Stoa :: Adote um vereador :: Blog :: Roberto Tripoli (PV) foi o último colocado em avaliação da Veja São Paulo entre os 52 vereadores candidatos à reeleição

janeiro 21, 2009

user icon

Ressalte-se que questões ambientais, foco do vereador, foram consideradas pela revista como bem menos importantes na pontuação da avaliação que as demais, o que também é um critério que desvaloriza o meio ambiente e os animais.

Ele também perdeu pontos por sair do PSDB durante o mandato, por seu partido na época preferir apoiar outro vereador para ser presidente da Câmara - Tripoli, atualmente no PV, acabou sendo o presidente, período no qual (2005-2006) sua presença não foi avaliada, por certas desobrigações da função. 

Presença e projetos de leis: contradição

A reportagem, publicada em 1o de outubro de 2008, também informa que, das 53 votações a que o político deveria ter comparecido em 2007, ele foi a 14. Tripoli se defende: "Se votam título de cidadão, não vou, registro minha presença em projetos polêmicos."

A afirmação poderia ser procedente, uma vez que "das 1.314 leis aprovadas neste mandato [2005-2008], 70% são homenagens a personalidades, instituem datas comemorativas ou dão nomes a ruas, praças e pontes", informa a reportagem. No entanto, do total de 15 projetos propostos pelo vereador, 6 eram homenagens ou denominações, o que cria uma contradição para a justificativa de ausência.

Meio ambiente, proteção aos animais, Lei Cidade Limpa e esporte

A maioria dos projetos de lei propostos por Tripoli, um total de 9, foram de acordo com sua prioridade: meio ambiente e proteção aos animais. Entre as 3 leis que aprovou, ainda segundo a Veja São Paulo, está a que regulamenta a venda de cães e gatos na cidade e a que proíbe propagandas e outdoors no centro histórico, o que, de acordo com Tripoli, teria inspirado a Lei Cidade Limpa.

O argumento dele para se reeleger, dado em entrevista à revista, foi para continuar trabalhando pelo meio ambiente e também começar a atuar no esporte para reduzir a criminalidade.

Pontuações

A média em pontuação do vereador foi de 2,6. Os outros últimos na lista foram: Milton Leite (DEM), com 3,8; Dalton Silvano (PSDB), com 4,5; e Ushitaro Kamia (DEM), também com 4,5 pontos. Página com as informações específicas sobre Tripoli (e os outros 3 últimos vereadores na avaliação): http://vejasaopaulo.abril.com.br/red/011008/politica_candidatos13.html .

Os vereadores melhor colocados na avaliação de Veja São Paulo foram: Netinho (PSDB), com 9,1 pontos; Paulo Frange (PTB), com 8,5; Juscelino Gadelha (PSDB), com 7,9; e Francisco Chagas (PT), também com 7,9 pontos. A página com estes vereadores é: http://vejasaopaulo.abril.com.br/red/011008/politica_candidatos.html .

A avaliação da revista foi baseada em dados da ONG Voto Consciente. 

Texto da reportagem em texto geral: http://vejasaopaulo.abril.com.br/revista/vejasp/edicoes/2080/m0168334.ht

Esta mensagem está sob a licença CreativeCommons Atribuição.

Postado por Maurício Kanno em Adote um vereador | 1 usuário votou. 1 voto

Comentários

  1. Tom escreveu:

    Maurício,

    ele argumenta que não participa sobre voto de cidadão, mas no mesmo link que passou consta que dos 15 projetos, 6 são homenagens ou denominações. Os outros 9 são relacionados ao meio ambiente e proteção dos animais. 

    Seria interessante fazermos uma análise crítica desses 6 projetos para ver se ele não entrou em contradição.

    Também seria legal ver se os outros projetos relacionados ao meio ambiente e proteção dos animais são realmente úteis e praticáveis.

    Você pode vê-la no seguinte link:

     http://www.excelencias.org.br/@pls.php?cs=C%E2mara%20Municipal%20de%20SP

    É só clicar no nome dele que aparece a descrição de todos projetos.

    default user iconTom ‒ quarta, 21 janeiro 2009, 00:01 BRST # Link |

  2. Maurício Kanno escreveu:

    Obrigado, Tom.

    Alterei a formatação do meu texto para ficar mais explícito que eu já havia notado a contradição na justificativa do vereador.

    A avaliação de todos os projetos dele (ou uma parte) fica para o próximo post. 

    Está sendo interessante e proveitoso fazer esta pesquisa e acompanhamento sobre o Tripoli.

    Maurício KannoMaurício Kanno ‒ quarta, 21 janeiro 2009, 00:17 BRST # Link |

  3. Tom escreveu:

    Ainda não comecei a escrever sobre meu candidato, pois ando bem ocupado.

    Deixa eu dar um descanso de alguns dias para ele, né? PiscarLegal

    default user iconTom ‒ quarta, 21 janeiro 2009, 00:24 BRST # Link |

  4. Alexandre Hannud Abdo escreveu:

    Mauricio disse:

    A avaliação da revista foi baseada em dados da ONG Voto Consciente.

     

    Sobre isso, vale a pena notar que o Voto Consciente divulgara uma classificação dos vereadores, com notas radicalmente diferentes da Veja, onde alguns vereadores favorecidos pela Veja (vulga "a Sujíssima") sequer constavam por estarem numa lista negra de vereadores com processo correndo ou condenados na justiça.

    Outros notões da Veja tinham notas baixíssimas de acordo com o Voto Consciente. A classificação do Voto Consciente seguiu critérios transparentes explicados em seu site.

    A reportagem da Veja, por sua vez, trazia uma entrevista com membros da Voto Consciente, induzindo o leitor a associar o ranking apresentado à ONG, e revelava apenas  discretamente que a avaliação apresentada a seguir seguia critérios próprios da revista - sem revelar quais nem notar a gritante diferença da avaliação do Voto Consciente.

    Na mesma edição, participantes do Movimento Nossa São Paulo foram entrevistados e a reportagem atribuiu a eles frases que nunca disseram, além de distorcer o que foi dito através da manipulação do contexto e incluir unicamente temas oportunistas, evitando a agenda do Movimento.

     

    Veja, a Sujíssima. Nenhuma novidade.

     

    Abs,

    abdo

    ~~

    Alexandre Hannud AbdoAlexandre Hannud Abdo ‒ quinta, 22 janeiro 2009, 01:48 BRST # Link |

  5. Maurício Kanno escreveu:

    obrigado, abdo.

    eu não tinha achado nenhuma avaliação própria do Voto Consciente. se puder me indique, mas vou procurar de td modo depois e tb aproveitar em meus estudos.

    mas pelo que li na reportagem da Veja SP, apenas os dados coletados foram aproveitados pela equipe de jornalistas (entre eles, uma amiga minha, ex-colega de faculdade, competente e confiável), e os critérios, devidamente explicados pelo texto da revista, foram diferentes e tb transparentemente explicados. talvez isso pudesse ser ainda mais explícito, mas pra mim ficou claro.  

    como eu disse, o que não gostei especialmente foi terem dado peso tão reduzido ao trabalho ambiental. simplesmente o vereador Tripoli recebeu ponto ZERO por seus 9 projetos na área, por mais que tenham sido ou não aprovados e tenham qualidade ou não.

    vc conhece a turma do movimento nossa sp ou leu onde a respeito das distorções dos depoimentos? qq coisa eu até iria dar uma bronca na minha amiga... apesar de que os editores dela provavelmente mudaram o q ela produziu, o que é coisa normal na Veja.

    Maurício KannoMaurício Kanno ‒ quinta, 22 janeiro 2009, 02:29 BRST # Link |

  6. Alexandre Hannud Abdo escreveu:

    Fala Maurício,

     Antes de qualquer coisa, que eu já deveria ter dito, parabéns pelo trabalho no Adote um Vereador! =D

     Sobre a reportagem, eu não acho que foi clara, mas nem toquei nesse ponto. Eu fui bem específico em dizer que a reportagem apontava o uso único dos dados discretamente: faltou visibilidade e consequentemente honestidade com o leitor, que se não lê a reportagem linha por linha será levado a pensar que aquela é a lista do Voto Consciente, e que não recebe nenhuma informação sobre as divergências brutais entre as duas classificações.

     Note que na reportagem apenas uma única frase estabelece a distinção, sem dizer explicitamente que há uma diferença, e que ainda no mesmo parágrafo torna a referir-se à classificação do Voto Consciente.

     Note que na versão impressa a classificação da Veja aparecia junto de uma entrevista com integrantes do Voto Consciente a respeito da classificação deles, novamente sem mencionar a classificação da Veja.

     Eu participo do Movimento Nossa São Paulo há quase um ano já, e as pessoas cujas palavras foram distorcidas e forjadas são conhecidas de trabalhos e reuniões. Até onde sei a Veja logo foi comunicada sobre as discrepâncias, mas, como disseste, isso é prática comum ali.

     De um ponto de vista negativo mas pragmático, o que ocorreu foi um descuido de várias pessoas com o protocolo padrão de qualquer pessoa honesta: nunca, em qualquer circunstância, dar entrevista à Sujíssima.

     O link para a avaliação da legislatura está na página principal do Voto Consciente, ou clicando aqui.

    Abraços, e sugira à sua amiga arranjar um emprego que não seja um desserviço à sociedade.

    ale

    ~Ni!~

    Alexandre Hannud AbdoAlexandre Hannud Abdo ‒ quinta, 22 janeiro 2009, 03:27 BRST # Link |

  7. Maurício Kanno escreveu:

    Eita,

    Ao menos no que toca à avaliação do Tripoli, não muda quase nada quando analisamos pelo movimento Voto Consciente em si! O vereador que adotei ficou em antepenúltimo! Quem acabou ficando em último nesta avaliação foi o Milton Leite (DEM), que também era dos últimos na avaliação da Veja SP.

    O Netinho (PSDB), ou José Police Neto, continua bem na fita, novamente em 1o lugar! O que surpreende é que Dalton Silvano (PSDB), enquanto pelo Voto Consciente está entre os 4 primeiros, pela Veja SP ficou entre os 4 últimos, total inversão!

     

    = Avaliação detalhada de Tripoli pelo Voto Consciente

    Ao menos a avaliação dos projetos de lei de Tripoli pela entidade não levou zero, mas nota 3,66 (ainda baixa). Ela não parece desvalorizar o meio ambiente como a Veja SP fez, pelo menos. 

    Nota de 4,33 para presença em comissões, também mal. 

    Mesma nota da Veja SP (5,0) em fidelidade partidária, pela troca do PSDB pelo PV. Mas pra mim ótimo isso, prefiro muito mais o PV, claro.

    Nota 7,0 pelo site. Concordo, é bom sim, mas não excelente. 

    É uma vergonha a sua nota ZERO no quesito "Respostas a Pedidos de Informação". Que "transparência" e satisfação com os cidadãos é essa, ainda mais lidando com uma entidade tão importante? Nas quatro vezes em que o movimento Voto Consciente pediu informações, entre 2005 e 2008, o vereador Tripoli não respondeu NENHUMA VEZ!

    Nota ZERO na presença a votações nominais, reiterando o que havia lido na avaliação da Veja SP.

    Em coerência, nota 4,33. Mas houve coerência sim, discordo disto. Apesar de ter dito anteriormente, conforme apuração da entidade, que sua bandeira era, além do Meio Ambiente, a Administração e o Urbanismo; o vereador acabou "dispersando" seus esforços para os setores: Animais, Crianças/Adolescentes, Finanças e Trânsito/Transporte. Pode-se verificar que o único setor de fato diferente do proposto foi de Crianças/Adolescentes, os demais são bem similares ao que ele havia proposto. 

    =

    Assim, a nota final de Tripoli ficou em 3,9, não mudou muito. 

    Apesar de algumas discordâncias minhas pessoais com as duas avaliações, mais cedo ou mais tarde vou precisar mesmo ter uma conversinha com o sr. Tripoli e/ou seu assessor...

    Maurício KannoMaurício Kanno ‒ quinta, 22 janeiro 2009, 07:34 BRST # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.