Stoa :: Reflexões Cristãs :: Blog ::

julho 01, 2012

user icon

 

“Onde estás?”, “quem serás?”, me pergunto amiúde.

Estás longe ou bem perto? Eu queria saber;

Mas tão logo esta dúvida vem-me a perder

Me recordo a resposta: é só Vós a virtude!

 

Ilumine-me, eu peço, quando a alma se ilude,

A Luz Vossa, constante, infinita, a fazer

Com que eu nunca me perca em tal dúvida, e a ver

Que em só Vós tenho amor, compreensão e saúde!

 

A tormenta e a tristeza jamais me serão,

Desse modo, medonhas, se ao lado Vos tenho

E se as sombras dissipa, gentil, Vossa Mão!

 

Se vierem-me, enfim, a franzir o meu cenho

As perguntas e dúvidas, sei que virão

Em socorro essa Luz e essa Mão com empenho!

 

(28/06/2012)

Palavras-chave: soneto

Postado por Martino Gabriel Musumeci em Reflexões Cristãs

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.