de adaptação em fonologia é abordar a origem e evolução da fala humana e, por conseqüência, da fonologia. Serão discutidos principalmente aspectos comparativos das vocalizações dos primatas [bonobo, muriqui] e dados de paleontologia.

O ensino da fonética e fonologia, aplicações da fonética e alguns desenvolvimentos futuros (possiveis) da fonética e fonologia serão também discutidos. Isso será feito a partir de assuntos como: descrever e comparar línguas, modelizar e dar um tratamento automático à fala, patologias da fala [electropalatografia e doença de Parkinson], estruturas silábicas e tendências universais.

Finalmente, vamos discutir algumas perguntas de etnomusicologia para a qual a metodologia lingüística é bastante útil: problema de escalas, timbre e canto em músicas dos Karitiana, Kuikuro e Kadiwéu.

Cada seminário terá duas partes. Todas as apresentações serão em power-point com ilustrações e efeitos sonoros.

Programação

Seminário 1 (15 de agosto, das 14 às 16h; sala 270)
Parte 1: Origem e evolução da linguagem e da fala
Parte 2: Complexidade e adaptação em fonologia

Seminário 2 (22 de agosto, das 14 às 16h; sala 266)
Parte 1: Métodos experimentais em fonologia
Parte 2: Fonética das línguas indígenas e universais da fonologia

Seminário 3 (29 de agosto, das 14 às 16h; sala 266)
Parte 1: Ensino de fonética e fonologia, aplicações da fonética e alguns desenvolvimentos futuros da fonética e fonologia
Parte 2: Etnomusicologia: escalas, timbre e canto em músicas dos Karitiana, Kuikuro e Kadiwéu

Postado por Júlio Alves em Linguística | 0 comentário

maio 02, 2007

user icon

Ae, hoje pela primeira vez reunimos 6 pessoas em fila recusando carne no bandex (Central)... E resolvemos nos encontrar toda quarta-feira, às 12h30, na frente do Bandejão Central, para fazer uma presença e conversar com quem quiser sobre vegetarianismo.

Por enquanto é simplesmente isso, vamos nos encontrando, pegando fila juntos e comendo juntos, marcando presença... E mostrando que na USP tem vegetarianos e que seria interessante ter mais opções vegetarianas lá. 

Foram por enquanto pessoas da FFLCH, Geografia, Letras, ECA e Escola do Futuro. 

É isso, vamos aumentar esse número!

Se não for possível toda quarta-feira, o mais importante é a primeira quarta-feira de cada mês, ok? (que era a idéia inicial). Mas de todo modo, estaremos lá!

Este post é Domínio Público.

Postado por Maurício Kanno em Vegetarianos/as e Vegans | 9 comentários