Stoa :: Samantha Martins :: Blog :: Pseudociências: o estranho caso de Dr. Snelling

setembro 20, 2007

default user icon
Postado por Samantha Martins

Olá a todos e bom dia!

Pode ser que alguém conheça o caso de Dr. Andrew A. Snelling. Bem, antes de começar toda a saga deste pesquisador, vou falar de um site, chamado Answers in Genesis. Este site, como o próprio nome já sugere possui conteúdo criacionista e divulga inclusive o fabuloso Museu da Criação.

 Você pagaria quase 20 dólares para visitar este museu? 

 Bem, continuando. Um dos diretores da Answers in Genesis é o Dr. Andrew A. Snelling, cuja biografia, retirada do próprio site pode ser vista aqui.  Retirando um trecho da biografia deste senhor, temos, traduzido:

"Andrew A. Snelling é geólogo, cientista pesquisador e editor técnico. Ele completou o Mestrado em Ciência em Geologia Aplicada na Universidade de New South Wales em Sydney, Australia, graduando-se em primeiro lugar em 1975. Seu PhD em geologia foi obtido pela Universidade de Sydney, Australia em 1982, cuja tese de pesquisa era " Um estudo geoquímico no depósito de Urânio de Koongarra, no Território do Norte, Austrália" (...)"

No entanto, o Dr. Alex Ritchie, paleontologista do Museu Australiano, faz um comentário aqui. Ele pede para o "verdadeiro" Dr. Snelling aparecer.  O que ele quer dizer? Que parece que existem 2 "doutores Snelling", que estudaram a mesma coisa (mineração de urânio), ambos vivem na Austrália, ambos dividem a mesma Caixa Postal, e estranhamente, o "Dr. Snelling Criacionista" cita todos os feitos acadêmicos do outro Dr. Snelling. No entanto, o outro Dr. Snelling não cita os feitos criacionistas do "Dr. Snelling Criacionista".

Chamemos, conforme fez o Dr. Alex Ritchie, o Dr. Snelling criacionista de Snelling 1 e o Dr. Snelling "normal" de Snelling 2:enquanto Snelling 1 fala que a Terra foi criada em 6 dias literais, que a enchente de Noé realmente aconteceu, e cogita que a Tem aproximadamente 6000 anos, o Snelling 2 cita em sua tese: "The Archaean basement consists of domes of granitoids and granitic gneisses (the Nanambu Complex), the nearest outcrop being 5 km to the north. Some of the lowermost overlying Proterozoic metasediments were accreted to these domes during amphibolite grade regional metamorphism (5 to 8 kb and 550° to 630° C) at 1870 to 1800 Myr. Multiple isoclinal recumbent folding accompanied metamorphism."

Que estranho, não é mesmo? Dois caras, com o mesmo nome, com uma tese parecida mas com pensamentos tão distintos.  rsrsrs

Dúvidas? Clique aqui, aqui e aqui

 

 

© 2018 Todos os direitos reservados

Postado por Samantha Martins

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.