Stoa :: USP Notícias :: Blog :: Histórico

Outubro 2008

Outubro 01, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15201-c

História
Centro Cultural Maria Antônia promove debates sobre maio de 68

A partir da próxima segunda-feira (6), o Centro Universitário Maria Antônia da USP terá uma série de debates que relembram e avaliam os acontecimentos políticos e culturais de maio de 1968. Vou Ver 1968 contará com a presença de estudiosos do tema, muitos dos quais presenciaram de perto a agitação do período.

O próprio Centro Universitário foi palco de um dos mais notórios acontecimentos daquele ano. Na época eram ali ministrados os cursos da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL). Além da circulação de estudantes, a região era ponto de encontro de artistas e intelectuais, com grande agitação cultural, onde discutia-se os rumos politicos do país.

Em outubro ocorreram na Rua Maria Antonia graves conflitos entre estudantes da USP e da Universidade Presbiteriana Mackenzie, cujas sedes eram vizinhas. A chamada “Batalha da Maria Antonia” gerou violenta repressão policial, a invasão e depredação dos edifícios da USP e a morte de um estudante.

A mesa de abertura contará com a presença de Paulo Vanucchi, Secretário Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, da Reitora da USP, Suely Vilela, do Pró-reitor de Cultura e Extensão da Universidade, Ruy Altafim, e da Diretora do Centro Universitário Maria Antônia, Rosa Lavelberg.

Os debates vão até dia 10, sempre das 19h30 às 22h, com uma programação paralela de filmes e exposições. A programação completa pode ser conferida no site da instituição. A entrada é gratuita e o evento é aberto ao público em geral.

O Centro Universitário Maria Antônia fica na Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque, São Paulo.

Mais informações: (11) 3255-7182

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15402-ev

Esalq
Evento discute melhoramento de plantas no agronegócio
Acontece, nos dias 6 e 7 de outubro, o vigésimo-quinto Encontro sobre Temas de Genética e Melhoramento, na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (Esalq) da USP. Organizado pelo Departamento de Genética, o encontro terá como tema "Impactos do Melhoramento de Plantas no Agronegócio" e abrigará também a primeira Reunião Paulista de Melhoramento de Plantas.

Voltado para docentes e pesquisadores das áreas de Ciências Agrárias e Biológicas, Genética e Melhoramento de Plantas e estudantes de graduação e pós-graduação, o evento será realizado no anfiteatro do Departamento de Genética (Av. Pádua Dias, 11, Piracicaba), das 8 às 18 horas, nos dois dias. O encontro faz parte das comemorações dos 75 anos da USP e da 51ª Semana Luiz de Queiroz.

As inscrições custam entre R$ 15,00 e R$ 30,00 e podem ser feitas no site http://www.genetica.esalq.usp.br/25temas-sbmp, onde também está disponível a programação completa do evento.

Mais Informações: (19) 3429-4125 ou pelo email lgn@esalq.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15403-ma

descoberta
Mayana Zatz fala sobre produção de linhagem de células-troncoUma equipe do Instituto de Biociências (IB) da USP anunciou nessa segunda-feira (30) a produção da primeira linhagem brasileira de células-tronco.

O grupo, liderado pela professora Lygia da Veiga Pereira, conseguiu extrair células-tronco de um embrião e desenvolver a sua multiplicação in vitro. A descoberta é um dos primeiros frutos da aprovação, dada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 29 de maio, das pesquisas com células extraídas de embriões no Brasil.


Confira a entrevista da professora Mayana Zatz à Rádio USP
A professora Mayana Zatz, pró-reitora de pesquisa da USP e docente do IB, falou à Rádio USP sobre a importância da descoberta. Segundo ela, a produção da linhagem é "o começo do começo", e sua principal virtude é dar ao Brasil condições de realizar pesquisa no mesmo nível dos outros países. A professora alertou que a realização do IB não significa que serão "implantadas células-tronco" nos pacientes que assim o desejam, e que é preciso receber a notícia com alegria, mas também com cautela. "É como se estivéssemos construindo uma casa e agora não temos mais a necessidade de importar tijolos, já os produzimos aqui", declarou.

 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

publicação
Estudantes de Psicologia lançam revista científica Os estudantes do Instituto de Psicologia (IP) da USP lançaram a revista científica TransFormações em Psicologia. Trata-se de uma revista com a proposta de publicar textos de estudantes sobre pesquisa e formação em Psicologia. O Corpo Editorial é composto por alunos da graduação e o Conselho Editorial por alunos de mestrado e doutorado.

O IP concedeu os recursos para a construção do site da revista, que poderá ser acessado através do site oficial do IP (http://www.ip.usp.br) e permitirá o download da versão online do periódico. Os interessados em adquirir a versão impressa poderão encomendá-la até o dia 19 de outubro no primeiro andar da Biblioteca do IP (falar com Hélina). Cada exemplar da TransFormações em Psicologia custa R$ 15,00. Serão cobrados também R$ 7,00 para o envio da revista.

O site provisório da revista é http://psicologia.incubadora.fapesp.br/portal/tranformacoes.

Mais informações: (11) 8571-4237 / 8540-8936, ou pelo email revistatransformacoes@gmail.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/153

CIPA
Semana de Prevenção de Acidentes discute a relação entre o trabalhador e o meio
 
As Comissões Internas de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Cipas) de algumas unidades da USP realizam, entre os dias 6 e 10, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat Conjunta). O evento é um meio de divulgação de formas de prevenção que visa conscientizar funcionários, docentes e alunos sobre segurança no local de trabalho.

Participam as Cipas da Coordenadoria de Comunicação Social (CCS), Coordenadoria de Assistência Social (Coseas), Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG), Instituto de Ciências Biomédicas (ICB), Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE), Instituto de Física (IF) e Reitoria, que se reúnem para buscar uma maior integração entre as unidades.

Com o tema “Você em harmonia com o meio e o ambiente”, a Sipat Conjunta trará, com palestras, a discussão de temas como estresse e meditação, higienização da pele, sexualidade, álcool, drogas e alimentação. “A gente pensou em um tema que tenha a ver com os acontecimentos do mundo, com o que estamos vivendo. Para ter uma boa vida, precisamos estar em harmonia com o meio em que trabalhamos”, afirma Eliane Aparecida Gomes, representante da Cipa do ICB na comissão organizadora do evento. Em cinco dias, os organizadores querem mostrar para a comunidade que pequenas mudanças no dia-a-dia fazem toda a diferença na relação do trabalhador com seu trabalho.
   
 Foto: Divulgação
Museu Itinerante estará presente
Curiosidade sobre o próprio corpo
A Sipat contará, além das palestras, com apresentações culturais, massagistas profissionais e a presença do Museu Itinerante de Anatomia do ICB. Para os organizadores, essa é uma oportunidade para as pessoas entenderem melhor o próprio corpo. “Como estão envolvidos outros institutos que nada têm a ver com biologia, muita gente quer entender melhor o funcionamento do corpo. Por exemplo, existe uma procura muito grande pelo sistema digestório, por causa dos problemas de gastrite e úlcera”, comenta Eliane.

Aberto ao público nos dias 7 e 10, o museu itinerante terá monitores preparados para explicar e demonstrar cada parte do corpo, além de sanar as possíveis dúvidas. Ele será abrigado no lado de fora do anfiteatro, permitindo que os interessados o visitem a qualquer momento, durante o evento. Essa não é a primeira Sipat em que o museu é exposto. Em outras edições, ele foi bastante procurado por um público variado.

  
 A importância das Cipas
Apesar de unidas pela preocupação com o bem-estar de funcionários, docentes e alunos, cada Cipa tem suas peculiaridades de acordo com o tipo de trabalho que é feito no departamento em que atua (veja matéria do USP Online publicada em abril desse ano).

Enquanto a Cipa da Reitoria tem suas campanhas baseadas em problemas típicos de escritório (como má postura e problemas provenientes de digitação excessiva), outras, como a do ICB, ocupam-se mais com questões de laboratórios e produtos químicos.

“Nós estamos fazendo uma campanha para o uso consciente do nitrogênio líquido, que pode causar uma série de acidentes”, revela a professora Patricia Castelucci, presidente da Cipa do ICB. “Materiais em corredores também são preocupações nossas”. No ICB, a Cipa tem um cuidado especial com os alunos, que estão em contato com materiais e práticas que, se não feitas da devida maneira, podem resultar em acidentes sérios.

Outras Cipas são adeptas de campanhas que tratam da saúde mental do funcionário. Um exemplo é a da Escola de Comunicação e Artes (ECA), que hoje luta contra o assédio moral. De acordo com os organizadores, esse é um dos maiores causadores de doenças em ambientes de trabalho, e uma lei estadual proíbe sua prática no âmbito da administração pública estadual direta, indireta e fundações públicas.

Serviço
:
A Sipat Conjunta acontece no Auditório Ariosto Mila, na FAU, que fica na Rua do Lago, 876, Cidade Universitária, São Paulo. A entrada é gratuita, e o evento é aberto a toda comunidade USP. A programação completa está disponível em http://www.reitoria.usp.br/cipa/sipatconjunta/SIPAT2008.pdf. Para mais informações, contato pelo email cipareit@usp.br

Fotos: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15372-qba

Teatro
Balada de um palhaço estréia no Tusp
Estréia na sexta-feira (3) o espetáculo Balada de um palhaço, com direção  de Gustavo Trestini, no Teatro da USP (Tusp). A peça fica em cartaz até o dia 19, com apresentações nas sextas e sábados, às 19 horas, e nos domingos, às 18 horas. A peça dura 75 minutos e é recomendada a maiores de 14 anos.

No espetáculo o palhaço Bobo Plin, ao buscar sentido para seu ofício (marcado pela repetição mecânica do fazer artístico), nega antigas formas de fazer rir a fim de preencher o vazio de uma existência que ele percebe medíocre. Sua motivação em mudar é acionada a partir do seu reencontro com sua vocação, o fazer artístico.

A entrada para a Sala Experimental Plínio Marcos, onde o espetáculo acontece, custa R$ 20,00. O TUSP fica na Rua Maria Antônia, 294, Consolação, São Paulo.

Mais informações: (11) 3255-7182 (ramal 41 ou 53)

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/14909-ci

infantil
Circo da Física da FFCLRP quer despertar curiosidadeEntre terça (7) e quinta-feira (9) da próxima semana, o Departamento de Física e Matemática da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, promove o projeto Circo da Fïsica, que consiste em apresentar experimentos de física - muitas vezes citados em aulas de ciências e raramente visualizados. O evento é focado em despertar a curiosidade, o senso crítico dos alunos e promover uma maior interação deste com o universo acadêmico.

As apresentações de aproximadamente 50 minutos, na qual palhaços e outros personagens brincam em alguns mundos imaginários da física, interagindo muitas vezes com o público. Encerrada a apresentação o palco fica livre para o manuseio e brincadeiras dos curiosos, quando o elenco responderá aos eventuais questionamentos feitos pelas crianças.

O evento é aberto ao público, sem necessidade de inscrição. No caso de escolas interessadas, a organização recomenda que haja um contato de pré-agendamento. Os eventos terão duas apresentações em cada dia, às 9h45 e às 13h45, no Espaço Cultural Capela do Campus (Avenida Bandeirantes, 3900, Bairro Monte Alegre, Ribeirão Preto).

Mais informações: (16) 3602-3822/3721, e-mail circodafisica@biomag.usp.br ou no site http://www.neuroimago.usp.br/circo

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15406-influ

Comportamento
Influência de "relógio biológico" é tema de conferência no IEA

A influência que o “relógio biológico” tem no comportamento dos seres vivos vai ser tema de conferência proferida segunda-feira (6) no Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP. O evento, intitulado O Desenvolvimento do Controle Circadiano do Comportamento vai ser ministrado por Jerry A. Hogan, professor emérito do Departamento de Psicologia da Universidade de Toronto, a partir das 15 horas, em inglês (sem tradução simultânea).

Na conferência, o docente apresentará dados obtidos em experimentos com galos em que fica demonstrada a existência de controle circadiano (do “relógio biológico”) da limpeza de areia, da alimentação e do sono. Discutirá também os resultados de outros experimentos que indicam a experiência como um fator necessário para o desenvolvimento do controle circadiano do sono. Esses resultados serão comparados com dados a respeito do desenvolvimento do controle circadiano do sono em bebês. 

A conferência vai se realizar no auditório Alberto Carvalho da Silva, na sede do IEA, que fica na Av. Prof. Luciano Gualberto, Travessa J, 374, térreo (Edifício da Antiga Reitoria), Cidade Universitária, São Paulo.

A entrada é gratuita e aberta ao público. É necessário confirmar presença pelo email clauregi@usp.br.

O evento será transmitido ao vivo no site www.iea.usp.br/aovivo.

Mais informações: clauregi@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15408-mac

Arte
MAC realiza ciclo de palestras sobre Van Gogh

O ciclo de palestras Van Gogh – Correspondência, Auto-Imagem e o Artista Moderno, ministrado por Luciana Bertini Godoy, do Instituto de Psicologia (IP) da USP, acontece todas as quintas-feiras de outubro, a partir do dia 9, no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP, na Cidade Universitária, das 14 às 17 horas.

Godoy pretende analisar a extensa correspondência e as obras de Van Gogh e delinear a auto-imagem do artista para, a partir dela, examinar os principais elementos que compõem a figura do artista moderno.

O ciclo é aberto ao público e tem o custo de R$ 50, exceto para professores da rede pública, que são isentos da taxa.  As inscrições devem ser feitas no próprio MAC, às segundas, quartas, quintas e sextas, das 10h30 às 12 horas e das 14h30 às 17 horas. É necessário levar cópia do RG e do CPF.

O MAC fica na Rua da Reitoria, 160, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-3559

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15409-cin

Cinema
Cinusp exibe mostra com pré-estréias de filmes brasileiros Na semana dos dia 6 a 10 de outubro, o Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp) vai exibir a mostra Audiovisual, com filmes brasileiros, como Terra Estrangeira, de Walter Salles.

Também acontecerá na mostra a pré-estreia de dois filmes: Meu nome é Dindi, de Bruno Safadi, na sexta (10), às 16 horas, e Pretérito Perfeito, no mesmo dia, às 19 horas. A pré-estréia de Pretérito vai ser seguida por debate com a presença do diretor do filme, Gustavo Pizzi.

A programação completa pode ser encontrada no site http://www.usp.br/cinusp. A entrada é gratuita. Para a pré-estréia do filme de Pizzi será necessário retirar senha no local com uma hora de antecedência.

O Cinusp fica na Colméia (Rua do Anfiteatro, 181, Cidade Universitária), São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-3540

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15410-exp

ECA
Exposição "Barracos" mostra fotos da realidade de São Paulo A exposição fotográfica Barracos, de Leo Colosso, está em cartaz no Departamento de Jornalismo e Editoração da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. A mostra é um recorte de São Paulo pela visão de Colosso, com cenas de barracos coloridos e gente transitando pelas ruas da cidade.

A exposição é aberta ao público, gratuita e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 7 às 23 horas, até o dia 15 de outubto.

A ECA fica na Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-4112

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15411-genet

epidemiologia
FSP estuda combate ao mosquito transmissor da elefantíase
O termo transgênico é geralmente associado ao meio agrícola, mas essa realidade deve mudar. A Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP está desenvolvendo um método de controle genético do Culex quinquefasciatus, mosquito que, entre outras doenças, é transmissor da Wuchereria bancrofti, ser causadora da elefantíase.  O método usado consiste em soltar mosquitos transgênicos na natureza, que carreguem um gene letal dominante, para controle da população do inseto por supressão. A doença é caracterizada pelo inchaço que causa nas partes do corpo afetadas e não tem cura, apenas tratamento para atenuar seus sintomas.

Uma das fases da pesquisa foi concluída. O biólogo André Barreto Bruno Wilke desenvolveu o início da produção de mosquitos transgênicos dessa espécie e o cruzamento desses injetados com mosquitos selvagens em sua dissertação de mestrado Controle genético de mosquitos Culex quinquefasciatus, defendida no mês passado. As próximas etapas serão desenvolvidas pelo grupo de pesquisa liderado pelo orientador da dissertação,  Mauro Toledo Marrelli, professor da FSP.

A técnica usada por Wilke, chamada de Release of Insects carrying a Dominant Lethal Gene (RIDL), foi desenvolvida concomitantemente por dois grupos de pesquisa. Um desses grupos, com base em Oxford (Reino Unido), a companhia Oxitec (Oxford Technology) é liderado pelo pesquisador inglês Luke Alphey, que colabora na pesquisa com Culex, e adaptou esta técnica para mosquitos transmissores de agentes biológicos capazes de causar doenças, como o Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue.

A técnica RIDL não pôde se aplicada ao Culex da mesma forma que o processo desenvolvido por Alphey. “O Aedes põem cada ovo separadamente, já o Culex põe os ovos em jangada [grudados uns nos outros]”, explica o biológo. Wilke teve que desenvolver novos meios para aplicar a RIDL ao Culex.

A primeira etapa do processo feito por Wilke é injetar o gene nos ovos dos insetos já separados um a um em laboratório. A essa etapa se segue o cruzamento dos machos transgênicos com fêmeas selvagens e a verificação das larvas em um marcador que mostra a quais delas foi transmitido o gene.

As etapas a serem desenvolvidas são a análise do comportamento desses mosquitos transgênicos em relação aos selvagens e a liberação deles na natureza. O processo ainda precisa de aperfeiçoamento, pois há baixa eclosão de mosquitos, ou seja, poucos nascem. “O Culex é muito manipulado, por isso muitos não sobrevivem ao processo”, diz Wilke.

O pesquisador considera o método promissor, pois tem vantagens em relação às formas tradicionais de controle de mosquitos. Ele afirma que “a RIDL é específica, só atinge o mosquito alvo, não deixa resíduo, não ataca o meio ambiente”.

Limpeza de rios
Wilke ressalta que a RIDL não pode ser usada individualmente, deve fazer parte de um manejo integrado de vetores: “Não adianta nada começar a liberar mosquitos transgênicos, se não limpar os rios, porque o Culex tem a capacidade de se reproduzir em água poluída e não tem nada que sobreviva naquela água, então, ele não tem inimigo natural.” O manejo integrado de vetores contempla a limpeza de rios, conscientização da população, monitoramento de possíveis criadouros e fiscalização.

Sobre o impacto que a possível extinção do mosquito causaria, Wilke afirma que “o pernilongo não é brasileiro. Não faz parte da cadeia alimentar, se fizesse, ele estaria controlado. Ele é conseqüência do impacto ambiental”.

A pesquisa em desenvolvimento é financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O laboratório usado é do Instituto de Ciências Biomédicas, cedido por Margareth Capurro, professora do Instituto. As construções genéticas que estão sendo utilizadas no projeto são cedidas por Luke Alphey, colaborador do projeto.

Mais informações: andrebw.br@gmail.com


Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15412-f

difusão
FD realiza curso sobre o direito do trabalho
Acontece nos dias 22 e 23 o curso Temas Atuais de Direito do Trabalho na Faculdade de Direito (FD) da USP.  O evento será realizado a partir das 19 horas no Salão Nobre da FD.

O curso de difusão proposto tem por objetivo proporcionar aos estudantes e profissionais do direito, ligados especificamente ao direito do trabalho, um instrumental que possibilite aperfeiçoar seus conhecimentos teóricos e práticos, visando a um aprofundamento técnico-científico na área. O curso pretende propiciar aos participantes uma visão crítica e ética em relação ao direito do trabalho e à sua própria função, colaborando assim para o adequado cumprimento de suas tarefas profissionais.

O público-alvo são estudantes de graduação e bacharéis em direito, sindicalistas, advogados, membros do Ministério Público, magistrados, procuradores e demais profissionais do Direito, que se interessem em aprofundar e atualizar seus conhecimentos em Direito do Trabalho.

Serão oferecidas 400 vagas, cujo preenchimento se dará por ordem cronológica de inscrição, 20 (vinte) vagas serão gratuitas, escolhidas mediante seleção por critérios sócio-econômicos, pela apresentação de requerimento ao Chefe do Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social.

As incrições ocorrem até o dia 21 de outubro, das 10 às 19 horas, na Secretaria de Cultura e Extensão Universitária da FD, no 1º andar do prédio anexo. São documentos necessários para inscrição: ficha de inscrição (disponível no site da faculdade);  cópia do recibo de pagamento da taxa de inscrição (emitido pela Tesouraria da Faculdade); declaração de matrícula ou xerox da carteirinha de aluno (para pagamento de inscrição como estudante); cópia do RG (somente para quem não for vinculado à USP). Os interessados deverão recolher a taxa de inscrição junto à Tesouraria da Faculdade (2º andar do Prédio Histórico, sala da xerox), no valor de R$50,00 para estudantes de graduação e pós-graduação, e R$100,00 para profissionais.

A FD fica no Largo São Francisco, 95, Centro.

Mais informações: (11) 3111-4006 / 4023

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15413-cu

centrinho
Cursos sobre escrever e publicar livros em Bauru
Na quarta-feira (8), o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofacias (HRAC/Centrinho) da USP, em Bauru, sedia três cursos da Escola do Escritor num trabalho intensivo de 8 horas de carga horária: A arte de escrever e publicar um livro, Mercado editorial brasileiro e a impressão digital e Questões práticas do direito autoral, lei do livro e lei Rouanet.

Ministrado pelo escritor e editor João Scortecci e por Maria Esther Mendes Perfetti, pós-graduada em Gerência de Sistemas e Serviços de Informação, ambos da Escola do Escritor, de São Paulo, o curso é destinado aos profissionais do campus USP Bauru interessados em publicar um livro e também será aberto para a comunidade bauruense. O investimento é de R$60,00 para a comunidade e R$30,00 para funcionários, docentes e discentes do campus USP de Bauru. Há 60 vagas.

Os cursos vão das 13 às 17 horas (tarde) e das 18 às 22 horas (noite), e acontecem na sala de aula do Centro Odontológico do Centrinho, na Rua Silvio Marchione, 3-20, Vila Universitária, Bauru.

Mais informações: (14) 3235-8156 ou e-mail imprensa@centrinho.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15414-don

imaginação
Dona Yayá exibe a mostra Brincando com Arte
Está aberta à visitação até o dia 12, de domingo a sexta-feira, das 10 às 16 horas, na Casa de Dona Yayá da USP, a exposição Brincando com Arte, com curadoria de Elza Ajzenberg, professora de Artes da Escola de Comunicação e Artes (ECA).

A mostra oferece um mergulho no universo cromático das crianças que participam do Brincando com Arte, projeto em que os pequenos realizam exercícios plásticos associados ao ritmo da música erudita, no Centro Educacional Dom Orione (Bela Vista/São Paulo) e no Ateliê Brincando com Arte, no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP. Imaginação, sensibilidade e liberdade assinalam as atividades, deixando emergir imagens vividas pelas próprias crianças. Essas ações são desdobramentos do Projeto Criatividade, orientado pelo Centro Mario Schenberg de Documentação da Pesquisa em Artes da ECA.

A entrada é gratuita e aberta a qualquer interessado. A exposição acontece na Casa de Dona Yayá, na Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, São Paulo.

Mais informações: (11) 3106-3562 ou no e-mail cpcpublic@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 02, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15416-ipq-t

Tratamento
HC tria crianças e adolescentes com sintomas de transtorno bipolar
O Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) está triando crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos, que apresentem sintomas de transtorno bipolar, para participação em grupo de tratamento e estudo com neuroimagem. Serão aceitos pacientes que não estejam em tratamento medicamentoso. A triagem deve ser agendada pelo telefone (11) 3069-7928.

Os principais sintomas do transtorno bipolar são: euforia, alegria e energia excessivas, falta de sono, sentimentos de auto-suficiência e poder, mudanças bruscas do comportamento e do humor sem qualquer razão.

Fonte: Assessoria de Imprensa do HCFMUSP

Mais informações: (11) 3061-7801

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15373-sem

liberdade e repressão
Seminário sobre herança de 1968 acontece na ECA Entre os dias 12 e 15, a Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP vai realizar o seminário 1968: Liberdade e Repressão. O evento, que acontecerá das 14 às 20 horas, vai discutir, por meio de palestras, debates e peças teatrais, a herança deixada pelo ano de 1968.

Além de relembrar fatos ocorridos naquele ano, o evento vai divulgar as pesquisas realizadas em torno do Arquivo Miroel Silveira, da ECA, que guarda e estuda processos de censura prévia ao teatro entre 1930 e 1970.

Pesquisadores, críticos e artistas estarão presentes no evento. As encenações de texto da época, assim como as outras atividades do seminário, vão acontecer nas dependências da  Cidade Universitária, em São Paulo, com exceção da apresentação da peça Sepé Tiaraju, que vai se realizar na sede do grupo "União e Olho Vivo" (Rua Newton Prado, 766, Bom Retiro, São Paulo).

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site www.eca.usp.br/ams, onde pode ser encontrada a programação completa do seminário. O evento é aberto ao público em geral.

Mais informações: (11) 3091-1607 ou www.eca.usp.br/ams

 

 

 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15417-s

FFLCH
Seminário internacional debate crise do sistema financeiro
Entre os dias 21 e 24 de outubro será realizado, no Anfiteatro da Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, o Seminário Internacional do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania (Cenedic). O tema do seminário será "Hegemonia às Avessas - Economia, Política e Cultura na Era da Servidão Financeira".

A abertura do seminário será feita pelo diretor da FFLCH, professor Gabriel Cohn, às 17h30 do dia 21, seguida pelo debate "O trabalho após o Desmanche", com participação de Ricardo Antunes (Unicamp), Arne L. Kalleberg (Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill) e Yves Cohen (École de Hautes Études en Sciences Sociales - EHESS).

O seminário se encerra no dia 24. Quando, às 19 horas, ocorrerá o debate "Hegemonia ás Avessas: Decifra-me... Ou te Devoro!", com a presença de Francisco de Oliveira (USP), Carlos Nelson Coutinho (UFRJ) e Paulo Arantes (USP).

O evento é gratuito e não é necessário fazer inscrição.

Mais informações: (11) 3091-2349 ou pelo e-mail cenedicusp@gmail.com.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15418-p

esalq

Preço do leite cai pela terceira vez consecutiva, diz Cepea

Em setembro, os preços do leite caíram pelo terceiro mês consecutivo, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz (Esalq) da USP. 

A queda do mês de setembro foi ainda mais acentuada que a dos dois meses anteriores.O recuo do preço foi de 7,62% (5,5 centavos por litro) na Região Sul e nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Bahia.

O estudo também aponta que em Mato Grosso do Sul e no Rio de Janeiro, que ainda não compõem a média nacional do Cepea, as quedas foram ainda maiores, chegando a 9 e 12 centavos por litro, respectivamente.

O recuo dos preços do leite de deve a uma produção superior à demanda, segundo o estudo. A produção de janeiro a agosto desse ano foi 19% maior que a do mesmo período de 2007.

(Com informações do Cepea)

Mais informaçoes:
www.cepea.esalq.usp.br/leite  ou (19) 3429-8837

 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15420-su

São Carlos
Sustentabilidade é tema de Semana da Engenharia Ambiental A quinta edição da Semana da Engenharia Ambiental, promovida pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, será realizada entre os dias 6 e 10. O tema deste ano será "Em Busca da Sustentabilidade Ambiental".

Com o objetivo de debater uma coexistência racional entre o homem e o meio ambiente sob a óptica da engenharia, o evendo traz uma série de palestras, que vão acontecer todos os dias das 8h30 às 18h30. Minicursos e outras atividades também fazem parte da Semana. A programação completa se encontr ano site www.eesc.usp.br/se. No mesmo site, podem ser feitas as inscrições para o evento.

As palestras vão acontecer no anfiteatro Jorge Caron da EESC, na Av. Trabalhador São-carlense, 400, São Carlos. Outros endereços podem ser encontrados no site do evento.

O evento é aberto ao público e, para participar dele, os preços variam de R$ 5 a R$ 40, dependendo se o participante é estudante ou não e da atividade escolhida por ele.

Mais informações: www.eesc.usp.br/se ou sea08eesc@gmail.com

 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15419-cu

Oportunidade
Cursinho do XI abre inscrições para turmas de revisão
O Cursinho do XI, vinculado ao Centro Acadêmico da Faculdade de Direito (FD) da USP, vai ministrar cursos especiais de revisão para complementar o conhecimento e a preparação dos candidatos ao vestibular. As aulas começam no dia 3 de novembro.

Pela manhã, os estudantes contarão com 30 aulas dinâmicas, que terão duração de 50 minutos cada. No período noturno serão ministradas 25 aulas, com carga horária reduzida para 40 minutos. A grade conta com material didático do Sistema de Ensino Objetivo, apresentação de filmes, realização de palestras, teatro e plantões de dúvidas.

As inscrições já estão abertas, os interessados devem comparecer à secretária do Cursinho do XI (Av. Brigadeiro Luís Antônio, 277, 4º andar, República, São Paulo) das 9 às 21 horas. Para se matricular é necessário apresentar uma cópia do RG, CPF e comprovante de residência, além de uma foto 3x4. O curso destina-se às pessoas de baixa renda, que não tem condições de arcar com o alto custo dos cursinhos comerciais.

Fonte: Cursinho do XI

Mais informações: (11) 3107-6293 / 3101-4583, pelo e-mail cd.xi@uol.com.br ou através do site http://www.cursinhodoxi.com.br.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15421-in

obesidade
Inscrições abertas para atualização multidisciplinar no Prato
O Projeto de Atendimento ao Obeso (Prato) do Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) realiza na terça-feira (14), das 13 às 17 horas, seu primeiro Curso de Atualização Multidisciplinar, voltado a estudantes e profissionais da área da Saúde.

A proposta do Prato é ampla e não se restringe ao emagrecimento em si, dissociado da realidade do indivíduo. Trata-se de um processo de autoconhecimento, melhora da imagem corporal e da auto-estima. Seu instrumento de trabalho é a abordagem conjunta sob a ótica da endocrinologia, psiquiatria, psicoterapia, consciência corporal, educação física e nutrição.

As inscrições já estão abertas e devem ser feitas no site http://www.hcnet.usp.br/ipq/curso_atualizacao_prato.html e custam R$ 60,00, para estudantes ou residentes, e R$ 80,00, para profissionais da saúde.

O IPq fica na Rua Ovídio Pires de Campos, 785, Cerqueira César, São Paulo.

Mais informações: (11) 3069-6974 ou crisnutricionista@terra.com.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

intelectuais
Clima de "encontro de amigos" marca primeira metade da homenagem a Goldemberg e Candido

 “Grandes soldados do intelecto brasileiro”. Essa foi a descrição que Marco Antonio Raupp, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), fez dos homenageados no Simpósio Ciência e Literatura, duas visões do nosso tempo, realizado na manhã da quinta-feira (2), no prédio da Reitoria da USP. Não é para menos, já que se falava de grandes nomes do mundo intelectual contemporâneo. Antonio Candido, conhecido tanto pela atuação no estudo da literatura brasileira quanto pela sua militância política, é professor-emérito da USP e da Unesp. Já José Goldemberg, que atuou como reitor da USP entre 1986 e 1990, até hoje dá assistência para as ciências, sendo um dos maiores estudiosos brasileiros do etanol.

O clima do evento era de nostalgia. Importantes intelectuais do país pareciam reunidos como em uma festa de ex-colegas de turma. Enquanto se cumprimentavam e perguntavam pela família e amigos, lembravam de histórias em comum. O que acontecia naquele momento era a história dos 75 anos da USP sendo informalmente lembrada por aqueles que a fizeram. O café antes da abertura oficial do evento parecia uma grande aula de história, contada do ponto de vista dos bastidores.

Os que no auditório estavam já pareciam saber exatamente tudo o que seria dito. Cada um era uma pequena parte da história que seria traçada ali. Mesmo assim, todos ficaram atentos quando Walnice Nogueira Galvão, professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, contou a sua versão da trajetória de Candido, que foi seu professor. Como Candido não gosta de elogios, Walnice citou o poema "Esboço de Figura", feito por Carlos Drummond de Andrade em homenagem ao professor.

Logo em seguida, foi a vez do coordenador da Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) da USP, Wanderley Messias da Costa, falar sobre José Goldemberg. “Todo homem público é um político. Então, todos nós somos seres híbridos. Mas ele [Goldemberg] é um raro exemplar dessa hibridez, que se completa, que é a face técnica, científica e intelectual e a face política. A minha esperança é que nós venhamos a ter no país mais pessoas com esse perfil, que tragam o conhecimento aliado a uma enorme capacidade como gestor e, acima de tudo, uma ética cidadã”.

O etanol como solução
A mesa de debates da manhã, que se sucedeu às apresentações iniciais, abordou a questão do aquecimento global. Carlos Clemente Cerri, professor do Centro de Energia Nuclear em Agricultura (Cena) da USP, Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Luiz Gonzaga Bertelli, presidente executivo do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) e Ricardo Toledo Silva, secretário adjunto do governo de São Paulo, compuseram a mesa, que foi presidida pelo presidente do Conselho de Estudos Avançados (Consea) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Ruy Martins Altenfender Silva.

Fazendo uma explicação acadêmica, Cerri mostrou o funcionamento do efeito estufa natural e do antrópico, ou seja, aquele causado pelo homem. De forma didática, foi ele quem introduziu o assunto sobre o etanol, apontado como ferramenta de combate ao aquecimento global. De acordo com ele, a cana cultivada para a produção de etanol absorve todo o gás carbônico emitido pela queima do produto. Isso torna o processo auto-sustentável.

Para ilustrar a situação científica atual, Brito Cruz fez uma retrospectiva de 180 anos, mostrando os maiores estudiosos do efeito do gás carbônico na Terra. De forma descontraída, ele explicou a evolução das pesquisas, que inicialmente viam o efeito de aquecimento global como algo positivo para os países nórdicos, que seriam, de acordo com eles, mais habitável. Brito Cruz citou também as pesquisas de Goldemberg a esse respeito.

Trazendo a discussão para o mundo não-científico, Bertelli falou sobre o aumento dos licenciamentos de veículos na cidade de São Paulo. “Nós temos transporte particular de primeiro mundo, e público de quinto ou sexto”, afirmou. Bertelli mostrou especial preocupação com o aumento das motos, que antes não eram citadas quando se falava em poluição. Além disso, falou sobre a interrupção da diminuição do uso de combustíveis de baixa emissão de gás carbônico em indústrias causada pela falta do gás natural boliviano.

Bertelli mostrou sua preocupação com o aumento de doenças que, direta ou indiretamente, são causadas pela poluição. “Hoje, os brasileiros vivem, em média, 10 anos menos que os europeus, por causa do ar poluído”, concluiu. “São Paulo é a cidade mais poluída do Brasil”.

Ricardo Toledo Silva fechou a mesa de discussões falando sobre os desdobramentos da ação pública refletindo as pegadas de Goldemberg e Candido, a quem chamou de pioneiros. Para ele, não seria interessante falar de todas as ações do governo, mas destacar que as ações públicas seguem o modelo de grandes mestres, que tem como missão mostrar o caminho certo a ser trilhado pelo mundo.

Fotos: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

intelectuais
Encontro sobre literatura e ciência une visões de Candido e Goldemberg
 
Aconteceu nessa quinta-feira (2), na Reitoria da USP, Simpósio Ciência e Literatura, duas visões do nosso tempo. O evento foi uma homenagem aos professores Antonio Candido (foto esquerda), da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, e José Goldemberg (foto direita), do Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE), e ex-reitor da Universidade.

Os debates uniram momentos de homenagem e também discussões acerca do momento tecnológico brasileiro e as possibilidades de progresso. Confira nas reportagens abaixo um balanço das duas partes do encontro.
 
 
Clima de "encontro de amigos" marca primeira metade da homenagem a Goldemberg e Candido

Discussão à tarde falou de literatura e da trajetória de Goldemberg

 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15425-pro

São Carlos
Programação de outubro do Cineclube do CDCC O Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC) da USP, no campus de São Carlos, realiza todos os sábados exibições gratuitas de filmes, a partir das 20 horas. A programação do mês de outubro começa no dia 4, com o filme Sob o Céu do Líbano (Líbano/França, 1969), de Randa Chahal Sabbag.

No dia 11, será exibido Z ((França, 1969), de Constantin Costa-Gravas. No sábado seguinte (18), o filme será Amor à Flor da Pele (Hong Kong, 2000), do diretor Wong Kar-Wai. A programação do mês é encerrada no dia 25 com o filme de Win Wenders, Asas do Desejo (Alemanha/França, 1987).

A entrada é aberta ao público e não é necessário pagar para assistir aos filmes. O CDCC fica na Rua Nove de Julho, 1227, São Carlos.

Mais informações: (16) 3373-9772

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15426-se

alimentação
Sistema desenvolvido no IQ possibilita controle de qualidade do leite
Um sistema de sensores desenvolvido no Instituto de Química (IQ) da USP possibilita a análise de algumas propriedades do leite de forma rápida e eficiente. Utilizando equipamentos simples e de baixo custo, o químico Thiago Regis Longo Cesar da Paixão conseguiu diferenciar três tipos de leite em laboratório: homogeneizado pasteurizado; UHT (Ultra high temperature) processado; UHT processado com baixo teor de gordura. O método foi capaz de detectar, inclusive, a presença de peróxido de hidrogênio (água oxigenada) no produto.

O cientista lembra que no final do ano passado houve muitos casos de leite adulterado pelo uso do peróxido de hidrogênio. “A substância mata algumas bactérias e pode prolongar o tempo de vida útil do produto”, conta. “Mas o consumo diário do leite com a água oxigenada pode causar diarréias e outros distúrbios intestinais.” Além de analisar o leite, o conjunto de sensores tem potencial para realizar análises de outros líquidos, como vinhos e combustíveis.

Paixão explica que seu método de fabricação dos sensores é relativamente simples. “Recortamos pequenos pedaços de um CD comum, desses que armazenam dados ou músicas”, explica. Segundo ele, a preferência é utilizar os CDs que tenham uma película de ouro. Para a confecção dos sensores, que têm cerca de 2 x 5 centímetros (cm), remove-se a camada polimérica que protege o CD expondo a camada de ouro. Em seguida, são desenhados e impressos em papel vegetal os layouts dos eletrodos, que são transferidos à camada de ouro do CD por aquecimento. “Os layouts impressos no CD definirão os eletrodos no dispositivo, que serão os responsáveis por extrair as informações do líquido, produzindo, posteriormente, gráficos que serão comparados a outros já padronizados. Qualquer diferença possibilitará a constatação de irregularidades no produto”, descreve o pesquisador.

Baixo custo
De acordo com os cálculos de Paixão, cada pequeno sensor custará, em média, menos de R$ 1,00. Além de serem descartáveis, poderão ser usados de maneira portátil. No laboratório do IQ o equipamento é composto do conjunto de sensores e de um potenciostato (equipamento que mede a corrente elétrica resultante da aplicação de uma diferença de potencial aos eletrodos do dispositivo). “Ao todo, um equipamento desse tipo não custaria mais do que R$ 10 mil, incluindo a aquisição do potenciostato”, calcula o químico.

Basicamente, o sistema desenvolvido pelo pesquisador do IQ se assemelha à língua humana. Tanto que o primeiro passo de suas pesquisas foi verificar se o dispositivo era capaz de distinguir os quatro sabores perceptíveis pela língua humana: azedo (HCl – ácido clorídrico); salgado (KCl – cloreto de potássio); amargo, semelhante a água tônica (Quinino) e doce (Sacarose – açúcar).

Paixão lembra que o equipamento poderá ser usado na indústria alimentícia em todas as etapas de produção do leite. Diferentemente dos métodos convencionais, complexos e demorados, uma amostra de leite pode ser analisada em cerca de 2 ou 3 minutos.

As pesquisas do químico foram realizadas dentro do programa de pós-doutorado do IQ, sob a supervisão do professor Mauro Bertotti, e concluídas recentemente.

Mais informações: (11) 3091-3837, ramal 220, com Thiago Regis Longo Cesar da Paixão; e-mail: trlcp@iq.usp.br


Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

homenagem
Discussão à tarde falou de literatura e da trajetória de Goldemberg
Um deles, o principal nome vivo da crítica literária brasileira. O outro, um dos principais nomes da ciência, trabalhando com física nuclear, energia e preservação ambiental. Um, militante político de esquerda, membro do Partido Socialista Brasileiro, e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores. O outro, ex-ministro da Educação e do  meio Ambiente. Um, Antonio Candido, aos 90 anos. O outro, José Goldemberg, aos 80. Os dois, homenageados do dia no Simpósio Ciência e Literatura – Duas visões de nosso tempo.

O evento, que começou pelo manhã, chegou à tarde discutindo literatura, onde Candido é referência.

Os expositores da mesa redonda eram os professores Nicolau Sevcenko, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Jeannette Antonios Maman, da Faculdade de Direito (FD), e Marcos Antonio da Silva, também da FFLCH.

O professor Sevcenko comentou sobre a globalização e a presença das máquinas no cotidiano citando os escritores João Guimarães Rosa e Clarice Lispector e o artista plástico Hélio Oiticica. A professora Jeannette pensou a diferença do “estar livre”  e “ser livre” a partir de um conto de Machado de Assis. Lima Barreto e participação política para ricos e pobres foi o tema da exposição de Marcos Antonio, que citou “Numa e a Ninfa”, conto do autor de Triste Fim de Policarpo Quaresma.

Vida acadêmica
O que se seguiu à tarde foi a exaltação dos dois professores como membros da Academia. A professora Andréa Saad Hossne, chefe do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada da FFLCH, foi a responsável por contar um pouco sobre a relação entre Antonio Candido e a Universidade.

Candido foi professor da extinta Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), unidade da USP anterior à fundação da Cidade Univesitária. Ele foi ainda o primeiro professor da Universidade ligado aos estudos de crítica literária. Andréa comenta que criação do departamento o qual hoje ela chefia tem origem na área “criada e encantada” por Antonio Candido.

Um momento especial dessa homenagem foi a declaração de José Mindlin, escritor e bibliófilo, e provavelmente, aos 94 anos, o único mais velho que Antonio Candido no Simpósio. “Para participar de uma homenagem a essa grande figura, se fosse preciso, iria até o Japão”, declara Mindlin ao “amigo de vida toda”.

Para comentar sobre o José Goldemberg pesquisador e cientista, o professor Glaucius Oliva, diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP, pesquisou a fundo a trajetória acadêmica do ex-reitor da Universidade. Desde seu nascimento em Santo Ângelo, interior do Rio Grande do Sul, passando pela formação ginasial e colegial no renomado colégio porto-alegrense Júlio de Castilhos, até sua passagem pela Química e sua graduação em Física na FFCL, Oliva escaramuçou todo passado de Goldemberg até ele ir fazer suas pesquisas no Canadá em 1951.

Já em 1952, Goldemberg publicava seus primeiros artigos em revistas científicas algo presente até hoje na vida do cientista, como comprovou com gráficos e tabelas o diretor do IFSC. Como parte da sua militância científica José Goldemberg foi presidente da Sociedade Brasileira de Física e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, além de ser o primeiro diretor do Instituto de Física da USP, entre 1970 e 1978.

Ainda na década de 1970, o cientista homenageado começou a se dedicar ao estudo de energia em geral, deixando de lado a física nuclear. Já na década de 1980, o professor escreveu com outros três colegas Energy for a Sustainable World (Energia para um Mundo Sustentável), uma das obras mais importantes sobre o uso sustentável das fontes  energéticas.

Eles por eles mesmos
Goldemberg, mais expansivo, manifestou publicamente sua gratidão em pronunciamento e ressaltou a coerência de Antonio Candido, que manteve suas posições durante toda a vida. Ressaltou  a importância de se pautar pelos padrões internacionais, considerando impossível um país se desenvolver “se desligando do conhecimento produzido no resto do mundo”. Comentou ainda que o principal fator para a manutenção da sua lucidez e a de Antonio Candido deve-se ao fato deles nunca terem abandonado a Universidade, lugar onde “habita o espírito de crítica e de igualdade entre as pessoas” sem importar se trata-se de um pós-graduando ou professor titular.

Candido, mais discreto, comentou apenas que “essas homenagens causam orgulho porque mostram a generosidade dos colegas a professores que trabalharam na universidade.” E ainda, repleto de humildade aos 90 anos, ressalta o trabalho do outro homenageado em detrimento do seu: “no caso do professor Goldemberg a homenagem é mais do que justificada, porque trata-se de um homem que soube unir a iminência científica a participação da política científica, fazendo a ciência servir a sociedade. No meu caso, acho que eu não mereço tanto, mas quanto menos a gente merece, mais a gente gosta.”

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 03, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

Pesquisa
Grupo de estudos "Nutrição e Pobreza" agora tem site Criado em 2003, o grupo de estudos Nutrição e Pobreza, do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, agora conta com site próprio (www.iea.usp.br/nutricaoepobreza), que traz textos, vídeos e informações sobre os objetivos, integrantes, atividades e agenda do grupo.

O site foi criado para reunir a produção acadêmica do grupo, propostas para políticas públicas resultantes de debates e oficinas e também para a divulgação de atividades.

Com isso, o grupo busca propiciar a pesquisadores, integrantes de organizações sociais e membros de órgãos governamentais material de referência para pesquisas e diretivas para políticas públicas nas áreas de nutrição e combate à pobreza.

A exemplo do grupo de estudos Nutrição e Pobreza, os outros grupos, cátedras e convênios também terão seus sites, bem como os pesquisadores-visitantes e outros especialistas vinculados ao IEA. Futuramente, a partir do projeto em desenvolvimento do novo site do IEA, os sites já de grupos e de pesquisadores serão reformulados, com a incorporação de novas seções e recursos a serem definidos no projeto.

Fonte: Assessoria de Imprensa do IEA

Mais informações: (11) 3091-1692

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15429-fa

férias
Faculdade de Saúde Pública oferece cursos de verão A Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP oferece anualmente uma programação especial de cursos de extensão universitária na forma de Programa de Verão. Inicialmente coordenado pelo Departamento de Epidemiologia, atualmente é de responsabilidade da Comissão de Cultura e Extensão Universitária da unidade. Em 2009, o programa será realizado entre 26 de janeiro e 20 de fevereiro, quando serão oferecidos 28 cursos que refletem a diversificada atuação dos departamentos da faculdade.

A pré-inscrição para o programa acontece na segunda quinzena de outubro, porém as inscrições para as vagas com isenção de taxa já começaram, e vão até sexta-feira (10) no Serviço de Alunos da faculdade (Av. Dr. Arnaldo, 715, Cerqueira César, São Paulo). O pedido de isenção também pode ser enviado via fax - (11) 3061-9001 - ou por email (cverao@edu.usp.br). O aluno deve anexar ao pedido o crachá da faculdade ou uma declaração de matrícula, bem como o RG e o CPF.

Mais informações: (11) 3061-7787, email cverao@edu.usp.br, ou pelo site da FSP

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

Futuro
Segundo módulo de workshop planeja centenário da USP

Como parte  da comemoração dos seus 75 anos, a USP, por meio de sua Comissão de Planejamento, está organizando o segundo módulo do Workshop "Planejando o Futuro: USP 2034", na terça (14) e quarta-feira (15), das 9 horas às 17h30. O primeiro módulo ocorreu nos dias 2 e 3 de setembro.

O workshop acontece na sala do Conselho Universitário, no prédio da Reitoria (Rua da Reitoria, 109, Cidade Universitária, São Paulo). O objetivo do evento é refletir sobre os temas centrais que vão delinear os rumos da universidade nos próximos 25 anos.

A participação no workshop é aberta a toda comunidade da USP. As inscrições, gratuitas, deverão ser feitas até o dia 10 de outubro, com Luciana Arruda, pelo email coplan@usp.br, ou no site do evento.

Mais informações: email coplan@usp.br

 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15431-idpc-

Pós-graduação
Dante Pazzanese inscreve para doutorado em tecnologia e cardiologia

Estão abertas as inscrições para dez vagas no curso de doutorado do programa Medicina/Tecnologia e Intervenção em Cardiologia, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (IDPC), entidade associada à USP. As inscrições, que custam R$ 50,00, devem ser feitas na sede da Comissão de Pós-Graduação do IDPC até o dia 10 de outubro.

O curso é destinado a a médicos cardiologistas, cirurgiões cardiovasculares, cardiologistas pediátricos, engenheiros, físicos, tecnólogos e matemáticos. A lista de documentos necessários para a inscrição encontra-se no edital, que está no site www.dantepazzanese.org.br/siteDante/cpg.

Os candidatos inscritos serão submetidos a um processo seletivo que se baseia na análise do Currículo Lattes e na avaliação do projeto de pesquisa, que deverá estar aprovado, nessa ocasião, pelo Comitê de Ética em Pesquisa do IDPC. Os resultados da seleção serão divulgados em 16 de dezembro.

O IDPC fica na Av. Dante Pazzanese, 500, 14º andar, em Moema, São Paulo. As inscriçoes devem ser feitas das 8h30 às 12 horas ou das 14 às 16 horas.

Mais informações: (11) 5085-6274 / 6244

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15432-exp

Memória
Exposição lembra papel da imigração japonesa na ciência paulista Na sexta-feira (10), às 14h30, acontece a exposição Contribuição dos Imigrantes Japoneses e de seus Descendentes para o Progresso Científico do Estado de São Paulo, no Auditório Alberto Carvalho da Silva, na sede do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP.

Coordenado pela professora Catarina Takahashi da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP, o evento é voltado para o público em geral, e contará com a presença dos professores Shozo Motoyama, do Centro Histórico da Ciência (CHC) da USP; Shigeo Watanabe, do Instituto de Física (IF) da USP; Noemy Y. Tomita, do Instituto de Botânica de São Paulo; Celso K. Morooka, da Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Yoshitaka Gushikem, do Instituto de Química (IQ) da Unicamp; Célio Taniguchi, da Escola Politécnica (Poli) da USP e Maria Aparecida Shikanai Yasuda, da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

As inscrições, gratuitas, devem ser feitas pelo email aciesp@acadciencias.org.br ou pelo telefone (11) 3091-4464, no período da manhã. O IEA fica na Av. Prof. Luciano Gualberto, Travessa J, 374, térreo, Cidade Universitária, São Paulo.

O evento terá transmissão ao vivo na internet pelo site www.iea.usp.br/aovivo.

Mais informações: (11) 3091-1686 / 3091-4464, ou pelo email clauregi@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15434-ie

SEMINÁRIO
IEA debate filosofia e história da ciência com pesquisador internacional Dando continuidade ao programa do 15º Seminário Internacional de Filosofia e História da Ciência, acontece na quarta-feira (8), às 10 horas, a quinta exposição de Fernando Tula Molina (Universidade Nacional de Quilmes, Argentina). O seminário é realizado no Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP (Av. Prof. Luciano Gualberto, Travessa J, 374, térreo, Cidade Universitária, São Paulo).

O evento é gratuito, aberto a todos os interessados, e as inscrições devem ser feitas pelo email clauregi@usp.br.

A transmissão ao vivo pode ser conferida no site www.iea.usp.br/aovivo.

Mais informações: (11) 3091-1686, ou pelo email clauregi@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15434-ie

SEMINÁRIO
IEA debate filosofia e história da ciência em encontro internacional
Dando continuidade ao programa do 15º Seminário Internacional de Filosofia e História da Ciência, acontece na quarta-feira (8), às 10 horas, a quinta exposição de Fernando Tula Molina (Universidade Nacional de Quilmes, Argentina). O seminário é realizado no Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP (Av. Prof. Luciano Gualberto, Travessa J, 374, térreo, Cidade Universitária, São Paulo).

O evento é gratuito, aberto a todos os interessados, e as inscrições devem ser feitas pelo email clauregi@usp.br.

A transmissão ao vivo pode ser conferida no site www.iea.usp.br/aovivo.

Mais informações: (11) 3091-1686, ou pelo email clauregi@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15433-mus

EXTENSÃO
Museu Paulista abre curso sobre suas exposições Estão abertas as inscrições para a atividade complementar Museu Paulista e suas Exposições, que vai acontecer no próprio Museu Paulista (MP) da USP, conhecido como Museu do Ipiranga. Trata-se de um conjunto de aulas, ministradas pela professora Miyoko Makino, sobre a história e a arquitetura do edifício-monumento e suas mostras.

As aulas acontecem todas as quartas, no período de 8 de outubro a 13 de dezembro, das 14 horas às 16h30. A atividade é aberta ao público em geral e acontece no auditório do MP, que fica na Av. Parque da Independência, s/n, Ipiranga, São Paulo. Cobra-se uma taxa de R$ 10 no ato da inscrição, que pode ser feita até o início da atividade. Há 40 vagas para o curso.

Mais informações: (11) 2273-4390

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15436-ic

São Carlos
ICMC oferece curso preparatório para olimpíada de informática Um curso de programação preparatório para a Olimpíada Brasileira de Informática (OBI) será oferecido pela USP em São Carlos a alunos do ensino médio e do último ano do ensino fundamental. As aulas, teóricas e práticas (em laboratórios de computação), serão semanais e se iniciam no dia 22 de outubro.

O curso é gratuito, ministrado por alunos e coordenado por professores do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP.

As inscrições podem ser feitas até o dia 17, por meio de mensagem enviada ao email petcomp@icmc.usp.br, com nome completo do candidato, telefone, escola e série em que o aluno estuda.

O curso será ministrado no ICMC, que fica na Av. Trabalhador São-carlense, 400, São Carlos.

Mais informações: (16) 3373-9671

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15127-gr

Ciências da computação
Aplicações da visão computacional no cotidiano são tema de pesquisa de grupo do IME
 Uma garrafa de refrigerante da marca X, um pacote de biscoitos da marca Y, uma caixa de sabão em pó da marca Z.... No visor da caixa registradora do supermercado, os preços desfilam na tela com a mesma rapidez com que o atendente passa os produtos por uma espécie de leitor, sempre apontando o lado do produto onde se encontra o código de barras, uma série de riscos negros verticais de diversas larguras. Mas o que está por trás desse código, que permite a máquina dizer que você comprou um quilo de açúcar e não de café? Para quem estuda visão computacional, o código é simplesmente uma imagem, uma representação gráfica de dados que é interpretada por um computador.

Surgido nos anos 70 e presente no Brasil a partir da década seguinte, o código de barras é hoje uma das faces mais conhecidas dessa área do conhecimento. E, desde 1992, existe o Grupo de Pesquisa em Visão Computacional no Departamento de Ciências da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, que se dedica a estudar a teoria e as diversas aplicações possíveis da visão computacional, como processamento de imagens, computação gráfica, reconhecimento de padrões e interação homem-máquina.

“São áreas mais ou menos irmãs. O que as liga é o fato de que existem imagens e teorias estatísticas por trás do reconhecimento de certos padrões”, explica o professor Roberto Marcondes Cesar Junior, um dos membros do grupo do IME. “Você cria teorias e algoritmos que sejam capazes de analisar imagens e chegar a determinadas conclusões com relação àquela imagem”. São essas teorias que sustentam a biometria, área que cuida do reconhecimento de características físicas distintas de seres por meio de estudos estatísticos. “Ao invés de colocar uma senha ou login, posso acessar meu computador através do reconhecimento facial. Basta ativar uma câmera, que captura uma seqüência de vídeo minha. Daí o computador tem de resolver uma série de problemas para reconhecer que é o Roberto que está na frente dele e então liberar o acesso”.

Além do reconhecimento por imagens, hoje há sistemas biométricos baseados em diferentes padrões, como impressão digital, palma da mão, íris, retina e voz. Marcondes ressalta que as aplicações podem ser diferentes, porém a teoria, o aspecto matemático que está por trás é o mesmo problema. “A nossa brincadeira aqui no grupo é oscilar entre uma teoria que seja a mais abstrata possível, porque é ela que nos dá todo o embasamento necessário, e na hora em que você se voltar para a aplicação, procurar especificar ela ao máximo. Quando você especifica, você obtém uma taxa de acerto maior, a probabilidade de que seu algoritmo vá funcionar bem é maior”, explica o pesquisador.


Demonstração de aplicações de visão computacional no
reconhecimento de objetos em vídeos digitais
Imagens naturais
Uma das principais linhas de pesquisa desenvolvidas nos últimos tempos pelo Grupo de Visão Computacional é a análise de imagens naturais, particularmente na área de Biologia. “O código de barras não é uma imagem qualquer, tem uma série de regras, um protocolo para explorar esse código. Já as imagens naturais não têm esse protocolo. Eu não sei na sua totalidade quais as regras que a natureza usa para formar vasos sanguíneos, por exemplo”. Estruturas ramificadas, como vasos sanguíneos, neurônios e raízes, são tema  de trabalhos desenvolvidos pelo grupo em cooperação com outros campos do conhecimento.

Em 2005, por exemplo, uma pesquisa se debruçou no diagnóstico precoce de doenças oculares por meio de técnicas de visão computacional. O professor do IME explica que pessoas portadoras de determinadas doenças, como a diabetes, por exemplo, podem apresentar problemas de visão causados pelo crescimento desordenado dos vasos sanguíneos que irrigam o globo ocular, a chamada neovascularização. “Essas doenças tendem a causar o entupimento destes vasos. O corpo então reage, criando novos vasos que dão a volta no entupimento para que o sangue continue a fluir.” O que aparentemente seria um boa notícia acaba apenas prolongando o problema. “Esses vasos novos são mais frágeis do que os já existentes, formados na fase embrionária. Eles são mais finos e tortuosos, pois crescem no meio do que já existe, e tem tendência a entupir com mais facilidade ainda.” O processo então torna a se repetir, os vasos cada vez menores não suportam a pressão e, por serem mais frágeis, se rompem com mais facilidade, podendo causar hemorragias e até a perda da visão.

Pessoas com tendência a apresentar este tipo de problema precisam passar por exames médicos periódicos, o que nem sempre é possível, explica o pesquisador. “Tentamos então desenvolver uma solução particularmente para as pessoas que habitam locais mais distantes, nos quais não há nem especialistas nem equipamentos  para realizar o diagnóstico”. A  idéia foi criar um software para realizar exames de fundo de retina em larga escala que identifiquem as pessoas com maior probabilidade  de desenvolver esse problema e, aí sim, encaminhá-las  ao médico. “A pessoa não precisa ser um profissional de saúde.  Basta ser uma pessoa minimamente bem treinada, com um laptop e uma câmera. Ela faria uma avaliação em larga escala, uma triagem que identificaria as pessoas com mais chance de desenvolver a doença e encaminhá-la para um especialista ou para outra cidade que tenha mais recursos”, detalha Marcondes. “Com isso, você alcança uma parcela grande de população que a princípio não teria a menor chance de ser tratada., além dos custos serem vantajosos”.

Foto: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15438-abert

Saúde
Abertas inscrições para 13ª Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia De 13 a 17 de outubro, acontece na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP a 13ª Semana Farmacêutica de Ciência e Tecnologia. O evento será realizado junto com as comemorações dos 110 anos do ensino farmacêutico no estado de São Paulo. Fazem parte da semana a 16ª Reunião de Iniciação Científica, a Semana Universitária Paulista de Farmácia-Bioquímica (com palestras, debates, cursos e outras atividades) e a Campanha de Controle de Diabetes.

O evento acontece no anfiteatro da FCF, que fica na Av. Prof. Lineu Prestes, 580, Bloco 13 A, Cidade Universitária, São Paulo. Algumas atividades são gratuitas, exceto os cursos, mini-cursos, oficinas, palestras e debates, que têm preços que variam entre R$ 10 e R$ 55. As inscrições são abertas para o público em geral e podem ser feitas no site www.fcf.usp.br/SUPFAB, onde é possível conferir a programação completa da semana.

Mais informações: supfabinscricoes@gmail.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 06, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15439-proje

dia da criança
Projeto "Sinta-se em casa" traz presentes, sorvete e algodão-doce para pacientes do Centrinho Na próxima quinta-feira (9), equipes do Projeto Sinta-se em casa estarão no ambulatório do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP (HRACF/Centrinho), a partir das 10 horas, para entregar presentes, sorvetes e algodão-doce às crianças atendidas. Para divertir o público infantil, um pula-pula ficará na frente da portaria de pacientes o dia todo, acompanhado de um monitor da Sociedade de Promoção Social do Fissurado Labiopalatal (Profis).

À tarde, às 15 horas, novamente a equipe servirá sorvete e algodão-doce aos pacientes do ambulatório. Na Profis (R. Silvio Marchione, 3-55, Bauru), no mesmo horário, as crianças serão envolvidas em brincadeiras e receberão lanches.  

O Projeto Sinta-se em casa, criado em 2002, é uma iniciativa do Serviço Social do Centrinho que visa melhorar a qualidade do tempo de espera dos pacientes do hospital entre uma consulta e outra. As atividades são desenvolvidas sempre no ambulatório e envolvem ações socioculturais e educativas.

Com informações do Serviço de Comunicação do Centrinho

Mais informações: (14) 3235-8156

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15440-show-

dia das crianças
Show musical, peça de teatro e brincadeiras agitam Instituto Central do HC O Instituto Central do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) irá comemorar o Dia das Crianças com muita animação. Haverá show musical, peça de teatro, entrega de presentes, pipoca e brincadeiras com os animadores do "Grupo Nariz Vermelho" e  com os personagens da "Caravana da Alimentação" (fantoches em forma de legumes, vegetais e frutas).

Na terça-feira (7), das 8 às 10 horas, a Divisão de Urologia irá distribuir brinquedos e sacolinhas com guloseimas para as crianças internadas em todas as alas do Instituto Central. Os brinquedos foram doações de médicos e funcionários da unidade.

Na sexta-feira (1), as crianças internadas e em tratamento ambulatorial participarão de um show musical com o grupo "As Patotinhas", que acontecerá às 10 horas, no Prédio dos Ambulatórios. Às 11 horas, está prevista a apresentação da peça teatral "Saltimbancos", no anfiteatro do hospital.

Neste dia haverá também muita brincadeira e distribuição de brindes, bexigas e pipocas.  No domingo, o  Instituto Central irá oferecer um almoço especial aos pacientes.

As atividades fazem parte do programa de humanização do atendimento do Instituto Central do Hospital das Clínicas. "As brincadeiras dentro do hospital transformam o ambiente em mais alegre e acolhedor, fatores que aceleram significativamente o processo de recuperação dos pacientes", afirma Carlos Suslik, diretor-executivo do Instituto.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Instituto Central do HC

Mais informações: (11) 3069-7879

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15441-c

América Latina
Ciclo de conferências com professor venezuelano no Prolam
Dando continuidade à programação de comemoração dos 20 anos do Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina (Prolam) da USP, será realizado um ciclo de conferências com o professor da Universidade Central da Venezuela, Carlos A. Romero. As conferências serão realizadas na sala G8 do prédio FEA I (Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo) nos dias 8, 15 e 22, às 15 horas.

As palestras serão em espanhol, sem tradução simultânea. Os temas abordados serão "Comércio e desenvolvimento da América Latina" (no dia 8), "Os modelos de integração na América Latina" (no dia 15) e "Estados Unidos. Presença, percepções e alternativas regionais frente ao seu papel hemisférico" (no dia 22).

O evento é gratuito. Para participar basta fazer sua inscrição através do email prolamad@usp.br.

Mais informações: (11) 3091-3589 / 3091-3587

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15442-fi

FEA
Fipecafi oferece palestra-chat gratuita sobre demonstração dos fluxos de caixa A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), entidade ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, realiza na segunda-feira (6), às 20 horas, palestra-chat sobre o tema Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) que será conduzida pelo professor Eric Aversari Martins. O objetivo é abordar os aspectos fundamentais e principais características dessa demonstração, descrita como a explicação dos fluxos de caixa usados ou gerados por atividades operacionais, de investimento ou de financiamento.
 
A DFC, obrigatória há mais de 20 anos nos Estados Unidos, é divulgada por algumas empresas brasileiras em caráter voluntário. No entanto, a partir de 2008, todas as sociedades anônimas e de grande porte, serão obrigadas a divulgá-la em substituição à Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos (DOAR).
 
As inscrições para a palestra, que será realizada em ambiente virtual, são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.cfc.fipecafi.org.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Fipecafi

Mais informações: (11) 2184-2011

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15443-esa

arte
Esalq inaugura exposição com obras de Álvaro Paulo Sêga Na segunda-feira (6), às 17h30, acontece a abertura da exposição Álvaro Paulo Sêga, no Museu e Centro de Ciências, Educação e Artes "Luiz de Queiroz" (Av. Pádua Dias, 11, Piracicaba). A exposição é gratuita e vai até o dia 30 de outubro. O museu fica aberto das 8 às 17 horas.

Nascido em Piracicaba em 1917, Sêga foi desenhista e ilustrador na Esalq, além de pintar a óleo, grafite, bico de pena, carvão, aguada e aquarela. Participou do Salão Piracicabano de Belas Artes, apresentando trabalhos em diferentes gêneros.

O pintor integra, com mérito, o grupo de artistas piracicabanos que se dedicam ao registro paisagístico da região, tendo também realizado trabalhos que estão em publicações científicas no Brasil e exterior. Na oportunidade da abertura da exposição haverá apresentação do Coral Luiz de Queiroz.

O evento faz parte da 51ª Semana Luiz de Queiroz e das comemorações pelos 75 anos da USP.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Esalq


Mais informações: (19) 3429-4392

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15444-o

seminário
A situação do Brasil na economia mundial em debate na FEA
Na terça-feira (7), das 11h30 às 13 horas, será realizado o seminário O Brasil diante da nova competição global: as empresas brasileiras como vetores internacionais de investimento, na Sala Ruy Leme da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP (Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo).

O seminário contará com a presença do economista Claudio Frischtak, Presidente da Inter B Consultoria Internacional de Negócios e ex-economista sênior do Banco Mundial. Também participarão os professores Hélio Nogueira da Cruz, da FEA, e Afonso Carlos Corrêa Fleury, da Escola Politécnica (Poli) da USP.

Para participar é necessário fazer inscrição pelo email npgctusp@usp.br até segunda-feira (6). O evento é gratuito.

Mais informações: (11) 3818-4011, com Sonia Vitorino

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15405-con

Filosofia e Psicologia
Conferência sobre Espinosa é ministrada no IP

Entre os dias 21 e 24 de outubro acontecerá a conferência Filosofia: Espinosa e a Psicologia Social, proferida pelo professor-visitante Laurent Bove. O docente é conhecido na área pela originalidade e pelo caráter dialógico de suas idéias e propostas.

A conferência é coordenada pelo professor do Departamento de Psicologia Social e do Trabalho do Instituto de Psicologia (IP), Nelson da Silva Junior, e pelo pós-doutorando David Calderoni. As aulas serão ministradas na sala 20 do Bloco B (bloco didático) do IP (Av. Prof. Mello Moraes, 1721, Cidade Universitária, São Paulo).

As aulas são oferecidas como uma disciplina de pós-graduação do IP, abertas a alunos regulares e especiais. Alunos especiais pagam uma taxa de inscrição de R$ 30. As inscrições podem ser feitas na secretaria de pós-graduação do IP, que fica no mesmo endereço das aulas. 

O público geral também pode frequentar as aulas, sem necessidade de inscrição ou pagamento.

Mais informções: (11) 3091-1971

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15446-forp-

tratamento
FORP tria pessoas com doença periodontal agressiva

A Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP cadastrará até o dia 12 de dezembro pessoas com doença Periodontal Agressiva. Esta é uma doença de progressão rápida, que pode levar a perda dentária precoce. O diagnóstico inicial é fundamental. Pessoas com idade de até 35 anos e com sintomas de dor na gengiva, sangramento gengival e com dentes "amolecidos" podem participar do processo de triagem para diagnóstico que será feito pela FORP.

A pesquisa e tratamento da doença, gratuitos, serão feitos pelo especialista e mestrando em periodontia Jones Euclides Corrêa, orientado pelo professor Arthur Belém Novaes Júnior, ambos da FORP. Os interessados, somente com idade igual ou menor que 35 anos podem agendar a triagem com hora marcada, diretamente com Corrêa, pelo telefone (16) 9243-4828.

Mais informações: (16) 3602-3522 / 4849, ou e-mail imprensa.rp@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

transporte
Cidade Universitária pesquisa a quantidade de usuários dos circulares
 
Entre segunda (6) e sexta-feira (10), os ônibus circulares que percorrem a Cidade Universitária não abrirão suas portas centrais, comumente usadas para o embarque de passageiros. Será preciso um pouco de compreensão, mas o motivo é nobre: entrada e saída nos ônibus só poderão ser feitas pelas portas dianteira e traseira para facilitar o processo de contagem das pessoas que se utilizam dos veículos.

A Prefeitura da Cidade Universitária (PCO), responsável pelo serviço, implantará nesses dias a segunda etapa de uma pesquisa iniciada no ano passado, que tem como objetivo traçar um verdadeiro raio-X dos circulares e propor melhorias para o sistema.

dos usuários do circular
na Cidade Universitária
são alunos ou funcionários
da USP.

Nos finais de semana e feriados, cerca de 400 pessoas são transportadas pelos circulares. Não há dados precisos para o fluxo durante a semana, e é isso que a pesquisa irá avaliar.
O estudo de agora será quantitativo. Ou seja, baseado em números. Os responsáveis pela pesquisa querem contabilizar quantas pessoas utilizam o circular, e em quais horários. Assim, a PCO terá uma análise precisa de quantos usuários o sistema dos circulares tem, e a partir daí poderá montar estratégias baseadas em números.

Na primeira etapa da pesquisa, realizada no segundo semestre do ano passado, a análise foi qualitativa, com pesquisas de opinião e origem e destino dos usuários. O estudo revelou que cerca de 80% dos usuários do circular são funcionários ou estudantes da USP, e também identificou que o principal ponto de destino é a Portaria 3 do campus, que dá acesso à Avenida Corifeu de Azevedo Marques.

“Em função daquela pesquisa, conseguimos que fossem adicionados mais dois carros ao sistema dos circulares”, celebra Eduardo José Siquerira Barbosa, assessor do prefeito da Cidade Universitária, Adilson Carvalho.

  
 O que é o circular?
Os circulares são ônibus que percorrem toda a Cidade Universitária. Fazem a ligação com as três principais portarias do campus, que dão acesso às avenidas Escola Politécnica, Corifeu de Azevedo Marques e Valdemar Ferreira. Também passam por portões de uso de pedestres, como os da Vila Indiana e São Remo.

A viagem é gratuita, e não apenas para a comunidade USP. Os circulares funcionam de segunda a segunda. Nos finais de semana e feriados, fazem o Percurso dos Museus, que dá acesso aos museus do campus.

No total, são oito carros, que se dividem em duas linhas. A viagem tem duração média de 40 minutos. E o intervalo entre um ônibus e outro é, na média, de 10 minutos.

O estudo
A pesquisa que acontecerá até o dia 10 será executada por 28 pessoas. Divididas em duplas, elas se utilizarão dos circulares em diferentes horários do dia, e nas duas linhas que o sistema disponibiliza na Cidade Universitária. Cada um dos pesquisadores terá um contador – daqueles que alteram a quantia cada vez em que um botão é apertado – e também fará anotações. Todas as pessoas que subirem ou descerem dos ônibus serão contabilizadas.

Não serão realizadas entrevistas nem questionários aos usuários. O trabalho dos pesquisadores, nessa etapa, se restringirá à obtenção dos dados.

Então terá início uma outra etapa. Os dados serão compilados e analisados por uma equipe chefiada pelo professor Claudio Possani, do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP. O professor Possani, aliás, foi quem desenvolveu a metodologia da pesquisa. “Todos os dados serão cientificamente catalogados”, explica Eduardo Bezerra.

A previsão dos responsáveis é que todo o processo seja concluído até o final de outubro. “Queremos ter tudo tabulado e estudado até o final do mês para, com base nisso, colocarmos mais carros nos horários de pico”, diz Bezerra.

A pesquisa que está sendo desenvolvida é semelhante a uma realizada no início da década, que, à época, trouxe dados importantes sobre a realidade do ônibus – mas que necessitam de uma atualização.

Fotos: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15376-vis

Exposição
Visões de um imigrante e fotógrafo japonês no Museu Paulista Até o dia 12 de novembro, o Museu Paulista (MP) da USP, mais conhecido como Museu do Ipiranga, sedia a exposição Imigrantes Japoneses nas Fotografias de Ryochi Katahira.

Noventa e seis imagens do fotógrafo japonês, que chegou no Brasil em 1934, estarão presentes na mostra. Takira registrou o cotidiano de seu trabalho no campo em Marília, Porto Feliz e Itu, no interior de São Paulo, além de ter fotografado na África e no porto de Santos. O fotógrafo faleceu em 1994.
 
O Museu Paulista fica no Parque da Independência, s/n, no Ipiranga, São Paulo, e fica aberto  de terça-feira a domingo, das 9 horas às 16h45. O ingresso custa R$ 4,00. Crianças, pessoas com deficiência, ou maiores de 60 anos não pagam entrada. A entrada é gratuita para todos no primeiro e no terceiro domingos do mês.

Mais informações: (11) 2065-8000

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15448-ho

veterinária
Levantamento detecta leishmaniose em cães atendidos no Hovet
Um levantamento sorológico realizado com 427 cães atendidos entre 1997 e março de 2008 no setor de Dermatologia do Hospital Veterinário (Hovet) da USP mostrou que 117 deles apresentaram sorologia positiva para Leishmania spp., protozoário causador da leishmaniose visceral. A pesquisa foi realizada pelo aluno de iniciação científica Cauê Pereira Toscano sob a orientação do professor Carlos Eduardo Larsson, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP. O trabalho contou com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

A leishmaniose visceral é transmitida a seres humanos e a animais pela picada do “mosquito palha” (Lutzomyia longipalpis) infectado por L. chagasi. A doença afeta, em ambos os casos, a pele, as vísceras (baço e fígado) e a medula óssea, podendo levar à morte quando não tratada adequadamente. Quando detectada, é obrigatória a sua notificação aos órgãos competentes.

Os cães infectados se tornam hospedeiros do parasita e são uma das fontes de infecção do mosquito vetor, aumentando as chances de transmissão para humanos. Por isso, o Ministério da Saúde recomenda, como uma das medidas de controle da doença, a eutanásia desses animais. Não existe medicamento animal específico para tratar leishmaniose e a administração de fármacos usados no tratamento em humanos está proibida pelos Ministérios da Saúde e da Agricultura, Pecuária e Abasteciemento.

O mosquito vetor é encontrado em zonas rurais, próximo a matas fechadas, motivo pelo qual a doença era considerada restrita a áreas silvestres ou rurais. Entretanto, este quadro tem mudado. De acordo com informações do site do Ministério da Saúde, nos últimos anos, a leishmaniose visceral têm atingido cidades de médio e grande porte. Cerca de 70% dos casos ocorrem no Nordeste, mas há registros em outras três regiões brasileiras: Sudeste, Norte e Centro-Oeste. Na média, são registrados, no Brasil, cerca de 3.500 casos por ano.

Casos alóctones
Sobre os 117 animais infectados por Leishmania spp detectados sorologicamente no levantamento da FMVZ, o professor Larsson pondera que “é muito pouco provável que algum desses cães tenha sido infectado na Capital paulista”. Para o professor, os resultados desse levantamento mostram que a doença vem se aproximando das grandes cidades. No entanto, ele vê a situação com uma certa cautela. “Vale lembrar que a cidade de São Paulo não apresenta casos autóctones [contraídas dentro da própria cidade] de leishmaniose. O problema poderá a vir ocorrer caso o mosquito vetor chegue até as grandes cidades, ou ainda, se houver a adaptação de algum outro vetor na transmissão da doença”, destaca Larsson, que é Chefe do Serviço de Dermatologia do Hovet.

Segundo o levantamento do Hospital Veterinário da USP, em 82% dos 117 casos (96 cães), foi possível apontar o local onde, pressupostamente, ocorreu a infecção. As cidades com o maior número de casos de infecção foram: Cotia, Guarujá, Ibiúna, Embu das Artes, Itanhaém, Atibaia, Bertioga e Caraguatatuba (no Estado de São Paulo), com 50 casos; em Belo Horizonte (MG), com 4 casos; além dos Estados de Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina, Ceará e Rio Grande do Sul. Do exterior, foram apontados Portugal, Alemanha e Estados Unidos. Para os outros 18% (21 casos), não foi possível apontar a cidade onde possivelmente os animais foram infectados. Os exames sorológicos foram realizados em Laboratórios da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

O professor explica que a grande maioria desses animais nasceu ou foi comprado em outras cidades e estados, ou até países, e que muitos acompanharam seus donos em viagens para locais onde há incidência da doença. “Um dos cães detectados com Leishmania chagasi é um Lhasa Apso que mora em São Paulo e que já foi levado em viagens para Trancoso, Rio de Janeiro e Porto Alegre. O local de nascimento desse animal era desconhecida. É impossível apontar, com precisão, onde ele se infectou”, esclarece Larsson.

Notificação
De acordo com Larsson, o primeiro caso alóctone (contraída fora da cidade) diagnosticado no Serviço de Dematologia do Hovet foi 1997. O cão era proveniente do Triângulo Mineiro e havia sido comercializado em um shopping paulistano. A partir daí, os pesquisadores decidiram realizar exames sorológicos e parasitológicos de cães com quadro clínico (sintomas e lesões) e mesmo de animais assintomáticos, mas provenientes de áreas endêmicas.

Larsson ressalta que sorologias positivas podem, por vezes, serem evidenciadas em formas cutâneas de leishmaniose e infecção por outros protozoários (Toxoplasma gondii, Tripanozoma spp), micobactérias ou riquétsias (Erlichia canis). Dos 427 soros animais investigados, 301 (70%) mostraram-se negativos e outros nove (2%) tiveram resultados inconclusivos. “Quando se evidencia positividade sorológica e ocorrência de manifestações clínicas (aumento dos “gânglios” linfáticos, baço e fígado; anemia; emagrecimento; lesões cutâneas: escamas, crostas, úlceras, etc.) são realizados exames histopatológicos e parasitológicos, a partir de material biopsiado”, conta. Ainda, segundo o Chefe do Serviço de Dermatologia do HOVET/USP, o diagnóstico final é estabelecido com a evidenciação do parasita no material colhido.

O professor Larsson informa que, segundo as recomendações oficiais, já providenciou a notificação dos 117 cães soropositivos às Secretarias Municipal e Estadual da Saúde.

Mais informações: (11) 3091-1287 / 1330 ou e-mail larsderm@usp.br, com o professor Carlos Eduardo Larsson

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon

Outubro 07, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/41-esportes-e-lazer/

corrida
45ª Volta da USP traz esporte e diversão para todas os públicos
  
 Que tal dar uma corridinha pela USP num sábado à tarde? Se você está a fim é só se inscrever para a 45ª Volta da USP, que acontecerá no dia 18. A largada será às 17 horas, na avenida da Raia, em frente ao velódromo, na Cidade Universitária. Mas quem quiser participar tem se inscrever até sexta-feira (10).

Para a comunidade USP e atletas com mais de 60 anos a inscrição custa R$ 10. Para os universitários de fora da USP a inscrição é R$ 15, e, para o público em geral, R$ 40. As inscrições podem ser feitas na sala 8 do velódromo do Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp), das 8h30 às 16h30, ou no site http://www.ativo.com.br. Para participar é necessário ser maior de 16 anos. Os menores de 18 anos devem apresentar autorização do responsável para praticar a prova.

A Volta tem trajetos para todos os gostos. Aqueles apaixonados, que toda manhã acordam mais cedo para praticar esse esporte, podem participar do tradicional percurso de 10 quilômetros (10K). Os esportistas que não têm um preparo tão bom para longas distâncias também poderão participar da Volta competindo no novo percurso de seis quilômetros (6K). Essa prova também contará pontos para os Jogos Universitários Paulistas (JUP).

Outra novidade é a chegada da prova, que antes acontecia no velódromo. Dessa vez a chegada será na pista de atletismo do Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp), onde será montada uma arena para a premiação.

Os primeiros colocados nas categorias universitário geral (masculino e feminino), universitário USP (masculino e feminino), professor da USP (masculino e feminino) e funcionário da USP (masculino e feminino) ganharão um troféu. Os primeiros colocados na categoria geral (masculino e feminino) e as três equipes universitárias mais bem colocadas também serão premiados. Além disso, todos os atletas que completarem as provas 10K e 6K ganharão camiseta e medalha de participação. Mas fique atento! O tempo máximo para completar a prova de 10K é de uma hora e meia.

Quem não treina e não quer ficar de fora também pode participar. Paralelamente à corrida, será feita uma caminhada de três quilômetros pela Cidade Universitária, com o acompanhamento de profissionais de Educação Física. Essa caminhada tem como objetivo incentivar a prática de esportes. A participação é gratuita e aberta a pessoas de todas as idades. Não é necessário fazer inscrição.

Segundo o diretor do Cepeusp, professor Carlos Bezerra de Albuquerque, “a Volta é muito querida pelos participantes. Ela é conhecida por ser uma prova simpática.” Ainda segundo Bezerra, o fato do evento ser no período da tarde torna-o ainda mais atrativo: “a maioria das corridas de rua são de manhã. Na Volta da USP as pessoas não têm que acordar cedo para participar e ainda podem depois fazer um outro programa”. Para aqueles que resolverem continuar no campus, depois da corrida a bateria dos alunos da Escola Politécnica - a Rateria - fará uma apresentação especial.

Apesar de ser focado no público universitário, o evento conta com a participação de todo tipo de pessoa. No ano passado foram aproximadamente mil participantes. Esse ano Bezerra acredita que o número de interessados aumentará, mas sem superar os 1.500. “Essa corrida é famosa por não ser 'muvucada', cheia de gente. Queremos manter assim. Por isso limitamos o número de inscritos a 1.500 pessoas. Se houver uma procura muito grande tentaremos nos organizar para um evento maior no ano que vem.”

Ciência e corrida
Pensando em aproximar ainda mais a comunidade da USP às corridas de rua, será realizado, como parte da Volta da USP, o primeiro Congresso Científico de Corrida e Caminhada da USP, entre os dias 6 e 9 de novembro.

O congresso, uma parceria com o Instituto Phorte Educação, será uma ótima oportunidade para profissionais de Educação Física e da saúde aprenderem mais sobre a ciência ligada ao mundo das corridas e caminhadas. Serão oferecidos vários cursos, com valores que vão de R$ 80,00 (se  participar de apenas um curso) a R$ 565,00 (se participar de 12 cursos). As inscrições podem ser feitas no site http://www.institutophorte.com.br/congresso/index1.php até o dia 9 de novembro, porém os preços aumentam depois do dia 17 de outubro. O congresso será realizado no Cepeusp (Travessa C, portão 18, Cidade Universitária, São Paulo).

Foto: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15013-in

pós-graduação
Inscrições para Mestrado e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo na EESC Entre segunda (13) e sexta-feira (17) estarão abertas as inscrições para mestrado e doutorado no Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP.

O Núcleo de Estudos Habitares Interativos (Nomads.usp), um dos grupos de pesquisa do departamento, prioriza a interdisciplinaridade em suas pesquisas, buscando atrair pesquisadores de horizontes diversos, não apenas das áreas da arquitetura e do urbanismo. Eles devem estar interessados em participar de projetos maiores, cujos temas procuram relacionar o habitar, as tecnologias de informação, as estruturas familiares e sociais, com a comunicação, a arquitetura e o design.

Informações sobre processo seletivo no site http://www.eesc.usp.br/sap/posgrad/info_processo.php.

Mais informações: (16) 3373-8297, 0u pelo e-mail nomads@sc.usp.br

 


 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15451--fob-

tratamento
FOB tria pessoas com problemas na gengiva
O Setor de Triagem da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP realiza agendamento para a seleção de pacientes com problemas na gengiva, para o desenvolvimento de uma pesquisa e posterior tratamento.

O paciente deve ter entre 30 a 50 anos de idade, não ser fumante e não ter doenças sistêmicas como diabetes, cardiopatias, pressão alta, entre outras. Os interessados devem procurar o Setor de Triagem da FOB, de segunda a sexta-feira, das 15h30 às 17h30.

A FOB localiza-se na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75, na Vila Universitária, Bauru.

Mais informações: (14) 3235-8385

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15452-ipq-c

psiquiatria
IPq conida rapazes para pesquisa sobre estresse, memória e vida sexual
O Núcleo Forense do Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) convida rapazes de 16 a 18 anos, com ensino fundamental completo, para participarem de pesquisa que consiste na aplicação de escalas de estresse, impulsividade, memória e questionário de desenvolvimento da vida sexual. O voluntário virá ao IPq apenas uma vez e receberá ajuda de custo de R$20,00.

As inscrições devem ser feitas pelo telefone (11) 3069-7929. O IPq está localizado na R. Dr. Ovídio Pires de Campos, 785, Cerqueira César, São Paulo.

Fonte: Assessoria de Imprensa do IPq

Mais informações: (11) 3069-7929

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15452-ipq-c

psiquiatria
IPq convida rapazes para pesquisa sobre vida sexual e outros aspectos
O Núcleo Forense do Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) convida rapazes de 16 a 18 anos, com ensino fundamental completo, para participarem de pesquisa que consiste na aplicação de escalas de estresse, impulsividade, memória e questionário de desenvolvimento da vida sexual. O voluntário virá ao IPq apenas uma vez e receberá ajuda de custo de R$20,00.

As inscrições devem ser feitas pelo telefone (11) 3069-7929. O IPq está localizado na R. Dr. Ovídio Pires de Campos, 785, Cerqueira César, São Paulo.

Fonte: Assessoria de Imprensa do IPq

Mais informações: (11) 3069-7929

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15453-ie

literatura
IEB promove oficina sobre o "herói" Macunaíma
Neste mês de outubro, o Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP promoverá A jornada de um herói sem nenhum caráter, oficinas para crianças e adultos, visando à compreensão da figura do herói na obra Macunaíma, do escritor Mário de Andrade. As atividades acontecerão nos dias 14 e 21 para crianças em fase de alfabetização, com turmas das 9h30 às 11h30 e das 14 às 16 horas.

Nos dias 18 e 25 o público alvo são os adultos, das 9h30 às 12h. As vagas são limitadas e as inscrições para o evento são gratuitas. Para se inscrever os interessados devem ligar no telefone (11) 3091-2399.

Mais informações: (11) 3091-2399 ou no site www.ieb.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15454-qar

exposição
Artes na Edusp exibe fotografias e gravuras de cerca de 30 artistas
A Editora da USP (Edusp) inaugura na quarta-feira (8), a partir das 18 horas, no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, a exposição Artes na Edusp, com curadoria de Mayra Laudanna e Carla Fernanda Fontana. A mostra estará disponível para visitação até 31 de janeiro do ano que vem.

Artes na Edusp apresenta fotografias e gravuras de quase três dezenas de artistas. Na oportunidade, haverá o lançamento do livro Ermelindo Nardin, também publicado pela Edusp. Os cem primeiros exemplares vendidos da obra vêm com uma gravura original de Nardin.

A mostra tem entrada franca, e integra as comemorações dos 20 anos da Edusp. A entrada é franca. O endereço do IEB é Av. Prof. Mello Morais, travessa 8, 140, Cidade Universitária, São Paulo.

Os fotógrafos que participam da exposição são Jorge de Lima, Daniel Albernaz Acosta, Rosangela Rennó, Thomas Farkas, Atílio Avancini e José de Souza Martins.Também estão presentes gravuras de João Câmara, Antonio Hélio Cabral, Cândido Portinari, Lasar Segall, Evandro Carlos Jardim, Hermelindo Fiaminghi, Anna Letycia, Marco Buti, Maurício Nogueira Lima, Feres Lourenço Khoury, Hélio Vinci, Claudio Mubarac, Renina Katz, Laurita Salles, Lygia Eluf, Luise Weiss, Alex Flemming, Ermelindo Nardin, Takashi Fukushima, Marcelo Grassmann e Francesc Domingo Segura.

Mais informações: (11) 3091-3220 / 3300

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15455-trata

medicina
Tratar respiração oral influencia evolução do TDAH, diz estudo
Já são conhecidas e documentadas pelos profissionais de saúde as ligações entre os Distúrbios Respiratórios do Sono (DRS) e os sintomas do Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH). A hipótese mais aceita é a de que tais distúrbios limitem a taxa de oxigênio no sangue do paciente, afetando a área do córtex frontal do cérebro ligada à atenção.

Um estudo realizado na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) demonstrou que este mesmo problema pode ser causado ou intensificado pelo distúrbio da respiração oral, hábito de respirar pela boca na maior parte do dia. Segundo a pesquisa, tratamentos ortodônticos e fonoaudiológicos podem melhorar significativamente o quadro de TDAH, e até a eliminar a necessidade de medicação em alguns casos.

O TDAH é um distúrbio neurocomportamental que acomete crianças trazendo três sintomas principais: hiperatividade (a criança que não pára de se mexer), impulsividade e déficit de atenção (dificuldades para se concentrar em uma mesma atividade por um certo tempo). Tais sintomas são identificáveis principalmente a partir dos sete anos, e só caracterizam o TDAH caso atrapalhem de alguma forma o rendimento da criança na escola e a convivência em casa.

Além da relação com os distúrbios do sono já comprovadas, odontólogos observaram que, em geral, as pessoas que respiram pela boca com freqüência também demonstram problemas de concentração, sendo caracterizados como aéreas. Apesar da constatação, nenhuma pesquisa havia verificado esta ligação entre os dois distúrbios. Foi o que procurou fazer a cirurgiã dentista Carolina Marins Ferreira da Costa, avaliando como o tratamento da respiração oral influenciava na evolução do TDAH.

Para isso, foram selecionados pacientes do Ambulatório de Distúrbios de Aprendizagem do Instituto da Criança, no Hospital das Clínicas da FMUSP, que faziam tratamento medicamentoso para o TDAH e apresentavam o transtorno da respiração oral. Para os fins desta pesquisa, foram excluídos casos que demandavam cirurgia e mantidos apenas os que poderiam ser tratados com aparelhos ortodônticos e acompanhamento fonoaudiológico. Carolina acompanhou a evolução do TDAH nos pacientes que aceitaram fazer estes tratamentos e também nos que o rejeitaram, ficando apenas com o tratamento medicamentoso, funcionando como grupo de controle.

“As pessoas que já estão há muito tempo respirando pela boca apresentam uma diminuição dos ossos maxiliares e nasais. O tratamento com aparelhos ortodônticos, que demoram 18 meses ou mais, promovem o crescimento destes ossos e o tratamento fonoaudiológico devolve a tonicidade do músculos da região, que se apresentam flácidos”, explica a dentista.

Resultados promissores

Quanto à influência destes tratamentos na TDAH, os resultados da pesquisa foram bastante promissores: todos os oito pacientes que trataram a respiração oral apresentaram melhora no quadro de TDAH, sendo que dois deles puderam parar com a medicação. No grupo de controle, no qual os nove pacientes não trataram a respiração oral, não houve melhora além da já esperada pelo uso do medicamento (metilfenidato).

“É importante lembrar que o meu estudo foi uma espécie de piloto, já que nenhuma pesquisa semelhante havia sido empreendida”, ressalta a pesquisadora. Além disso, ela faz uma ressalva de que o grupo estudado foi relativamente pequeno. “Seria preciso estudar com mais profundidade a hipótese testada”, avalia. Mas é possível que as conclusões da pesquisa estimulem outros estudos semelhantes, e futuramente tornem o tratamento da respiração oral um importante aliado na superação do TDAH.

Mais informações: email carolmarins@bmrio.com.br, com Carolina Marins Ferreira da Costa. Pesquisa orientada pela professora Umbertina Conti Reed


Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 08, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15445-p

produção
Ergonomia estuda interação do trabalhador com suas atividades e ambiente
 Em linhas gerais, a ergonomia pode ser definida como a área de conhecimento que visa compreender o que as pessoas fazem nas suas atividades, principalmente no trabalho, possibilitando que este seja adaptado às características humanas. Esta adaptação é feita nos mais variados aspectos, do conteúdo e ferramentas que as pessoas usam até a maneira em que o trabalho é organizado, buscando-se minimizar os riscos à saúde e problemas como baixa qualidade e perdas na produção. A área de ergonomia do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica (Poli) da USP tem uma tradição de muitos anos, que inclui disciplinas na graduação e na pós e curso de especialização, estando também ligada a um grupo de pesquisa, o TTO – Trabalho, Tecnologia e Organização.

Estudando a questão organizacional, gestão de tecnologia, inovação, redes e cadeias produtivas, a psicodinâmica e a ergonomia do trabalho e, mais recentemente, a ergonomia de produtos, o TTO têm atuado em parceria com outras universidade e unidades da USP, como o curso de design da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) e o Hospital Universitário (HU), onde desenvolve projetos de melhorias na área. “Nossa linha de atuação pode ter um papel significativo, pois no mundo de hoje ainda se discute pouco a questão do trabalho, mesmo apesar de todo o desenvolvimento da ergonomia e de outras áreas afins” explica o professor Laerte Idal Sznelwar, médico de formação, professor da Poli e membro do TTO. Para  o docente, “é essencial que empresas e instituições tenham espaço para tratar destas questões – até porque, dependendo da forma como o trabalho é previsto, as conseqüências tanto para o trabalhador quanto para a produtividade podem ser péssimas”, comenta.

Pensando antes
Muitas vezes acontece de se pensar nas questões do trabalho apenas depois que o problema apareceu, e não na hora em que se projetam os ambientes, artefatos e sistemas. “Se conseguirmos intervir antes junto aos responsáveis e também aos diretamente envolvidos na execução de um determinado trabalho antes da implantação de qualquer projeto – se possível já na etapa de concepção – é possível introduzir uma visão sobre a atividade humana desde o início, mesmo que não seja ainda a ideal”, esclarece Sznelwar.

Isto vale para o arranjo físico, para os sistemas de informação, para a integração da equipe, para a maneira como se definem os horários e turnos de trabalho, para a elaboração de normas, entre outros. Todos estes pontos são relevantes para se definir, com uma margem muito maior de possibilidades de acerto, como vai ser o futuro trabalho. “Evidentemente, tudo que se projeta nunca vai corresponder totalmente à realidade. Mas só o fato de se considerar o aspecto da atividade de trabalho como referência aumenta a possibilidade de se errar menos no projeto”, explica.

Sznelwar também conta que, na maioria das vezes, ainda se pensa em ergonomia como algo relacionado não à saúde em si, mas às conseqüências de um trabalho mal adaptado - doenças e acidentes. “É importante que se propicie condições para que as pessoas possam trabalhar bem e se desenvolverem. Felizmente, isto tem começado a mudar, e cada vez mais as grandes empresas trabalham com essas questões no nível do projeto”, observa.

Quando se fala na importância da antecedência, pensa-se também na questão de custo: “Dificilmente eu vou convencer qualquer instituição ou empresário que acabou de comprar um monitor de baixa qualidade ou um software que não facilita o trabalho das pessoas a comprar, logo em seguida, um mais adequado”, exemplifica. Por isso é que é preciso pensar nas possibilidades de adequação dos equipamentos e do conteúdo do trabalho às características humanas desde sempre.

Além de problemas físicos
Muito se relacionou a ergonomia a questões físicas, ao desconforto e ao esforço do trabalho – o que, segundo o professor, está certo, mas não se trata somente disso. “A área de softwares e tecnologia da informação se desenvolveu desde os anos 1980, e tem grande relação com a ergonomia cognitiva. Você encontra, por exemplo, softwares que fazem o usuário ter que recorrer a outras fontes quando precisa de uma determinada informação, ou que não o permitem voltar atrás quando erra ou tem alguma dúvida, criando assim muitos problemas, como o retrabalho e o desgaste das pessoas”.

A primeira demanda da ergonomia na era moderna, inclusive, foi militar, ligada a problemas de cognição. “Durante a Segunda Guerra Mundial, foi preciso resolver o problema de que as informações que os pilotos tinham a bordo não coincidiam com a realidade e provocavam acidentes”, conta. Este é um exemplo de um problema grave num sistema crítico, como acontece também nos sistemas de controle de tráfego aéreo. Se eles não permitem ao controlador e ao piloto entenderem o que está acontecendo isso pode causar acidentes.”

De acordo com Sznelwar, um pressuposto muito errado na elaboração de um projeto é colocar o ser humano como um fator de produção. “Ele não é um mais um fator; ele é central. Ainda que se considerem sistemas mecanizados e informatizados, sempre haverá alguém em diferentes momentos do processo atuando nestes sistemas”, adverte.

  
 

     O ser humano não é mais um fator
    de produção; ele é central.
    Laerte Idal Sznelwar


Trabalhos que ninguém deveria fazer

Mas a mecanização, desde que se considere o trabalho humano que persiste, não é uma desvantagem. “Por falta dela, você tem situações de trabalho escandalosas, de pessoas despendendo um enorme esforço físico, perdendo sua saúde por esforços que não deveriam mais fazer”.

Um exemplo típico no Brasil é o corte de cana. “Se não se desenvolve um equipamento que diminua de maneira significativa este esforço, mecanizando parte dele, fica-se numa situação de impasse, porque a produtividade depende da velocidade e da destreza do trabalhador, que por sua vez são inversamente relacionadas ao nível de fadiga. Além de ser uma atividade mentalmente bastante complicada, pois você deixa alguém repetindo ad nauseum certos movimentos”, ressalta.

Para Laerte, é preciso então pensar em como qualificar as pessoas, para não esbarrar na questão do desemprego, fornecendo ferramentas que possibilitem melhores condições de operação. Saúde, desenvolvimento profissional e produtividade são as frentes que devem ser pensadas conjuntamente. “Não adianta  querer excluir o fator resultado da discussão de ergonomia. Por outro lado, precisa ser considerado que alguém vai fazer o trabalho. Por trás de todo sistema existe vida, isto é, intervenção direta de um trabalhador.”

  
 Não adianta  querer excluir o fator resultado da discussão de ergonomia.
Laerte Idal Sznelwar


“Operação padrão”
Segundo o professor, outro ponto importante que alguém que atua com ergonomia deve levar em consideração é que aquilo que é projetado nunca é realizado, isto é, na hora que um projeto é colocado em execução há  múltiplos fatores e variáveis – tanto pessoais quanto dos próprios cenários de produção – que exigem que sejam feitas outras coisas além das previstas, ou de outro modo, para que se possa dar conta da tarefa em questão.

Ele explica que quando alguém faz uma “operação padrão”, que é cumprir somente os procedimentos listados, os resultados ficam muito aquém do esperado. “Nada funciona; os franceses chamam este tipo de operação de 'greve do zelo' . O que ocorre no mundo real sempre é diferente do previsto: quando você adiciona aos procedimentos que balizam a produção o zelo das pessoas, as pequenas transgressões às normas ou a renormalização feita pelos próprios autores, aí as coisas dão certo.”

Então, durante os projetos, é necessário deixar sempre uma margem de manobra, e as empresas precisam ir adaptando constantemente as normas feitas de início. “Isso é o que chamamos de ergonomia da atividade, baseada no que de fato as pessoas fazem, mesmo nunca seja possível se conhecer a totalidade das ações, o que, aliás, não é o objetivo.”

Fotos: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15456-for

tradição
Carnaval da periferia mantém espontaneidade, mostra pesquisa
Diferente dos grandes espetáculos que são exibidos na TV, o carnaval paulistano da periferia ainda mantém a espontaneidade e maior participação do público que o assiste. “Além disso, sem grandes recursos, as escolas de samba da periferia da cidade sobrevivem quase que exclusivamente do esforço de seus componentes, a maioria da própria comunidade”, avalia Nanci Frangiotti, que realizou o estudo O espaço do carnaval na periferia da Cidade de São Paulo, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Administradora de empresa por formação, Nanci resolveu estudar o carnaval após ter trabalhado no Parque Anhembi, empresa da São Paulo Turismo responsável pela organização da festa no sambódromo de São Paulo, e por participações em projetos na União das Escolas de Samba Paulistanas (UESP). “Enquanto a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo organiza o carnaval das escolas maiores, as do grupo principal, a UESP é responsável pelos desfiles nos bairros com os grupos das escolas menores”, explica.

O objeto de estudo da pesquisadora foi a Escola de Samba Valença Perus, localizada no bairro de Perus, na Zona Norte da cidade. “As escolas menores devem ter um número médio de 500 componentes”, lembra Nanci. Mesmo com um número reduzido de pessoas em relação às grandes escolas de samba, a pesquisadora destaca a união da comunidade em torno da realização do carnaval. Ela acompanhou toda a organização da Valença Perus no ano de 2005. No anos seguinte, em 2006, a agremiação desfilou no organizado pela UESP.

“Enquanto nas escolas de samba maiores muitas pessoas são contratadas para idealizar e fazer o carnaval e existem patrocínios, nas escolas da periferia a participação popular é intensa. Não há contratação de costureiras, serralheiros e artistas plásticos, entre outros. Em geral, apenas o carnavalesco é contratado”, descreve. Nanci lembra que os baixos recursos destas entidades fizeram com que as comunidades aprendessem a reciclar os mais diversos materiais. “Incrível o que conseguem fazer com tampinhas de garrafa. Até lantejoulas!.” Todo o esforço da comunidade é recompensado posteriormente com a distribuição gratuita das fantasias. “Nas grandes agremiações, as fantasias têm de ser compradas pelos componentes”, ressalta Nanci, lembrando que somente os ‘destaques’ custeiam suas próprias fantasias.

Espaço socializador
A força da comunidade torna a escola de samba da periferia um espaço socializador de diversas atividades. “Ali se reúnem as famílias com suas crianças e existe uma constante troca de informações, desde uma indicação a um emprego até uma simples recita culinária entre as mulheres”, conta.

E é justamente esse espaço socializador que Nanci considera que poderia ser melhor aproveitado pelo poder público. “Ao contrário do que muitas pessoas podem imaginar, a violência registrada na periferia não atinge estes espaços. Há todo um código moral nas quadras das escolas, de maneira geral. Chegam a proibir consumo de drogas, por exemplo, e mesmo no entorno desses locais há o respeito da população”, destaca. “Ao invés de contruir novos espaços para atividades das mais diversas, a administração pública poderia entrar em acordo com estas comunidades e aproveitar estes espaços.”

Samba no autódromo
As escolas de samba da periferia realizam seus desfiles em alguns bairros da Capital, como na Vila Esperança, na Zona Leste, Butantã, na Oeste, e Interlagos, na Zona Sul. Neste último bairro, a pesquisadora chegou a se surpreender com a participação popular. “Quando ouvi dizer que o desfile deveria ser no autódromo de Interlagos, a primeira reação foi de espanto em ver a realização do carnaval num espaço tão distinto”, conta. Mas para minha surpresa, foi uma festa excelente e com grande participação do público nas arquibancadas do circuito.”

Nanci diz que a participação do público é direta, justamente por não haver nos desfiles dos bairros estruturas tão rígidas como as que existem no espaço do sambódromo. “As pessoas ficam mais próximas, participam mais e se divertem mais”, avalia.

Segundo a pesquisadora, já é tradição da Valença de Perus desfilar pelo bairro na terça-feira de carnaval. Ela conta que o desfile acontece de forma que o público acaba participando integralmente da escola. “Numa das manifestações que acompanhei milhares de pessoas acompanharam o desfile numa grande festa”, lembra Nanci. Nos bairros, os regulamentos dos desfiles são praticamente os mesmos, mas segundo a pesquisadora, a escola por ter menos recursos não faz um carnaval tão vertical como acontece no desfile principal, com grandes carros alegóricos. “A diferença é que as escolas principais acabam sendo um produto de mídia, enquanto na periferia podemos dizer que ainda há o carnaval solidário e de maior participação popular.” A dissertação de mestrado de Nanci foi apresentada na FFLCH em agosto de 2007, sob orientação da professora Glória Alves.

Mais informações: (11) 9996-7283, com Nanci Frangiotti; e-mail nancifra@terra.com.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15457-eca

antiguidade
ECA recebe palestras sobre história da Grécia
O Programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte da USP promove o ciclo de palestras História da Antiguidade: 50 anos de Visitas a Grécia, nos dias 15, 22 e 29, das 9 às 12 horas.

O professor Cyro Del Nero, do Departamento de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, ministra as palestras "Teatro Grego", no dia 15; "O Agora Ateniense", no dia 22; e "A Formação do Homem Grego (Paidéia)", no dia 29.

As palestras acontecem na Sala 22 do Departamento de Relações Públicas, Turismo e Propaganda da ECA (Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, São Paulo). As inscrições devem ser feitas até quarta-feira (15) no prédio Anexo do Museu de Arte Contemporânea (MAC), localizado na Rua da Reitoria, 160, Cidade Universitária, São Paulo. A taxa é de R$30,00.

Mais informações: (11) 3091-3327 / 3033

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15458-sem

piracicaba
Semana Erotildes de Campos reúne diferentes manifestações artísticas Música, artes plásticas, obras literárias e lançamento da revista Cultura Artística são atividades programadas para a 12ª edição da Semana Erotides de Campos, entre terça (14) e quinta-feira (16), no Teatro Municipal Dr. Losso Netto (Av. Independência, nº 277, Centro, Piracicaba). A ênfase da semana será dada à segunda edição do Legado das Letras Piracicabanas, evento que faz parte do calendário de comemorações dos 75 anos da USP, e que tratará da obra do escritor piracicabano Tales Castanho de Andrade.

Sobre tela, a artista plástica Sônia Maria de Stéfano Piedade, faz uma releitura das ilustrações da principal obra do escritor - "Saudade". Já a poetisa Carmen Maria da S. Fernandez Pilotto selecionou trechos da mesma obra e os elaborou de forma a fazerem referência às 16 telas de Sônia Piedade.

Além das obras literárias e plásticas, a exposição, no foayer do Teatro Municipal, apresentará duas dissertações de mestrado sobre o escritor piracicabano, realizadas por alunos da USP e da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Ainda na ocasião, os visitantes receberão a revista Cultura Artística, com artigos sobre Tales Castanho de Andrade, editada em parceria entre Cultura Artística de Piracicaba, Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq) e Comissão de Cultura e Extensão Universitária (CCEx) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP.

Também integram o calendário de atividades da 12ª Semana Erotides de Campos, o espetáculo de dança Poeta do Som, apresentação de serestas em programa denominado Mensagem de Amor e o concerto da Orquestra Sinfônica de Piracicaba - Alvorada de Lírios, no dia 14. O evento é gratuito, aberto a qualquer interessado e não há necessidade de inscrições.

fonte: Assessoria de Comunicação da Esalq


Mais informações: (19) 3429-4392 / 4485 / 4477 ou e-mail alicia@esalq.usp.br

 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15459-tus

teatro
Tusp apresenta espetáculo "A Pérola" até o dia 12
Entre quinta (9) e domingo (12) acontece a apresentação do espetáculo "A Pérola" no Teatro da USP (Tusp). A peça faz parte do Projeto 100, desenvolvido pelo Núcleo Hana da Cooperativa Paulista de Teatro, e é dirigido por Alice K.

"A Pérola" traz as senhoras Yamamoto, Kasuga, Matsumura e Azuma, integrantes da Sociedade da Idade Secreta, que se encontram para o aniversário da Senhora Sasaki. Tudo vai muito bem até que a anfitriã percebe o sumiço de uma jóia - uma pérola - no meio da festa.

O espetáculo será apresentado de quinta a sábado, às 21 horas, e no domingo, às 20 horas. Os ingressos custam R$15,00 (inteira) e R$7,50 (meia). A  classificação é livre.

O Tusp fica na R. Maria Antônia, 294, Consolação.

Mais informações: (11) 3255-7182 ou site www.usp.br/tusp

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

falecimento
Morre Bernardo Bedrikow, ex-professor da Saúde Pública
O professor Bernardo Bedrikow, ex-docente da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, morreu, na última segunda-feira (6), de câncer. O enterro ocorreu nesta terça (7). Bedrikow  tinha 84 anos e, além de ser um dos primeiros médicos do trabalho no Brasil e o primeiro médico do trabalho do Serviço Social da Indústria (SESI), era professor de Medicina do Trabalho da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.        

Colaborou com a Organização Mundial da Saúde (OMS), realizando trabalhos na Bolívia, como a eliminação da silicose (doença causada pela inalação de pó de sílica - quartzo)  nas atividades mineiras e foi funcionário efetivo da Organização Internacional do Trabalho (OIT), atuando em quase todos os países latino-americanos e na sede da Organização, em Genebra. Atualmente atuava como consultor técnico no SESI e como assessor do Programa Nacional de Eliminação da Silicose, realizado pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro).   

(Com informações da Assessoria de Comunicação da FSP)   

Mais informações: (11) 3061-7882

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/45-tecnologia/15461-

são carlos
EESC promove a Semana de Engenharia Mecânica
A Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP promoverá, entre segunda (13) e sexta-feira (17), a quarta edição da Semana de Engenharia Mecânica (SEMEC), com o objetivo de promover uma aproximação entre os alunos, a Universidade e as empresas que compõem o mercado de trabalho, bem como aprimorar a formação acadêmica e iniciar uma discussão entre docentes e estudantes sobre as diretrizes do curso de Engenharia Mecânica da entidade.

Durante a semana, haverá palestras, mini-cursos, exposição de estandes, competições e visitas técnicas. Serão abordados temas, como a atuação do engenheiro no mercado de capitais, projetos de plataformas offshore de produção de petróleo, atuação do engenheiro mecânico na usina, teoria das restrições, biomateriais e implantes em ortopedia e traumatologia, satélites: tecnologia e aplicações, entre outros.

A SEMEC será realizada no Anfiteatro Jorge Caron, na sede da ESSC, Av. Trabalhador São-carlense, 400, São Carlos. Inscrições e mais informações no site www.eesc.usp.br/semec. Os participantes que doarem sangue ficarão isentos da taxa de inscrição de R$15,00. A inscrição deve ser feita até sexta-feira (10).
 
Mais informações: (11) 3032-6590 / 3814-5260

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15463-dmr-a

medicina
DMR abrigará Rede de Reabilitação Lucy Montoro
Será inaugurada neste sábado (11), às 12 horas, a pedra fundamental do Instituto da Rede de Reabilitação Lucy Montoro. Essa rede estadual contará, inicialmente, com três unidades, sendo dois centros no interior (Campinas e outra cidade ainda não definida) e o instituto na capital. O Centro de Campinas foi lançado em 8 de maio.

O governador de São Paulo, José Serra, estará presente no evento para o lançamento da Pedra Fundamental e Cerimônia de Assinatura do Decreto que regulamenta o Instituto de Reabilitação Rede Lucy Montoro. O nome do Instituto foi escolhido em homenagem à memória de Lucy Montoro, ex-primeira-dama do Estado de São Paulo.

A construção da unidade de São Paulo será realizada por meio de um convênio entre a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Estado da Saúde e a Divisão de Medicina de Reabilitação (DMR) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

Em São Paulo, será localizada na atual sede da DMR, na Vila Mariana. O Centro Lucy Montoro começará a ser construído ainda neste outubro e a data prevista para o término das obras é de 18 meses.

O objetivo do projeto é a inclusão da pessoa com deficiência na sociedade. O Instituto irá contar com profissionais das mais variadas áreas como médicos, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, enfermeiros e nutricionistas especializados em reabilitação.

O projeto prevê que a abordagem de reabilitação seja integral e disponibilize aos usuários serviços como piscina especial para hidroterapia, laboratórios de função pulmonar, ergoespirometria, podobarometria, laboratório de análise do movimento, eletroneuromiografia e potencial evocado e urodinâmica e terapias complementares. O projeto prevê também um espaço para o condicionamento físico e atendimento em grupo, quadra poliesportiva, salas de RPG e terapia ocupacional.

A unidade de São Paulo contará com apoio, ainda, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. A previsão é que 500 pacientes sejam atendidos diariamente, média de 10 mil atendimentos por mês.

O evento é aberto à participação de todos e acontece na Rua Diderot, 43, Vila Mariana (estação de metrô Chácara Klabin), São Paulo.

Mais informações: (11) 3663-3566, ramal 202, com Raquel Silveira

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 09, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15449-com

aniversário
Escola de Arte Dramática celebra 60 anos de formação de grandes atores
 
A história do teatro brasileiro passa pela Escola de Arte Dramática (EAD), que hoje pertence à Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. Completando, em 2008, 60 anos de existência, a EAD é a grande referência nacional na formação de atores. Seu currículo, considerado técnico, é procurado por todo tipo de público. Muitas das companhias teatrais atuais têm alunos formados pela escola - responsável pela criação de tipo brasileiro de teatro, baseado nas escolas francesas.

E foi nesse cenário que grandes nomes se formaram - ou pelo menos por lá passaram, já que muitos acabam entrando em ação e abandonam os estudos pela metade. O ator Ney Latorraca, por exemplo, se formou na EAD em 1969. “Posso dizer que cursar a EAD foi meu melhor momento. Só tenho ótimas lembranças. Lá, eu aprendi a desenvolver meu caráter de ator, minha garra, minha dedicação e minha paixão. Se eu voltasse no tempo faria tudo de novo. Fui um excelente aluno, nunca faltei nos três anos de escola e me formei com nota máxima, 10 em comédia e drama”, relembra.

 Marieclaire Brandt e Ney Latorraca. Arq. Multimeios -
CCSP
A EAD foi criada em 1948 por Alfredo Mesquita, pertencente à influente família paulistana proprietária do jornal O Estado de S. Paulo. Amante das artes cênicas, Mesquita deu aos atores “a oportunidade de dignidade, já que antes ser artista não era bem visto”, afirma Elizabeth Quito, atriz e atual diretora da escola. Para ajudar os alunos que não podiam se manter - a maioria rompia com a família para seguir a profissão -, Mesquita oferecia uma sopa antes das aulas, que ficaria famosa posteriormente.

O curso sempre foi gratuito e, até 1968, a escola era completamente bancada pelo seu mentor, que acabou por vendê-la à USP nesse ano. A EAD foi, então, incorporada à recém-criada Escola de Comunicação e Artes (ECA). Mesquita pretendia fazer a transição dos cursos da escola para a academia, mas o que aconteceu foi uma diferenciação entre o Departamento de Artes Cênicas (CAC) da ECA, mais acadêmico, e a EAD. Alguns cursos da EAD passaram para o departamento, e a escola continuou com o seu caráter técnico. O responsável por essas mudanças foi Clóvis Garcia, diretor à época.

A EAD no mundo cênico
Reconhecida como uma das escolas mais importantes do país, a EAD formou e forma grandes profissionais, como Leonardo Villar, Juca de Oliveira, Celso Nunes, Glória Menezes, Aracy Balabanian, Jorge Andrade, Rodrigo Santiago, Jandira Martini, Edson Celulari e Edwin Louise, entre outros. Foi de lá, por exemplo, que saiu Zé Renato. Ele foi um dos primeiros alunos da escola e, posteriormente, o criador do Teatro de Arena.

“Em qualquer lugar que esteja acontecendo alguma coisa muito importante ligada ao teatro brasileiro, sempre encontraremos um ator formado pela EAD. É, sem dúvida, a escola de teatro mais importante do país. Pelo pioneirismo e por representar um marco decisivo na renovação do teatro brasileiro, junto com o TBC [Teatro Cacilda Becker] e Os Comediantes, com a montagem histórica de Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, com direção de Zimbinsky”, conclui Ney Latorraca.

Com uma estrutura menos fixa que a maioria dos cursos, a EAD forma atores diferentes a cada ciclo. “Trabalhamos com o que tem de melhor em cada turma. A EAD preza muito essa relação de ser mutante”, afirma Elizabeth. Cada turma tem um diretor diferente para sua apresentação final, que é convidado pela escola. “Com esse diferencial, buscamos um diretor que possa passar coisas diferentes para turma, dependendo do tipo de formação que escolheram, mais clássica, etc”, conclui a diretora.

  
 A via-sacra dos futuros alunos
A rigidez da escola começa no seu processo seletivo. A seleção da EAD se passa em três fases, com aproximadamente 10 dias de duração. Mais de 500 candidatos disputam apenas 30 vagas. A sabatina ocorre sempre entre novembro e dezembro, para as turmas que começarão no ano seguinte. São os próprios professores da EAD que fazem a avaliação dos candidatos.

Na primeira fase, todos os candidatos devem apresentar uma cena (escolhida entre as pré-selecionadas no manual), que será assistida por três professores da escola. Dessa fase, 120 candidatos passam para a uma apresentação pública, assistida por quase todo o corpo docente. Os 50 candidatos selecionados terão em seguida uma semana de aulas práticas e provas teóricas, para então ser selecionada a turma de 30 alunos.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15465-uso-a

medicina
Zumbido pode ser o primeiro sinal de perda auditiva, aponta pesquisa
Estudo realizado pelo Grupo de Pesquisa em Zumbido da Faculdade de Medicina (FM) da USP, coordenado pela otorrinolaringologista Tanit Ganz Sanchez, mostra que 34,7% dos pacientes atendidos no grupo têm a exposição a ruídos como uma das causas do zumbido. Segundo a especialista, esta exposição pode ser por trauma acústico (exposição rápida a som forte) ou por exposição prolongada a sons não tão fortes, mas potencialmente lesivos.

O levantamento foi realizado em novembro de 2007, com base no banco de dados dos pacientes matriculados no Grupo de Pesquisa em Zumbido. No total, 897 pacientes com zumbido foram incluídos na análise, com idades variando entre 5 e 87 anos. Segundo a pesquisa, a procura por tratamento pelos jovens (menores de 25 anos) aumentou cerca de 20% entre os anos de 2005 e 2007. “A incidência vem aumentando gradativamente em crianças e adolescentes, antecipando a faixa etária acometida por esses problemas”, explica Tanit Sanchez.

Os dados preliminares sugerem que o aumento do problema entre os jovens pode estar vinculado ao uso excessivo de fones de ouvido, além de aparelhos eletrônicos, como ipods, MP3, telefones celulares e brinquedos sonoros, que representam um hábito mais recente entre os brasileiros. “Se a exposição ao som for inadequada e contínua, pode comprometer a saúde auditiva de crianças e adolescentes”, ressalta. Os fones de ouvido são considerados pelos médicos os mais prejudiciais porque carregam sons de até 120 decibéis diretamente para o tímpano, colaborando com o aparecimento de zumbido, antes mesmo de provocar alguma perda auditiva perceptível.

Cuidados redobrados
Portanto, presentear uma criança ou um adolescente com aparelhos eletrônicos exige cuidados redobrados. Brinquedos eletrônicos à disposição no comércio chegam a emitir ruídos de 82 a 130 decibéis – intensidades maiores do que aquelas preconizadas para um trabalhador adulto, como alerta a médica. Os abusos constantes de sons altos, aliados a crescente poluição sonora, têm causado ainda irritabilidade, insônia, falta de concentração, agitação, taquicardia e ansiedade, entre outros sintomas.

Nesse sentido, um dos primeiros sintomas da perda auditiva é o zumbido. Ele é gerado por fatores ambientais (estresse e má alimentação, por exemplo), além de genéticos. A perda auditiva gera problemas de comunicação e o zumbido, quando em escalas intensas, produz dificuldades para a pessoa se concentrar e dormir. “Em geral, muita atenção é dada à perda auditiva, enquanto o zumbido e a hipersensibilidade a sons, sintomas que podem aparecer antes de danos maiores à via auditiva, ficam em segundo plano”, enfatiza Tanit Sanchez.

A pesquisadora aponta que o zumbido é um mal que afeta cerca de 28 milhões de brasileiros. Trata-se de um som intermitente ou contínuo, fraco ou bastante pertubador e que muitas vezes pode ser ouvido 24 horas por dia. “O zumbido pode parecer um som de apitos, chiados, cigarras, panelas de pressão, cachoeira ou escape de ar, entre os mais comuns”, ressalta Tanit. “O problema pode estar associado a perdas auditivas, infecções de ouvido, vertigens, exposição prolongada a ambientes muito ruidosos, estresse, depressão e ansiedade”, explica, advertindo que, apenas os que se envolvem com o sofrimento dos pacientes, conseguem ter uma dimensão mais correta do prejuízo causado na qualidade de vida. “Por esta razão, recomenda-se limitar o uso de fones de ouvido, evitar escape do som pelo fone, não ultrapassar o volume médio de cada aparelho e nem duas horas de uso consecutivo desses equipamentos e ainda reduzir o consumo de doces e gorduras.”

Mais informações: (11) 3926-7887 com Banco de Notícia Assessoria de Comunicação

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15466-centr

bauru
Centrinho recebe inscrições para curso sobre fisioterapia infantil
Na próxima segunda (13), das 14 às 18 horas, o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC / Centrinho) da USP, em Bauru, sedia o minicurso Atuação da fisioterapia e terapia ocupacional em crianças hospitalizadas. O evento marca o Dia do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional, profissões que auxiliam no processo de reabilitação de pacientes.

Duas palestras fazem parte da programação: às 14 horas, "Atuação da Fisioterapia em UTI Neonatal", com Letícia Antunes, fisioterapeuta, doutora em Pediatria, atua na UTI Neonatal do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual Paulista (Unesp); e às 16 horas, "Intervenção Neuromotora na Infância", com Sandra Volpi, terapeuta ocupacional, atua no Hospital das Clínicas da Unesp.

Também como parte da comemoração, as equipes do Centrinho vão realizar uma aula laboral pela manhã, às 9 horas, no Quiosque São Francisco, a funcionários e pacientes do Hospital.

O curso acontecerá na Divisão do Centro Odontológico do Centrinho, na Rua Silvio Marchione, 3-20 Vila Universitária, Bauru. As inscrições devem ser feitas pelo telefone (14) 3235-8437. A entrada é um quilo de alimento não perecível. As vagas são limitadas. Os alimentos arrecadados serão doados à Sociedade de Promoção Social do Fissurado Labiopalatal (Profis).

(Com informações da Assessoria de Comunicação do Centrinho)

Mais informações: (14) 3235-8437, email eventos@centrinho.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15467-ex

água
Exposição do Museu de Ciências chega à usina de Itaipu
A exposição itinerante Água: uma viagem no mundo do conhecimento será inaugurada nesta sexta-feira (10), às 20 horas, na hidrelétrica binacional de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR). Realizada pelo Museu de Ciências (MC) da USP, a mostra já recebeu mais de 45 mil visitantes até sua última parada, na cidade de Taubaté (SP). Agora a mostra é fruto de parceria entre o MC e o Ecomuseu de Itaipu.

Com chancela da Unesco, a exposição apresenta seu conteúdo por meio de diversos suportes, entre maquetes, animais preservados e recursos multimídia. O objetivo maior é educar, conscientizando o público para a necessidade de usar o conhecimento e a tecnologia na preservação do meio ambiente.

Dividida em cinco módulos temáticos, a exposição trata de toda a relação da água com a Terra e com o homem. Os temas abordados vão desde a formação da água no Universo, passando pela geomorfologia de nosso planeta, até as relações históricas do homem com este elemento as questões ambientais da atualidade.

A mostra fica aberta até o dia 10 de março de 2009, no Ecomuseu de Itaipu, Av. Tancredo Neves, 6001, Foz do Iguaçu, Paraná. O horário de funcionamento é das 8h30 às 17h30, de terça-feira a domingo. Entrada gratuita para instituições de ensino, mediante agendamento prévio; e para comunidade de entorno e Região Trinacional no primeiro domingo de cada mês.

Mais informações: (45) 3520-5816 / 6739, em Foz do-Iguaçu, e (11) 3091-3252 em São Paulo, ou no site www.museudeciencias.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

ensino
USP integra criação da Univesp, a Universidade Virtual
A rede de ensino superior do Estado será consideravelmente ampliada no ano que vem, com o uso de novas tecnologias de informação, como a televisão e a internet. Uma parceria entre a Secretaria de Ensino Superior, USP, Unicamp, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Fundação Padre Anchieta e Fundação para o Desenvolvimento Administrativo Paulista (Fundap) vai possibilitar a criação de 6,6 mil vagas de nível superior e 110 mil de pós-graduação, em todo o Estado de São Paulo. No programa serão investidos R$ 152 milhões, sendo R$ 52 milhões da Secretaria da Educação e R$ 25 milhões por ano, nos próximos quatro anos do Ensino Superior.

Essa ampliação do sistema de ensino é o objeto do decreto que institui o Programa de Expansão do Ensino Superior Paulista “Universidade Virtual do Estado e São Paulo”, o Univesp, assinado pelo governador José Serra, nesta quinta-feira (9) no Palácio dos Bandeirantes.

O programa criará, em 2009, cinco mil vagas no curso de graduação em pedagogia para professores em exercício, a ser desenvolvido pela Universidade Estadual Paulista (Unesp); 700 vagas na licenciatura em biologia e mais 900 vagas na licenciatura em ciências, ambas da USP, num total de 6,6 mil vagas.

Simultaneamente, serão desenvolvidos cursos de especialização para professores da rede estadual de ensino, da quinta série ao Ensino Médio. Com parceria da Secretaria da Educação, 110 mil docentes deverão ingressar em 16 cursos de pós-graduação (13 de disciplinas e três de gestão).

O Programa Univesp será desenvolvido por meio da TV e da internet, com o acompanhamento dos estudos e atividades pedagógicas tanto de forma presencial, em pólos de apoio instalados nas universidades e outras instituições participantes, como pelo telefone do sistema 0800 e pela internet. As aulas em laboratório e avaliações serão realizadas nos pólos, onde os alunos receberão apoio pedagógico, físico, administrativo e de serviços. Os programas-aula serão transmitidos pelo canal digital da TV Cultura, durante as 24 horas do dia.

As atividades do programa serão implantadas em três diferentes módulos, a serem desenvolvidos a partir do primeiro semestre de 2009.

O primeiro módulo tem como foco a capacitação de professores em exercício nas redes pública e privada do Estado. Nele está prevista a oferta de um curso de Licenciatura em Pedagogia e um curso de Licenciatura em Ciências, desenvolvidos a partir de experiências de sucesso realizadas na USP e na UNESP. O principal objetivo destas ofertas, neste primeiro módulo, é promover a melhoria da educação no ensino infantil e no fundamental de 1ª a 4ª séries.

O segundo módulo contempla a oferta de cursos de licenciatura como Matemática, Física. Química, Biologia e Língua Portuguesa. O início das atividades deste módulo está previsto para o decorrer de 2009.

O terceiro módulo oferecerá cursos de capacitação, extensão, especialização e outras formas de educação para professores que já tenham um curso superior completo e que desejam seu aperfeiçoamento profissional. O cronograma com as datas de inscrição para o vestibular, o período letivo e provas, entre outros, será divulgado após deliberação dos conselhos das universidades.

O Programa Univesp vem atender a preceito do Plano Nacional de Educação, instituído pela Lei federal nº 10.172, de 2001, que em seu item 6.2 afirma "ser preciso ampliar o conceito de educação à distância para poder incorporar todas as possibilidades que as tecnologias de comunicação possam propiciar a todos os níveis e modalidades de educação".

Fonte: SP Notícias

Mais informações: (11) 3218-2000

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 10, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9557/especiais/faxina-vegetal.h

EspeciaisPesquisadora da Unicamp identifica planta nativa do Cerrado capaz de absorver grande quantidade de cádmio do solo, minimizando o risco de contaminação ambiental e humana pelo metal pesado

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9558/noticias/programa-univesp-

NotíciasGovernador José Serra assina decreto para criação da Universidade Virtual do Estado de São Paulo que oferecerá 6,6 mil vagas em pedagogia e licenciatura já em 2009

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9559/noticias/frances-ganha-nob

NotíciasJean-Marie Gustave Le Clézio, 68 anos, lecionou em universidades em Austin, Bangcoc, Boston e Cidade do México e é autor de A quarentena e O africano

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9560/noticias/einstein-para-lei

NotíciasCiclo de palestras e debates complementares à exposição Einstein, em São Paulo, terá início neste sábado (11/10) com apresentação dos físicos Carlos Escobar e Peter Schulz, da Unicamp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9561/noticias/r-17-milhoes-para

NotíciasCNPq anuncia edital para projetos de pesquisa sobre dengue, doença de Chagas, esquistossomose, hanseníase, leishmanioses, malária e tuberculose. Inscrições poderão ser feitas até 20 de outubro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9562/agenda/seminario-internaci

AgendaEspecialistas de todas as regiões do Brasil e de outros 12 países se reúnem de 13 a 17 de outubro, em Natal, para discutir os impactos da nanotecnologia em áreas como economia, agricultura e saúde

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9563/agenda/lei-de-inovacao-ava

AgendaAlém de fazer um balanço sobre a Lei de Inovação e a Lei do Bem, evento discutirá a recém-promulgada Lei Paulista de Inovação. Dia 16 de outubro, em Campinas (SP)

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/152

Homenagem
Completando 100 anos, Lévi-Strauss é nomeado Doutor Honoris Causa pela USP
 Pode parecer desnecessário entregar a um intelectual famoso, que já é Doutor Honoris Causa de várias universidades do mundo, mais um título. Mas a homenagem que será concedida pela USP ao antropólogo Claude Lévi-Strauss, aprovada pelo Conselho Universitário (Co), é mais do que justificada. Trata-se de um reconhecimento, mesmo que tardio, por parte de uma instituição da qual ele não só foi integrante – como professor, na década de 1930 –, mas ajudou a fundar.

Além da concessão do título, em comemoração ao centenário do intelectual, o Departamento de Antropologia e Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da FFLCH estão promovendo um ciclo de conferências em torno da sua obra. O evento Sentidos de Lévi-Strauss vai até 27 de novembro no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) - Av. Prof. Mello Moraes, travessa 8, 140, Cidade Universitária – e no Centro Cultural Maria Antonia (CEMA) da USP - Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque. As conferências, voltadas para o público universitário em geral, são gratuitas e não é necessário fazer inscrição. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3031-2552 e ou pelo e-mail fla@usp.br.

Tido como um autor clássico para diversas áreas das Ciências Humanas, Lévi-Strauss exerceu enorme influência na formação dos antropólogos de todo o mundo, com um trabalho focado principalmente nas populações indígenas das Américas, como explica a professora Sylvia Caiuby Novaes, chefe do Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. “Ele chega aqui em 1934, então como um jovem intelectual totalmente desconhecido, e é a pesquisa que ele faz durante este período, retratada em Tristes Trópicos, e toda a obra que ele publica posteriormente que o tornarão conhecido como um intelectual de primeira grandeza”.

O Brasil e as Américas

Mais do que a presença na USP, o Brasil ocupa um lugar de destaque no trabalho de Lévi-Strauss, como conta a professora. “Em uma viagem que faz muito jovem pelo Brasil central, ele realiza uma extensa pesquisa com grupos indígenas como os Bororo, os Caduveo, os Nambikwara, os Tupi-Kawahib – e são estas sociedades que ele descreve e analisa em Tristes Trópicos. O que ele escreveu sobre estes povos continua sendo bastante respeitado até hoje. Além deste trabalho dele próprio nesta pesquisa de campo – e Lévi-Strauss é muito mais um homem das idéias do que do campo – ele sempre esteve muito interessado na mitologia sul-americana. Seus estudos também incorporam outros povos, como os aborígenes australianos, ou sociedades africanas, mas o continente mais presente na obra de Lévi-Strauss é sem dúvida a América”.



Imagem do indígena

Na opinião de Sylvia, o trabalho de Lévi-Strauss ajudou a transformar a imagem que se tem dos indígenas brasileiros, pois revela o quanto estas sociedades são ricas: ricas no modo de conceber a sua mitologia, ricas no jeito de viver a sua história, na maneira de organizar suas famílias, no modo como se relacionam com a natureza. “São povos que podem não ter um desenvolvimento técnico tão avançado quanto o nosso, mas o que Lévi-Strauss justamente mostra é que cada sociedade escolhe qual é a área que ela prefere desenvolver. Os chineses, por exemplo, têm um conhecimento de medicina que nós não temos; os hindus têm um controle da mente sobre o corpo que nós não temos; e também há diversos campos do saber em que as sociedades indígenas nos superam. Então por que só a técnica e o desenvolvimento técnico devem ser valorizados?”, questiona.

Estruturalismo
Lévi-Strauss é o mais importantes expoente do estruturalismo. Trata-se de uma metodologia – e também de uma filosofia – que, na antropologia, traz duas propostas básicas, como aponta a professora. “Primeiro, todos os homens são iguais, no seguinte sentido: homens e mulheres, independentemente do lugar onde morem e da época em que vivam ou tenham vivido têm a mesma capacidade intelectual. A segunda afirmação é que há uma enorme diversidade cultural, não só em termos de espaço geográfico como também ao longo do tempo. Então como explicar que as pessoas sejam as mesmas e sejam também tão diferentes? O que Lévi-Strauss se interessa em saber são as regras de funcionamento do espírito humano, isto é, quais são as leis que regem o pensar de cada homem, independentemente da cultura. Existem, por exemplo, leis de oposição, de contradição, de analogia, de homologia.”

 
Fruto de pesquisa no Brasil, "Tristes Trópicos" é uma das primeiras obras que tornaram o intelectual reconhecido mundialmente
A partir da descoberta destas leis pode-se entender a realidade empírica, aquilo que acontece em qualquer esfera da vida humana. “Pense, por exemplo, num jogo de futebol. Existe um número limitado de regras e, mesmo assim, cada partida é única. As situações que acontecem no campo são totalmente diferentes de uma partida para outra”, explica Sylvia.

Para Lévi-Strauss, o inconsciente, cérebro ou espírito humano que carrega tais regras é estruturador da realidade. Estas regras que ele pretende desvendar estão presentes em campos tão diversos como a literatura, a organização da família, os sistemas de parentesco, e  a mitologia. Sua obra denominada As mitológicas, por exemplo, é formada por quatro volumes fundamentalmente dedicados à análise da mitologia em sociedades humanas, em particular as dos povos sul-americanos.

Nos meios acadêmicos, fala-se de algumas crises no paradigma estruturalista. Mas, segundo a professora, a importância de Lévi-Strauss certamente as supera. “Esta crises efetivamente ocorreram – e uma das mais importantes é a da noção de representação nas ciências sociais. Questiona-se, por exemplo, como alguém se arroga o direito de representar os índios, quem é aquele pesquisador para falar o que eles são ou em nome deles. Esta crítica começa a ser feita entre os anos 1950 e 1960, com os grandes movimentos de libertação na África. Os negros não quiseram mais ser representados pelos brancos europeus, colonizadores. Então há também uma conotação política, pois não é apenas 'aquilo que eu escrevo sobre o outro', mas 'eu falando em nome do outro'. Os chamados autores pós-modernos da antropologia são os que vão denunciar esta questão. Mas Lévi-Strauss sobrevive a isto tudo, e o seu pensamento, muito mais abstrato, continua absolutamente atual, pois não está imiscuído nessas coisas da realidade concreta. O que ele disse, a metodologia proposta, os seus seguidores, continuam aí.”

Critica-se também o aspecto mais formal do estruturalismo, e seu caráter a-histórico, por não levar a história em consideração. “Só que a crítica se dirige a algo que não é uma falha, mas na verdade, uma proposta mesmo do estruturalismo, que é pensar a humanidade naquilo que ela tem de mais universal, no que independe do momento histórico e da localização”, defende Sylvia.

Etnocentrismo
Lévi-Strauss é o autor de Raça e História – texto famoso que ele escreveu a pedido da Unesco, logo depois da Segunda Guerra Mundial, e onde explica a noção de etnocentrismo. “Na época, a ONU [Organização das Nações Unidas] estava muito preocupada com a justificativa que os nazistas utilizavam para o holocausto, e neste texto brilhante ele mostra que o conceito de raças humanas não existe nem na biologia. O que existem são culturas humanas diferentes, mas todas com um valor equivalente. Não há culturas melhores ou piores, mais ou menos 'atrasadas'. Todas elas merecem o nosso respeito, e é importante não transformar esta diferença em desigualdade, que é o que faz o etnocentrismo. O etnocentrismo consiste em alguém enxergar o outro, outros grupos ou outras sociedades, a partir dos seus próprios valores. Achar, por exemplo, que os índios devem organizar o seu cotidiano do mesmo modo que nós organizamos, que devem valorizar o trabalho do mesmo modo como nós valorizamos, e aí por diante. É você impor aos outros seus valores, ou você depreciá-los, menosprezá-los porque eles têm valores diferentes.”

Influências
Lévi-Strauss assume três grandes influências no seu trabalho: a psicanálise, a geologia e o marxismo. Nestas três áreas, o objetivo é sempre ir além do que é imediatamente visível. “Os psicanalistas, por exemplo, para terem acesso ao inconsciente, utilizam-se de várias estratégias, como a livre associação de idéias e os 'atos falhos' – quando você 'erra' a palavra que ia usar numa frase, é possível perceber neste lapso um significado mais profundo e inconsciente. O próprio Lévi-Strauss diz que a natureza do verdadeiro aparece no fato de que ele está sempre tentando se ocultar, daí o uso da geologia como metáfora. No marxismo também, tenta-se perceber aspectos não imediatamente dados: onde está o fetichismo da mercadoria? A mercadoria esconde os processos de produção  de que ela resulta: esconde o trabalho, suas relações e a expropriação que o trabalhador sofreu de seus meios de produção. Isto é algo que você não vê na mercadoria; é preciso ir além do que está imediatamente dado para saber.”

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/51-meio-ambiente/154

pesquisa
USP participa de nova Operação Antártica brasileira
O efeito dos raios ultravioleta e poluentes na fauna da Antártida e o levantamento dos organismos que vivem nas regiões de fundo do Mar Antártico são dois dos temas que serão estudados por pesquisadores da USP na XXVII Operação Antártica (Operantar), iniciada nesta semana. Parte do Programa Antártico Brasileiro (Proantar), a expedição integra a programação do 4º Ano Polar Internacional. As atividades terão a colaboração do Navio de Apoio Oceanográfico (NapOc) Ary Rongel, da Marinha, que saiu na última terça-feira (7) do Rio de Janeiro e seguirá para a Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), na Antártida.

A USP participa da Operação Antártica desde seu início, em 1982. “Desde o início do Ano Polar Internacional, em 2007, pesquisadores de diversas instituições brasileiras estão envolvidos em projetos multidisciplinares de pesquisa”, conta o professor Vicente Gomes, do Instituto Oceanográfico (IO). “Entre os temas estudados estão o impacto do buraco de ozônio e da presença humana na fauna e na flora da região”. A parte logística da expedição é gerenciada pela Secretaria Interministerial para os Recursos do Mar (Secirm), do governo federal, e o apoio científico aos projetos está a cargo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O professor é um dos supervisores da parte de Oceanografia Biológica do projeto Atmosfera Antártica: Estudo da Mesosfera, Estratosfera, Mesosfera e Troposfera e suas conexões com a América do Sul. "Vão ser avaliados os efeitos dos raios ultravioleta e dos poluentes trazidos pela atividade humana em populações de crustáceos existentes nas regiões rasas da Baía do Almirantado, na Ilha Rei George, onde está a EACF”, explica. “A possibilidade de alterações provocadas pela radiação e contaminantes no metabolismo e nos tecidos dos animais já foi comprovada em laboratório, agora é preciso saber se isto já acontece no local”.

O projeto é coordenado por Neusa Maria Paes Leme, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Um grupo de professores e alunos de graduação e pós-graduação do IO embarcará no dia 24 de novembro em um avião Hércules da Força Aérea Brasileira rumo à base chilena Eduardo Frei, na Ilha Rei George. Dali seguirão no Ary Rongel até a estação antártica brasileira. Ao todo, seis pesquisadores irão a Antártida por esse setor do projeto do IO, se revezando em grupos de quatro pessoas, até 15 de fevereiro.

Biodiversidade
No projeto Vida Marinha Antártica: Biodiversidade em relação à heterogeneidade ambiental na Baía do Almirantado, Ilha Rei George e adjacências, o grupo da bióloga Mônica Petti, pesquisadora do IO, se concentra nos organismos que vivem no bentos (fundo dos mares). "São constituídos principalmente por invertebrados (crustáceos, poliquetas e moluscos) associados a algum tipo de substrato, como areia, lama ou rochas", conta. O trabalho é realizado em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), sob coordenação geral de Lúcia Campos.

Segundo a bióloga, a região da Baía do Almirantado possui uma grande variedade de organismos, que apresentam diferentes dominâncias, que dependem das características distintas de cada área, mesmo muito próximas. "Além deste estudo estar vinculado ao Ano Polar Internacional, os dados da pesquisa também serão utilizados no Censo da Vida Marinha Antártica e no planejamento das atividades de monitoramento ambiental a serem desenvolvidas nas próximas Operações", destaca.

Na Operação do ano passado, foram realizadas imagens de fundo em preto-e-branco com uma câmera remota de filmagem, em profundidades até 30 metros. "As imagens permitem fazer estimativas da densidade dos organismos, além de ajudarem na avaliação dos efeitos dos blocos de gelo que se desprendem das geleiras, conta a bióloga. Um novo equipamento, um Veículo de Operação Remota (ROV) com mais recursos, desenvolvido pela Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia (Coppe) da UFRJ, permitirá a captação de imagens coloridas nesta próxima Operação Antártica.

A equipe da USP e UFRJ também permanecerá na Antártica entre novembro e fevereiro. No navio “Ary Rongel”, será feita a coleta de amostras de sedimento até 300 metros de profundidade. Ao todo, 19 projetos científicos serão desenvolvidos durante a Operantar, cujo encerramento está previsto para 14 de abril de 2009, quando o navio retornará para o Rio de Janeiro. Além dos pesquisadores do IO, também participarão grupos do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB), Instituto de Biociências (IB) e Instituto de Geociências (IGc) da USP.

Mais informações: (11) 3091-6561, com Vicente Gomes, e 3091-6563, com Mônica Petti

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15284-nc

simpósio
NCE e Sesc realizam encontro brasileiro de educomunicação
O Núcleo de Comunicação e Educação (NCE) da USP e o Serviço Social do Comércio de São Paulo (SESC) promovem, entre os dias 28 e 30, em São Paulo, a sexta edição do Simpósio Brasileiro de Educomunicação, com o tema: "Meio Ambiente, Jornalismo e Educomunicação".

O evento contará com o co-patrocínio do Canal Futura, do International Institute of Journalism and Communication (Genebra, Suíça) e do Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente e será realizado no SESC Vila Mariana (R.Pelotas, 141, São Paulo).

Representando o Governo Federal, o ministro Carlos Minc fará a palestra de abertura, anunciando a difusão em todo o território nacional do Programa educomunicativo "Nas Ondas do Ambiente", que utiliza o rádio em programas de educação ambiental junto às escolas do Estado do Rio de Janeiro.

A USP estará presente por meio de palestras e da coordenação de trabalhos por parte de docentes como Ismar de Oliveira Soares, coordenador geral do evento e professor da USP, Vinicius Romanini e Eugênio Bucci (ECA), Marcus Sorrentino (Esalq), Eda Tassari (Instituto de Psicologia) e Sueli Furlan Paulo Lima, do Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental (Procam).

Mostras de documentários e atividades artísticas farão parte da programação, ao que se somará como uma série de workshops voltados à produção de documentários para TV e de programa de rádio em escolas, bem como à mobilização multimediática em torno dos temas ambientais.

O evento terá o apoio da Rádio Eldorado, da Revista Viração e da Rede CEP - Comunicação Educação e Participação. Inscrições e programação completa no endereço. As taxas de inscrição são de: R$17,50 para trabalhador de comércio e serviços, matriculados e dependentes; R$35,00 para usuários inscritos, estudantes, pessoas com mais de 60 anos, professores e aposentados; e R$70,00 para os demais interessados.

Mais informações: (11) 3091-4784 ou e-mail izabelwiz@gmail.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15471-sem

arte
MAC inaugura três novas exposições ao longo da semana
O Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP abre três exposições ao longo da semana. Na terça (14), às 19 horas, serão inauguradas as exposições Arte Brasileira no Acervo do MAC USP e Philadelphia Stories e Outras Estórias. E na quinta (16), às 19 horas, é a vez de Heresias - Uma Retrospectiva de Pedro Meyer.

Arte Brasileira no Acervo do MAC USP contará com 210 obras que retoma a trajetória do Modernismo. A exposição traz obras de Anita Mafatti, Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Waldemar Cordeiro, Ivan Serpa, Luiz Sacilotto, Wesley Duke Lee, Antônio Dias, Nelson Leirner, José Resende, Dudi Maia Rosa e Cildo Meireles, entre outros.

Philadelphia Stories e Outras Estórias traz vinte trabalhos realizados por Geraldo Souza Dias quando atuava como artista convidado e professor visitante na Universidade de Artes da Filadélfia, EUA. Outras quinze pinturas sobre colagens produzidas no Brasil traçam a trajetória do também professor do departamento de Artes Plásticas da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.

Heresias - Uma Retrospectiva de Pedro Meyer abre simultaneamente em cerca de 60 instituições ao redor do mundo traz um conjunto de 40 imagens em grande formato do fotógrafo mexicano Pedro Meyer, que desde o final da década de 1980 dedica-se a experiências com imagens digitais. A curadoria em São Paulo é de Helouise Costa.

O MAC fica na Rua da Reitoria, 160, Cidade Universitária, São Paulo. A entrada é franca e o agendamento para visitas em grupos pode ser feito pelo telefone (11) 3091-3328. O MAC fica aberto ao público de terça à sexta-feira das 10 às 18 horas e aos sábados, domingos e feriados das 10 às 16 horas.

Mais informações: (11) 3091-1118 / 3018

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

publicação
Nova edição de revista da FSP fala sobre violência
Uma amostra de temas e situações que vêm sendo pesquisadas sobre violência no campo da saúde pública, são os assuntos dos artigos publicados no novo número da Revista de Saúde e Sociedade (SS) da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP e da Associação Paulista de Saúde Pública, que acaba de ser publicado.

Os artigos presentes neste número sugerem uma listagem dos agentes sociais que figuram como objeto de ações ou práticas violentas: juventudes, mulheres em trabalho de parto, em casa,  idosos, homens, mulheres e crianças submetidos a violência sexual, torcedores de futebol, sujeitos e objetos de violência endógena, pessoas hospitalizadas, crianças vítimas da mãe, companheiras vítimas de companheiros.

A violência, como sugere a listagem acima, é, também, uma relação entre sujeitos, imersos no mundo social e nas diversas culturas. Este número da Revista coloca tal evidência como um problema para a reflexão do leitores. A Revista Saúde e Sociedade acabou de ser aceita para ser indexada pela Thomson Reuters, a partir do número 17/1 de 2008.

Um dos objetivos-chave da revista é contemplar a diversidade de enfoques metodológicos e de análise das questões mais relevantes e atuais da Saúde Pública e Coletiva, explorando a sua natureza multidisciplinar para constituir-se num espaço editorial que estimule a pluralidade como uma forma de construção do conhecimento. Por outro, incentivar a divulgação da reflexão sobre a prática dos serviços de saúde, visando a estimular a participação mais ativa dos profissionais de saúde e criar um espaço para o debate.

Confira os temas tratados no número (Vol. 17 – nº. 3) de Jul/Set de 2008 da Revista Saúde e Sociedade. A Revista também pode ser consultada na Scientific Eletronic Library (SciELO). O exemplar da revista pode ser adquirido pelo telefone (11) 3061-7775, pelo e-mail saudesoc@edu.usp.br, ou no site www.apsp.org.br/saudesociedade.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da FSP)


Mais informações: (11) 3061-7880, site www.apsp.org.br/saudesociedade

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15473-ativi

infantil
Atividades comemoram semana da criança no HU
Um robô que fala e realiza atividades, elaborado por alunos do ensino médio, participará da Semana das Crianças do Hospital Universitário (HU) da USP. A comemoração da data terá ainda a presença de cachorros, chinchilas, porquinhos-da-Índia, tartarugas e coelhos brincando com os pacientes. As festividades para pacientes e acompanhantes acontecem entre segunda (13) e sexta-feira (17). O objetivo é proporcionar às crianças de 0 a 14 anos o direito de ter sua vida o mais próximo da realidade assegurada durante a internação.

Nos dias 13 e 16, as crianças receberão presentes doados pelos alunos da Fundação Instituto Tecnológico de Osasco (Fito) e poderão se divertir com esculturas de bexigas e pintura de rosto. No dia 14, é a vez da diversão com mágicos. No dia 15, será realizado o Programa Pet Smile, programa que leva vários bichos para uma visita às crianças internadas na pediatria. Para finalizar, no dia 17, a festividade terá o projeto elaborado por um banco (Bradesco), com participação de robô elaborado por alunos de Robótica do ensino médio.

Mais informações: (11) 5090-0590 / 5093-0226

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15474-f

internacional
FMVZ recebe simpósio comemorativo da imigração japonesa
O Centro de Estudos Japoneses da USP e a International Research Center for Japanese Studies (Nichibunken, Kyoto, Japão) realizam o Simpósio Internacional Comemorativo ao Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, com o tema "Intercâmbio Cultural entre Brasil e Japão: Língua, História, Imigração". O evento acontece entre terça (14) e quinta-feira (16), das 14 às 18 horas, no auditório Altino Antunes, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP.

Entre os temas discutidos estarão os Cem Anos de Imigração Japonesa ao Brasil e a Recepção e Assimilação da Cultura Japonesa. Professores descendentes de japoneses da USP e professores da International Research Center for Japanese Studies ministrarão as palestras. O evento é gratuito e aberto ao público em geral. A inscrição - que é obrigatória - pode ser feita no site http://www.fflch.usp.br/dlo/simposio/inscricao.htm. A FMVZ fica na Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87, Cidade Universitária, São Paulo.

Fonte: Serviço de Comunicação Social da FFLCH

Mais informações: (11) 3091-2426, ou site www.fflch.usp.br/dlo/simposio

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15475-insti

tratamento
Instituto do Câncer inicia programa de cuidados paliativos
O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira coloca em funcionamento nesde sábado (11) seu Programa de Cuidados Paliativos. A implantação do serviço se dá em comemoração ao Dia Mundial de Cuidados Paliativos (11 de outubro). O objetivo do programa é melhorar a qualidade de vida dos pacientes e seus familiares com o alívio dos sofrimentos causados por doenças graves, como o câncer.

Requerem cuidados paliativos aquelas pessoas que têm uma enfermidade avançada e incurável, sem possibilidades de resposta ao tratamento e com perspectiva de vida inferior a seis meses. Estima-se que 13% dos pacientes em tratamento no Instituto preencham estes critérios. Atualmente, a abordagem do paciente com doença incurável é feita de forma integral, ou seja, não se resume aos momentos finais da vida, mas sim a todo o curso da enfermidade. E mais: o atendimento especializado não se resume ao paciente, alcança também os familiares.

O trabalho da equipe sob o comando do médico Toshio Chiba será promover o controle da dor, dar apoio psicológico, garantir o direito de esclarecimento ao paciente sobre sua situação e adotar as medidas adequadas garantir menos sofrimento.  Os familiares, por sua vez, receberão auxílio psicológico para lidarem com seu luto, durante o tratamento do paciente e depois da morte. O Instituto do Câncer, gerido pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) está localizado na Av. Dr. Arnaldo, 251, Cerqueira César, São Paulo.

Mais informações: (11) 3893-2064

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

ccint
Prorrogadas inscrições para intercâmbio na América do Sul
Foram prorrogadas até segunda (13), as inscrições para candidaturas a 12 vagas para intercâmbio de graduação da Asociación de Universidades Grupo Montevideo (AUGM) (www.grupomontevideo.edu.uy), para instituições da Argentina, Bolívia, Chile e Paraguai. Para se candidatar, é necessário ser aluno regular de graduação da USP, ter cursado ao menos quatro semestres nesta universidade, ter bom rendimento acadêmico e nível intermediário da língua espanhola.

Os critérios de seleção são análise da documentação, avaliação da proficiência do idioma e entrevista pessoal. Para os selecionados, a USP pagará auxílio-viagem e a instituição estrangeira pagará auxílio-manutenção. É importante salientar que a seleção final ficará a cargo da universidade de destino. O edital também foi publicado na página eletrônica da Comissão de Coorperação Interncional (CCInt) www.usp.br/ccint.

Mais informações: www.usp.br/ccint

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

radiologia
InRad-HC apresenta suas novas instalações
Na segunda (13), às 12 horas, o Instituto de Radiologia (InRad) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FMUSP) da USP, recebe a alta direção do Complexo HC, autoridades do Governo e convidados para uma visita às novas instalações do Serviço de Ressonância Magnética, que foi totalmente modernizado e atualizado tecnologicamente para o atendimento ambulatorial prestado na unidade, além de contar com um equipamento de 3 tesla, para a realização de pesquisas neurológicas focadas em epilepsia.

Com as novidades, o InRad cumpre mais uma etapa do seu cronograma de expansão e modernização de suas instalações, com a entrega dessa unidade que ocupa uma área útil de 600 metros quadrados (m²), e contou com um aporte de recursos de aproximadamente R$6 milhões para as obras de adequação, infra-estrutura e atualização tecnológica dos dois equipamentos de 1,5 tesla, para atender as necessidades do atendimento prestado aos pacientes ambulatoriais do Complexo HC.

Outra conquista foi a aquisição do aparelho Philips Achieva de 3 tesla, via projeto de Cooperação Interinstitucional de Apoio a Pesquisas sobre o Cérebro (CINAPCE), que é um equipamento que reúne o que existe de mais avançado em termos de tecnologia nessa área, pois suas imagens têm maior resolução espacial, ou seja, maior relação sinal/ruído, o que garante aos estudos de ressonância magnética funcional, tratografia e espectroscopia uma maior eficácia e vantagens para realização de pesquisa de ponta, e que há um pouco mais de um mês está em fase de testes no Instituto.

O CINAPCE é um projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), cuja linha de estudo é pesquisar os avanços no diagnóstico por imagem do cérebro em epilepsia, e envolve três universidades, que receberam os aparelhos de ressonância magnética de 3 tesla – FMUSP, a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP e a Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas (Unicamp), para o desenvolvimento dessas atividades, que conta com uma parceria científica com a empresa Philips.

O professor Giovanni Guido Cerri, da FMUSP, e a professora Claudia da Costa Leite, da Radiologia, coordenam esse projeto, que tem duração inicial prevista de quatro anos, e conta com o envolvimento dos departamentos da Neurologia e Psiquiatria, totalizando 12 pesquisadores principais em todo o Complexo.

Segundo os professores é a primeira vez no Brasil que um aparelho de ressonância magnética será utilizado predominantemente para pesquisa em epilepsia, beneficiando diretamente as pessoas portadoras dessa doença, melhorando sua qualidade de vida devido precisão diagnóstica, ao acompanhamento da origem dos sintomas e da evolução terapêutica, que criam oportunidades para o desenvolvimento de novos tratamentos, além de contribuir para o aumento da produtividade do serviço que terá uma parcela dos horários do aparelho RM 3T, disponibilizados para o atendimento à população.

Na oportunidade também serão apresentadas as áreas de Radioterapia e Radiologia Geral, recentemente entregues, com padrões pioneiros na adoção de inovação e incorporação de  novas tecnologias em serviço público.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Hospital das Clinicas

Mais informações: (11) 3069-7675 / 6718

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15478-fcf-r

farmácia
FCF realiza campanha de diabetes, com testes de glicemia
Durante a Semana Universitária Paulista de Farmácia e Bioquímica, que acontece de terça (14) à quinta-feira (15), na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP,  será realizada a oitava edição da "Campanha de Diabetes". Alunos de graduação da própria Faculdade realizarão, das 8 às 12 horas, testes rápidos de glicemia sob a orientação dos professores Mário Hirata e Rosário Hirata.

Atualmente, o diabetes, doença metabólica que afeta a absorção de açúcar, atinge 246 milhões de pessoas no mundo. Estima-se que em 2025 este valor aumente para 380 milhões. Calcula-se que no Brasil existam cerca de 10 milhões de pessoas com diabetes, sendo que 50% deste total desconhecem sua condição. Se não tratado, o diabetes pode agravar e ocasionar lesões no organismo, sendo importante a sua detecção o quanto antes.

A campanha será gratuita e aberta ao público geral. Para participar, é desejável estar em jejum de 12 horas, podendo ingerir nesse período somente água. A FCF fica na Av. Prof. Lineu Prestes, 580, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-3660 ou e-mail campanhadediabetes@yahoo.com.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15480-c

esalq
Cepea constata evolução no PIB do agronegócio brasileiro
O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro estimado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luis de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, com o apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), cresceu 0,9% em julho, registrando, assim, ligeira aceleração em relação ao mês anterior (0,87%). Desta forma, o agronegócio nacional acumula expansão de 6,75% nos sete primeiros meses de 2008.

O agronegócio da agricultura cresceu 0,94% no mês corrente, melhorando sua performance em relação a junho (0,81%) e acumulando um crescimento de 6,79% no ano. Tal desempenho deve-se à ligeira melhora no segmento da indústria de processamento vegetal, que, por sua vez, alavanca a distribuição. Por outro lado, o segmento dentro da porteira, embora mantenha bons números, tem registrado taxas cada vez menores.

Em Minas Gerais, o PIB do agronegócio acompanha o crescimento. Em julho, teve alta de 1,74% acumulando expansão de 13,24% nos sete primeiros meses do ano, segundo cálculos do Cepea, com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa). Neste estado, o segundo semestre inicia com insumos ainda crescendo de forma acelerada e à frente dos demais segmentos.

O relatórios completos sobre o PIB do agronegócio estão disponíveis no site do Cepea. www.cepea.esalq.usp.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Cepea


Mais informações: (19) 3429-8837 / 8836, com os pesquisadores responsáveis pelo cálculo, professores Geraldo Barros, Arlei Fachinello e Adriana Ferreira Silva, no Laboratório de Informação do Cepea, ou pelo email cepea@esalq.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15468-sim

literatura
Simpoesia destaca momento da poesia contemporânea brasileira
A USP é uma das entidades que promove a primeira edição do Simpósio de Poesia Contemporânea (Simpoesia), que acontece entre terça (14) e sábado (18). Quem também constitui a realização do evento são a Casa das Rosas, o Museu da Língua Portuguesa, a Academia Internacional de Cinema e a Secretaria de Cultura do Estado. 

O evento contará com a presença de 50 poetas brasileiros, de diferentes regiões do país, incluindo autores já reconhecidos, como Claudia Roquette-Pinto, Roberto Piva, Glauco Mattoso, Ricardo Aleixo e Frederico Barbosa, e também jovens poetas.

Durante o  evento, a Casa das Rosas apresentará mostras de videopoesia do poeta cearense Eduardo Jorge, técnica que combina imagem, som, palavra, movimento e tecnologia eletrônica. Haverá também apresentação de poesia visual, com trabalhos de Ricardo Aleixo, Elson Fróes, Marcelo Sahea e Delmo Montenegro, além de recitais, shows poético-musicais e debates. A programação na Casa das Rosas acontecerá entre os dias 14 e 17.

Já o Museu da Língua Portuguesa abrigará, no dia do encerramento, sábado (18), um recital poético com Claudio Daniel, Frederico Barbosa, Tatiana Fraga, Greta Benitez, Donny Correia, Pablo Araújo, Camila do Vale, Marcelo Tápia, Mônica Costa, Edilamar Galvão, Michel Sleiman, Ruy Vasconcelos e Paulo de Toledo.

Na USP, debates, palestras e recitais ocupam a agenda nos quatro primeiros dias do evento e acontecerão sempre na sala 226 do prédio de Letras da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). A Academia Internacional de Cinema também realizará um recital no último dia do Simpoesia, com Adriana Zapparoli, Contador Borges, Eduardo Jorge, Horácio Costa, Virna Teixeira e Leonardo Gandolfi.

A programação é gratuita e inclui recitais poéticos, performances, palestras, debates e shows musicais.

Os endereços são: FFLCH, Prédio de Letras, sala 226, Av. Prof. Luciano Gualberto, 403, Cidade Universitária, São Paulo, telefone (11) 3091-4298;  Casa das Rosas, Av. Paulista, 37,  Bela Vista, São Paulo, telefone (11) 3285-6986 ou (11) 3288-9447, ou site www.poiesis.org.br/casadasrosas; Academia Internacional de Cinema, Rua Dr. Gabriel dos Santos, 142, Higienópolis, São Paulo, telefone (11) 3826-7883, e-mail info@aicinema.com.br, site www.aicinema.com.br; Museu da Língua Portuguesa, Praça da Luz, s/nº, São Paulo, telefone (11) 3326-0775, ou e-mail museu@museudalinguaportuguesa.org.br, ou site www.museulinguaportuguesa.org.br.

(Com informações da Comunicare Consultoria de Comunicação)

Mais informações: (11) 5594-4174

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 11, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9704/especiais/carbono-acumulad

EspeciaisDe acordo com estudo publicado na revista Biota Neotropica, modelo alométrico é o melhor método para calcular estoques de carbono na Mata Atlântica. Estima-se que o desmatamento já tenha liberado 13 milhões de toneladas de carbono e restam ainda 900 mil toneladas

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9705/especiais/questao-de-quali

EspeciaisEstudo avalia percepção de pesquisadores latino- americanos sobre produção científica no continente. Maioria vê queda de qualidade e critica capacidade de produção de artigos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9706/divulgacao-cientifica/chei

Divulgação CientíficaPesquisa aponta que dinossauros carnívoros tinham boa capacidade olfativa, assim como a ave primitiva Archaeopteryx, condição que não foi mantida nas aves atuais

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9707/noticias/fisica-de-particu

NotíciasAdaptação para TV do livro O discreto charme das partículas elementares, da física Maria Cristina Abdalla, será exibida na TV Cultura nesta segunda-feira (10/11), às 19h30

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9708/agenda/forum-de-reitores-b

AgendaNo evento, que ocorre nos dias 12 a 14 de novembro, em Cuiabá, representantes dos dois países conhecerão as diferentes interfaces de funcionamento dos sistemas educacional e de ciência e tecnologia

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9709/agenda/6-workshop-do-insti

AgendaEvento tem o objetivo de debater os desafios e soluções para a gestão de desenvolvimento de produtos ou serviços inovadores. Dias 17 e 18 de novembro, em São Carlos (SP)

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 12, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9564/especiais/inseticida-genet

EspeciaisPesquisador da Faculdade de Saúde Pública da USP desenvolve técnica para produção de mosquito geneticamente modificado que, ao ser liberado na natureza, pode contribuir para o controle dos pernilongos domésticos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9565/especiais/saude-em-segundo

EspeciaisEstudo analisa o papel de agentes de segurança penitenciária no acesso dos detentos aos serviços de saúde. Preocupações se concentram nos riscos à integridade pessoal

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9566/divulgacao-cientifica/fato

Divulgação CientíficaDois estudos independentes, publicados na Nature Genetics, identificam variantes genéticas que contribuem para aumentar em sete vezes o risco de calvície masculina

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9567/noticias/primeiros-passos-

NotíciasIntegrantes do Programa Antártico Brasileiro farão primeira expedição científica nacional ao interior do continente gelado

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9568/noticias/pesquisas-em-agro

NotíciasCNPq e Ministério da Agricultura divulgam edital para financiar pesquisas e capacitação de recursos humanos em quatro linhas de ação voltadas para a agropecuária. Projetos até 24 de novembro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9569/agenda/2-encontro-de-cienc

AgendaEvento da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior ocorrerá de 27 a 29 de outubro, em Guarapuava (PR)

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9570/agenda/2-simposio-de-atual

Agenda“Viveiros florestais para produção de espécies nativas” e “Indicadores de avaliação de monitoramento” serão temas abordados de 28 a 30 de outubro, na capital paulista

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 13, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

vagas
IEB abre concurso para especialista em laboratório
Estão abertas inscrições para vaga de especialista em laboratório no Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP. Os requisitos estão no edital.

As inscrições vão até sexta-feira (17) e podem ser feitas no Serviço de Pessoal do IEB (Av. Professor Mello Morais, travessa 8, 140, Cidade Universitária, São Paulo). A ficha de inscrição que deve ser entregue preenchida está disponível no site www.ieb.usp.br/procselet.

Mais informações: (11) 3091-2415 ou www.ieb.usp.br/procselet

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15482-f

FEA
Fórum debate crise e novo papel do Brasil na economia mundial O Fórum Economia: o novo papel do Brasil no mundo, que acontece na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, pretende discutir como o Brasil, sendo uma potência, participará do rearranjo mundial causado pela crise.

Perguntas como "o atual arcabouço financeiro mundial, com suas crises cataclísmicas, instabilidade e finanças turbinadas, nos serve?" ou "o Brasil tem poder para mudá-lo ou a saída é conviver com essa realidade?" serão as bases para as discussões entre Eduardo Gianetti, doutor em economia pela Universidade de Cambridge (Inglaterra) e vencedor de dois prêmios Jabutis; Fabio Kanczuk, engenheiro eletrônico formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e doutor em economia pela Universidade da Califórnia (Los Angeles, Estados Unidos); Celso Luiz Martone, professor titular da FEA; e Paulo Levy, mestre em economia pela Universidade da Califórnia e pesquisador do Instituto de Pesquisa e Economia Aplicada (IPEA) da USP.

O evento, parte integrante da comemoração dos 40 anos da revista Veja, acontece na quarta-feira (15), a partir das 19h30 no Auditório FEA-5 (Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo). Gratuito, ele é restrito a alunos da FEA.

Mais informações: (11) 3673-4452 ou email caio@rlcpress.com.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15447-e

Paisagismo
Projeto da FAU faz "raio-X"  e coloca em discussão praças e parques do Brasil
 
O professor Sílvio Soares Macedo, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, diz que, quando viajava pelo Brasil, via muitos trabalhos interessantes na área de paisagismo, mas que era muito difícil encontrar estudos precisos sobre esses espaços públicos. As pesquisas estavam voltadas quase exclusivamente para a figura de Roberto Burle Marx, o mais conhecido paisagista brasileiro, criador, entre outros, dos projetos paisagísticos do Aterro do Flamengo, no Rio de janeiro e do Eixo Monumental, em Brasília. O jeito, então, era pôr a mão na massa e catalogar tais projetos. Assim nasceu o Projeto Quadro Paisagístico Nacional (Projeto Quapá), em 1994.

Seus primeiros anos foram dedicados à criação de um painel da evolução do paisagismo brasileiro e de um banco de dados sobre projetos públicos como praças, parques e calçadões. Os espaços eram fotografados e desenhados como estavam no dia da visita dos pesquisadores. Assim era possível comparar seu estado presente e o projeto original. Isso quando havia um disponível, já que boa parte destas áreas não foi planejada por paisagistas. Foram catalogados espaços públicos de 36 cidades brasileiras, todas capitais ou cidades de porte médio.

Em 1999, foi lançado o primeiro livro baseado nos dados coletados durante a pesquisa.  "Quadro do Paisagismo no Brasil", de autoria do próprio professor Sílvio Soares Macedo, aborda o percurso da arquitetura paisagística nacional do século XVIII até a década de 1990. Dois livros foram publicados em 2002, um sobre as praças e outro sobre os parques urbanos brasileiros, e mais dois estão sendo finalizados, entre eles "Paisagismo Contemporâneo Brasileiro e Paisagistas Brasileiros: Depoimentos". Sobre este último, Macedo diz que sempre quis documentar os trabalhos paisagísticos em espaços privados, mas que há uma dificuldade grande de acesso a estes lugares. A forma que encontrou para fazer isso foi entrevistar 30 paisagistas brasileiros de renome, os mais importantes de diversos estados. Os livros devem ser lançados até o ano que vem.


Ao ver chegar ao fim o “trabalho bruto”, a catalogação, há aproximadamente dois anos, a equipe mudou o foco do trabalho. O objetivo do projeto agora é avaliar a distribuição, a qualidade e a conservação dos espaços livres das maiores cidades brasileiras. A esse novo empreendimento chamaram Quapá Sistema de Espaços Livres. (Quapá SEL). O professor explica que o conceito de espaço livre vai além da idéia de área verde, englobando também  outras áreas utilizadas pela população para seu lazer, como praias e até ruas.

 Orla da praia de Costa Azul, em Rio das Ostras (RJ)
O método escolhido para avaliar tais aspectos foi a organização de colóquios com a presença de órgãos públicos, representantes do mercado imobiliário, ONGs, entre outros. São três dias de trabalho. No primeiro, o grupo faz um reconhecimento aéreo da cidade. “Pelas imagens de fotografias aéreas recentes, fazemos uma avaliação da quantidade de espaços livres existentes por quadra”, comenta o professor. Nos dias seguintes as entidades envolvidas realizam apresentações sobre os problemas que encontraram e os discutem em grupos de trabalho. “Cada grupo tem uma temática relacionada aos espaços livres, como as novas atividades, os novos projetos, manutenção, a questão ambiental e o mercado imobiliário”, explica Macedo.

A idéia é estudar os espaços que as pessoas utilizam para seu lazer considerando as especificidades de cada localidade. “Na região de Porto Velho, por exemplo, a cidade fica vazia nos finais de semana e feriados porque eles vão para os igarapés fora da cidade. Em São Paulo, quantas pessoas não vão para Santos ou para o Guarujá? O parque do paulistano é, entre aspas, a praia.”

Problemas
Macedo diz que os problemas mais freqüentemente discutidos nesses colóquios relacionam-se à gestão das áreas. “Você cria os espaços, gasta uma grana preta e não os mantêm.” Ele cita as praças da capital paulista como exemplos dessa situação. “São Paulo é uma vergonha. Em geral, as políticas de manutenção são muito precárias. E as equipes técnicas não sabem fazer projetos adequados às demandas ou às possibilidades de manutenção”.

Praça General Milton Tavares, em São Paulo (SP)
Além da má conservação, as praças e os parques paulistanos enfrentam outro problema: são constantemente ocupados, de diversas formas. Seja irregularmente, por favelas, por exemplo, ou pelo próprio poder público, que constrói escolas e edificações em tais lugares. Apesar do descaso com suas praças, os parques de São Paulo são muito elogiados por Macedo. Ele cita como exemplos de projeto e administração os parques Cidade de Toronto (em Pirituba), Severo Gomes (Granja Julieta), Burle Marx (Campo Limpo), Villa-Lobos (Alto de Pinheiros) e o Ibirapuera.

Mas há municípios que, independentemente de sua riqueza, investem mais na criação e na manutenção dos espaços públicos. “Não é questão de ser mais rico e menos ricos. Você tem uma cidade como Rio Branco, que não é a mais rica do país, mas investe muito em espaço público”, afirma o professor.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15483-tus

teatro
Tusp apresenta "A Flor Boiando Além da Escuridão"
O Teatro Antropomágico e a Micrantos Cia. de Danças apresentam o espetáculo A Flor Boiando Além da Escuridão, de Joana Lopes (com interpretação de Andreia Yonashiro). Joana Lopes é diretora teatral especialista em espetáculos de teatro-coreográfico, fundadora do Teatro Antropomágico que, para este projeto, em parceria com a Micrantos Cia. De Danças, investigou as referências históricas da dança expressionista alemã e da literatura moderna japonesa. Andreia Yonashiro é bailarina, pesquisadora do movimento e patinadora artística no gelo, tendo recebido recentemente um prêmio da Rede Globo de Televisão.

A peça será apresentada no Teatro da USP (Tusp), sábado (18), às 21 horas e domingo (19), às 20 horas. O Tusp fica na Rua Maria Antônia, 294, Consolação, São Paulo. A classificação etária é de 14 anos e a entrada é gratuita.

Mais informações: (11) 3255-7182, www.usp.br/tusp ou www.tusp.blogspot.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15484-hc-de

Reabilitação
HCFMRP atenderá amputados encaminhados pela rede pública O Centro de Reabilitação (CER) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP anuncia que irá prescrever o uso de próteses e procedimentos  reabilitatórios a pacientes oriundos da rede pública.

Os atendimentos serão realizados no Ambulatório de Amputados do centro, inaugurado em agosto deste ano e instituído para atender pacientes que tiveram membros do corpo removidos em consequência de traumas, tumores ou problemas vasculares. O novo ambulatório foi criado para assistir casos de alta complexidade encaminhados pelo HCFMRP ou por hospitais da rede pública de saúde. Ele é composto por uma equipe multidiscliplinar que engloba especialistas em ortopedia, cirurgia vascular, fisiatria, fisioterapia, terapia ocupacional, serviço social, enfermagem e psicologia.

Não há previsão de quando começará o atendimento aos pacientes referenciados pela rede pública. O CER aguarda o término da fase de organização dos protocolos que definem o tipo de caso clínico que será encaminhado para o ambulatório.

Mais informações: (16) 3602-2843

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15486-pesqu

Imunologia
Pesquisa da FMRP sobre tuberculose é premiada pelo CNPqA pesquisa Avaliação da resposta imune em modelo de co-inflamação alergia x tuberculose, realizada na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, ganhou o segundo lugar no prêmio Destaque do Ano em Iniciação Científica 2008 - Área de Ciências da Vida, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e anunciado na semana passada. O trabalho constatou que camundongos infectados pelo bacilo causador da tuberculose melhoram quando são induzidos a ter alergia.

O estudo, realizado pela estudante de ciências biológicas Lívia Weijenborg Campos no Departamento de Bioquímica e Imunologia da FMRP, abre perspectivas para o desenvolvimento de terapias imunológicas contra a tuberculose. O objetivo inicial da pesquisa era estudar se a alergia poderia prejudicar a ação de uma vacina contra a tuberculose. Mas os resultados mostraram exatamente o contrário: morriam mais bacilos nos camundongos que desenvolviam alergia.

A próxima etapa da pesquisa será avaliar quais os marcadores envolvidos nessa suposta proteção contra a tuberculose conferida pela alergia.

Mais informações: (16) 3602-3089

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/45-tecnologia/15487-

arquitetura
Projeto Pix desenvolve fachada interativa em São CarlosImagine um painel vertical medindo 2,80 metros (m) de largura x 10 m de altura ocupando a fachada inteira de uma casa. Não se trata de um painel de publicidade, mas sim de um display de baixa resolução, o equivalente a 400 pixels, através do qual poderão ser visualizadas imagens e animações luminosas. Esta fachada interativa recebeu o nome de Projeto Pix.nomads e faz parte do mestrado da arquiteta Gabriela Carneiro, no Núcleo de Estudos de Habitares Interativos (Nomads) da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP.

O projeto está sendo instalado na fachada do edifício sede do grupo (chamado de 001). O prédio, construído em 1999, é um protótipo de habitação social de três andares, cuja divisão espacial reflete preocupações do grupo sobre a necessidade de redesenho do espaço doméstico contemporâneo.

Ao se olhar para a fachada da casa, vê-se uma cobertura vertical de fibra de vidro translúcida, que funciona como uma espécie de “parede”. Essa cobertura vertical fica fixada a uma grelha de madeira que fica na parte interna da casa. Nessa face interna, os quadrados formados pela grelha foram utilizados como suporte para a instalação de LEDs (sigla em inglês para Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz).

“Esses LEDs são controlados individualmente por uma placa microcontroladora que recebe e reproduz informações de imagens e animações luminosas, visualizadas através da cobertura vertical de fibra de vidro translúcida por quem estiver do lado de fora da casa”, explica a pesquisadora Gabriela Carneiro. Em cada um dos quadrados da grelha de madeira foram instalados três LEDs, que exibem as cores azul, vermelho e verde. No total, são 1.200 diodos emissores de luz agrupados de três em três, que formam uma espécie de display de 400 pixels. “Uma das vantagens de usar os diodos é que eles apresentam um baixo consumo de energia, são fáceis de serem manipulados e possuem alta durabilidade”, aponta.

De acordo com a pesquisadora, o Projeto Pix atua como uma plataforma por meio da qual diversas possibilidades de interação e usos podem ser exploradas.“Nossa proposta inicial é explorar a distribuição da computação no espaço físico da casa e seu acionamento a distância. Conforme este projeto for sendo colocado em prática, haverá a descoberta de novos usos para a fachada interativa”, comenta.

Interface web
O projeto conta com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e faz parte do Tidia.Ae, projeto de internet avançada da agência de fomento paulista. O Pix.nomads foi iniciado em abril deste ano e sua primeira etapa deve estar finalizada até o próximo mês de dezembro. “A idéia é que, inicialmente, os internautas possam, mediante cadastramento, inserir imagens e animações luminosas, utilizando um editor de animação, via interface web”, conta.

Sobre as imagens e animações luminosas elaboradas pelos internautas, Gabriela informa que será determinado um tempo de exibição durante o qual cada uma ficará no ar. “Se for determinado 10 minutos, poderá ser uma animação com duração de 10 minutos exibida uma única vez. Caso ela tenha um minuto de duração, poderá ser repetida 10 vezes”, exemplifica. Todas as animações serão salvas em um banco de dados, sendo que os usuários poderão a qualquer momento acessá-las e editá-las. As últimas dez animações adicionadas serão exibidas na fachada interativa.

Gabriela conta que os pesquisadores do Nomads sempre pensaram os quadrados da grelha como um pixel de uma tela. A concretização dessa idéia surgiu após a arquiteta ter atuado como pesquisadora visitante no Departamento de Cultura da Interface da Kunstuniversität, em Linz, na Áustria, de março a setembro de 2007. Após o contato com os professores da universidade austríaca, ela trouxe idéias para a viabilização do projeto pelo Nomads.

Atualmente, o grupo é formado por pesquisadores de diversas áreas do conhecimento. “Há arquitetos que acabam trabalhando com computação e alunos de Física, Informática e Computação que acabam tendo de lidar com arquitetura”, comenta. A equipe principal é composta por outras três pessoas, além de Gabriela: os alunos de graduação Edmundo Macha, do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), e Erick Mazieiro, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), além do coordenador do Nomads, o professor Marcelo Tramontano.

Proteção e vídeo streaming
A arquiteta informa que o mestrado dela é apenas uma das pesquisas em andamento envolvendo a fachada interativa. Outros pesquisadores já se envolveram com o desenvolvimento da fachada. Atualmente, uma outra vertente de trabalho cuida de aspectos complementares do projeto. Os alunos de graduação Vitor Sanches, Bruna Biagioni e Carolina Passos, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, vão instalar uma proteção aos LEDs. O motivo é que a grelha de madeira onde os diodos foram instalados fica ao lado da escada que dá acesso aos andares superiores do 001. “Essa proteção evitaria que os LEDs fossem danificados durante o sobe e desce de pesquisadores aos outros andares”, conta.

Outra proposta é fazer com que as animações exibidas possam ser vistas em tempo real, via internet, por meio de vídeo streaming, recurso que agiliza o download de vídeos na rede mundial de computadores. Para isso, está prevista a construção de um totem em frente à fachada interativa. O totem servirá como suporte da câmera e também conterá informações sobre o projeto para que os demais estudantes, professores e funcionários do campus de São Carlos tenham acesso à pesquisa desenvolvida no grupo.

Mais informações: (16) 3373-8297, email nomads@sc.usp.br ou site www.nomads.usp.br/site/pix. Pesquisa orientada pelo professor Marcelo Tramontano

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15488-cor

Música
Corais de pessoas com deficiência auditiva se apresentam em Bauru Dois corais compostos por crianças e adolescentes com deficiência auditiva que realizam tratamento no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP se apresentarão nos dias 16 e 17, em Bauru, durante a décima-quarta Mostra de Arte sem Barreiras.

Na quinta-feira (16), às 9 horas, a regente Kátia Fugiwara de Oliveira conduz as 36 crianças que formam o coral do Centro Educacional do Deficiente Auditivo (Cedau). O repertório será composto de canções infantis como Seu Lobato, Samba Lelê e Se Essa Rua Fosse Minha. Todas as crianças do Cedau são usuárias de aparelhos auditivos ou receberam implante coclear.

Na sexta-feira (17), às 14 horas, será a vez do Coral Vibrar, do Núcleo Integrado de Reabilitação e Habilitação (NIRH), realizar sua apresentação em linguagem de sinais. Regido pela pedagoga Valderes Elena Rodrigues da Silva, o Coral Vibrar é composto por 20 pacientes surdos que utilizam a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para se comunicar. Entre as canções que serão apresentadas estão Novo Tempo, de Ivan Lins e Vitor Martins, e É Preciso Saber Viver, de Roberto Carlos.

A Mostra de Arte sem Barreiras será realizada até sexta-feira (17), com entrada gratuita. As apresentações acontecem no Teatro Municipal de Bauru, que fica na Avenida Nações Unidas, 8-9, Centro.

Mais informações: (14) 3235-8402

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15489-q

internacional
Intercâmbios políticos e mediações culturais nas Américas na FFLCH
Entre quarta (15) e sexta-feira (17), acontece na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP o seminário internacional Intercâmbios Políticos e Mediações Culturais nas Américas, com o tema "Cultura e Política nas Américas: Circulação de Idéias e Configuração de Identidades (séculos XIX e XX)".

Entre os temas abordados nos seminários estarão: "Circuitos e diálogos entre intelectuais: América Latina e Espanha", ministrado pela professora Eliana Regina de Freitas Dutra, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); "O Brasil no circuito dos livros: A Coleção Brasiliana na fronteira de uma sociedade intelectual e da diplomacia cultural", ministrado pela professora Maria Helena Rolim Capelato, do Departamento de História da FFLCH; "Intelectuais orteguianos na América Latina", ministrado por Nicolas Shumway, professor da University of Texas at Austin, Estados Unidos;  "Sociabilidades intelectuais interamericanas", ministrado pelo professor Antônio Carlos Amador Gil, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

O evento acontece no Anfiteatro de História, no prédio de História e Geografia, na Av. Prof. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo. O evento é gratuito. As inscrições podem ser feitas pelo email projetoamerica@hotmail.com com Valdir Donizete dos Santos Junior.

Mais informações: projetoamerica@hotmail.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15490-mar

plásticas
Maria Antonia inaugura duas exposições de arte contemporânea
Comemorando o seu segundo ano de existência, o Instituto de Arte Contemporânea (IAC) inaugura na terça (14) duas mostras de arte brasileira no Centro Universitário Maria Antonia da USP: Absorção e intimismo em Volpi, com curadoria da professora Sônia Salzstein, do Departamento de Artes Plásticas da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP; e Amilcar de Castro e Sergio Camargo: obras em madeira, organizada por Taísa Palhares, doutoranda em Estética e Filosofia da Arte pela USP. A inauguração é restrita a convidados e acontece das 19 às 22 horas.

A Absorção e intimismo em Volpi apresenta 28 pinturas realizadas por Alfredo Volpi entre o fim da década de 1950 a início dos anos 1970. A maior parte das obras é proveniente de coleções privadas, que o público brasileiro pouco conhece. Já Amilcar de Castro e Sergio Camargo: obras em madeira traz um conjunto de 37 esculturas e relevos em madeira de dois dos principais escultores da arte brasileira da segunda metade do século 20.

A abertura ao público acontece na quarta (15) e permanece em exposição de terça a sábado, das 10 às 18 horas, e domingos, das 12 às 17 horas. A exposição fica aberta até 25 de janeiro de 2009. A entrada é gratuita. O IAC fica no Edifício Joaquim Nabuco do Maria Antonia, na R. Maria Antonia, 258, Vila Buarque, São Paulo.

Mais informações: (11) 3255-2009, ou site www.iacbrasil.org.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15491-cin

cinema
Cinusp apresenta filmes da mostra Docudrama
Até o dia 31 , o Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp) apresenta filmes da mostra Docudrama. Buscando novos formatos televisivos, emissoras inglesas e americanas reavivam as reconstituições criminais que, com seu poderoso efeito imaginativo, logo ganharam a simpatia e a audiência do público encorajando produções de longas metragens. Hoje os docudramas são inúmeros, mas classificá-los como tal ainda é uma tarefa complicada.

Os filmes exibidos serão:

A Batalha de Argel (La Battaglia di Algeri, Argélia/Itália, 1965, 117’), de Gill Pontecorvo, com exibições dias 29 e 31 às 16 horas, e dia 30 às 19 horas;

Boa Noite e Boa Sorte (Good Night, and Good Luck, EUA, 2005, 93’), de George Clooney, com exibições dias 13 e 16 às 16 horas, e dias 14 e 17 às 19 horas;

O Caso dos Irmãos Naves (Brasil, 1967, 92’), de Luis Sérgio Person, com exibição dia 29 às 19 horas;

O Filho
(Bélgica/ França, 2002, 103’), de Jean-Pierre e Luc Dardenne, com exibições dias 14 e 17 às 16 horas, e dia 15 às 19 horas;

Lucie Aubrac (França, 1997, 115’), de Claude Berri, com exibições dias 22 e 30 às 16 horas, e dia 31 às 19 horas;

Na Natureza Selvagem (EUA, 2007, 140’), de Sean Penn, com exibições dias 20 e 23 às 16 horas, e dias 21 e 24 às 19 horas;

A Rainha (Inglaterra / França / Itália, 2006, 97’), de Stephen Frears, com exibições dias 21 e 24 às 16 horas, e dias 20 e 23 às 19 horas;

Serras da Desordem (Brasil, 2006, 135’), de Andrea Tonacci, com exibições dia 15 às 16 horas, e dias 13 e 16 às 19 horas;

Última Parada 174
(Brasil, 2008, 110’), de Bruno Barreto, com exibição única da pré-estréia no dia 22 às 19 horas.

A entrada é gratuita e as senhas (uma por pessoa) serão distribuídas na Administração do Cinusp (favo 37) uma hora antes do início da sessão. Serão distribuídas 90 senhas. O Cinusp fica na Rua do Anfiteatro, 181, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-3540 ou site www.usp.br/cinusp

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15492-na-

bauru
Na FOB, mostra de pinturas com a técnica encáustica
O Projeto Atelier & Arte promovido pela Seção de Eventos Culturais e Esportivos da Prefeitura do Campus Administrativo de Bauru (PCAB) da USP realiza a exposição "A arte sob um novo olhar", do artista Dárcio Bombonatti.

O vernissage ocorrerá na quinta-feira (16), a partir das 17 horas, no saguão de entrada da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP, onde serão expostas 23 pinturas. A técnica usada nas obras é encáustica sobre tela, em estilo moderno.

A encáustica é uma técnica que utiliza raros procedimentos em pintura, aplicada por artistas na Grécia e no Egito antes de Cristo. As cores são preparadas com pigmentos naturais, aglutinados com diversos vernizes especiais e cera de abelha, seguindo fórmulas, controle de temperatura e uma enorme gama de procedimentos.

A mostra tem entrada gratuita e será realizada até o dia 31, das 8 às 18 horas de segunda à sexta-feira. A FOB localiza-se na Alameda Dr. Octávio Pinheiro Brisolla 975, Vila Universitária, Bauru.

(Com informações da Assessoria de Comunicação da FOB)

Mais informações: (14) 3235-8394

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15493-edi

livros
Editora Humanitas, da FFLCH, apresenta seus novos lançamentos
A Editora Humanitas, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP lançou recentemente os seguintes livros:

A Fresta: ex-moradores de rua como camponeses num assentamento pelo MST (Humanitas, 346 páginas, R$40,00), de Marcelo Gomes Justo. A obra mostra que a luta pela terra organizada pelo MST pode ser uma alternativa aos moradores de rua se conectá-los a redes mais resistentes do que aquelas que se encontram nas ruas.

Italianos sob a mira da polícia política (Humanitas, 342 páginas, R$35,00), de Viviane Teresinha dos Santos. A obra perscruta os caminhos da repressão política que mapeava e oprimia as atividades “subversivas” dos cidadãos italianos, a partir da leitura dos prontuários produzidos pelo Departamento de Ordem Política e Social (DEOPS).

Educação e Talmud: uma releitura da ética dos pais (Humanitas, 218 páginas, R$20,00), de Ana Szpiczkowski. Este livro procura orientar o estudo e a recuperação do Tratado de Pirkei Avot - Ética dos Pais, que integra o Talmud, à luz das modernas teorias da educação. Permite o resgate de noções fundamentais relacionadas, principalmente, a atitudes e comportamentos do mestre e do aprendiz.

Pañcatantra: fábulas indianas - volume II e III (Humanitas, 222 páginas, R$25,00), de Maria da Graça Tesheiner, Marianne Erps Fleming e Maria Valíria Aderson de Mello Vargas. A obra mostra a importância dos ensinamentos da tradição indiana, que se revela quando são utilizados nas situações práticas da vida diária. Seguindo os cânones de narrativa indiana, o fluxo do texto é entrecortado por encaixes de histórias e interpolações desentenças gnômicas.

Como elaborar referências bibliográficas (Humanitas, 100 páginas, R$7,00), André Figueiredo Rodrigues. Este livro, baseado nas normas da ABNT, tem o objetivo de auxiliar e fornecer aos alunos orientações para a elaboração de Referências Bibliográficas nos trabalhos acadêmicos.

Todos os livros citados encontram-se à venda no site da livraria, na livraria Humanitas-Discurso e ainda em todas as distribuidoras que possuem parceria com a Humanitas.

A LIvraria Humanitas-Discurso fica no Departamento de Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, na Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, Cidade Universitária, São Paulo. Os contatos são: (11) 3091-3728 e 3091-3796, ou pelo e-mail humanitas.disc@usp.br.

A Editora Humanitas fica no Prédio da Administração da FFLCH, na Rua do Lago, 717, Cidade Universitária, São Paulo.Os contatos são: (11) 3091-2920 e 3091-4593, ou pelos e-mails editorahumanitas@usp.br e marina.viski@usp.br.

Mais informações: (11) 3091-3728 e 3091-3796, ou e-mail humanitas.disc@usp.br na Editora Humanitas-Discurso; ou (11) 3091-2920 e 3091-4593, ou pelos e-mails editorahumanitas@usp.br e marina.viski@usp.br, na Editora Humanitas

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

fonoaudiologia
Estudo da FOB é premiado em evento científico nacional
Uma pesquisa da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP recebeu o Prêmio Excelência em Fonoaudiologia 2008. A dissertação de Mestrado Levantamento das alterações auditivas na população urbana do município de Monte Negro-RO foi desenvolvida por Ariádnes Nóbrega de Oliveira e Ana Karolina Zampronio Bassi. A premiação aconteceu durante o 16º Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, realizado entre os dias 24 e 27 de setembro, na cidade de Campos do Jordão (interior de São Paulo).

O trabalho foi realizado durante a expedição do Projeto USP em Rondônia, que desde 2002 presta atendimento odontológico e fonoaudiológico à população local, através de uma equipe itinerante de estudantes e profissionais. O Mestrado foi orientado por Maria Cecília Bevilacqua, professora do Departamento de Fonoaudiologia da FOB, com apoio técnico da Organização Mundial da Saúde (OMS) e apoio financeiro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e consiste num levantamento das alterações auditivas da população da cidade de Monte Negro, em Rondônia.

Ao todo, 577 pessoas passaram pelos seguintes exames: meatoscopia, avaliação tonal limiar da audição, avaliação comportamental da audição e imitanciometria. O resultado dos testes constatou que a prevalência das perdas auditivas incapacitantes foi de 3,81%. Esse resultado é condizente com os resultados obtidos nos países em desenvolvimento. Conclui-se então, que há necessidade de se exigir políticas públicas de saúde auditiva na região.

Mais informações: (14) 3235-8000

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

oportunidade
HC contrata médicos de duas especialidades para plantão
O Serviço de Gastroenterologia Clínica do Instituto Central (IC) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FMUSP) da USP admite médicos ultrassonografistas e médicos com residência em gastroenterologia clínica ou clínica médica para plantão de 12 horas diurnas.

Os interessados deverão ter vínculo empregatício com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. O valor do plantão é de R$660,00 e as inscrições terminam no dia 20 de outubro, às 16 horas.

Para participar, os médicos ultrassonografistas precisam ter experiência em ultrassonografia de abdômen total para a realização de exames ambulatoriais e de enfermaria em pacientes com doenças gastroenterológicas. Os médicos com residência em gastroenterologia clínica ou com, no mínimo, dois anos de residência em clínica médica irão atuar no atendimento ambulatorial de intercorrências clínicas de pacientes hepatopatas crônicos.

As inscrições devem ser feitas no Serviço de Gastroenterologia, na Av. Enéas de Carvalho Aguiar, 255 - 9º andar - sala 9159, São Paulo. A seleção acontecerá no próximo dia 21 de outubro, às 9 horas, no mesmo local da inscrição.

(Com informações da Assessoria de Imprensa do HC)

Mais informações pelo telefone: (11) 3069-7830

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9571/especiais/tecnologia-cereb

EspeciaisPrograma CInAPCe, da FAPESP, coloca em ação novo aparelho de ressonância magnética de 3 tesla, que motivou reformulação de instalações no Hospital das Clínicas. Equipamento de alta resolução será o primeiro do porte no país utilizado predominantemente para pesquisa

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9572/noticias/krugman-ganha-nob

NotíciasProfessor de Princeton e articulista do The New York Times, economista é um dos maiores críticos da atual política econômica norte-americana

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9573/divulgacao-cientifica/novo

Divulgação CientíficaA exploração de petróleo e gás abaixo da camada de sal no mar gera demanda de conhecimento e tecnologia. Leia em Pesquisa FAPESP

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9574/noticias/animais-na-cienci

NotíciasLei que estabelece procedimentos para o uso de animais em pesquisa científica é sancionada pela Presidência da República. Regulamentação deve ocorrer em até 180 dias

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9575/divulgacao-cientifica/novi

Divulgação CientíficaCapes aumenta acervo do serviço com a inclusão de títulos como a Encyclopedia Britannica Online, que oferece artigos completos de mais de 700 periódicos internacionais, e o Atlas Mundial, para análise de dados demográficos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9576/agenda/palestras-sobre-imp

AgendaDois pesquisadores do IPCC, Martin Parry, do Imperial College London, e Vicente Barros, da Universidade de Buenos Aires, serão os destaques de evento na sede da FAPESP, no dia 30 de outubro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9577/agenda/200-anos-de-anatomi

AgendaPalestras com Édson Liberti (ICB-USP) e Udo Schumacher (Hamburg Eppendorf, Alemanha) integrarão o evento que será realizado na FMUSP no dia 17 de outubro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 14, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15496-us

Ciência para todos
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia traz atrações à USP Na próxima segunda-feira (20) começa a quinta edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Algumas das atividades relacionadas à Semana acontecem na USP, mais especificamente no campus Butantã e na Estação Ciência.

Na Estação Ciência será exibida parte da programação da edição 2008 da Mostra Ver Ciência . O evento, que acontece anualmente em diversas cidades brasileiras, exibe filmes sobre temas científicos produzidos para diversas tevês do mundo. As exibições são todas gratuitas e acontecem sempre no auditório Ernst W. Hamburger da Estação. A Estação Ciência fica na Rua Guaicurus, 1394, Lapa, São Paulo.

A Praça do Relógio, localizada no campus Butantã da USP (Cidade Universitária), receberá, durante a semana, a mostra Ciência ao Vivo. São experiências científicas portáteis, idealizadas com objetivo de interagir com o público mostrando como há ciência no nosso cotidiano. Algumas destas experiências são reproduções de experimentos que fizeram sucesso na Estação. O evento da Praça do Relógio reunirá ainda outras mostras e atividades realizadas por várias unidades da USP, sob coordenação do Museu de Ciências da Universidade.

Todo ano a semana tem um tema diferente. Neste, o escolhido foi "Evolução e Diversidade", uma homenagem aos 150 anos da publicação do livro "A Origem das Espécies" de Charles Darwin. Os eventos abordarão assuntos como seleção natural, evolução social e diversidade biológica, ambiental, étnica e cultural.

Mais informações: (11) 3673-7022 (Estação Ciência), e (11) 3091-3252 (Museu de Ciências da USP)

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

Comunicação
Com novas instalações, Rádio USP torna programação mais “jovem” e jornalística
 A “nova” Rádio USP (93,7 FM) é assim: você passa por uma porta grande e chega à recepção – ampla e de piso lustroso. Mais à frente, um corredor comprido, com salas dos dois lados: à esquerda, cinco estúdios; à direita, a redação de jornalismo – isso sem contar as duas centrais e as outras salas destinados à manutenção, à internet, à eletricidade e ao cafezinho. A Rádio USP cresceu e não é mais aquela de apenas dois estúdios e uma central. O novo espaço, que demorou mais de dois anos para ser reformado e ampliado, fica no prédio da Antiga Reitoria, na Cidade Universitária, em São Paulo, e vai ser inaugurado nessa quinta (16).

O cenário descrito acima provavelmente é desconhecido para a maioria dos ouvintes – como em qualquer outra rádio. No entanto, o público vai perceber, mesmo antes de ver, esse novo espaço – tanto nas melhorias na qualidade do som e no alcance da rádio que a reforma estrutural proporciona, como na nova programação da emissora. Segundo Celso dos Santos Filho, diretor da Rádio USP, a programação vai ser cada vez mais jornalística, jovial e “com conteúdo”.

A rádio passa a ter agora programas jornalísticos de maior duração, com três horas cada (hoje eles duram duas). E, de hora em hora, dois programas vão se alternar para manter o público atualizado: “O Minuto da Notícia”, que pode durar até três minutos, e o “USP Net”, com notícias retiradas da rede. A integração da rádio com a internet, aliás, é uma das mudanças que acontecem junto da reforma, com a reformulação do site. “A rádio passa a ser globalizada. Ela poderá ser acessada em qualquer lugar no Brasil e no mundo”, diz Celso.

A interatividade é uma palavra bastante reiterada pelo diretor da rádio. Para proporcioná-la, o site da emissora terá uma ferramenta que possibilita que o ouvinte monte sua própria programação e assista a vídeos gravados na rádio. Haverá uma convergência de mídias cada vez maior, com a integração entre som, texto e imagem. “Todos os estúdios estão preparados para ter câmera e transmitir imagem”, afirma.

Outra mudança na programação é no plano musical, que passa a ser mais “jovial”. Celso afirma que a rádio continuará valorizando a música brasileira, mas também tocará música internacional. “O nosso princípio é tocar música de qualidade”, afirma. Assim, ele pretende atingir um público mais jovem. “Está entrando muita gente nova no mercado, então acho que é importante revitalizar”.

Mas a maior mudança, para Celso, é que os programas da rádio passam a ter ainda mais “conteúdo”. Segundo ele, hoje há muitas facilidades para se ouvir o que se quer (MP3, por exemplo); então, se a rádio apenas tocar música, transformando-se em um “grande vitrolão”, isso não vai atrair público nem ser um diferencial. “O que vai gerar segmentação e modificação é o conteúdo, é o ‘plus’”, afirma Celso, que pretende misturar música e informação num grau maior do que já é feito na rádio. “A principal função da rádio é, sem dúvida, levar a informação de toda tecnologia, de toda produção científica que é feita na USP para a população, que é uma maneira de a gente prestar contas à sociedade, num serviço de utilidade pública que é o rádio”.

Essa renovação na Rádio USP também contou com um concurso para a escolha do novo logotipo da emissora. Três estudantes da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP venceram o prêmio. A cerimônia de premiação vai acontecer junto com a inauguração das novas instalações da rádio.

Novas tecnologias
O diretor da Rádio USP considera a reformulação uma “grande reforma de base”, com computadores novos, rede de operação nova e novos equipamentos, “usados pelas grandes rádios de ponta”. Mas, segundo ele, muita coisa ainda precisa ser mudada. "A reforma foi apenas uma preparação para a 'era digital'. Vai chegar um momento em que o transmissor de radiofreqüência será digital, então a gente prepara a rádio para que a ela possa acolhê-lo. Não adianta nada você fazer o contrário: montar o transmissor de última geração e não ter uma rádio de última geração”, afirma.

Com as reformas, a Rádio USP passa a ter, além de mais condição técnica e sonora, mais rapidez. Os estúdios e as centrais estão interligados por uma rede interna (intranet), que possibilita que os processos sejam feitos com maior velocidade, proporcionando o aumento da importância do jornalismo na programação da emissora. 

Celso, porém, não considera as mudanças radicais. “Nada é radical. Eu acho que tudo é somativo”, diz. Para ele, a reforma na rádio é uma “adaptação” aos dias de hoje. “A gente está se adequando ao que é necessário ao mercado e para fazer a Rádio USP mais conhecida lá fora. A USP é uma referência em educação, e nós queremos que a Rádio USP seja uma referência em rádio”.

Fotos: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

futuro
Palestrantes defendem novo modelo de gestão de pessoas na Universidade
Nesta terça-feira (14) foi aberto o segundo módulo do workshop Planejando o Futuro: USP 2034, realizado na sala do Conselho Universitário, na Reitoria da Universidade. O evento, que faz parte das comemorações dos 75 anos da USP, visa planejar estratégias para que a instituição chegue ao seu centenário ainda mais consolidada entre as melhores instituições de ensino superior existentes.

“Gestão Universitária” foi o tema das palestras no período da manhã. Na abertura do workshop, Glaucius Oliva, presidente da Comissão de Planejamento e professor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), lembrou que este planejamento era “a oportunidade de tornar a USP um paradigma universitário para o Brasil e para o mundo”.

Joel Souza Dutra, professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA), foi o primeiro a falar. Especialista em recursos humanos e gestão de competência, ele lembrou que o desenvolvimento de uma instituição só se dá com o desenvolvimento dos profissionais que trabalham nela, destacando a importância da USP e de seus funcionários buscarem juntos esta meta.

Para Dutra, o sistema de trabalho nas universidades atualmente é diferente do que era no passado. Antigamente, as pessoas definiam suas carreiras e permaneciam nelas até a aposentadoria. Hoje, segundo o professor, “cada vez mais as pessoas entram e saem de um trabalho, mudam de carreira, têm carreiras paralelas. Mesmo professores universitários vêem a carreira acadêmica como uma segunda ou terceira carreira, ou então começam na carreira acadêmica e depois saem para outras áreas”.

Ele também ressaltou a importância de se desafiar os funcionários, mantendo neles o estímulo para o desenvolvimento pessoal. Para o docente, os professores não necessitam de tanto estímulo, pois as próprias pesquisas os mantêm estimulados. Mas o mesmo não acontece com os funcionários da Universidade. Ele defendeu a criação de um sistema de gestão de pessoas que pense no desenvolvimento dos funcionários e premie as pessoas que realmente ajudam no desenvolvimento da Universidade.

Foi então a vez do professor Pedro Antônio de Melo, vice-diretor do Instituto de Pesquisa e Administração Universitária (Ipau) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fazer sua exposição sobre gestão administrativa. Ele destacou a complexidade da administração de uma universidade e lembrou que as universidades são, essencialmente, instituições burocráticas, o que não deveria ocorrer.

Melo definiu cinco pontos principais que deveriam nortear o desenvolvimento da USP nos próximos 25 anos. O primeiro seria a “gestão da mudança”, que consiste em preparar as pessoas para as mudanças que devem acontecer e fazer com que elas ajudem a tornar os projetos de mudança em realidade. O segundo ponto destacado foi a abertura e internacionalização da Universidade, que consiste em: divulgar e difundir a marca USP internacionalmente; aumentar a cooperação científica internacional, principalmente com nações do oriente; trazer professores e pesquisadores de outros lugares do mundo; e conhecer outros sistemas de gestão universitária. O terceiro ponto diz respeito à  implementação de uma cultura empreendedora na gestão de pessoas, profissionalizando a gestão, criando um sistema de capacitação de docentes para a gestão e desburocratizando e descentralizando a estrutura universitária. O quarto ponto, intitulado “gestão da ciência para o desenvolvimento sustentável”, defende a transferência dos conhecimentos obtidos na Universidade para gerar uma melhora na qualidade de vida geral, aumentando a participação da USP na sociedade. O último ponto, “interação com a sociedade”, lembra o compromisso social da Universidade e estabelece como objetivo das pesquisas a diminuição da miséria mundial.

O professor afirmou ainda que “a USP sempre foi - e continuará sendo - o caminho para o desenvolvimento do país, da América Latina e, quem sabe no futuro, do mundo”.

Após a apresentação, o professor Filipe Cassapo, superintendente da Fundação Nacional de Qualidade (FNQ), conceituou o conhecimento como um recurso estratégico agregando valor à organização. Ele defendeu a criação de uma rede de conhecimento que proponha idéias para o desenvolvimento da gestão, e lembrou que as rápidas mudanças no mundo fazem com que as organizações sejam obrigadas a mudar.

"Em uma universidade, é necessário pensar meios de tornar o conhecimento em um valor real. Por isso ele não pode ser armazenado como uma coisa - tem que ser compartilhado. Se eu tenho um lápis e alguém tem um lápis, nós temos dois lápis. Com o conhecimento isso não acontece. Se eu tenho uma idéia e alguém tem uma idéia, nós podemos ter várias idéias. Eu posso compartilhar minha idéia com alguém e desenvolver várias outras”, refletiu Cassapo. Para ele, a Universidade deve criar condições para a geração, transferência e aplicação do conhecimento, possibilitando assim sua socialização e o surgimento de novas idéias.

O último expositor foi o diretor da Unidade de Hipertensão do Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e membro do Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), professor Eduardo Moacyr Krieger, que falou sobre as fontes de financiamento da Universidade.

Ele destacou o grande gasto da USP com pessoal (cerca de 80% do orçamento) e lembrou que a Universidade tem 25% de seu orçamento proveniente de financiamento externo de pesquisa, mais do que muitas universidades do mundo. Mas lembrou a pequena participação das empresas privadas nesse tipo de financiamento: apenas 10% dos investimentos externos para pesquisa vêm desse tipo de empresa.

Por isso, Krieger acredita que as fontes de recursos a serem exploradas pela Universidade são as empresas de capital privado. Não se pode esperar um aumento substancial do setor público, que, quando comparado aos dados de outros países, investe uma boa porcentagem do Produto Interno Bruto (PIB) em ciência e tecnologia. Lembrou porém, que para as empresas do setor privado investirem na Universidade é necessário que a USP acompanhe as demandas de ciência e tecnologia da sociedade - coisa que não acontece como deveria. A evidência disso é a porcentagem do orçamento da USP proveniente das patentes: apenas 0,0001%.

Após a última apresentação, foi aberto espaço para perguntas do público. Em suas respostas, os membros da mesa defenderam um aumento no registro de patentes pela USP, parcerias com o setor privado e também uma maior profissionalização na administração da Universidade.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

futuro
Segundo módulo de "USP 2034" discute pesquisa e gestão universitária

Nessa terça-feira (14) teve início o segundo módulo do workshop Planejando o Futuro: USP 2034, que discute os rumos a serem tomados para que a Universidade complete seu centenário ainda mais bem posicionada como instituição de excelência. Na parte da manhã, foram realizadas discussões sobre gestão universitária, com a coordenação dos professores Dante Pinheiro Martinelli e Joel Souza Dutra e a participação dos professores Pedro Antônio Melo, Filipe Cassapo e Eduardo Moacyr Krieger.

Na tarde, os debates giraram em torno do tema pesquisa e inovação tecnológica, com a coordenação do professor Guilherme Ary Plonski e a participação dos docentes e pesquisadores Mayana Zatz, José Galizia Tundisi e José Fernando Perez.

Palestrantes defendem novo modelo
de gestão de pessoas para a Universidade
   
O futuro das pesquisas na USP:
autosustentabilidade e empreendedorismo

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15499-fi

Finanças
Fipecafi oferece curso de matemática e cálculo atuarial

A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, está com inscrições abertas para o curso de curta duração Matemática e Cálculo Atuarial. As aulas iniciam-se na segunda-feira (20) e serão ministradas nas dependências da FEA, nos dias 20, 22, 27 e 29, das 19 às 23 horas.

Por meio de aulas expositivas e resoluções de exercícios, o curso apresenta aos participantes noções básicas de matemática atuarial. Inicialmente abordam-se conceitos demográficos referentes às funções biométricas mais importantes e à construção das tábuas de mortalidade. Depois de uma breve revisão de matemática financeira, são estudadas as rendas aleatórias e anuidades, os principais tipos de seguros pagáveis por morte e o cálculo dos prêmios de seguros.

O público-alvo são profissionais do mercado financeiro de seguros e de previdência, analistas, consultores, profissionais de empresas de pesquisa de mercados e estudantes. O curso custa R$ 1.040,00, e as inscrições podem ser feitas por telefone ou pelo site da Fipecafi, até o dia 19.

A FEA fica na Av. Professor Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Fipecafi

Mais informações: (11) 2184–2045 / 2046

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15500-ab

Pedagogia
Abertas inscrições para palestra em Ribeirão Preto sobre ensino Estão abertas as inscrições para a palestra Estratégias de Ensinagem e Operações do Pensamento. O evento, promovido pelo Grupo de Apoio Pedagógico do Campus (GAP) do campus de Ribeirão Preto da USP, acontece na terça-feira (21), às 14 horas.

A palestrante será Léa das Graças Carmagos Anastasiou, professora aposentada pela Universidade Federal do Paraná que presta consultoria para o curso de Medicina da Universidade Estadual de Londrina e para a USP.

A palestra contecerá no Anfiteatro da Bioquímica, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Podem participar alunos de pós-graduação, participantes do programa PAE e professores. Os interessados podem inscrever-se gratuitamente na sede do GAP até o dia 20, das 14 às 18 horas, ou pelo email gaprp@cirp.usp.br.

O GAP fica na Rua das Paineiras, casa 4, dentro do campus de Ribeirão Preto da USP.

Mais informações: (16) 3602-4977, ou pelo email gaprp@cirp.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15501-jorna

odontologia
Jornada oferece atividades para profissionais e população Estão abertas as inscrições para a trigésima Jornada Odontológica de Ribeirão Preto, que acontece entre os dias 22 e 25 nas dependências da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP. Além da programação científica, durante o evento serão realizadas atividades gratuitas de prevenção ao câncer bucal, abertas para a população em geral.

Haverá também atividades direcionadas a estudantes de escolas municipais de Ribeirão Preto e região, visando à promoção da saúde bucal das crianças, conscientizando-as da importância da higienização bucal e de sua relação com as cáries.

Para participar das demais atividades é necessário inscrever-se. É possível se inscrever em atividades específicas ou comprar pacotes que incluem vários eventos. Os interessados têm até dia 21 para fazê-lo, por telefone ou pelo site da Jornada. Nele também se encontra uma tabela de preços detalhada.

Mais informações: (16) 3602-4033

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15502-si

Pesquisa
Simpósio em Ribeirão Preto discute futuro do pós-graduando Estão abertas as inscrições para o terceiro Simpósio Internacional de Pós-Graduação e Pesquisa, cujo tema será Pós-graduando, o que esperar do futuro?  O evento, realizado pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, acontece nos dias 30 e 31 de outubro.

Os principais objetivos do evento são proporcionar a divulgação de pesquisas desenvolvidas nos três programas de pós-graduação da FCFRP, promover discussões sobre publicações científicas e incentivar a integração entre os alunos de graduação, pós-graduação e demais pesquisadores.

O encontro, que contará com palestras, conferências, mesas-redondas e apresentação dos trabalhos científicos desenvolvidos pelos participantes, vai comemorar o aniversário de 20 anos da pós-graduação da FCFRP.

Informações sobre inscrições, seus valores e a programação completa  podem ser encontradas no site do simpósio ou pelo email: sinpospq@sinpospq.org.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Campus Administrativo de Ribeirão Preto da USP

Mais informações: (16) 3602-4875, com Fábio Campioni, ou pelo email: sinpospq@sinpospq.org

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Esalq
Casa do Estudante Universitário inaugura sala de inclusão digital A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP inaugurou, nesta terça-feira (14), uma sala de inclusão digital na Casa do Estudante Universitário (CEU). Atualmente abrigando uma população de 132 discentes, a moradia estudantil passará a contar com ambiente de internet sem fio (wireless) em parte de suas acomodações. Além de utilizar seus computadores portáteis, os alunos poderão utilizar os três computadores ali instalados.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Esalq

Mais informações: (19) 3429-4161

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15415-pr

divulgação
Praça do Relógio recebe atividades da USP na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
Entre os dias 20 e 24, mais de 20 unidades da USP estarão reunidas em uma grande tenda na Praça do Relógio, na Cidade Universitária, em São Paulo, para exibir à comunidade o que a Universidade têm produzido de conhecimento. É a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, um evento nacional que acontecerá simultaneamente em universidades de todo o País, e que está sendo facilitado na USP pelo Museu de Ciências.

A Semana tem como objetivo mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de temas e atividades de ciência e tecnologia (C&T), valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação. Pretende, também, chamar a atenção para a importância da C&T para a vida de cada um e para o desenvolvimento do País, assim como contribuir para que a população possa conhecer e discutir os resultados, a relevância e o impacto das pesquisas científicas e tecnológicas e suas aplicações.

Para participar cadastre-se diretamente no site oficial do evento ou integrando as atividades conjuntas que vão acontecer em locais públicos. O Museu de Ciências da USP está organizando um grande evento na Praça do Relógio na Cidade Universitária e a Estação Ciência prepara atividades integradas no Metrô Tatuapé e no Parque Ibirapuera.

fonte: Assessoria de Imprensa do Museu de Ciências da USP

Mais informações: (11) 3091-2051, e-mail semanact-sp@eciencia.usp.br, site http://semanact.mct.gov.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

futuro
O futuro das pesquisas na USP: autosustentabilidade e empreendedorismo
Que pesquisas a USP faz atualmente e, principalmente, como as faz? E como estará a Universidade daqui a 25 anos, no seu centésimo aniversário? Durante o segundo módulo do workshop Planejando o Futuro: USP 2034, que começou nesta terça (14) e prossegue nesta quarta (15), na sala do Conselho Universitário, na Reitoria da USP, das 8h30 às 17h30, professores e pesquisadores debateram essas e outras questões, projetando e mostrando quais são os rumos da Universidade. 

Os palestrantes ressaltaram alguns pontos em comum, com os quais a USP deve se preocupar nos próximos anos. Preocupação com o meio ambiente, pesquisas em biotecnologia, parcerias para o financiamento de pesquisas por empresas privadas, qualidade do ensino, visibilidade da Universidade e estímulo à criatividade estão entre as principais metas estabelecidas.

A professora Mayana Zatz, pró-reitora de Pesquisa e coordenadora do Centro de Estudos do Genoma Humano da USP, mostrou em sua exposição como deve ser o direcionamento estratégico da Universidade. "Atualmente, a USP figura em vários rankings de universidades, oscilando entre as 100 e as 200 melhores do mundo. Na América Latina é a primeira, com certeza", afirmou Mayana, que ainda apresentou dados dos mais de 36 mil trabalhos publicados anualmente pela USP. "Apesar do grande volume de publicações, somos muito pouco citados mundo afora", lamentou.

A pró-reitora propôs um plano de ação em três vertentes principais: trabalhos de pesquisa em harmonia com a natureza, promovendo um desenvolvimento sustentável, sempre levando em consideração as mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global; a pesquisa de fontes alternativas de energia, como os biocombustíveis e a exploração das gigantescas reservas de petróleo no litoral brasileiro; e também a pesquisa em biotecnologias, como os alimentos transgênicos, para suportar o aumento no consumo de alimentos no mundo, e as pesquisas com o genoma humano.

Sobre este último ponto, a pesquisadora explicou a importância do mapeamento de DNAs. "As pesquisas indicam que futuramente será possível mapear o DNA de uma pessoa ao custo de mil dólares. Isso é importante na pesquisa sobre doenças e mutações humanas. Uma idéia é fazer um banco de mapeamentos de DNA de idosos saudáveis para futuras pesquisas", disse. Da mesma forma são as pesquisas com células-tronco e terapia celular: bancos de células-tronco de pessoas com doenças genéticas e de pessoas normais contribuiriam para o estudo dessas patologias.

Desenvolvimento sustentável
Já o pesquisador José Galizia Tundisi, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e que também é diretor do Instituto Internacional de Ecologia, apresentou propostas baseadas principalmente no desenvolvimento de pesquisas que levem em conta a utilização sustentável dos recursos naturais brasileiros. Ele lembrou a platéia que 70% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional depende da utilização dos recursos hídricos, e que seu uso sustentável é essencial para o desenvolvimento do País.

Para Tundisi, os desafios da USP estão no estímulo à criatividade e à inovação, na formação de lideranças políticas, na promoção de políticas públicas e empreendedorismo atreladas às pesquisas, e na disseminação dos conhecimentos produzidos na Universidade. "Só a produção do conhecimento não é a solução. É preciso levar a produção cientifica à sociedade. Nossa idéia é transformar um planeta limitado num planeta ilimitado. Para isso devemos formar artistas pensando como engenheiros, assim como engenheiros que pensam como artistas" afirma.

Empresas financiando pesquisas
José Fernando Perez, graduado pela Escola Politécnica (Poli) e pesquisador do Instituto de Física (IF) da USP, focou-se na participação de empresas privadas na Universidade. Segundo Perez, o Brasil tem todos os recursos necessários para o desenvolvimento tecnológico: há muitos profissionais altamente qualificados, os custos são baixos e o País possui toda a infra-estrutura necessária. 

Ele utilizou como exemplo a sua própria empresa, a Recepta Biopharma, criada para desenvolver biotecnologias para o tratamento de câncer no Brasil. "Além dos profissionais e infra-estrutura, o Brasil precisa de novas drogas para o tratamento do câncer e para diminuir o valor das importações de remédios", disse.

O professor defendeu parcerias entre Universidade e empresas privadas para o financiamento de projetos científicos, com a permissão de licenças exclusivas para os produtos criados a partir das pesquisas. Ele ressalta que a transferência de conhecimento para a sociedade, não precisa ser feita necessariamente com pesquisas ou parcerias, ela pode ser realizada com a formação de profissionais altamente qualificados para o mercado de trabalho.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9578/especiais/multiplas-aplica

EspeciaisEmpresa de São Carlos (SP) lança equipamento de uso laboratorial para obtenção de óxidos nanométricos de alta pureza, que servem como matéria-prima para tintas e cerâmicas e para a elaboração de catalisadores e compostos para microeletrônica

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9579/especiais/canal-para-a-lin

EspeciaisRevista eletrônica Linguasagem é lançada para divulgar a vasta, mas ainda pouco conhecida, produção científica em lingüística

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9580/noticias/ponto-para-o-acai

NotíciasEstudo feito nos Estados Unidos destaca que os antioxidantes contidos no fruto são absorvidos pelo organismo humano

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9581/noticias/a-hora-da-politic

NotíciasComo o horário eleitoral gratuito influencia a eleição. Segundo pesquisadores, ao contrário do mito, horário eleitoral funciona e ajuda o eleitor. Leia em Pesquisa FAPESP

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9582/noticias/vaga-para-docente

NotíciasConcurso seleciona um profissional para atuar em biologia celular, histologia, fisiologia animal ou bioquímica. A remuneração é de R$ 6,4 mil e as inscrições estarão abertas até o dia 17 de novembro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9583/agenda/nova-visao-sobre-ma

AgendaMitchell Tseng, especialista em globalização do Instituto de Manufatura Avançada da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong, apresentará palestra no IPT, em São Paulo, dia 16 de outubro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9584/agenda/eureka-2008.htm

AgendaMais de 140 projetos serão apresentados na mostra anual dos trabalhos de graduação dos formandos do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia. O evento ocorrerá no período de 18 a 20 de outubro, no campus da Mauá, em São Caetano do Sul (SP)

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 15, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15506-p

PROLAM
Palestra sobre os EUA com professor venezuelano muda de dia
A palestra "Estados Unidos. Presença, percepções e alternativas regionais frente ao seu papel hemisférico", com o professor da Universidade Central da Venezuela, Carlos A. Romero, que faz parte de um ciclo de conferências em comemoração aos 20 anos do Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina (Prolam) da USP, mudou de dia.

A palestra, anteriormente agendada para quarta-feira (22), ocorrerá na terça-feira (21), às 15 horas. Ela será em espanhol e não terá tradução simultânea. O evento será realizado na sala G8 do prédio FEA I (Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo).

Mais informações: (11) 3091-3589 / 3091-3587

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15507-co

colaboração
Colabori da ECA promove encontro e firma parceria com Hospital Albert Einstein
Em uma iniciativa do Colaboratório de Infoeducação (Colabori) do Departamento de Biblioteconomia e Documentação da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, pesquisadores, estudantes e profissionais do Brasil e da França estarão reunidos para compartilhar experiências em políticas de informação, educação e leitura, com o objetivo de aprofundar reflexões sobre os conceitos de aprendizagens informacionais.

O evento começa na segunda-feira (20), às 9 horas, com a abertura oficial e a assinatura de declaração de interesse de uma parceria entre Colabori e a Sociedade Beneficente Israelita Hospital Albert Einstein, tendo em vista o desenvolvimento da Estação do Conhecimento Laboratório, na Comunidade de Paraisópolis. Nesse dia, o evento será realizado na rua Manoel Antonio Pinto, 210, Paraisópolis, São Paulo. Após a abertura, será realizada uma palestra com o professor da Université Cergy-Pontoise, da França, Max Butlen.

O encontro contará também com palestras que ocorrerão na terça-feira (21), a partir das 9 horas, e na quinta-feira (23), às 14 horas, no auditório Lupe Cotrim (Av. Prof. Dr. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Cidade Universitária, São Paulo). As palestras são gratuitas e não é necessário fazer inscrição.

Mais informações: www.colabori.blogspot.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15508-event

Seminário internacional
Evento reúne principais especialistas em Direito Sanitário da América Latina na FSP
No dia 17 de novembro, às 9 horas, acontece o oitavo Seminário Internacional de Direito Sanitário, organizado pelo Núcleo de Pesquisas em Direito Sanitário (NAP-DISA) da USP e pelo Centro de Estudos e Pesquisas de Direito Sanitário (Cepedisa).

O evento é considerado um dos mais importantes na área do Direito Sanitário na América Latina. Com o tema "20 anos de Direito Sanitário", o seminário vai abordar a evolução deste campo interdisciplinar do Direito no Brasil.

O evento será realizado no auditório João Yunes da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP (Av. Dr. Arnaldo, 715, Cerqueira César, São Paulo). As inscrições para o seminário são gratuitas e podem ser feitas até o dia 12 de novembro, pelo email cepedisa@cepedisa.org.br.

Mais informações: (11) 3061-7774, com Eliane Araújo, ou pelo e-mail cepedisa@cepedisa.org.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15509-fa

Design: Quo Vadis?
FAU organiza o primeiro seminário do curso de Design
Nos dias 5 e 6 de novembro, será realizado o primeiro seminário do curso de Design da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, intitulado Design: Quo Vadis?.

O seminário tem como objetivo suscitar a discussão sobre o campo do design, tendo como motivação a rotina do próprio curso, a necessidade de reflexão e avaliação de sua estrutura curricular, e a afirmação de sua identidade. Busca-se compreender o design como disciplina com um corpus de conhecimento específico, estabelecendo-se vínculos com a atuação de designers contemporâneos.

O evento ocorrerá no auditório da FAU (Rua do Lago, 876, Cidade Universitária, São Paulo), das 14 às 22 horas. Na oportunidade, serão apresentados trabalhos de professores e alunos. Também serão realizadas mesas redondas com palestrantes convidados para a discussão de ensino e práticas profissionais. Além dessas atividades, está programado o lançamento da revista Desígnio nº 07.

A entrada é franca e as inscrições podem ser feitas no setor de eventos da FAU, ou pelo e-mail eventfau@usp.br.

Mais informações: (11) 3091-4801 / 3091-4549, ou no site www.fau.usp.br/eventos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

internet
Centro de Biologia Marinha inaugura novo site

O Centro de Biologia Marinha (CEBIMar) da USP apresenta seu novo site: www.usp.br/cbm.

Com um visual e uma estrutura renovados e dinâmicos, o acesso às informações institucionais e às linhas e projetos de pesquisa ficou mais rápido. Também estão disponíveis no site as disciplinas e uma agenda de cursos e eventos do centro.

No site o internauta encontrará uma galeria de imagens com fotografias de organismos marinhos e de pessoas vinculadas ao CEBIMar (docentes, pesquisadores, alunos e funcionários), das instalações, de eventos, de equipamentos e do entorno do CEBIMar.

Também há um espaço reservado a artigos de divulgação científica produzidos por docentes e pesquisadores do centro.

Com informações da equipe do site CEBIMar

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15512-ipq-o

oportunidade
IPq oferece tratamento para pessoas que agridem o próprio corpo
O Ambulatório de Transtornos do Impulso do Instituto de Psiquiatria (IPq) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) dispõe de vagas para homens e mulheres, maiores de 18 anos, que apresentem transtornos de automutilação (qualquer comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo, sem objetivo consciente de suicídio) tais como: cortar a própria pele, bater em si mesmo e queimar-se, entre outros.

As triagens podem ser agendadas pelo telefone (11) 3069-7805 (somente às quartas-feiras) ou pelo email jsgiusti@terra.com.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa do IPq-HCFMUSP

Mais informações: (11) 3069-7801

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15513-insti

FMUSP
Instituto do Câncer tem curso sobre sistema público de saúde para comunicadores

O coordenador do Museu Histórico da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), Dr. André Mota, e a pesquisadora do Museu, Dra. Maria Gabriela Marinho, ministram o curso Formação do Sistema Público de Saúde Brasileiro, nos dias 21 e 23 de outubro, das 19 às 22 horas, no auditório do Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (Av. Dr. Arnaldo, 251, Cerqueira César, São Paulo). O evento é destinado a profissionais de comunicação. Para participar, é só se inscrever pelo e-mail raquel.guarany@hcnet.usp.br ou pelo telefone (11) 3893-2015. As vagas são limitadas. O valor do investimento é de R$ 70,00. As inscrições podem ser feitas até às 11 horas do dia 21.

O curso é uma das atividades do Fórum Permanente de Educação em Saúde para Profissionais de Comunicação, que é dividido em dois programas: “Atualização em Temas de Saúde”, constituído por aulas ministradas por médicos e especialistas; e “A Mídia em Questão”, constituído por debates e discussões sobre o noticiário de saúde veiculado na mídia. O Fórum é promovido pela FMUSP, juntamente com a Disciplina de Telemedicina da FMUSP, o Instituto do Câncer de São Paulo e o Centro de Estudos Rafael de Barros do Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas (HC) da FMUSP.

Fonte: Assessoria de Imprensa da FMUSP

Mais informações: (11) 3893-2015

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15514-s

arte
Professores apontam que censura ao teatro não existe somente em ditaduras
 “A censura não é um privilégio das ditaduras; ela sempre existiu no Brasil”. A frase é da professora Maria Cristina Castilho Costa, coordenadora do Arquivo Miroel Silveira, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, e reflete uma realidade diferente daquela difundida no ensino da história brasileira. Para ela, a censura teve lugar no Brasil em todas as épocas. “O que acontece é que, nas ditaduras, nos governos ditatoriais, a censura é mais institucionalizada, fica claro o jogo que existe entre a elite dominante, os seus interesses, e a perseguição a toda posição crítica e a toda oposição”. A censura é uma forma de poder, e assim ela foi utilizada durante toda a história, em particular dos países coloniais, pelo mundo. Desde o início da colonização, o Brasil já tinha a censura, mesmo nos documentos religiosos, acrescenta a professora.

No seminário 1968: Liberdade e Repressão, realizado na ECA entre os dias 13 e 15, a discussão sobre a ditadura e a institucionalização da censura com o Ato Institucional número 5, assinado naquele ano, deu espaço para um pensamento mais amplo acerca do tema. Tendo o teatro como base, palestrantes como César Vieira, diretor do Teatro União e Olho Vivo, Sérgio Salvia Coelho, diretor do Teatro da Lucidez e Maria Tereza Vargas, autora de peças, retrataram o quadro antes e pós-AI-5, com todas as implicações que o ato trouxe para a cultura nacional.

A história está viva
“A minha principal qualidade é ser velha e ter visto algumas coisas que alguns não viram”, afirmou Maria Tereza. Aos 79 anos, ela lembra com clareza dos anos difíceis que passou  durante a ditadura. “Até o golpe, foram 24 anos de luta. Se 1968 foi para o resto do mundo um renascimento, para nós foi uma tentativa de afogar todas as nossas conquistas”. Dos anos 40 até os anos 60, os grupos de teatro se articularam para o fortalecimento da classe, até então tida como um grupo de vadios ou marginais.

Quando o governo era de Juscelino Kubitschek, falava-se em desenvolver para sobreviver. No mundo das artes, a mensagem era de esperança e confiança, diante do sentimento de nacionalismo passado pelo governo. Foi nessa época que companhias como o Teatro de Arena, fundamentais para a caracterização de um teatro nacional, conseguiram manter grupos fixos. O trabalho contínuo ajudou muitos atores que não tinham condições de se manter por conta do abandono por parte de suas famílias. Por outro lado, a Escola de Artes Dramáticas (EAD), atualmente da USP, ajudava com o famoso "sopão" para os artistas abandonados. Após o golpe, esse fortalecimento foi ameaçado pela força da ditadura.

Grupos como o Teatro União e Olho Vivo e o Teatro de Oficina foram fortemente perseguidos, e muitos atores foram presos. César Vieira, que além de diretor de teatro era advogado, defendeu milhares de atores acusados pela Polícia Federal. Por esse motivo, ele se viu obrigado a mudar seu nome - do original Idibal Almeida Piveta para o pseudônimo César Vieira. Assim, a censura não proibia suas peças por serem do "advogado dos presos culturais”. O subterfúgio deu certo apenas por dois anos, mas, mesmo após descoberto pelos censores, o diretor nunca mais abandonou a alcunha.

Arte popular é lixo

Além de exercício de poder, a censura no Brasil significou um conflito entre uma cultura erudita e uma popular, e uma forma de não haver oposição, reprimindo e desvalorizando o que era popular. Dessa forma, os teatros foram bastante perseguidos, por terem um caráter mais próximo da população do que a literatura, por exemplo. E foi nas periferias que os atores e autores se refugiaram, formando grupos de teatros dentro das comunidades. Muitos deles até começaram a dar aulas nas escolas, onde se aproximaram dos jovens, mostrando a arte como forma de expressão. Mas, com o endurecimento da perseguição, a maioria foi demitida, sendo considerados "subversivos".

A perseguição ao popular se deve principalmente ao medo da disseminação do comunismo no Brasil. Após a Revolução Russa de 1917, o Partido Comunista Soviético usou a política cultural como uma forma de catarse reflexiva: a arte como objeto de conscientização da platéia. A arte popular foi colocada pelos soviéticos acima da indústria cultural e da arte erudita, que seriam da ordem do entretenimento, da alienação, da ilusão e da ficção.

Muitos dos grupos seguiram o mesmo pensamento, buscando a conscientização do público pela arte. Para José Celso Martinez Corrêa, diretor do Teatro Oficina, o teatro de agressão era a forma ideal de se chegar ao público. Ele achava que a platéia deveria reagir ao espetáculo, mesmo que fosse de forma negativa, saindo antes do fim da peça. Se as pessoas se levantavam, se elas agiam, isso significava que elas estavam sentindo a mensagem que ele queria passar.

Esse tipo de teatro foi sumariamente perseguido, a exemplo da violência cometida pelo Comando de Caça aos Comunistas (CCC) após a apresentação da peça Roda Viva, de Chico Buarque de Holanda, com direção do próprio Zé Celso. Mesmo com os rumores de que a invasão do CCC acontecera por engano, o que ficou marcado foi a invasão do palco e dos camarins.

As faces da censura
Para Maria Cristina, a censura existe de várias formas. Ela se mostrou religiosa, como a proibição do aparecimento de padres em peças; política, não podendo ter presidentes ou piadas sobre o presidente; de palavras - “operário” e “classes sociais” eram proibidas; moral, isto é, em defesa dos "bons costumes"; e social, com referências étnicas e sobre minorias sendo vetadas.

Todas essas formas visavam, na verdade, à manutenção da ordem estabelecida. Tudo que pudesse fazer referência ao comunismo ou que pudesse levar à catarse reflexiva era automaticamente refutado pela censura, principalmente após o AI-5, quando tudo ficou sob responsabilidade do Governo Federal. Antes, muitas peças passavam em São Paulo, mas eram barradas no Rio (ou vice-versa). Não havia uma padronização do sistema de censura, e os censores eram, inclusive, considerados "intelectuais", que incentivavam as artes. Após 1968, eles passaram a ser pessoas de dentro da Polícia Federal, e tinham normas restritas a serem seguidas. Aqueles que deixavam passar peças com as proibições eram perseguidos.

A redemocratização veio junto com uma nova Constituição que garante os direitos individuais, de expressão e de acesso à arte. Mesmo assim, para alguns autores de teatro, a censura ainda não acabou. “Na ditadura, o inimigo era claro. Hoje, ele é velado”, afirma o diretor César Vieira. Para ele, a lei de incentivo é apenas a máscara da censura. “A Lei Rouanet beneficia com caviar quem já come faisão”, sentencia.

Para ele, assim como para outros autores, a censura agora, como por vezes acontecia na ditadura, é co-autora das obras. “Era a pior coisa que poderia acontecer”, afirma ele. Por saber que não passaria pela censura, os autores já nem escreviam aquilo que queriam, moldavam-se previamente para ter suas peças encenadas. Hoje, com a chamada censura econômica, os autores e diretores deixam de abordar certos aspectos ou assuntos porque sabem que não terão patrocínio. “Grandes empresas só investem em rostos bonitos ou em peças que vão dar lucro, como Miss Saigon  ou O Fantasma da Ópera, que nem podem ser mexidas aqui no Brasil”. Para Vieira, o verdadeiro teatro brasileiro está restrito aos pequenos espetáculos, sem incentivo. A única exceção, para ele, é a cidade de São Paulo, que tem na Lei de Fomento à Cultura uma solução para a arte verdadeiramente popular.

   
 A peça massacrada
Roda Viva não foi "destruída" apenas nos palcos em 1968. Muitos críticos consideram a peça escrita por Chico Buarque de Holanda ruim. Sérgio de Carvalho, professor do Departamento de Artes Cênicas (CAC) da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP, discorda: "os acontecimentos em volta obscureceram a própria peça, apesar da genialidade do autor". As menções à própria ditadura, feitas no meio da peça, mostram que Chico Buarque trabalhava bem com as palavras.

"Zé Celso transformou o coro da peça em algo antropofágico, contracultural, desestabilizando a percepção tradicional", afirma ele. Mesmo assim, as técnicas utilizadas pelo autor da obra são muito boas, porque criticam a industria cultural ao qual ele mesmo está inserido. As críticas à venda da arte por parte de muitos músicos, que não transformam a música popular em instrumento de protesto, é o tema de Roda Viva.

A peça conta a história de um cantor, Benedito da Silva, que se transforma em um astro pop, Ben Silver, pela ação de um anjo. Após crises existenciais e a percepção da deusificação dos artistas, antes que ele morresse para o mundo (deixasse de ser famoso), o anjo o transforma em Benedito Lampião, um cantor de música popular, que também faz sucesso (mesmo que apenas por algum tempo). Interessantes são as comparações de produtor com anjo e da imprensa com o diabo. "Tratam a peça como de segunda categoria, como se Zé Celso tivesse tirado leite de pedra", afirma Carvalho.
 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

futuro
Professores apontam mudança na gestão como caminho de modernização
Na manhã do encerramento do workshop Planejando o Futuro: USP 2034, o debate se deu em torno do tema "A Universidade do Futuro". O coordenador da mesa foi o professor Luiz Roberto Giorgetti de Britto, chefe do Departamento de Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP. Os participantes foram Sérgio Mascarenhas de Oliveira, professor emérito da USP e pesquisador do Instituto de Estudos Avançados de São Carlos, Adalberto Fazzio, reitor da Universidade Federal do ABC (UFABC) e Álvaro Toubes Prata, reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Sérgio Mascarenhas deu início à discussão de forma descontraída. Sua principal crítica foi à "departamentalização": "os departamentos engessam a USP, são unidisciplinares, não se transformam". A Universidade do futuro, segundo ele, será dinâmica, pois "hoje o ciclo de vida do conhecimento é curto e a Instituição que não acompanha esse ciclo envelhece". Os problemas estão na gestão dos processos, para o docente: "a gestão que nós temos na USP é muito lenta e é burocrática",  opinou. 

Como vantagem no processo veloz de transformação do conhecimento, Mascarenhas vê a hibridez dos pesquisadores da USP. "Aqui há pesquisadores de tradição francesa, alemã e americana. Nós podemos usar isso a nosso favor, pegar o melhor de cada tradição", afirmou. Ele ainda explicou que a base da transformação da Universidade nos próximos 25 anos é a interdisciplinaridade: “precisamos fazer com que USP seja uma universidade de convergência entre as Ciências e as Humanidades”. Para isso, ele considera fundamental a organização por meio de projetos, assim o pesquisador não ficaria restrito à sua área e definiria sua linha de pesquisa por afinidade com o tema.

O segundo palestrante foi Adalberto Fazzio. O reitor da UFABC abordou principalmente a sua experiência na nova Universidade, que faz parte do Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). A estrutura da UFABC funciona de forma interdisciplinar, com as várias áreas do conhecimento em contato, divididas em três centros: Centro de Ciências Naturais e Humanas; Centro de Matemática, Computação e Cognição e Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas. Fazzio afirma que o projeto da Universidade se deu na contramão das instituições brasileiras, que geralmente se organizam em departamentos. “É muito difícil mudar a mentalidade brasileira. Na UFABC, ainda temos que consolidar um modelo novo de organização”, explicou o reitor.  

Outra diferença entre a estrutura da UFABC e a da USP é a graduação. Os alunos que ingressam na Federal do ABC podem optar por fazer três anos de curso e obter um diploma, ou também completá-lo com mais dois anos de bacharelado. Adalberto Fazzio ainda lembrou de um problema característico do ensino superior brasileiro, a evasão de estudantes.  

O último palestrante da manhã foi Álvaro Prata, reitor da UFSC. O professor explicou que não acredita que haja apenas uma “Universidade do Futuro”, mas várias. Ele considera que as principais funções da Universidade são educar, profissionalizar, pesquisar e organizar o conhecimento. Sobre a iniciativa de se fazer um planejamento da USP, ele afirmou que “O futuro não é obra do acaso, nós devemos construí-lo.”

Álvaro Prata também apresentou as mudanças em andamento na UFSC com o Reuni. O modelo da UFSC segue o padrão da UFBAC, com graduação segmentada e pós-graduação interdisciplinar.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

futuro
No seu encerramento, "USP 2034" aponta alternativas de gestão
Nessa quarta-feira (14), segundo e último dia do workshop Planejando o Futuro: USP 2034, alternativas para a administração de universidades foram discutidas pelos palestrantes.

Durante a manhã, o professor emérito Sérgio Mascarenhas de Oliveira falou sobre a necessidade da USP romper com seu tradicional processo de "departamentalização". Já os reitores Adalberto Fazzio e Álvaro Toubes Prata, respectivamente da Universidade Federal do ABC (UFABC) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), apresentaram as inovações de gestão das suas instituições.

O professor Ronaldo Mota, graduado em física pela USP e atualmente integrante do Ministério da Educação (MEC), expôs questões relacionadas ao modelo de ensino superior no Brasil. Ele destacou que expansão e inclusão social são pilares fundamentais do ensino nacional.

Professores apontam mudança na gestão
como caminho de modernização
  
Mais vagas, mais qualidade, mais inclusão
e mais integração para o ensino superior

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

futuro
Na USP, secretário do MEC fala dos pilares do 'edifício' do ensino superior Para Ronaldo Mota, secretário de Ensino à Distância do Ministério da Educação (MEC), se o ensino superior fosse um edifício, ele desabaria não fossem quatro pilares: a expansão do número de matrículas, a qualidade na educação, uma maior inclusão social e a integração regional. Segundo o secretário, que se graduou em Física na USP, “se for perdido um desses elementos, a educação não cumpre seu papel”.

A idéia foi defendida na tarde da quarta-feira (14) na última mesa do segundo módulo do workshop Planejando o Futuro: USP 2034, que aconteceu terça e quarta-feira na Cidade Universitária em comemoração aos 75 anos da Universidade. Mota proferiu a palestra O Sistema Federal de Ensino Superior: Estado atual e perspectivas futuras, na qual tentou mostrar o panorama atual do ensino superior no Brasil, principalmente no nível federal público. Para ele, é preciso não só expandir o número de matrículas do ensino superior, como também aumentar a variabilidade delas. Ele afirmou que, no Brasil, 70% das matrículas estão concentradas nas áreas de economia, administração e pedagogia.

O secretário argumentou que o incremento nas vagas tem de ser feito com qualidade. E, para medi-la, defendeu indicadores como o Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), do qual a USP não faz parte por não concordar com a metodologia utilizada. Há “riqueza” por trás desses indicadores, disse. “Eles são poucos explorados por quem os faz”. Mota questionou a qualidade do ensino superior atual. “Até que ponto os profissionais estão preparados para viver, conviver, produzir conhecimento no futuro?”. Segundo o secretário, há uma imprevisibilidade cada vez maior no mercado de trabalho, visto o grande número de mudanças na dinâmica atual. “O mundo ficou mais complexo”, disse.

Ele apontou como importante para a qualidade no ensino o estímulo a um compartilhamento de espaço físico entre alunos de áreas distintas, além de estudos no exterior. Mota relacionou a diversidade étnico-cultural no país como um dos fatores que também contribuiriam para uma maior enriquecimento na educação do aluno, que precisa ser mais ampla.

Outro ponto que o secretário enfatizou na palestra foi a importância da inclusão social na educação. Para ele, há uma idéia generalizada de que a presença de alunos de baixa renda prejudica a qualidade do ensino, um dos pilares da educação superior. Mas Mota logo refutou esse argumento, citando pesquisa feita com os alunos da Unicamp que ingressaram na universidade via programas de inclusão e que se tornaram, em sua maioria, os estudantes de maior destaque nas respectivas faculdades. 

Para Mota, há um grupo de estudantes que chega “inercialmente” à universidade, pois vem de famílias cuja educação era bastante presente. “Das vagas disponíveis, existe a quota de um movimento quase inercial que chega à universidade”, afirmou. Ele diz querer colocar a essa mesma quantidade de pessoas, mas de baixa renda, no ensino superior. “Temos no país um exército de pessoas talentosas que não chegam 'vir-a-ser' se não tiverem oportunidade”.

Um outro ponto reforçado por Mota foi a integração regional. Ele acha importante que o ensino superior seja difuso e não se concentre em três ou quatro universidades. O secretário citou o caso de Itabaiana (SE), em que a universidade chegou e logo o 'barzinho' em frente a ela mudou sua forma de serviço para atender a um público distinto. Logo depois, todos os restaurantes da cidade seguiram o mesmo modelo.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15519-com

Centro Ángel Rama
Com inscrições até sexta (17), curso na FFLCH relaciona dinheiro e literatura Vão até sexta-feira (17) as inscrições para o curso Prática de Ensino de Literatura: A presença/ausência do dinheiro na Literatura (Novo Programa). A atividade é uma iniciativa do Centro Ángel Rama da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, que realiza estudos sobre literatura e cultura latino-americanas.

As aulas, que ocorrerão entre os dias 21 de outubro e 9 de dezembro, têm o objetivo de analisar e discutir a representação do dinheiro na literatura, abordando uma seleção de contos, romances, textos teatrais, poemas e poesias de diferentes períodos, contextos sócio-históricos e características formais. Serão discutidas obras de mestres como Émile Zola, Joseph Conrad e Graciliano Ramos, entre outros. Alunos que possuam 85% de presença receberão certificado. O curso é voltado para a comunidade USP e professores da rede estadual de ensino.

Os interessados podem inscrever-se gratuitamente na sala 126 do prédio da Administração da FFLCH, de segunda a sexta-feira, das das 9 horas às 11h30 e das 13 horas às 16h30. O prédio fica na Rua do Lago, 717, Cidade Universitária, São Paulo. É necessário levar documento atualizado que comprove o pertencimento ao público-alvo, RG e CPF.

Mais informações: (11) 3091-4645

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/45-tecnologia/15520-

engenharia
Alunos da Poli participam de competição de AeroDesign
De longe, o que se enxerga são protótipos de simples aviões de controle remoto, os aeromodelos, diversão de fim-de-semana de muito marmanjo. Mas um projeto que congrega de 15 a 20 pessoas para a construção de uma aeronave não pode ser só isso. E não é. Trata-se na verdade de projetos de AeroDesign, desenvolvidos por alunos da Escola Politécnica (Poli) da USP.

O AeroDesign consiste na aplicação e otimização dos conceitos da aviação real em escala reduzida. O propósito é retornar inovações técnicas para a produção aeronáutica industrial. Para difundir e compartilhar as inovações desenvolvidas a partir do AeroDesign, todos os anos, estudantes de diversas universidades do Brasil vão a São José dos Campos competir no SAE Brasil AeroDesign, que este ano chega à sua 10ª edição. A SAE Brasil (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade) é uma associação que congrega profissionais de engenharia de todo o País.

São 77 equipes, sendo 67 brasileiras, 8 venezuelanas e 2 mexicanas, representando 57 instituições de ensino superior. A Poli participa do evento com duas equipes: a Keep Flying e a Poliaclive Pece.

Como explica o capitão da equipe Keep Flying, Marcos Felipe Bettini, a competição consiste em carregar o maior peso possível em relação ao peso da aeronave na chamada “Eficiência Estrutural”. O valor da eficiência estrutural surge do cálculo da carga útil sobre o peso da aeronave. Para efeito de comparação, na aviação real esse valor fica entre 2 e 3, nos projetos de AeroDesign esse valor consegue chegar a 4.

Marcos comenta que a principal diferença dos projetos produzidos para a competição e os aeromodelos são as fontes de conhecimentos utilizados. “A gente usa a literatura que as grandes empresas usam, a literatura da aviação real”.

Além dos estudantes, cada equipe possui um professor que orienta os trabalhos dos times. O professor Antonio Luis Mariani, orientador da equipe Poliaclive, comenta que a principal função dos docentes é facilitar o trabalho dos alunos. “O professor faz a ligação entre a universidade, os caminhos burocráticos, e a equipe”, analisa Mariani, que ainda ressalta a função de questionador e incentivador dos projetos.

Aprendizado
A Escola Politécnica não possui um curso específico voltado para a Engenharia Aeronáutica. A equipe conta com alunos de cursos com Engenharia Naval, Civil e até, Química. “Como aqui na Poli a gente não tem um curso de [engenharia] aeronáutica, a gente tem que aprender muito sozinho. Muita coisa de teoria a gente tem que correr atrás, andar com as próprias pernas”, comenta Sinjin Denis Yano, capitão da equipe Poliaclive.

Yano acrescenta que, mesmo assim, o principal aprendizado é o trabalho em grupo: “O aprendizado vai de cada um, você foca na área de projeto que você mais gosta, mas o mais importante é essa interação que existe entre as pessoas, conseguir agregar os todos os conceitos, de todas as áreas, num projeto só.”

O professor Alexandre Kawano, orientador da equipe Keep Flying, ressalta também o trabalho dos alunos em angariar recursos para o projeto. “Eles têm que desenvolver um projeto, têm que convencer as empresas, que não possuem nenhuma relação de amizade [com os alunos], de que vale a pena patrocinar um avião como esse.” As aeronaves chegam a custar R$ 50 mil e todo o dinheiro ou material para construção dos aviões vem desses patrocínios.

A competição
O X SAE Brasil AeroDesign, que acontece entre os dias 16 a 19 em São José dos Campos, é dividido em duas categorias: Regular, voltada para alunos de graduação, e Aberta.

Na categoria Regular, na qual as duas equipes da Poli participam, são impostas diversas restrições aos times, com tamanho máximo da aeronave, motor igual para todos os times e distância máxima percorrida em solo na decolagem e na aterrissagem.

A avaliação não se limita somente ao vôo. Há também a necessidade de apresentação de um relatório técnico e de uma apresentação oral em que, segundo Marcos Bettini, as equipes têm de “vender” o projeto para os membros do júri, formado basicamente por engenheiros da Embraer.

Os dois primeiros colocados da categoria Regular e o primeiro da categoria Aberta competem em 2009 no SAE Aerodesign East Competition, realizado nos Estados Unidos. As equipes brasileiras têm obtido excelentes resultados ao longo dos anos, com vencedores em diversas categorias. A equipe Keep Flying foi uma das representantes brasileiras em 2007, ficando com o 8º lugar.

Mais informações: (11) 3091-5355 ou no site do evento

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Web
Campus de São Carlos da USP estréia novo endereço eletrônico A partir desta quarta-feira (15) está disponível aos usuários o novo Portal USP São Carlos, com layout reformulado e seções que facilitam o acesso às informações do campus. Outra novidade é o endereço eletrônico, que mudou para www.saocarlos.usp.br.

Desenvolvido por meio de uma parceria entre a Prefeitura do Campus Administrativo de São Carlos (PCASC) e o Centro de Informática de São Carlos (CISC), o portal foi implantado em 22 de abril de 2003 com a proposta de centralizar as informações sobre o campus. "Foi um projeto pioneiro entre os campi do interior, que mostrou ser também uma importante ferramenta de divulgação das atividades desenvolvidas pelas unidades de ensino e pesquisa e órgãos locais", explica o jornalista Edmilson Luchesi, que integra a Comissão do Portal, juntamente com o professor Francisco José Mônaco e a Diretora Técnica de Informática
Maria de Lourdes Rebucci Lirani.

Atualmente, o Portal USP-São Carlos recebe até 1.500 acessos por dia. Além da parte institucional e de serviços, o internauta vai encontrar na nova página a seção "Acompanhe", na qual poderá acessar rapidamente informações sobre concursos, licitações, vestibular, teses, eventos e outras notícias do campus. Também na homepage, está disponível a seção "Apoio ao Aluno", que tem como proposta mostrar ao estudante interessado os auxílios disponíveis para sua permanência na Universidade. Essas mudanças foram feitas considerando a demanda de informação originada por meio do canal "Fale conosco" do Portal anterior.

Com informações do Serviço de Comunicação da Prefeitura do Campus de São Carlos

Mais informações: (16) 3373-9997

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9585/especiais/melhor-prevenir.

EspeciaisElevação do nível do mar, temperaturas mais altas, chuvas torrenciais e epidemias de dengue e leptospirose são alguns dos possíveis impactos do aquecimento global na cidade do Rio de Janeiro, segundo livro com base em relatório do IPCC

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9586/especiais/patologias-aviar

EspeciaisTrabalho feito por pesquisadores da USP reúne informações sobre doenças que afetam as aves e seu impacto na indústria avícola

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9588/divulgacao-cientifica/liga

Divulgação CientíficaPor meio de conexão artificial direta entre o cérebro e os músculos, cientistas norte-americanos conseguem restaurar movimentos voluntários em membros paralisados de macacos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9589/noticias/centro-de-excelen

NotíciasDivisão do Inpe é certificada pela Organização Meteorológica Mundial como centro de excelência para formação e treinamento de especialistas para o uso de dados de satélites meteorológicos e ambientais

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9590/noticias/bolsas-de-pd-na-a

NotíciasServiço Alemão de Intercâmbio Acadêmico abre edital para programa de bolsas de pós-graduação em políticas públicas e boa governança. Inscrições até 31 de outubro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9591/agenda/1-forum-de-energia-

AgendaEvento promovido pela Universidade Fernando Pessoa, de Portugal, e pela Faculdade Cásper Líbero incluirá painel científico e atividade de aperfeiçoamento para jornalistas. Fórum ocorrerá em São Paulo, entre os dias 20 e 23 de outubro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9592/agenda/seminario-nacional-

AgendaPromovido pela UFSCar, evento que ocorrerá no dia 14 de novembro em São Carlos (SP) discutirá perspectivas e políticas públicas voltadas para moradores de rua

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 16, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15435-ie

SEMINÁRIO
IEA debate filosofia e história da ciência com pesquisador internacional Dando continuidade ao programa do 15º Seminário Internacional de Filosofia e História da Ciência, acontece na quarta-feira (22), às 10 horas, a sexta exposição de Fernando Tula Molina (Universidade Nacional de Quilmes, Argentina). O seminário é realizado no Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP (Av. Prof. Luciano Gualberto, Travessa J, 374, térreo, Cidade Universitária, São Paulo).

O evento é gratuito, aberto a todos os interessados, e as inscrições devem ser feitas pelo email clauregi@usp.br.

A transmissão ao vivo pode ser conferida no site www.iea.usp.br/aovivo.

Mais informações: (11) 3091-1686, ou pelo email clauregi@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15525-da

políticas públicas
DAAD abre vagas para bolsa de intercâmbio na Alemanha
O DAAD (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, da sigla em alemão) está recebendo candidaturas até 31 de outubro para seu novo programa de bolsas de pós-graduação master em Política Públicas e Boa Governança (PPGG).

O programa tem como público-alvo graduados e profissionais das áreas de ciências políticas, jurídicas e econômicas, além de administração. Para candidatar-se, os interessados devem ter concluído a graduação há no máximo seis anos.

Os cursos terão duração de dois anos em uma instituição de ensino superior alemã e terão foco em uma das seguintes áreas: políticas públicas, boa governança, relações internacionais, gestão pública, administração, sociedade civil. Em carta de motivação, o candidato deverá informar qual a área ou o curso de seu interesse. Caberá ao DAAD, entretanto, definir os cursos para os quais irão os bolsistas.

Para os cursos ministrados em inglês, serão exigidos bons conhecimentos de inglês. Para aqueles em alemão, terão prioridade aqueles que já tiverem ao menos conhecimentos básicos de alemão em nível A2. Todos receberão bolsa para curso de alemão na Alemanha de quatro ou seis meses, antes do início da pós-graduação. Os cursos de alemão de seis meses começarão em abril de 2009.

As bolsas estão fixadas em 750 euros mensais, mais seguro-saúde e auxílio para viagem, bem como outros eventuais subsídios, conforme cada caso. Os candidatos não podem estar residindo na Alemanha há mais de um ano. O regulamento completo está disponível, em inglês, no edital completo.

Mais informações: public-policy@daad.de (emails apenas em inglês ou alemão)

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15526-inova

FMUSP
Inovações na hotelaria hospitalar serão discutidas em fórum do HC
O Fórum de Hotelaria Hospitalar, promovido pelo Instituto Central do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), trará especialistas de todo o país para discutir perspectivas inovadoras na hotelaria hospitalar e as tendências do mercado. O evento acontece na segunda (20) e na terça-feira (21) no Centro de Convenções Rebouças (Av. Rebouças, 600, Cerqueira César, São Paulo).

Entre os temas focalizados durantes os dois dias estão: novas perspectivas de atendimento ao cliente, desafio na liderança de equipes, gestão de segurança, humanização hospitalar-diferencial nas ações cotidianas, canal de relacionamento com o cliente, padronização de indicadores e tendências de gastronomia hospitalar.

A conferência de abertura será ministrada pelo presidente da Federação Peruana de Administradores de Saúde (Fepas), Luz Maria Loo de Li. Na oportunidade, o palestrante dissertará sobre o tema Gestão de Custos na Hotelaria Hospitalar. A meta do encontro, segundo Carlos Suslik, diretor-executivo do Instituto Central do HC, é ampliar e aperfeiçoar atividades que coloquem, cada vez mais, o paciente como centro da assistência. A hotelaria hospitalar é hoje uma ferramenta de gestão imprescindível nos hospitais modernos, por proporcionar conforto, segurança e bem-estar ao cliente interno e externo.

Em paralelo ao fórum, haverá exposição de pôsteres que retratarão atividades destacadas em hospitais da rede pública, privada e filantrópica.

As inscrições podem ser feitas no dia do evento, no próprio local. Os valores variam de acordo com os participantes, sendo R$ 325,00 para profissionais da área, R$ 290,00 para estudantes, R$265,00 para filiados da Fundação Brasileira de Hotelaria Hospitalar (FBHH) e R$ 145,00 para funcionários do HC. Os últimos três devem levar comprovantes.

Mais informações: (11) 5543-1141 e (11) 5542-8216

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/51-meio-ambiente/155

Força Aérea
Unifa é palco de encontro de estudos estratégicos
Buscando discutir temas diversos, o Encontro Nacional de Estudos Estratégicos, sob a coordenação do Centro de Estudos Estratégicos (CEE), acontece entre os dias 5 e 7 de novembro, na Universidade da Força Aérea (Unifa), na Av. Marechal Fontenelle, 1200, Campo dos Afonsos, Rio de Janeiro, RJ.

O Enee é um evento nacional, com a finalidade de ampliar a discussão sobre assuntos estratégicos, atraindo destacadas personalidades do meio acadêmico, autoridades, empresários e demais segmentos da sociedade.

Em sua oitava edição, o evento aproveita a oportunidade de se juntar à discussão do recente Plano Nacional de Defesa, elaborado pelo Governo Federal, destacando, também, temas globalizados sobre a Amazônia, a indústria nacional de Defesa, a opinião pública e a Defesa Nacional, consolidando o Pensamento Estratégico no contexto da América do Sul e do mundo.

As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo site www.unifa.aer.mil.br.

Mais informações: (21) 2157-2229 ou no site www.unifa.aer.mil.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15528-s

FFLCH
Seminário discute a relação entre as doenças e os medos sociais
O seminário Doenças e os Medos Sociais, organizado pelo Departamento de História da Faculdade de FIlosofia, Letras e Ciências Sociais (FFLCH) da USP, vai discutir temas como "Os medos na formação da sociedade brasileira", "Fontes para a história das doenças" e "O imaginário sobre a doença e o doente".

Entre os palestrantes estão renomados professores da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), da FFLCH, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entre outras intituições.

O evento acontece terça (21) e quarta-feira (22), no anfiteatro do Departamento de História da FFLCH (Av. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo). Para se inscrever, os interessados devem preencher a ficha de inscrição e enviar por para email leer@usp.br.

Mais informações: (11)3091-8598 ou email leer@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/41-esportes-e-lazer/

esporte
Seminário no Cepeusp fala dos jovens em movimento na cidade
Após ter colocado em discussão temas como "Compartilhando experiências e aprendizados", "Educação e comunidade", "Políticas públicas" e "Por uma cidade educadora", o Seminário Teorias e Práticas Sociais com Crianças e Adolescentes, em sua quinta edição,  vai enfocar o assunto "Os jovens em movimento na cidade". O evento é organizado pelo Projeto Esporte Talento, do  Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp).

Serão oficinas, relatos, palestras e rodas de diálogos, com diversos órgãos, como o próprio Esporte Talento, a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP, o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), entre outros.

O seminário, gratuito, acontece entre os dias 30 de outubro e 1° de novembro, no Cepeusp (Rua Prof. Rubião Meira, 61, Cidade Universitária, São Paulo). Para se inscrever, basta mandar até o dia 29 a ficha de inscrição preenchida para o email talento@usp.br. As inscrições serão confirmadas pela Comissão Organizadora.

Mais informações: (11)3091-3592 ou por email talento@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Bauru
Semana Integrada do Livro e da Biblioteca oferece atividades variadas Tem início nesta segunda-feira (20), em Bauru, a quarta Semana Integrada do Livro e da Biblioteca, promovida pelas bibliotecas da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP, do Instituto Toledo de Ensino (ITE), da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp) e da Universidade Paulista (Unip). O evento faz parte das comemorações dos 75 anos da USP.

As instituições oferecerão diversas atividades para o público. Haverá oficina de origami, curso de artesanato e diversas palestras, entre outros (confira a programação completa no site da FOB). Na biblioteca da FOB ocorrerá, até o encerramento da Semana, no dia 24, a exposição Vírus que atacam os usuários de bibliotecas. No auditório serão ministradas, nos dias 21 e 23, palestras sobre a divulgação eletrônica de trabalhos acadêmicos.

Na terça-feira (21), das 8 às 12 horas, acontece a palestra Redação acadêmica para Web 2.0, que trata das inovações para divulgação pela Internet, como blogs, a Wikipédia e os periódicos eletrônicos. Das 14 às 17 horas haverá a conferência Indicadores de produção científica: fator de impacto e índice H, onde serão expostos os conceitos, o cálculo e as principais modificações realacionadas ao surgimento de novos indicadores (como o índice H) e novas fontes de pesquisa para o cálculo destes indicadores. Suely de Brito Clemente do Carmo, bibliotecária da Unesp de Rio Claro, ministrará as duas palestras.

Na quinta-feira (23), das 9 às 12 horas, o palestrante Ricardo Arcanjo, da empresa Elsevier, realiza o Treinamento nas bases de dados Science Direct e EMBASE. Das 14 às 17 horas, Arcanjo faz o Treinamento na base Scopus. Além das possibilidades de busca, esta base ganha destaque por fornecer o cálculo do índice "H" dentre as citações dos periódicos indexados. As inscrições já estão abertas, são gratuitas e devem ser feitas na Biblioteca da FOB, com Maria Inês, pelo telefone (14) 3235-8375, de segunda a sexta, das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas.

Mais informações: (14) 3235-8375

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15532-exp

exposição
Docentes nikeys e o centenário da imigração japonesa na Casa de Dona Yayá
Nos eventos comemorativos do centenário da imigração japonesa no Brasil, o Laboratório de Estudos sobre a Intolerância da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP e a Escola de Enfermagem (EE) da USP apresentam uma exposição, com curadoria de Zilda Márcia Grícoli Iokoi, que traz a rememoração dos docentes nikeys da USP sobre suas origens, trajetórias, processos de formação e atividades de pesquisa.

A exposição Encontros e Memórias trata da comunidade e de suas várias formas de produção de saberes, bem como de seu sentido para a sociedade brasileira. Na noite de abertura (dia 24), a partir das 19h, haverá o lançamento do documentário "Juntar é bom, mas misturar é melhor!!!".

A exposição fica na Casa de Dona Yayá (Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, São Paulo) até 30 de janeiro de 2009. A visitação, aberta de domingo a sexta-feira, das 10 às 16 horas, é gratuita.

Mais informações: (11) 3106-3562 ou email cpcpublic@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/154

jubileu
Evento em Pirassununga comemora 75 anos da USP
Na quinta-feira (23), a Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA) da USP comemora os 75 anos da Universidade. As comemorações, no campus de Pirassununga, começam às 10 horas, com a participação do prefeito da cidade, Ademir Alves Lindo e das autoridades da Universidade: Franco Maria Lajolo (vice-reitor), Holmer Savastano Junior (diretor da FZEA) e Marcelo Machado de Luca de Oliveira Ribeiro (prefeito do campus de Pirassununga). Após a abertura, ocorrerá , às 11 horas, uma apresentação musical do Departamento de Música de Ribeirão Preto. Já às 11h30 será aberta a Exposição de Fotos Históricas do Campus de Pirassununga.

À tarde, começa o seminário USP: 75 anos de Ensino, Pesquisa e Extensão. Às 14 horas, o ex-pró-reitor de Cultura e Extensão Universitária da USP e docente do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, professor Adilson Avansi de Abreu, ministra a palestra O Patrimônio Cultural e a Universidade.

Às 15 horas, será a vez da apresentação da palestra Planejando o Futuro: USP 2034, com o presidente da Comissão de Planejamento USP 2034 e diretor do Instituto de Física de São Carlos, professor Glaucius Oliva. Após a apresentação, será realizado um debate.

As comemorações terminam às 16h30, com a apresentação da Banda Marcial de Itupeva. Em seguida será servido um coquetel de encerramento.

O evento é aberto ao público e gratuito. As inscrições podem ser feitas no site www.usp.br/fzea. A FZEA fica na Av. Duque de Caxias Norte, 225, Pirassununga, São Paulo.

Mais informações: (19) 3565-4243 ou (11) 3091-8351

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15534-ic

Mostra
ICB apresenta microbiologia para o público do ensino médio O Departamento de Microbiologia do Instituto de Ciencias Biomédicas (ICB) da USP realizará, paralelamente à Semana Nacional de Ciencia e Tecnologia, a quarta Mostra de Microbiologia. A mostra acontecerá na sala de eventos do prédio III do ICB, entre segunda (20) e sexta-feira (24), das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas.

Será uma apresentação simplificada dos principais campos de trabalho da microbiologia e das áreas de pesquisas do departamento em fungos, bactérias e vírus. Haverá maquetes de microrganismos, modelo de DNA, jogos variados e diversos painéis. As apresentações serão realizadas por alunos, funcionários e professores.

O evento tem como alvo principal os alunos do ensino médio de escolas públicas. As visitas devem ser agendadas previamente pelo telefone (11) 3091-7259.

O ICB III fica na Av. Prof. Lineu Prestes, 2415, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-7259

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15521-f

história
FFLCH promove debate sobre doenças e medos sociais
Terça (21) e quarta-feira (22), a partir das 10 horas, o Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP promoverá o debate As doenças e os medos sociais. No evento serão discutidos temas como "Os medos na formação da sociedade brasileira", "Fontes para a história das doenças", "O imaginário sobre a doença e o doente" e "Difusão dos medos". Os participantes serão históriadores da USP e de instituições de ensino superior brasileiras.

O evento acontecerá no Anfiteatro do Departamento de História da FFLCH, na Av. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo. Os interessados devem preecher a ficha de inscrição e enviá-la para o endereço eletrônico leer@usp.br.  O evento é gratuito e aberto ao público em geral.

Mais informações: (11) 3091-8598 ou e-mail leer@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15535-don

teatro
Dona Yayá recebe "Milagre, milagrim, milagrizinhozinhozinho"
O espetáculo da Cia. Komos de Teatro é uma comédia que aborda temas contemporâneos como segregação racial, abuso de poder e racismo, a partir de um breve relato sobre um episódio da vida oculta de Jesus quando criança. O texto, inspirado na obra “II Primo Miraculo”, de Dario Fo, se vale da linguagem, das imagens e da poesia do universo sertanejo de Guimarães Rosa, escritor homenageado pelo grupo.

A peça, com autoria de Mauro Silveira e direção de Joca Carvalho, fica em cartaz até o dia 30 de novembro na Casa de Dona Yayá (Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, São Paulo). Os ingressos, à venda no local, variam entre R$ 7,00 (classe teatral e aposentados), R$ 10,00 (estudantes) e R$ 20,00 (inteira).

Mais informações: (11) 3106-3562 ou pelo email cpcpublic@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Direito
Abertas as inscrições para congresso sobre direitos humanos Estão abertas as inscrições para assistir às atividades do Congresso Nacional de Celebração dos 60 Anos da  Declaração Universal dos Direitos Humanos: Sonhos e Realidades. Durante o evento, ocorrerá também a outorga do nono Prêmio USP de Direitos Humanos. O prêmio, organizado pela Comissão de Direitos Humanos da Universidade, homenageia indivíduos, grupos ou instituições que, por meio de suas ações, propagam os direitos humanos no país.

O congresso acontecerá durante os dias 8, 9 e 10 de dezembro, em São Paulo, no Salão Nobre da Faculdade de Direito (FD). A abertura, que ocorrerá às 8 horas, contará com a presença de Paulo Vannucchi, Secretário Especial de Direitos Humanos do Governo Federal e Vincent Defourny, Representante da Unesco no Brasil.

O evento é aberto ao público em geral e as inscrições são gratuitas. Estão disponíveis no site da Comissão de Direitos Humanos o programa do evento e a ficha de inscrição.

Mais informações: (11) 3091-2209

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15479-espec

Saúde
Psiquiatras do Ipq discutem verdades e mentiras sobre as pílulas antidepressivas
 
“Com um centímetro cúbico se curam dez sentimentos lúgubres”. É com essa frase que os personagens do romance Admirável Mundo Novo, escrito pelo britânico Aldous Huxley em 1931, descrevem um comprimido que aparece com relativa freqüência no livro. A história é uma fábula futurista que descreve uma sociedade excessivamente organizada, onde as pessoas são controladas desde a sua concepção. Para auxiliar na manutenção desse status quo, existia o “soma”, uma espécie de pílula calmante e alucinógena que se encontrava ao alcance das mãos e impedia os indivíduos dessa sociedade de se sentirem infelizes quando a realidade se tornava difícil ou os machucava.

Como toda obra clássica, algumas profecias do livro de Huxley acabaram por se confirmar. A existência, nos dias atuais, de diversas drogas nas prateleiras das farmácias guarda semelhanças com o “soma” imaginado pelo autor inglês há quase 80 anos. Nesse grupo, enquadram-se as medicações antidepressivas, cujo uso ainda é motivo de discussão entre médicos e e especialistas que trabalham com saúde mental. O uso indiscriminado de drogas como o Prozac já levou esse e outros medicamentos semelhantes a ganharem o apelido de “drogas da felicidade”.

Para o psiquiatra Ricardo Moreno, do Instituto de Psiquiatria (Ipq) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (FM) da USP,  existem inúmeros mitos e idéias errôneas sobre esse tipo de remédio presentes na sociedade. Um mito associado aos antidepressivos é o de que seu uso contínuo leva fatalmente à dependência. “Eles não produzem dependência química. O tratamento de uma depressão tem começo, meio e fim. O que pode ocorrer sim é o uso indiscriminado e sem acompanhamento do medicamento pelo paciente”, explica ele.

Uma forma de uso indevido encontrado por algumas pessoas é o de tomar estas drogas imaginando que elas contribuam para a perda de peso. “Isso ocorre porque alguns desses medicamentos causam certa perda de apetite. O Prozac, por exemplo, diminui a fome, mas só no início do tratamento.  E há outras drogas que produzem justamente o efeito contrário”, explica Moreno.

O que realmente ocorre, segundo o especialista do IPq, é o chamado “custo orgânico” do uso desse tipo de droga. Sintomas colaterais como boca seca, tremores, náuseas, vômitos, sonolência excessiva e ansiedade podem aparecer, juntos ou agrupados, de acordo com o tipo de remédio usado. Também podem ocorrer alterações na vida sexual, como perda de libido e retardo ejaculatório nos homens. “Temos que lembrar que quando falamos em antidepressivos, estamos falando de uma classe de remédios com cerca de 30 compostos diferentes”, diz.

Tratamento da depressão

Essas drogas são usadas basicamente para o tratamento de transtornos de ansiedade e, particularmente, depressão. Segundo Ricardo Moreno, a depressão é uma doença que produz alterações químicas no cérebro e que pede um tratamento, que geralmente combina psicoterapia com algum tipo de medicação. “A própria depressão apresenta várias formas clínicas e graus de intensidade. Não é só chorar e ficar trancado no quarto. É uma tristeza continuada, uma incapacidade de sentir prazer”, diz.

Além da patologia em si, há ainda, segundo o psiquiatra, outro fator de stress para os pacientes deprimidos: a pressão familiar e social. “Os familiares não entendem que a depressão não é só uma tristeza, mas uma doença que afeta o organismo como um todo e é mais forte que a vontade do indivíduo. Não vai ser fazendo a comida que o doente mais gosta que ele vai melhorar”, diz. Apesar disso, ele ressalta que a intensidade da depressão depende também da forma como a pessoa reage, ou do que ele chama de “arsenal psicológico”. “Todos nós sofremos stress no dia-a- dia, mas nem todos caímos em depressão por causa disso. Tudo depende também da psicologia da pessoa, da sua maturidade, suas experiências de vida”.

Por isso mesmo, é importante desmistificar não só a doença como os medicamentos utilizados no seu tratamento, explica o também psiquiatra do IPq Márcio Bernick. “As pessoas com depressão já são estigmatizadas pela família e pelo círculo social. Não podemos também estigmatizar o remédio, porque ele é necessário e contribui para o tratamento.”

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15538-estud

psicologia
Estudo relaciona as teorias de Freud com a obesidade
Um estudo do Instituto de Psicologia (IP) da USP relacionou as teorias do médico e fundador da psicanálise Sigmund Freud com a obesidade. Em sua pesquisa de mestrado apresentada ao IP, a psicóloga Raquel Berg defende de que a origem e a evolução da doença têm profundas relações com questões do desenvolvimento psíquico. Ela ressaltou a influência da sociedade e da família no desenvolvimento da obesidade.

Para a autora, os estudos psicanalíticos sobre a obesidade são escassos. Por isso, parte da pesquisa foi dedicada a um levantamento bibliográfico do trabalho de Freud e de seus comentadores sobre o tema. Em seus trabalhos, apesar de discutir a questão das patologias alimentares, o tema da obesidade não é contemplado. Freud discutiu a questão da anorexia e da bulimia em suas pacientes com histeria, que, segundo a teoria freudiana, é um conflito psíquico que resulta em sintomas corporais.

Atualmente, a obesidade é encarada pela área médica como uma doença, ao contrário da bulimia e da anorexia, que são consideradas patologias psiquiátricas. Entretanto, a recorrência de sofrimento psíquico na obesidade e após uma cirurgia de redução de estômago, por exemplo, é um sinal de que a relação do obeso com seu corpo está além da questão biológica.

Para Raquel, a grande dificuldade das pesquisas psicanalíticas é que nem sempre há uma relação direta de causa e efeito entre um problema somático e questões psíquicas. Isso, segundo a pesquisadora, favorece que causas psíquicas sejam freqüentemente desvinculadas de patologias como a obesidade. "Minha hipótese teórica trata a obesidade como uma psicopatologia, o que não significa que a parte do corpo esteja descartada. Eu considero que corpo e mente estão sempre juntos, e acho fundamental que haja pesquisas que analisem a influência genética e hormonal na constituição da obesidade. São trabalhos que podem se complementar no tratamento do obeso, mas nunca substituir um ao outro” explica a psicóloga.

O papel da família

As relações familiares interferem na constituição da obesidade. Segundo o estudo, a obesidade é desenvolvida em contextos familiares onde comer é uma forma de resolução de problemas e situações. Raquel ainda contrapõe essa situação com a anorexia, na qual freqüentemente se observa um enrijecimento de regras e de busca de autocontrole por parte da paciente.

A mãe, segundo a pesquisadora, tem um papel fundamental nas relações com a criança, pois ela é responsável pela alimentação do bebê nos primeiros meses de vida. A criança então, pode desenvolver um medo de perda de vínculo com a mãe, que se reflete no comer em excesso. Por outro lado, a ausência de uma figura paterna atuante nas famílias contribui para o aumento das patologias alimentares, inclusive a obesidade.

Sociedade narcisista
A pesquisa considerou, como agravantes da obesidade, a questão do narcisismo na sociedade. Segundo Raquel, a sociedade prega hoje um ideal de corpo perfeito. “A maioria das pessoas não come mais por prazer, come o que a sociedade diz que é melhor. Nesse sentido, quando queremos comer um doce, sempre surge a dúvida se podemos comer ou não, como se fosse pecado comer algo calórico e com menos nutrientes do que uma fruta ou um legume. A questão do balanço alimentar é praticamente uma neurose coletiva. Com isso, os gordinhos se tornam o principal alvo de críticas da mídia e da sociedade", comenta a psicóloga.

O problema é quando essa imposição da sociedade acaba com a liberdade das pessoas. Para Raquel, existe não apenas um ideal de corpo, mas um ideal de vida no qual só se pode ser feliz sendo supermagro e com uma dieta saudável. Assim, a qualidade de vida deixa de ser um benefício e passa a ser uma obrigação.

Um ponto curioso do estudo foi a constatação de que anorexia e bulimia são patologias aceitáveis pela sociedade, pois favorecem uma aparência que é cobrada socialmente. O obeso, ao contrário, sofre com o menosprezo social. “Ele é discriminado e, muitas vezes, vira motivo de chacota. As pessoas acham que o obeso é gordo porque quer. E por mais que ele não goste de estar nessa situação, a obesidade oculta – e escancara – seu sofrimento, pois o comer também é uma forma de lidar com suas angústias”, analisa.

Mais informações: (11) 9568-1772, com Raquel Berg

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15539--hu-p

discussão
HU sedia jornada para reflexão sobre as drogas lícitas

A realidade do álcool e tabaco no Brasil, tabagismo passivo, doenças relacionadas ao tabaco, tratamento do tabagismo e alcoolismo, atendimento psicológico, repercussões sócio-familiares e depoimentos de médicos e ex-fumantes. Esses serão os assuntos abordados durante a primeira edição da Jornada sobre Drogas Lícitas do HU - Tabagismo e Álcool, que acontece quinta (23) e sexta-feira (24). O objetivo da Jornada, realizada pelo Hospital Universitário (HU) da USP, é divulgar os assuntos decorrentes do tema das drogas lícitas aos profissionais de saúde, com apresentação palestras e depoimentos. A programação completa está no site do HU.

A Jornada foi organizada pelos médicos João Paulo Becker Lotufo, Frederico Fernandes e Mayuri Hassano e conta com apoio da Psiquiatria do Hospital das Clínicas e do Instituto de Ciências Biomédicas da USP. Participarão do evento profissionais do HU; do Hospital das Clínicas (HC); da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP); do Centro de Referência de Álcool, Tabaco e outras Drogas (Cratod); e do Conselho Estadual de Entorpecentes (Conen), Departamento de Narcóticos de São Paulo (Denarc).

O evento acontece no Anfiteatro do 2º andar e tem como público alvo médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, dentistas e pessoas interessadas no tema. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo site www.hu.usp.br até quarta-feira (22). O HU está localizado na Av. Prof. Lineu Prestes, 2.565, Cidade Universitária, São Paulo

Mais informações: (11) 3091-9200

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9594/noticias/brasil-dos-corres

NotíciasLivro reúne artigos, reportagens e fotos produzidas por correspondentes estrangeiros nos últimos 30 anos da história do país

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9595/divulgacao-cientifica/sati

Divulgação CientíficaPesquisadores descobrem que presença de um gene específico faz com que a resposta do cérebro à ingestão de alimentos seja mais lenta, levando a comer mais para compensar a menor satisfação

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9596/noticias/fiocruz-inaugura-

NotíciasFiocruz África, em Moçambique, é o primeiro escritório internacional da fundação e dará apoio à fábrica que produzirá anti-retrovirais no país a partir de 2009

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9597/noticias/r-8-milhoes-para-

NotíciasCNPq lança edital para apoiar estudos relacionados à avaliação de risco para populações expostas à água contaminada e ao desenvolvimento de técnicas alternativas para tratamento de água e esgotos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9598/agenda/fim-de-semana-com-e

AgendaRoberto Martins (Unicamp) e Carlos Alberto dos Santos (UFRGS) abordam algumas das principais contribuições do físico alemão. Dias 18 e 19 de outubro, no Ibirapuera, em São Paulo

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9599/agenda/por-que-as-estrelas

AgendaRoberto Dell”Aglio Dias da Costa, do Instituto Astronômico e Geofísico da USP, explicará o funcionamento das estrelas em palestra promovida pelo programa “Ciência às 19 horas”, no dia 29 de outubro, em São Carlos (SP)

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9593/especiais/ciencia-de-norte

EspeciaisCom calendário alterado pelas eleições municipais, Semana Nacional de Ciência e Tecnologia mobiliza a população em torno de atividades sobre o tema “Evolução e Diversidade”

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 17, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15529-s

Seminário Internacional
A hegemonia dos governos populares pelo mundo vai resistir à crise?
 Acontece entre terça (21) e sexta-feira (24), no anfiteatro do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, o seminário internacional Hegemonia às Avessas: Economia, Política e Cultura na Era da Servidão Financeira, organizado pelo Centro de Estudos de Direito da Cidadania (Cenedic) da FFLCH. O seminário foi motivado por um trabalho homônimo realizado pelo Cenedic. Segundo o diretor do Cenedic e professor do Departamento de Sociologia da FFLCH, Ruy Gomes Braga Neto, o evento "marca o coroamento da pesquisa do Cenedic e tem como objetivos analisar as várias facetas e debater os limites desse movimento sob o espectro da atual crise econômica mundial”.

Os organizadores esperam uma participação de aproximadamente 200 pessoas por debate. A participação é gratuita e não é necessário fazer inscrição. Todos os debates com participantes estrangeiros terão tradução simultânea.

Um dos principais eventos do seminário é o debate Do Apartheid ao neoliberalismo, que conta com a presença do principal poeta africano vivo, Dennis Brutus, professor da Universidade de KwaZulu-Natal, da África do Sul. Ruy Braga destaca a importância da participação desse professor: "além de ser um excepcional poeta, ele é um dos principais críticos africanos ao Apartheid e ao neoliberalismo. É uma honra termos a presença dele no nosso seminário." O debate, que acontece na quinta-feira (23), às 14 horas, contará também com a participação dos professores José Luis Cabaço, da Universidade Técnica de Moçambique (UDM) e Omar Thomaz, da Unicamp.

Como parte do seminário será realizada a mostra Cinema do Desmanche, que exibirá filmes brasileiros ligados às temáticas do seminário. Os filmes exibidos serão “Cronicamente inviável”, de Sergio Bianchi, filme com Dan Stulbach, Daniel Dantas e Betty Gofman que critica duramente o Brasil e o comportamento dos brasileiros; “Os 12 trabalhos”, de Ricardo Elias; e “O invasor”, de Beto Brant, filme com Marco Ricca, Malu Mader, Mariana Ximenes, Paulo Miklos e Alexandre Borges que ganhou o prêmio de melhor filme no Sundance Film Festival de 2002.

  
 Hegemonia às Avessas
A 'hegemonia às avessas' é a situação atual de países de capitalismo semi-periférico, como, por exemplo, Brasil e África do Sul. "Tradicionalmente, a hegemonia política desses países era formada pelas classes dominantes. Atualmente, ela passou para políticos de origem popular, como é o caso do presidente Lula”, explica Braga Neto. Segundo o professor, o Brasil é o exemplo mais aperfeiçoado de “hegemonia às avessas”. Aqui, o governo de um partido trabalhador aliou políticas neoliberais, que mantiveram o crescimento econômico, a um projeto social que mostrou resultados, formando assim um governo hegemônico, com a adesão da oposição. Porém, essa hegemonia pode estar em risco com a atual crise econômica. Um dos objetivos do debate é justamente discutir até onde a crise afetará, ou não, essa “hegemonia às avessas”.

Decifra-me... ou te devoro!
O ponto alto do seminário fica por conta do debate de encerramento Hegemonia às avessas: decifra-me... ou te devoro!, que acontece na sexta-feira (24), às 19 horas. Além de Paulo Arantes, filósofo e professor da FFLCH, estarão presentes Carlos Nelson Coutinho, professor da Escola de Serviço Social da UFRJ, e Chico de Oliveira, sociólogo, professor aposentado da USP, ex-militante do PT e um dos principais críticos do governo Lula. O debate promete ser intenso.

Chico de Oliveira considera o governo Lula um retrocesso. Ele não perdoa o fato de um governo de esquerda assumir o poder e implementar políticas neoliberais. "O governo Lula é uma regressão pois ataca os direitos dos trabalhadores. Mesmo o valor aplicado no bolsa-família é ínfimo se comparado ao que foi gasto em pagamento da dívida externa. Esse governo é uma continuidade dos governos neoliberais anteriores e uma regressão para um partido de esquerda", afirma Chico. Ele classifica como uma "demostração de otimismo idiota" a maneira como o governo vem lidando com a crise econômica, e faz um alerta: "as políticas sociais do governo serão afetadas pela crise. Essa crise é um buraco negro."

O seminário será uma boa oportunidade para aqueles que pretendem discutir o atual momento político  do Brasil com grandes pensadores nacionais e internacionais e ainda destrinchar os possíveis efeitos sociais e políticos da crise econômica mundial.

Programação
Na terça-feira (21), às 17h30, o seminário será aberto pelo diretor da FFLCH, professor Gabriel Cohn. A seguir, às 19 horas, começa o debate O trabalho após o desmanche, com os professores Ricardo Antunes, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Yves Cohen, da École de Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS) da França; e Arne L. Kalleberg, da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, que falará sobre as condições de trabalho nos Estados Unidos no atual período de crise econômica.
O seminário continua na quarta-feira (22), quando, às 10h30, começa o debate A cultura da servidão financeira, com a presença dos professores Luiz Renato Martins, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, Maria Elisa Burgos Pereira da Silva Cevasco, da FFLCH, e Pedro Arantes. Depois do debate, às 14 horas, começa a mostra Cinema do Desmanche. Nessa primeira sessão será exibido o filme  “Cronicamente inviável”, seguido por “Os 12 trabalhos”, que começa às 17 horas.

As discussões continuam às 19 horas, quando começa o debate Dominação financeira e mercado de trabalho no Brasil. O professor José Dari Krein, da Unicamp, debate com o pesquisador do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), Alexandre de Freitas Barbosa, e o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Marcio Porchmann, os reflexos da atual crise econômica mundial no mercado de trabalho brasileiro.
No dia seguinte, quinta-feira (23), o seminário é reaberto, às 10h30, com o debate A América Latina na encruzilhada. Nesse evento participarão os professores Carlos Eduardo Martins, da Universidade Federal Fluminense (UFF), Ary Minella, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Gilberto Maringoni, da Faculdade Casper Líbero. Às 14 horas, começa o debate Do Apartheid ao neoliberalismo. Já às 17 horas, continua a mostra Cinema do Desmanche, com a apresentação do filme “O invasor”.

A programação prossegue às 19 horas com o debate O socialismo após o desmanche. Participarão do último debate do dia os professores Alvaro Bianchi, da Unicamp, Wolfgang Leo Maar, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e Brian Palmer, da Trent University, do Canadá.
O último dia do seminário (sexta-feira, 24) começa às 10h30 com o debate Teatro e desmanche urbano. Com a participação de Martin Eikmeier, da Cia do Latão; Eugênio Lima, do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e da Frente 3 de Fevereiro; e José Fernando de Azevedo, professor da Escola de Arte Dramática (EAD) da ECA e diretor do Teatro de Narradores. Depois do almoço, às 14 horas, acontece o debate A cidade e a miséria da política. Participarão do debate os professores João Whitaker, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP , Mariana Fix, também da FAU, Cibele Rizek, da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, e Carlos Vainer, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

A mostra Cinema do Desmanche se encerra às 17 horas, com um debate sobre os filmes exibidos. Participarão desse debate o filósofo e professor da FFLCH, Paulo Arantes, e o coordenador da mostra e sociólogo, Paulo Menezes. O seminário se encerra às 19 horas, com o seminário Hegemonia às avessas: decifra-me... ou te devoro!.

Serviço
Todas as atividades acontecem no Anfiteatro do Departamento de Geografia da FFLCH. O endereço é Av. Prof. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo. Mais informações pelo telefone (11) 3091-3769.

Foto: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

incentivo
USP tem seis finalistas no Prêmio Santander de Ciência e Inovação
O Prêmio Santander de Ciência e Inovação divulgou essa semana os semifinalistas das etapas regionais. Entre os 10 da região sudeste, seis são alunos da USP (Fábio Monaro Engelmann, José Márcio Machado, Marcelo Fossa da Paz, Marco Antonio Gutierrez, Ronaldo Biondo e Valtencir Zucolotto). Os finalistas serão selecionados no dia 23, em são Paulo.

A iniciativa, dividida em três categorias - Indústria; Tecnologia da Informação e Comunicação; e Biotecnologia -, premia pesquisadores-doutores que produzirem as melhores pesquisas científicas de caráter inovador. O vencedor de cada categoria receberá R$ 50 mil.

Realizado pelo Santander Universidades, com o desenvolvimento e a gestão do Universia Brasil, os prêmios visam estimular a atitude empreendedora e a pesquisa científica no meio acadêmico, revelando novos talentos que irão beneficiar a sociedade brasileira com a implementação de seus projetos empreendedores e de suas pesquisas científicas.

Mais informações: (11) 5538-6545/6469/6190, (11) 3174-6017/2743/8516 ou email imprensa@santander.com.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15542--d

ECA
Docente francês participa de Fórum sobre Infoeducação na ECA O Colaboratório de Infoeducação (Colabori) do Departamento de Biblioteconomia e Documentação da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP organiza o Fórum de Infoeducação: Aprendizagens Informacionais e Leitura, com a presença do professor Max Butlen, da Université de Cergy-Pontoise (França). O docente é vice-diretor do Instituto de Formação de Professores de Versalhes e um dos responsáveis pelo Programa de Implantação de Bibliotecas Escolares na França durante a presidência de François Mitterrand.

O evento, que acontece na segunda (20) a partir das 10h30, na terça (21) às 9 horas, e na quinta-feira (23) às 14 horas, reunirá pesquisadores, estudantes e profissionais do Brasil e da França para compartilhar experiências em políticas de informação, educação e leitura, com o objetivo de aprofundar reflexões sobre o conceito de aprendizagens informacionais. O fórum acontece na Casa da Criança de Paraisópolis (Rua Manoel Antonio Pinto, 210, Paraisópolis, São Paulo) e no Auditório Lupe Cotrim da ECA (Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Cidade Universitária, São Paulo).

A programação completa pode ser conferida no blog do Colabori. A entrada é gratuita, sem necessidade de inscrição prévia.

Mais informações: http://colabori.blogspot.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15545-pr

Livro
Professor da FMVZ organiza obra sobre patologias aviárias O recém-lançado Patologia Aviária, organizado por Antonio Piantino Ferreira, professor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP, e pela pós-doutoranda Liliana Revolledo, reúne artigos de 50 pesquisadores de diversos países sobre doenças que afetam as aves.

Os capítulos sobre as doenças contêm a descrição de sua etiologia, informações sobre distribuição geográfica, epidemiologia, transmissão, sinais clínicos, lesões macroscópicas e histopatológicas, patogenia, diagnóstico e controle.

Escreveram para a obra nomes como o argentino Emilio Gimeno, presidente da Organização Mundial de Saúde Animal entre 1985 e 1988, que descreve as doenças aviárias mais relevantes na América Latina, e Simone de Carvalho Balian, da FMVZ, que descreve a relevância da campilobacteriose.

Serviço
"Patologia Aviária"
Organização de Antonio Piantino Ferreira e Liliana Revolledo
Editora Manole
510 páginas
R$ 168,00

Mais informações: (11) 4196-6000

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Pesquisa
Conclusões de projetos de iniciação científica serão expostas na ECA
Serão divulgados entre a quinta (29) e a sexta-feira (30) os resultados das pesquisas realizadas pelos bolsistas da ECA no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic). A décima primeira edição da Mostra Pibic é um evento obrigatório para os alunos que têm bolsa com vigência em 2007 e 2008. Os trabalhos serão apresentados em forma de painel.

A exposição ficará no saguão principal do Prédio Central da ECA (Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Cidade Universitária, São Paulo), e pode ser conferida das 8 às 22 horas.

Mais informações: ecanoticias@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Finanças
Fipecafi oferece palestra-chat gratuita sobre demonstração contábil A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), ligada à Faculdade de Economia, Admnistração e Contabilidade (FEA) da USP, realiza na próxima segunda-feira (20) , das 20 às 21 horas, a palestra-chat Demonstração do Valor Adicionado, que será ministrada pelo professor Guillermo Braunbeck.

Essa nova demonstração contábil é agora requerida às empresas abertas e visa ampliar o foco central da Demonstração do Resultado,  do lucro ou prejuízo, em direção a uma visão mais ampla do valor agregado por uma entidade e de sua distribuição dentre os principais stakeholders da entidade: empregados, Estado, credores e acionistas. As inscrições para a palestra, que acontece em ambiente virtual e é gratuita, podem ser feitas pelo site www.cfc.fipecafi.org.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Fipecafi

Mais informações: (11) 2184-2011

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15547-cur

IEB
Curso sobre restauração de documentos é transmitido pela IPTV
O Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, em parceria com a Getty Foundation, realizará, entre 20 e 24 de outubro, um curso internacional, voltado para conservadores e restauradores da América Latina e Caribe, intitulado História e tratamento de documentos e bens artísticos à base de tintas ferrogálicas. As aulas serão transmitidas em tempo real pelo site da IPTV da USP, a partir das 9 horas da segunda-feira (20).

O evento terá a participação de profissionais da Argentina, Chile, Colômbia, Cuba, Guatemala, Honduras, México, Peru, Porto Rico, Uruguai, além de 10 restauradores de importantes instituições brasileiras.

Utilizada desde a Idade Média, sobretudo em documentos oficiais, a tinta ferrogálica é formada a partir de quatro ingredientes básicos: estrato de ácido tânico (obtido do carvalho), vitríolo, goma arábica e água. Esta combinação sofre, ao longo do tempo, um forte processo de corrosão, pela oxidação do ferro, que pode levar à perda completa do documento. Tal processo torna-se ainda mais grave em países de clima tropical, e justamente neles, até pouco tempo atrás, inexistiam estudos sobre este material. 

O curso contará com o apoio de especialistas nacionais e estrangeiros, coordenados pela restauradora Lucia Elena Thomé, e de instituições internacionais como o  International Centre for the Study of the Preservation and Restoration of Cultural Property, o Canadian Conservation Institute, o Nationaal Archief da Holanda, o British Museum, a British Library e o Archive of the Crown of Aragon.

Com informações do Setor de Difusão Cultural do IEB

Mais informações: (11) 3091-1149 ou pelo site do IEB

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/45-tecnologia/15549-

poli
Sistema criado na Poli simplifica interação com ambiente virtual

Um computador, um software e duas webcams. Utilizando apenas esses três componentes, um pesquisador da Escola Politécnica (Poli) da USP desenvolveu um sistema simplificado de vídeo avatar que permite movimentar objetos em ambientes virtuais. Conhecido como AV Mix, o projeto do engenheiro Ricardo Nakamura pode ajudar na expansão do ensino à distância, já que não exige estúdios especiais para produção das aulas.

De acordo com Nakamura, vídeo avatar é o termo utilizado para designar a representação do usuário, baseada em imagens de vídeo, dentro de um ambiente virtual. "Normalmente, esse processo é feito em salas especiais, com várias câmeras, a um custo elevado", afirma. "Durante o trabalho, foram pesquisadas as técnicas existentes a fim de se construir o protótipo de uma plataforma mais simples, com recursos que permitam o efeito tridimensional, sem criar um local de acesso adaptado em escolas, por exemplo".

Fisicamente, o AV Mix é constituído por um computador pessoal, equipado com o software do sistema, e duas câmeras do tipo webcam. "Elas são posicionadas de modo a proporcionarem uma visão estereoscópica, semelhante à do olho humano, fazendo com que seja possível recuperar a informação de profundidade da imagem", descreve o engenheiro. "Com uma única câmera não seria possível ao usuário movimentar e interagir com objetos virtuais tridimensionais, pois a imagem fornecida é plana".

A partir das imagens, a representação do usuário é produzida pelo software no computador a partir do modelo de dados Octree. "Esta técnica simplifica o tratamento das imagens para o ambiente virtual, sendo executada numa velocidade adequada para uso em computadores pessoais", destaca Nakamura. O protótipo do AV Mix foi desenvolvido na tese de doutorado do engenheiro, orientada pelo professor Romero Tori, do Laboratório de Tecnologias Interativas (Interlab) da Poli. Os resultados do trabalho serão utilizados em pesquisas relacionadas com o projeto Tidia-AE da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Movimento
O vídeo avatar poderá ser utilizado em jogos que exijam manipulação de objetos e movimentação de cenários. "Como o usuário tem a possibilidade de interagir com o espaço virtual próximo, o sistema pode ser usado para montar um quebra-cabeça, por exemplo", explica Nakamura. "O processo tem um bom potencial de utilização em jogos educativos, pois é mais simplificado".

O AV Mix também poderá ser empregado em sistemas de videoconferência e no ensino a distância. "Em pesquisas anteriores, o InterLab desenvolveu um sistema que permite ao palestrante ou professor se movimentar dentro de um ambiente virtual", conta o engenheiro. "A movimentação de objetos amplia as possibilidades de interação e acrescenta mais recursos às palestras e aulas, sem necessidade de salas dedicadas"

Nakamura cita alguns exemplos de uso do sistema para ensinar alunos à distância. "Numa aula de química, por exemplo, o professor poderia manipular moléculas num laboratório virtual, mostrando como acontecem os diversos tipos de reações", diz. "Também poderia percorrer as dependências de uma fábrica virtual, demonstrando processos de produção".

O protótipo desenvolvido na Poli irá passar por alguns aperfeiçoamentos. "As webcams usadas no sistema são muito sensíveis à luz, o que dificulta a obtenção de imagens estáveis", relata o engenheiro. "Desse modo, o desempenho do AV Mix é melhor em ambientes com pouca variação de luminosidade, sendo necessário adequar as câmeras sem aumentar os custos da plataforma".

Mais informações: (11) 3091-5282, com Ricardo Nakamura

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Emprego
Gastroenterologia do HC admite médicos plantonistas O Serviço de Gastroenterologia Clínica do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) admite médicos ultrassonografistas, com residência em gastroenterologia clínica ou clínica médica, para plantão de 12 horas diurnas.

Os interessados deverão ter vínculo empregatício com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. O valor do plantão é de R$ 660,00 e as inscrições terminam no dia 20 de outubro, às 16 horas. Para participar, os médicos ultrassonografistas precisam ter experiência em ultrassonografia de abdômen total, para a realização de exames ambulatoriais e de enfermaria.

Os médicos com residência em gastroenterologia clínica ou com no mínimo dois anos de residência em clínica médica irão atuar no atendimento ambulatorial de intercorrências clínicas de pacientes hepatopatas crônicos.

Os interessados devem inscrever-se na Av. Enéas de Carvalho Aguiar, 255, 9º andar, sala 9159, Cerqueira César, São Paulo. A seleção será no dia 21 de outubro, às 9 horas, no mesmo local da inscrição.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Instituto Central do HC

Mais informações: (11) 3069-7830

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

vagas
HCFMRP oferece estágio para psicólogos recém-formados
O Serviço de Psicologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) abriu inscrições para estágio voluntário na área de neurologia infantil, voltado para psicólogos recém-formados. As inscrições podem ser feitas até 31 de outubro pelos telefones (16) 3602-2514 ou 3024-0987, com a psicóloga Angela Pontes. 

Estão sendo oferecidas duas vagas de estágio em psicologia hospitalar ambulatorial. Uma para trabalhar com avaliação neuropsicológica e outra nas enfermarias de neurologia e neurocirurgia infantil. 

Os contratados acompanharão o funcionamento dos respectivos setores, participarão de reuniões teóricas, discussões de textos e artigos, além de conduzir o acompanhamento psicológico dos casos, sob a supervisão de psicóloga contratada do serviço.

Os estágios têm início em fevereiro de 2009, com duração de um ano e carga horária de dez horas semanais.

Mais informações: (16) 3602-2514 ou 3024-0987 ou pelo email pontes_ac@hotmail.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 20, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15511-escol

Colóquio
Escola de Enfermagem promove evento sobre a história da profissão
A Escola de Enfermagem (EE) da USP promoverá, nos dias 8 e 9 de dezembro, o primeiro Colóquio de História da Enfermagem - Centenário da Cruz Vermelha Brasileira. O evento será realizado no Auditório Maria Rosa de Sousa Pinheiro. No dia 8 o evento vai das 9 às 15 horas. No dia 9 os trabalhos se iniciam às 9 horas, com a última palestra começando às 11 horas.

O colóquio é voltado a alunos de graduação e pós-graduação, docentes de qualquer área do conhecimento interessados e funcionários da EE. Para ocupar uma das 100 vagas do colóquio é necessário pagar uma taxa de R$ 30,00. As inscrições devem ser feitas entre 20 de outubro e 24 de novembro no Serviço de Cultura e Extensão Universitária da EE (Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419, Cerqueira César, São Paulo), das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

Mais informações: (11) 3061-7531, ou pelo email scex@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9600/especiais/mudanca-de-menta

EspeciaisIndústria precisará reavaliar prioridades e investir em cadeias de valor global para se adaptar à nova realidade da economia mundial, diz Mitchell Tseng, diretor do Instituto de Manufatura Avançada da Universidade de C&T de Hong Kong

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9601/especiais/aprender-ciencia

EspeciaisEstudo avalia o uso de ficção científica como elemento desencadeador da aprendizagem e organizador dos conceitos, especialmente no ensino de ciências

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9602/divulgacao-cientifica/um-e

Divulgação CientíficaEstudo publicado na The Lancet destaca impacto na China das doenças crônicas, responsáveis hoje por mais de 70% do total de mortes no país, contra 47% em 1973

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9603/noticias/voorwald-e-duriga

NotíciasEm reunião no dia 29 será elaborada lista tríplice com candidatos a conduzir a universidade de 2009 a 2012, que será encaminhada ao governador

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9604/noticias/finep-lanca-chama

NotíciasCom recursos de até R$ 15 milhões, edital apoiará o desenvolvimento de pesquisas clínicas e avaliação de tecnologias em saúde

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9605/agenda/2-simposio-da-assoc

AgendaEvento, que será realizado entre 10 e 13 de novembro, em São Paulo, é realizado pelo Centro Interdisciplinar de Pesquisas em Comunicação e Cibercultura da PUC-SP

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9606/agenda/25-workshop-tematic

AgendaAna Marisa Tavassi, Fernando Reinach, José Fernando Perez e Mari Cleide Sogayar serão alguns dos palestrantes no encontro no dia 25 de setembro no Instituto Butantan, em São Paulo, que abordará o tema “Inovação em biotecnologia farmacêutica”

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

Inteligência
Empresa Júnior de Relações Internacionais e Abin organizam seminário Acontece, partir desta segunda-feira (20), o Seminário em Atividade de Inteligência, organizado pela Empresa Júnior de Relações Internacionais da USP (RI USP Jr.) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

O evento, que vai até a quarta-feira (23), fornecerá ao público uma introdução a conceitos de inteligência e contra-inteligência. Serão discutidos temas como inteligência de Estado e a importância da proteção ao conhecimento para o desenvolvimento científico e tecnológico brasileiro.

A entrada é gratuita e não é necessário fazer inscrição prévia para participar. O evento será realizado no edifício da Engenharia Civil da Escola Politécnica (Poli), que fica na Av. Professor Almeida Prado, Travessa 2, 83, Cidade Universitária, São Paulo. A programação completa esta disponível no site da RI USP Jr.

Mais informações: eventos@riuspjr.com.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15554-rbso-

FSP
Revista especializada em saúde ocupacional conversa com leitores A Revista Brasileira de Saúde Ocupacional (RBSO), a Fundacentro e a Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP promovem, nesta terça-feira (21), a partir das 13h30 o evento Conversa com o Leitor da RBSO.

Trata-se de um meio inovador de difusão científica, adotado em 2007 pela revista, no qual os artigos publicados são apresentados por seus autores e discutidos com os leitores. Neste encontro, serão apresentados trabalhos publicados nas edições 116 e 117 do volume 32 da revista, cujos temas são, respectivamente, ‘‘Exposição a agentes químicos e a saúde do trabalhador” e “Saúde dos trabalhadores da Saúde”.

O evento acontecerá no Anfiteatro Paula Souza da FSP, que fica na Av. Dr. Arnaldo, 715, Cerqueira César, São Paulo. A participação é gratuita, mas é necessário inscrever-se com antecedência pelo site da Fundacentro, no qual está disponível a programação das apresentações.

Mais informações: (11) 3066-6323 / 6116

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15550-fau-r

psicologia
FAU recebe jornada sobre psicoterapia psicanalítica
No sábado (25), das 7h45 às 18 horas, acontece a segunda edição do Encontro do Curso de Especialização em Psicoterapia Psicanalítica: Desafios da Psicoterapia Psicanalítica na Atualidade, no Anfiteatro da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP (Rua do Lago, 876, Cidade Universitária, São Paulo).

Entre temas e participantes o evento apresentará: "Progresso Aparente e Progresso Real em Psicoterapia Psicanalítica", com o professor Ryad Simon, do Instituto de Psicologia (IP) da USP; "Psicoterapia Psicanalítica e Sexualidade nos Dias de Hoje - Sexualidade e ética", com o professor Leopold Nosek, da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP); "Vertentes da homossexualidade", com o professor Armando Colognese Júnior, do Instituto Sedes Sapientiae; "Por que Estudar a História da Psicanálise?", com o professor Renato Mezan, da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP); entre outros.

As inscrições custam entre R$70,00 e R$85,00, e podem ser feitas no Departamento de Psicologia Clínica Clínica, das 9 às 15h30, bloco F, sala 16, na Av. Prof. Melo Moraes, 1721, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-1948 / 4911,  site http://www.ip.usp.br/eventos, email psicotps@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15555-a

extensão
EACH discute seu papel dentro do desenvolvimento da Zona Leste de São Paulo
 
Como fazer com que a Universidade não seja uma ilha sem nenhuma ligação com o local onde ela está instalada? E quando esse local é descrito como “uma área-problema das mais difíceis de serem equalizadas”? Foram perguntas como essa que o economista polonês Ignacy Sachs tentou responder durante o seminário A Universidade e seus vizinhos: os desafios de desenvolvimento da Zona Leste, realizado na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP, nesta segunda-feira (20).

Uma prova da importância da Universidade para o seu entorno é que a própria instalação da USP no bairro de Ermelino Matarazzo - que gerou o campus USP Leste - foi feita graças à luta do "Movimento Nossa Ermelino", organização da sociedade civil que conseguiu unir o desejo da região por ensino superior de qualidade e a ambição da Universidade de ter um novo campus.

Dentro dos parâmetros que Sachs chama de socialmente e ecologicamente sustentáveis, ele explicou que é necessário pensar na área leste da cidade como uma parte muito difícil de se resolver os problemas, tanto pela falta de infra-estrutura quanto pelo êxodo das fábricas da região, fazendo com que esses bairros se tornassem grandes “bairros dormitórios”, mas sem transporte decente para o deslocamento das pessoas. Isso significa, para os moradores, a grande demora no trânsito de São Paulo, sendo que muitas vezes eles têm que pegar dois ou três ônibus mais metrô ou trem para chegar ao trabalho.

Além disso, Sachs desmistificou a definição de urbanização. “Para o relatório da ONU sobre urbanização, metade da população está urbanizada, já que mora na região das cidades. Mas eles são pouco rigorosos. Para mim, para ser urbanizada, a pessoa tem que ter emprego e moradia dignos e estrutura para exercer a sua cidadania de forma plena. Isso exclui os favelados e os marginalizados pela sociedade”, diz Sachs. Nesse contexto, grande parte da região próxima à Universidade não pode ser considerada urbanizada. “O que fazemos com o que temos? Essa Universidade aparece ilhada no meio dessa área-problema?”

  
 Para o relatório da ONU sobre urbanização, metade da população está urbanizada, já que mora na região das cidades. Para mim, para ser urbanizada, a pessoa tem que ter emprego e moradia dignos e estrutura para exercer a sua cidadania de forma plena.
Ignacy Sachs 

A solução, para Sachs, é a utilização produtiva daquilo que a região possui, que é o equipamento abandonado pelas fábricas que se mudaram para outras regiões da cidade ou do estado de São Paulo. Para ele, seria ideal a criação de centros micro-empresariais com esses equipamentos ociosos, mesmo que para isso fosse necessário o pagamento de uma quantia bem baixa. Assim, poderiam ser criadas pequenas cooperativas. A idéia não é que aqueles que trabalham em outras áreas da cidade passem a trabalhar nessas cooperativas - já que eles não sairiam de seus empregos-, mas sim dar oportunidades para aqueles que não têm emprego, ou seja, criar novas frentes para enfrentar o desemprego na região.

Planejamento não é orçamento

Na antiga União Soviética, planejamento era sinônimo de burocracia, atraso e impedimento de ações rápidas e diretas. Com a queda do Muro de Berlim, o mundo criou uma repulsa a todo o tipo de planejamento e não apenas àquele utilizado no bloco socialista, diz o professor. Esse é o motivo dos países da Europa, assim como o Brasil, não terem grandes planos para o longo prazo. “O Ministério brasileiro de Planejamento é um Ministério de Orçamento apenas”, brinca Sachs. E, para ele, a grande amarra do desenvolvimento plenamente sustentável, tanto no que tange ao social quanto ao ambiental, é essa falta de perspectiva de longo prazo.

Para Sachs, é indispensável um Estado desenvolvimentista, não balizado nas velhas idéias, e sim que trabalhe pactuado nas várias peças da questão: o próprio Estado, as empresas, os trabalhadores, os agricultores familiares e a sociedade civil organizada. O Estado, nesse caso, deve ser o balizador dessa discussão e, posteriormente, da criação dos projetos e sua efetuação. Sem essa união, nenhum desenvolvimento será pleno.

Dessa forma, o Estado desenvolvimentista deve atuar em quatro níveis. No nível regional, ele deve propiciar o funcionamento de fóruns locais de desenvolvimento, que poderão fazer diagnósticos participativos dos problemas e dos potenciais latentes. Mas isso deve ser unido pelos níveis estaduais e nacionais, para que não “se crie uma concha de retalhos de projetos sem nenhuma ligação”. Tudo isso deve ser pensado de maneira a não excluir o nível mundial da discussão do desenvolvimento.

Esse nível mundial, aliás, foi colocado por ele como algo que precisa ser repensado. “Estamos sentados em cima de paradigmas falidos”. O resultado catastrófico da auto-regulação dos mercados fez com que todos os paradigmas utilizados até então se mostrassem falhos. Por isso, é necessária uma discussão sobre novos parâmetros, para uma mudança da economia mundial. Ele ironizou a atuação de representantes dos países europeus e de George W. Bush, presidente dos Estados Unidos. “O Sarkozy [presidente da França] foi lá nos Estados Unidos para ficar duas horas. Ele resolveu os problemas econômicos mundiais durante o cafezinho, entre a recepção e a coletiva de imprensa. Acho que agora está tudo resolvido”.

Foto: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15556--ma

novembro
Maria Antonia promove curso sobre crítica e literatura
Em novembro, o Centro Universitário Maria Antonia (Maria Antonia) da USP recebe Roberto Zular, professor de teoria literária da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas (FFLCH), em curso que aborda as relações da crítica com a produção literária e teatral. As aulas acontecerão às segundas-feiras, das 16 às 18 horas. Literatura: modos de usar abordará as várias formas e configurações históricas das relações entre literatura e crítica literária.

A partir da formulação desses campos no romantismo europeu serão analisados textos-chave de Paul Valéry e Jorge Luis Borges, autores que levaram ao limite aquelas relações. A partir da aproximação que ambos criaram entre crítica e literatura, escrita e leitura, são analisados e discutidos os seus desdobramentos na cultura contemporânea.

Serão quatro palestras: no dia 3 de novembro é apresentada "Ainda somos românticos? A invenção do crítico no romantismo"; em 10 de novembro, "Uma festa do intelecto: Paul Valéry entre a crítica e a literatura"; 17 de novembro, "Borges, seus precursores e seus sucessores: a crítica na literatura"; e por fim, "A crítica como literatura, a crítica contra a literatura - Alguns desdobramentos contemporâneos", em 24 de novembro.

As inscrições custam R$170,00 e devem ser feitas no Centro Universitário Maria Antonia, 3° andar, sala de cursos (Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque, São Paulo), que fica aberto de segunda a sexta das 10 às 12 horas e 13 às 18 horas.

Mais informações: (11) 3255-7182 (ramais 32 e 33), pelo e-mail cursosma@usp.br ou no site www.usp.br/mariantonia 

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15560-re

antropologia
Revista de alunos da pós da FFLCH terá vendas online
A revista Cadernos de Campo, dos alunos de pós-graduação em antropologia social da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, terá vendas pela internet até sexta-feira (24). Também até sssa data poderão ser adquiridos DVDs do Laboratório de Imagem e Som em Antropologia da USP (LISA).

Todas as compras devem apresentar, impreterivelmente, uma cópia do boleto de confirmação de depósito ou transferência bancária. Será aceito o envio destes comprovantes até sábado (25), às 22 horas. Os pedidos e depósitos feitos fora desta data e horário não serão aceitos. O contato e pedidos devem ser feitos somente pelo e-mail cadcampo@usp.br.

Mais informações: cadcampo@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

medicina
Morre Sebastião de Almeida Prado Sampaio, professor da FMUSP
O professor emérito Sebastião de Almeida Prado Sampaio, da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), morreu no domingo (19) em São Paulo, por volta de 11 horas, vítima de câncer. O corpo  foi cremado nesta segunda (20), no Crematório Municipal de Vila Alpina (Zona Leste de São Paulo). Nascido em Casa Branca (interior de de São Paulo), em 7 de setembro de 1919, Sampaio formou-se em Medicina pela FMUSP em 1943.

Em 1950, foi aprovado em concurso de livre-docência e entre 1951 e 1952, completou sua formação no exterior, na Mayo Foundation for Medical Education and Research (EUA). Em 1960, assumiu a cadeira de Dermatologia da Faculdade. Após sua aposentadoria como professor titular, em 8 de setembro de 1989, foi nomeado professor emérito da FMUSP. Publicou em 1970 o compêndio Dermatologia Básica, com a colaboração de Raymundo Martins e Evandro Rivitti. Foi responsável pela criação de uma escola dermatológica de alto padrão no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP).

Sampaio foi membro do Comitê Internacional de Dermatologia e dirigiu a Associação Médica Brasileira (AMB), de 1961 a 1963. Exerceu várias funções na Sociedade Brasileira de Dermatologia, tendo tornado-se presidente da entidade, em 1974. Foi presidente do Conselho Regional de Medicina (1963-1968). Também exerceu o cargo de diretor clínico do HCFMUSP de 1970 a 1978.

(Com informações da Assessoria de Imprensa da FMUSP)

Mais informações: (11) 3078-2356, na Assessoria de Imprensa da FMUSP

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15562-if

física
IF cadastra alunos para bolsa em evento de 2009
Estão disponíveis duas bolsas de estudo para a participação de alunos de graduação do Instituto de Física (IF) da USP na XIV Escola de Verão J. A. Swieca de Física Nuclear Teórica. O evento acontece de 25 a 31 de janeiro de 2009, em Itaipava (RJ). Será dada preferência aos alunos que estejam engajados em  projetos de física nuclear teórica ou experimental, tenham um bom histórico escolar e que tenham  cursado ou estejam cursando a disciplina Introdução à Física Nuclear.

O aluno interessado deverá enviar um pedido para a Comissão de  Graduação do IF até o dia 3 de novembro. Neste pedido o aluno deve relatar a sua  iniciação científica e o seu interesse pela escola e anexar o seu histórico escolar. Os alunos do curso noturno  podem entregar a documentação na Seção de Alunos do Instituto, na R. do Matão, Travessa R, 187, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: http://www.sbf1.sbfisica.org.br/eventos/evjas-fnt/xiv/

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15563-mi

química
IQ desenvolve microeletrodos para uso nas células
Com microeletrodos medindo apenas 1 micrometro (µm) em uma de suas extremidades, pesquisadores do Instituto de Química da USP conseguiram mensurar o estresse oxidativo numa célula animal (de rato) in vitro. Mais finos que um fio de cabelo — 1µm corresponde à milésima parte de um milímetro (mm) — os minúsculos dispositivos têm a forma cônica. “A partir de fibras metálicas (ouro ou platina) ou carbono, medindo 100µm, conseguimos desgastá-las e corroê-las até que uma das extremidades atingisse a espessura mínima”, conta o químico Thiago Regis Longo Cesar da Paixão. Os microeletrodos possuem entre 2µm e 3µm de comprimento com diâmetro de 100µm na base.

Os testes realizados no IQ foram realizados em células que apresentavam esclerose lateral amiotrópica, doença degenerativa que paralisa partes do corpo. “Com os microeletrodos foi possível constatar que as células atingidas por essa anomalia acabam necessitando de mais ácido ascórbico (vitamina C) para se defender do estresse oxidativo causado por essa doença”, conta o químico.

Na verdade, os pesquisadores buscaram como principal objetivo desenvolver tecnologia para desgastar as fibras. Segundo o pesquisador, fibras metálicas com essas dimensões podem ser adquiridas, mas a um custo de cerca de US$ 800 (cerca de 10 centímetros [cm] de comprimento). “Um carretel desta mesma fibra na espessura de 100µm, com 1 a 2 metros de comprimento, custa entre US$ 80 e US$ 90”, avalia. “Com equipamentos de um custo médio de R$ 10,00 obtivemos as fibras cônicas capazes de atuar na célula. Além do mais a produção é rápida. Cada pequeno cone da fibra leva entre 10 e 20 minutos para ser produzido.” Os processos de desgastes convencionais em geral são caros porque são necessários equipamentos sofisticados, como geradores de função. “Utilizamos um transformador de corrente alternada para confeccionar os microeletrodos”, conta o químico.

Uso em laranjas
Para medir a quantidade de ácido ascórbico nas células, os microeletrodos foram acoplados a um potenciostato portátil. O equipamento mede a corrente elétrica resultante da aplicação de uma diferença de potencial aos eletrodos do dispositivo, sendo essa corrente elétrica proporcional à concentração de ácido ascórbico. Com este mesmo equipamento, os cientistas puderam avaliar níveis de vitamina C em laranjas.

De acordo com Paixão, esta é uma das inúmeras aplicações em que o sistema pode ser utilizado. “Os microeletrodos foram introduzidos em diferentes pontos de uma laranja, o que permitiu verificar em quais locais havia mais ácido ascórbico”, descreve o químico. Esta aplicação pode ser utilizada na agricultura, antes da colheita. “Por certo diminuiria perdas, pois somente seriam colhidas as frutas com maior quantidade de vitamina C, uma vez que, a quantidade de ácido ascórbico está relacionada com o processo de maturação da fruta”, aponta.

Outra aplicação possível lembrada por Paixão é justamente estudar mecanismos de danos ao DNA em células atingidas por outras doenças. “Podemos também estudar sistemas de liberação de hormônios e até mesmo a sinapse entre neurônios sem a necessidade de destruição das células”, imagina o pesquisador.

Os estudos que produziram os microeletrodos resultam do trabalho de doutorado de Paixão, apresentado em outubro de 2007 no IQ sob a orientação do professor Mauro Bertotti. O cientista também destaca a colaboração da professora Marisa Helena Gennari de Medeiros, do Departamento de Bioquímica do mesmo Instituto.

No início deste ano, o químico recebeu uma consulta de pesquisadores chilenos interessados em aperfeiçoar e aplicar a técnica para o estudo detalhado de espermatozóides.

Mais informações: (11) 3091-3837, ramal 220, com Thiago Regis Longo Cesar da Paixão; e-mail: trlcp@iq.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 21, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9607/especiais/orientacao-para-

EspeciaisJulio Voltarelli e outros cinco professores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP lançam nesta terça-feira (21/10) Imunologia clínica na prática médica. Objetivo é auxiliar médicos que lidam com as doenças mediadas pelos mecanismos imunológicos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9608/divulgacao-cientifica/calo

Divulgação CientíficaPesquisa feita na Universidade Yale indica que atletas queimam mais calorias do que pessoas sedentárias até mesmo quando estão descansando

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9609/noticias/mais-picadas-no-r

NotíciasLevantamento da Fiocruz aponta para um aumento de 88% no número de acidentes com escorpiões no estado em relação aos dados do estudo anterior, de 2000

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9610/noticias/r-5-milhoes-para-

NotíciasCNPq e Capes selecionam propostas para editoração e publicação em todas as áreas do conhecimento. Propostas podem ser enviadas até 10 de novembro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9611/noticias/estagio-no-lnls.h

NotíciasLaboratório Nacional de Luz Síncrotron abre inscrições, até 24 de outubro, para seu Programa de Estágios 2009. Programa Bolsas de Verão também recebe inscrições até 31 de outubro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9612/agenda/4-seminario-e-2-enc

AgendaObjetivo é a elaboração de documento de atuação em âmbito nacional para a utilização eficiente da água e a prevenção contra sua contaminação. Dia 22 de outubro, na USP Leste

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9613/agenda/anatomia-das-paixoe

AgendaEm homenagem aos 200 anos de criação da Cátedra Anátomo-Cirúrgica do Brasil, simpósio será realizado na Casa da Ciência da UFRJ, dia 29 de outubro. Exposição ocorrerá até 16 de novembro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15566-qem

teatro
Emotere - are you moved? no Tusp dias 25 e 26
O Teatro da USP (Tusp) apresenta Emotere - are you moved?, um espetáculo físico e sonoro sobre a solidão humana, emoções e sobre como as coisas nos movem, de que somos feitos e quanto podemos estar sós. A montagem é feita pelo grupo Kosmos in Movement (KiM), e dirigida por Se-Rok Park. Haverá duas apresentações, no sábado (25), às 21 horas; e no domingo (26), às 20 horas.

Na apresentação, um homem sentado em sua casa se entende melhor com uma lata de cerveja que com a mulher de seus sentimentos. Um quase professor de uma certa aula biológica sobre os caminhos da emoção. Uma namorada faz uma salada com ingredientes muito humanos. Emotere é quase cômico, quase terrível espetáculo de teatro físico sobre a solidão humana levada a extremo. Um mundo de mal entendidos em que o movimento do coração nos leva à ação com estranhas conseqüências.

A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados uma hora antes do espetáculo na bilheteria. O TUSP fica na Rua Maria Antonia, 294, Consolação, São Paulo.

Mais informações: (11) 3255-7182, ramais 41 e 42

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15567-fi

contabilidade
Fipecafi realiza curso sobre demonstrações financeiras
A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, oferece o curso de curta duração Gerenciamento de Resultados e Avaliação da Qualidade das Demonstrações Financeiras na quinta-feira (23), das 9 às 18 horas.

O objetivo do curso é apresentar aos participantes uma visão prática das principais práticas utilizadas pelas empresas para gerenciar seus resultados e demonstrações contábeis com foco nos usuários externos como analistas de investimento e de crédito. No conteúdo programático figuram tópicos como: o ambiente de atuação das empresas modernas e os incentivos para o gerenciamento dos resultados contábeis, a natureza do processo contábil e estudos de caso.
O curso acontece na sede da Fipecafi, Rua Alvarenga, 2147, Butantã, São Paulo. As inscrições podem ser feitas no site da Fundação. O custo do curso é de R$ 990,00.

Mais informações: (11) 2184-2045 / 2046, ou no site www.fipecafi.org

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15568-hcfmr

medicina
HCFMRP sedia encontro sobre a liga do trauma
Será realizado, quarta (22) e quinta-feira (23), o Simpósio Internacional da Liga do Trauma. O evento é organizado pela Liga do Trauma do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) e pela Disciplina de Cirurgia de Emergência e Trauma  da FMRP, em parceria com a Secretaria da Saúde da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto. Direcionado a médicos, estudantes de graduação e pós-graduação e profissionais da área da saúde, o evento tem como objetivo proporcionar aos participantes a atualização dos conhecimentos científicos.

A programação completa está no site da FMRP e as vagas são limitadas. O Simpósio será realizado no Anfiteatro da Unidade de Emergência do HCRP, na Rua Bernardino de Campos, 1000, Ribeirão Preto. As inscrições podem ser feitas na abertura do evento ou pelo telefone (16) 3062-3171, com o Centro Acadêmico Rocha Lima (CARL) da FMRP.O preço da inscrição é de R$ 30,00 para associados do CARL, R$ 35,00 para demais estudantes, R$ 25,00 para profissionais de saúde de nível secundário e R$ 40,00 para os demais profissionais.

Mais informações: (16) 3602-1225 / 3171

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

homenagem
Sociedade Brasileira de História da Medicina condecora docentes da FMUSP
A Sociedade Brasileira de História da Medicina, em comemoração aos 200 anos do ensino médico no Brasil, prestou uma homenagem a 16 professores que tiveram relevante contribuição ao ensino médico no país (três já falecidos), entre os quais docentes que fizeram carreira acadêmica na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). A entrega da Medalha José Correia Picanço ocorreu no dia 15 de setembro, na Assembléia Legislativa de São Paulo.

Os professores da FMUSP que receberam a honraria foram Adib Jatene, Angelita Gama, Bussâmara Neme, Dario Birolini, Fábio Schmidt Goffi, José Aristodemo Pinotti, Miguel Srougi e Silvano Raia. Foram feitas homenagens póstumas aos professores Carlos da Silva Lacaz e Ricardo Veronesi, também da Faculdade. Outros homenageados foram Ivo Pitanguy, Jorge Michalany, Luiz Arnaldo Szutan, Oswaldo de Castro, Waldemar Deccache e Liberato John Alphonse Di Dio (póstuma), além de Antonio Carlos Nogueira Britto, simbolizando a Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA), a primeira no Brasil, e Alfredo Jorge Martins Rasteiro de Campos, simbolizando a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Portugal.

A Sociedade Brasileira de História da Medicina instituiu a Medalha José Correia Picanço em homenagem ao médico responsável pela implantação do ensino médico no Brasil. Em fevereiro de 1808, ano em que a Família Real chegou ao Brasil, Picanço inaugurou a primeira escola de cirurgia da Bahia. Naquela época, ele era o cirurgião-mor da corte. Depois de dois meses, instituiu a escola de cirurgia do Rio de Janeiro.

(com informações da assessoria de comunicação da FMUSP)

Mais informações: (11) 3078-2356

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15570-na-fs

FSP
Seminário discute a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde
Acontece na sexta (24), na Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, seminário sobre a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS). O evento é uma iniciativa da FSP, em conjunto com o Núcleo de Estudos de População (NEPO), da UNICAMP e com a Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos - Regional São Paulo.

O objetivo do evento é apresentar e discutir os resultados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher (PNDS 2006), focalizando os aspectos referentes à fecundidade e à anticoncepção, à conjugalidade e à atividade sexual, e comparando com a PNDS 1996 algumas destas informações sobre a saúde reprodutiva das mulheres.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do evento, ou no local, no dia do seminário. Serão fornecidos certificados de participação pela Comissão de Cultura e Extensão da FSP. As atividades acontecem das 14 às 17h30, no Auditório João Yunes, da FSP, Av. Dr. Arnaldo, 715, São Paulo. Não haverá estacionamento disponível na Faculdade.

Mais informações: svalunos@fsp.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

odontologia
Construindo Sorrisos atendeu 200 crianças e envolveu 70 alunos
No último dia 20, a Odonto USP Júnior, empresa júnior da Faculdade de Odontologia (FO) da USP, em parceria com a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Odontologia (Fundecto), realizou a sétima edição do projeto Construindo Sorrisos. Nesta edição, as comunidades envolvidas foram Circo Escola São Remo e Projeto Esporte Solidário. As atividades clínicas ocorreram na clínica da Fundecto e as palestras e atividades educativas na quadra da FO.

O projeto visa a promoção de saúde bucal para crianças e pré-adolescentes por meio de palestras, brincadeiras educativas e atendimentos odontológicos. Os atendimentos consistem em evidenciação, escovação, aplicação de flúor e tratamentos, quando necessários.
Nesta edição, o evento ocorreu ao longo do sábado, em dois períodos, totalizando 200 crianças participantes. Participaram 70 alunos de graduação, que realizaram desde palestras até os atendimentos. O evento contou também com o apoio dos funcionários da Fundecto.

(com informações da Odonto USP Júnior)

Mais informações: www.odontouspjunior.com.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15424-his

História
Grupo pioneiro na USP pesquisa a história e arqueologia dos povos da América Pré-Hispânica
 “Quando eu falava que fazia doutorado sobre os astecas, era muito comum me perguntarem se eu já tinha ido a Machu Pichu. As pessoas se confundem imensamente com coisas que parecem ser óbvias mas não são”. Quem conta essa passagem é Márcia Arcuri, pós-doutoranda do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP e especialista em história e arqueologia pré-colombiana. Para ela, a confusão que as pessoas faziam quando lhe perguntavam sobre sua pesquisa apenas refletia o que elas aprendem durante sua vida escolar sobre a América pré-colonial: praticamente nada.

Mostrar que a história da América Latina não começa apenas com a chegada dos europeus no século XVII e promover a aproximação entre pesquisadores e professores que também se dedicam ao estudo dos povos pré-hispânicos foram algumas das diretrizes que nortearam, em 2001, a criação do Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos (Cema) da USP. Formado basicamente por pesquisadores do MAE e do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), o Cema tem como foco o estudo das populações nativas da América Latina, particularmente do período anterior a chegada dos primeiros colonizadores europeus e o início do período colonial.

Segundo Márcia, que atualmente é uma das coordenadoras do Cema, o grupo é pioneiro nesse tipo de pesquisa no País. “A área de estudos pré-colombianos é muito incipiente aqui no Brasil. Ela só existe porque tivemos incentivos das agências para nossos trabalhos pessoais de doutorado e pós e para as viagens de pesquisa. De fato, fomos os primeiros doutorados na área. Os professores que nos orientaram são especialistas em áreas afins, mas não em história e arqueologia pré-colombiana”, diz.

Desde sua criação, o grupo promove atividades voltadas principalmente para a formação de alunos na área. Exemplo disso são os grupos de estudo de quechua e nahuatl, que são, respectivamente, as línguas nativas dos incas e dos chamados povos nahua (grupos que ocuparam o planalto central mexicano, e dos quais os astecas são apenas uma parte). “Por enquanto, são estudos muito mais instrumentais, para formar alunos e pesquisadores para poder acessar a documentação em língua indígena. A gente pretende, posteriormente, trazer especialistas para dar curso no futuro, pois essas línguas são faladas até hoje pelas populações locais”, diz a pesquisadora.

V Colóquio de História e Arqueologia
O Cema também organizará, nos dias 29 e 30, a quinta edição do Colóquio História e Arqueologia da América Indígena. Assim como nas quatro edições anteriores, realizadas entre 2002 e 2006, no encontro deste ano serão debatidos trabalhos e pesquisas desenvolvidos na área. “As pessoas mandam seus projetos, e a gente seleciona. Tem sido um sucesso, tanto que esse ano virão pessoas de outros países, dois palestrantes do México, gente da Itália, e de cinco ou seis estados brasileiros”, conta Arcuri. As propostas de trabalhos foram agrupadas em mesas de discussão de acordo com suas afinidades regionais (Andes, Amazônia, Mesoamérica). “O encontro é muito interessante, porque a nossa área é muito incipiente e pequena, e as poucas pessoas que estão dentro têm com isso a chance de se aproximar”, explica a pesquisadora.

 Foto: Marcos Santos
 Márcia Arcuris
Embora o trabalho do Cema seja focado mais no período pré-hispânico e início do período colonial nas regiões andina e mesoamericana, encontros como o V Colóquio ajudam a promover um intercâmbio maior com pesquisadores e professores de áreas afins, como história e arqueologia do Brasil, etnologia, e história indígena, e também com universidades  brasileiras e do do exterior. “Acreditamos muito na interdisciplinaridade, e grande parte do êxito do evento está aí. Acho que está dentro do espírito da pesquisa e da discussão acadêmica implantar uma área que dialogue com isso”, explica Márcia.

Segundo ela, a aproximação entre essas áreas tão próximas já começa a produzir frutos. Novos estudos de arqueologia e história indígena têm feito com que muitas teorias sobre essas sociedades comecem a ser revistas, particularmente as que explicavam como se deram as diversas ocupações humanas nas várias regiões da América e as noções sobre chefia, até então baseadas fortemente nos relatos deixados pelos conquistadores europeus.

Para a pesquisadora do MAE, os colonizadores observaram as sociedades pré-colombianas de um ponto de vista bastante ocidental, e tentaram espelhar nelas as formas de Estado que conheciam na Europa. “Eles procuraram nesses povos o que era um rei, um soberano, nos moldes europeus da época. E cada vez mais percebemos que não era esse o modelo que eles tinham lá”, diz ela, para quem os estudos mostram cada vez mais que a constituição das chefias era no mínimo dividida em duas autoridades. “Mesmo no caso mais tardio de astecas e incas é muito provável que a gente entenda que não era uma única autoridade que detinha e centralizava todo esse poder, e sim que havia outros protagonistas desse universo político que passaram desapercebidos pelos espanhóis e que, portanto, não estão nas documentações do século XVII e acabaram não sendo percebidos pela historiografia”.

Serviço
O V Colóquio História e Arqueologia da América Indígena será realizado nos dias 29 e 30 de outubro de 2008 na Sala de Vídeo do Departamento de História da FFLCH, que fica na Av. Profº Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo. Veja aqui a programação completa do evento.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15572-cin

cinema
Oficinas proporcionam inclusão audiovisual, diz estudo da ECA
O movimento denominado Cinema de Quebrada surgiu em 2005, a partir de oficinas audiovisuais ministradas principalmente para jovens moradores da periferia de São Paulo. Essas oficinas e o movimento que elas originaram foram o tema do mestrado Cinema de Quebrada: oficinas audiovisuais na periferia paulistana e seus desdobramentos, defendido recentemente pela jornalista Gisele Ferreira Cota na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP.  

O projeto que originou o Cinema de Quebrada é o Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual (www.kinoforum.org.br/oficinas). Em sua pesquisa, Giselle resume o Cinema de Quebrada como: “um conjunto de iniciativas que resulta da vontade dos jovens egressos de projetos de inclusão audiovisual - como os que participaram das Oficinas Kinoforum e de outros projetos - trabalharem com o cinema e vídeo - se expressarem artisticamente e, ao mesmo tempo, mostrarem suas comunidades nas telas de cinema, a partir de seus próprios pontos de vista.”

A própria pesquisadora foi aluna das Oficinas Kinoforum, no ano de 2001, quando o projeto teve início. A Associação Cultural Kinoforum é uma entidade sem fins lucrativos que teve como foco inicial a exibição de filmes em lugares públicos de São Paulo. As oficinas foram criadas com o intuito de desenvolver um público crítico e com conhecimento de cinema.

As oficinas são formadas por 20 alunos, divididos em quatro grupos, sendo responsáveis pela produção e montagem de curtas metragens durante seis semanas, período em que o curso é ministrado. Além da parte técnica, os jovens também aprendem um pouco sobre a história e a linguagem audiovisual. Os filmes produzidos são exibidos todos os anos durante o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo nas comunidades em que se realizaram oficinas.

As oficinas Kinofrum existem até hoje e já foram ministradas em diversos bairros de São Paulo como Cidade Tiradentes, Paraisópolis, Heliópolis e Vila Brasilândia, além de outras cidades do estado. O projeto é coordenado pelo cineasta Christian Saghaard e conta com a participação de diversos profissionais do audiovisual. Como são voltadas a um público mais carente, as oficinas são gratuitas.

Um dos desdobramentos das oficinas que levaram à articulação do Cinema de Quebrada foi a criação de núcleos audiovisuais por alguns ex-alunos dessas oficinas. Giselle cita como exemplo os grupos Arroz, Feijão, Cinema e Vídeo, da Cohab de Parada de Taipas; Filmagens Periféricas, da Cidade Tiradentes, e Nerama (Núcleo de Estudos e Realização Audiovisual), do bairro Monte Azul.

O Cinema de Quebrada
Os diversos grupos que compõem o Cinema de Quebrada começaram a se organizar em 2005, para a Mostra de Cinema de Quebrada, realizada no mesmo ano. Desde então esses grupos se articulam para exibições nas comunidades. “Eles são jovens realizadores do cinema independente, que trocam informações sobre cinema. Eles querem exibir [seus filmes], então eles divulgam também quem está fazendo cineclubismo, eles divulgam cursos da área de cinema, divulgam cultura”, acrescenta Giselle. Os vídeos do Cinema de Quebrada também estão disponíveis no site www.kinooikos.com.

Segundo a pesquisadora, a maioria dos grupos que fazem parte do Cinema de Quebrada tem origem nas Oficinas Kinoforum e sua continuidade como movimento organizado extrapolou o esperado. “Houve pessoas da Kinoforum que entraram nessa articulação, deram uma força”, comenta Giselle, “mas o movimento já se tornou independente dela”.

Inclusão social
Questionada se o papel das oficinas é mais de inclusão ou de profissionalização, Giselle acredita que as oficinas no formato da Kinoforum estão muito mais ligadas à inclusão social. “É dar a chance a um jovem que nunca teve contato com uma câmera de vídeo, a oportunidade de fazer um trabalho desse pela primeira vez.” Ela ainda ressalta que o propósito desse tipo de projeto é “provocar nos jovens o senso crítico quanto à programação da TV e do cinema”. A pesquisadora acrescenta que o Cinema de Quebrada acabou sendo a repercussão profissional desse tipo de iniciativa.

Giselle comenta ainda que o produto dos grupos que articulam a produção na periferia é muito bem visto pelas próprias comunidades. Ela acredita que as pessoas gostam de ver sua realidade nas telas. “O pessoal da periferia não quer sentir mais que ela é mostrada no audiovisual como uma coisa ruim: ‘Lá só tem crime, só tem coitadinho.’ Não é isso.”

Sobre o aprendizado extraído das oficinas, Giselle acha que ele extrapola os alunos e chega a atingir, até certo ponto, as comunidades. “É uma forma de mostrar o 'Lado B da periferia, entendendo o “Lado B” como uma face além do ambiente sofrido mostrado pela mídia", afirma, ressaltando que "Lado B" é nome de uma das principais produções do movimento.

Mesmo sem determinar qual será o futuro do movimento, Giselle comenta: “essa experiência do Cinema de Quebrada, pós-oficina, já é uma coisa digna de estar marcada na história”.

Mais informações: (11) 9935-3798, com Giselle Ferreira Cota; e-mail gisellecota@gmail.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 22, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9614/especiais/visibilidade-par

EspeciaisEm workshop na sede da FAPESP, especialistas discutem perspectivas para a pesquisa em ciência da computação. Estimular o pós-doutorado e o intercâmbio internacional são algumas das prioridades detectadas

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9615/especiais/dificuldades-con

EspeciaisUso da bacia hidrográfica como unidade de gestão dos recursos hídricos cria dificuldades técnicas e legais, mas, ainda assim, é a melhor opção, aponta estudo feito na EP-USP

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9616/noticias/desafio-do-mileni

NotíciasConselho Internacional da Ciência lança novo programa para avaliar o impacto do homem na biodiversidade terrestre

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9617/noticias/semana-nacional-d

NotíciasMCT abre oficialmente a 5ª edição da semana, que pretende valorizar a criatividade, a atitude científica e a inovação, além de destacar a importância da ciência e tecnologia para o desenvolvimento do país

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9618/noticias/vaga-para-profess

NotíciasDepartamento de Física Matemática da USP abre concurso para contratação de doutor com remuneração de R$ 6.325. As inscrições estarão abertas até o dia 1º de dezembro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9619/agenda/abimaq-inova-cases-

AgendaEvento promoverá o contato entre instituições de apoio à inovação e empresas nacionais, que irão expor seus casos de sucesso. Dia 23 de outubro, na capital paulista

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9620/agenda/seminario-sobre-a-p

AgendaEncontro para apresentar e discutir os resultados da PNDS 2006 será realizado no dia 24 de outubro, na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, na capital paulista

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.teses.usp.br

Lista com mais TDEs diretamente do portal de teses da USP.

Palavras-chave: nnpp, nnpp, pesquisa, teses

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15574-f

Trânsito no campus
PCO promove campanha de conscientização para motoristas e pedestres da USP
 O quão responsáveis são os motoristas da USP? Existe de fato um respeito pelas leis de trânsito onde não há punição? O capacete ou o cinto de segurança são necessários ou apenas utilizados para não se tomar multa? Aparentemente, essas são perguntas de fácil resposta, afinal, todos sabem da importância da direção defensiva. Mas dentro do campus da capital da Universidade, os motoristas parecem ter esquecido as lições das aulas teóricas de direção.

Visando conscientizá-los de que o menor dos problemas do não-cumprimento das leis de trânsito é a multa, a Prefeitura do Campus da Capital (PCO) promove, esse ano, o projeto Pé na Faixa. Anualmente, a PCO oferece diferentes tipos de campanhas, como a Trânsito Legal. “A idéia do nome veio porque alguns motoristas da própria Universidade não estão respeitando a faixa de pedestre”, revela Silmara de Souza Santos, coordenadora executiva do projeto. “Nós temos vários tipos de ações, como o pedágio itinerante, que visa mostrar o excesso de velocidade. A campanha dura o ano inteiro”, completa.

Uma das ações aconteceu na quarta-feira (22), com pedágios itinerantes pelas ruas do campus, além de estandes com pequenas palestras e distribuição de material educativo. A campanha pretende alcançar funcionários, alunos e docentes, que são os principais freqüentadores a Cidade Universitária. Para a organização, isso é sinônimo de conscientização constante, para que o motorista sempre lembre das suas obrigações.

Além das ações pontuais, a Pé na Faixa vai oferecer cursos e palestras para os motoristas da PCO e do restante da USP, falando sobre as conseqüências da não responsabilidade no trânsito. A USP não tem permissão para nenhum tipo de ação coercitiva, por ser vista pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) como um bolsão de estacionamento. O resultado, para os organizadores, é a falta de prudência por parte de todos. “Não são só os motoristas; tem pedestres, motoqueiros, um monte de gente que não respeita”, diz Silmara. A campanha também vai atingir os pedestres, motoqueiros e os ciclistas, para que haja um respeito pelo espaço de cada um.


 
 
O álcool e a direção

Conjuntamente com a campanha Pé na faixa, o campus teve nessa quarta-feira um evento promovido pela ViaOeste (empresa responsável pelas rodovias Raposo Tavares, Castelo Branco e Castelinho), em conjunto com a Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), de divulgação da campanha Zero Álcool, pela diminuição dos acidentes de trânsito causados pela ingestão de álcool. A parceria não se restringe apenas ao evento, mas a toda a campanha.

A FMUSP é responsável hoje pelo fornecimento para a empresa de dados técnicos sobre os acidentes e os sintomas da embriaguez. Isso facilita o trabalho da Polícia Rodoviária, que pode parar apenas aqueles que aparentam estar bêbados. Além disso, a faculdade promove treinamento para os policiais.

A ação do projeto se dá por duas frentes: a coercitiva, pelas blitz com bafômetro (que são as mais comuns) e educativa, com material explicativo, palestras em empresas e ações diretas (como o evento na USP). Uma nova frente está sendo estudada pela ViaOeste e pela FMUSP, que seria algo inovador para as estradas brasileiras: a ação acolhedora. Ela consiste em encaminhar ou recolher aqueles que sofrem da alcoolemia (vulgarmente conhecida como alcoolismo). Para isso, eles precisam saber quem são os reincidentes das blitz, que devem ser uma constante nas rodovias. O projeto, apesar de ainda estar em fase de análise, já está programado pela empresa, mas ainda não está confirmada a participação da USP.

Fotos: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15575-ie

Tecnologia
IEA recebe especialistas em sociologia da nanotecnologia Entre 29 de outubro e 6 de novembro, o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP será palco de uma série de conferências sobre a sociologia da nanotecnologia. As apresentações serão realizadas por Terry Shinn e Anne Marcovitch, pesquisadores da Foundation Maison des Sciences de l'Homme (FMSH), da França.

Os eventos ministrados por Marcovitch tratarão sobre temas como a complexa heterogeneidade da nanopesquisa  e de suas relações com a pós-modernidade. Shinn se debruçará sobre o papel da forma na nanotecnologia.

Shinn é co-diretor do Projeto Eurocold da Fundação Européia de Ciência, doutor em história contemporânea e tem ministrado seminários sobre história e sociologia nas universidades Paris I, IV e VII e na FMSH. Anne Marcovitch é doutora em sociologia, com graduação em psicologia social. Já realizou pesquisas na Universidade de Nanterre-Paris X e na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais. Atuou como docente na Escola Politécnica de Paris, na Universidade de Aix-Marseille e em outras instituições francesas.

As conferências são gratuitas, abertas ao público e não há a necessidade de inscrição prévia. Os pesquisadores falarão em inglês e francês, sem tradução simultânea. A programação completa está disponível no site do IEA.

Mais informações: (11) 3091-1686 ou pelo email clauregi@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15575-so

Tecnologia
Sociologia da nanotecnologia tem ciclo de conferências no IEA
Entre 29 de outubro e 6 de novembro, o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP será palco de uma série de conferências sobre a sociologia da nanotecnologia. As apresentações serão realizadas por Terry Shinn e Anne Marcovitch, pesquisadores da Foundation Maison des Sciences de l'Homme (FMSH), da França.

Os eventos ministrados por Marcovitch tratarão sobre temas como a complexa heterogeneidade da nanopesquisa  e de suas relações com a pós-modernidade. Shinn se debruçará sobre o papel da forma na nanotecnologia.

Shinn é co-diretor do Projeto Eurocold da Fundação Européia de Ciência, doutor em história contemporânea e tem ministrado seminários sobre história e sociologia nas universidades Paris I, IV e VII e na FMSH. Anne Marcovitch é doutora em sociologia, com graduação em psicologia social. Já realizou pesquisas na Universidade de Nanterre-Paris X e na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais. Atuou como docente na Escola Politécnica de Paris, na Universidade de Aix-Marseille e em outras instituições francesas.

As conferências são gratuitas, abertas ao público e não há a necessidade de inscrição prévia. Os pesquisadores falarão em inglês e francês, sem tradução simultânea. A programação completa está disponível no site do IEA.

Mais informações: (11) 3091-1686 ou pelo email clauregi@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15576-tus

teatro
Tusp recebe peça sobre papel e metáforas do poder
A peça Homens de Papel, do Grupo Chão, estará em cartaz no Teatro da USP (Tusp) de 24 de outubro a 9 de novembro, sempre às sextas e sábados, às 19 horas, e aos domingos, às 18 horas.

A história se dá em torno de um grupo de catadores de papel, que fomenta uma revolta contra o homem que, ao comprar-lhe o papel coletado pelas ruas, "rouba no peso e no preço", para revendê-lo, mais tarde, para uma fábrica. Eleva-se, assim, a partir dessa "sociedade" de catadores de papel, uma metáfora do poder pelo poder, que aprisiona explorador e explorado a um sistema desumano de luta pela sobrevivência.

A classificação é de 16 anos. O Tusp fica na Rua Maria Antônia, 294, Consolação, São Paulo. Os ingressos custam R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). A bilheteria abre duas horas antes do espetáculo.

Mais informações e reservas: (11) 3255-7182, site www.usp.br/tusp, email tuspmkt@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15578-na

história
Na FFLCH, seminário discute a África em movimento
Nesta quinta (23) e sexta-feira (24), das 9 às 14h30, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, acontece o Seminário Internacional África em Movimento: Interconexões e desconexões de saberes ao sul.

O encontro desdobra-se do debate alimentado na Southern Spaces In Movement (SSIM), rede interdisciplinar de pesquisa que reúne interessados em compreender experiências contemporâneas produzidas e partilhadas no diálogo sul-sul, sobretudo no continente africano e no Brasil.

Para se inscrever basta enviar uma mensagem para ssim.seminar@gmail.com informando nome, endereço eletrônico, telefone, instituição, profissão e interesses. O evento é gratuito. As palestras terão lugar no auditórioa do Departamentode História da FFLCH, na Av. Professor Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: www.southern-spaces.net

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15557-mar

extensão
Maria Antonia promove curso sobre teatro e crítica
Acontece de 6 de novembro a 4 de dezembro no Centro Universitário Maria Antonia (Maria Antonia) da USP o curso O teatro ao lado da crítica, ministrado pelo professor Sérgio Salvia Coelho. O curso aborda aspectos para uma reformulação da apreciação do teatro, desde a diferenciação entre divulgação e crítica, passando pelo diálogo entre crítico e criador, até a avaliação da importância do crítico enquanto historiador, encaminhando a discussão para uma análise estética mais global e distanciada.

Sérgio Salvia Coelho é formado em direção teatral com mestrado em dramaturgia pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. É professor de Análise e Interpretação do Texto Teatral no Teatro Escola Célia Helena, crítico de teatro da Folha de São Paulo e autor da peça Só, Ifigênia, sem Teu Pai. As aulas acontecem todas as quintas das 20 às 22 horas.

As inscrições, que custam R$170,00, devem ser feitas na sala de cursos, no 3º andar do Maria Antonia, das 10 horas ao meio-dia e das 13 às 18 horas.  O Centro Universitário Maria Antonia fica na R. Maria Antonia, 294, Vila Buarque.

Mais informações: (11) 3255-7182, ramais 32 e 33, email cursosma@usp.br, ou no Site: www.usp.br/mariantonia

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15579--maes

deficiência
Estudo da EERP analisa maternidade de mulheres com transtornos mentais
Conhecer como mulheres portadoras de transtornos mentais vivenciam sua maternidade e se vêem no papel de mães foi um dos principais objetivos da psicóloga Marisley Vilas Bôas Soares, em sua tese de doutorado. A pesquisa intitulada Estudo sobre a maternidade de mulheres portadoras de transtornos mentais foi defendida no último dia 8 de outubro, sob orientação da professora Ana Maria Pimenta Carvalho, no Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP.

“A pesquisa parte de alguns dados levantados em literatura, os quais indicam que a capacidade materna em oferecer boas condições de cuidado e ser acolhedora às necessidades do filho gera um ambiente adequado para o bom desenvolvimento psicológico da criança, tendo como pano-de-fundo a importância da saúde mental materna nesse aspecto”, ressalta Marisley. “Tendo em vista a apregoada importância da figura materna para o oferecimento dessas condições, este estudo teve como pergunta investigativa como se daria a maternidade no contexto de doenças mentais, que atingem a capacidade de relacionamento e expressão afetiva.”

Foram selecionadas mulheres portadoras de algum tipo de transtorno mental, sendo os mais comuns quadros depressivos, transtornos afetivo bipolar e, em alguns casos, transtornos esquizotípicos. Elas deveriam estar em tratamento por, no mínimo, um ano, e ter pelo menos um filho de idade entre 7 a 12 anos, e moradoras de uma região específica da cidade. Após a seleção foram feitas entrevistas semi-estruturadas que abordavam temas referentes à doença, ao suporte social e à maternidade. “Como meio de ampliar a busca de dados referentes ao objeto de estudo, foram entrevistados alguns profissionais técnicos do serviço de saúde mental onde essas mulheres eram atendidas”, explica Marisley.

Auto-cobrança

“Pelo fato de termos escolhido mães que tivessem ao menos um filho com idade a partir de 7 anos, o tempo transcorrido entre os primeiros anos da criança – quando a demanda por cuidados constantes é maior – permitiu-nos abordar a experiência da maternidade de modo retroativo, ou seja, analisar suas vivências desses primeiros momentos”, descreve a pesquisadora. “As mães entrevistadas identificam e atribuem à doença mental períodos de maior agressividade com relação ao contato com os filhos, o que lhes conferia angústia, tendo em vista perceberem-se com alguma alteração de seu estado mental e não conseguirem dar conta desses dois aspectos”, conta. “Também referem o sentimento de permanente auto-cobrança com relação ao seu desempenho como mães, pois colocam a maternidade como uma experiência própria ao sexo feminino com a qual precisam cumprir.”

As entrevistas foram realizadas nas casas das participantes e todo o material de áudio coletado foi gravado e posteriormente transcrito com a anuência das entrevistadas. “Para a análise do material foi utilizada a Teoria Fundamentada em Dados, que possibilita a formulação de uma teoria acerca do fenômeno em estudo por meio dos dados coletados”, afirma a psicóloga. “Para se atingir essa teoria buscou-se quais eram as condições causais da doença, o contexto em que o mesmo se dava, as condições intervenientes presentes, as estratégias empregadas frente à doença e as conseqüências do mesmo para essas mulheres.”

De acordo com a pesquisadora, essas mulheres vivem a maternidade “como uma realização normalizadora para sua vivência adulta, colocando-as em igualdade com as demais mães”. “Este é um papel social com o qual necessitam lidar e requer reconhecerem-se e enxergarem-se para que permaneçam lutando com as limitações impostas pela doença, bem como com as vicissitudes da vida”, adverte. O reconhecimento da vivência dessas mulheres, devido a seu propósito preventivo, reforça a importância de que é preciso que os serviços de saúde e de acompanhamento (unidades básicas e especializadas) as vejam para além de seu lugar de portadoras de uma doença.”

Gestações não planejadas
Marisley observa que um fator que chamou a atenção foi a recorrência nos relatos de gestações não planejadas, o que acarretava em mudanças repentinas de vida para essas mulheres. “Ademais, podemos observar que as mudanças decorrentes eram potencializadores ou disparadores para a manifestação da doença mental”, revela. “Assim, tivemos relatos de mães que desenvolveram quadro de depressão ao longo ou após a gravidez, ou teve agravada uma situação de transtorno mental que já estava em curso, porém não havia sido identificada.” Segundo a pesquisadora, os relatos obtidos também referiram a uma sobrecarga no desempenho de papéis sociais femininos, como de mãe, dona-de-casa, esposa, trabalhadora, filha, entre outros.

“Esta pesquisa partiu do interesse em se investigar uma lacuna nos estudos na área de saúde mental, os quais ainda pouco privilegiam olhar para o portador de transtorno mental como capaz de desempenhar outros papéis sociais além de seu lugar de doente mental”, diz Maryisley. “No campo da enfermagem, o profissional identificado com esta demanda pode ser uma referência para estas mães no serviço de saúde, tendo em vista que sua formação tanto abarca com propriedade o conhecimento do desenvolvimento clínico da doença, como possui subsídios para o desempenho de trabalhos em grupos e de orientação.”

Mais informações pelo email marisley@usp.br, com Marisley Vilas Bôas Soares

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 23, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

calendário
Estação Ciência não abrirá no domingo (26) em função das eleições Assim como no primeiro turno das eleições, a Estação Ciência da USP estará fechada para visitação no domingo (26), data de votação do segundo turno das eleições municipais. Quem planeja uma visita às exposições durante o fim-de-semana poderá ir normalmente no sábado (25), que terá atendimento ao público das 9 às 18 horas.

Uma opção para o domingo é conferir as atividades que ocorrerão durante todo o dia na marquise do Parque Ibirapuera, durante o encerramento da edição deste ano da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A Estação Ciência e diversas outras instituições que participam da Semana estarão presentes, com exposições itinerantes, apresentações e oficinas.

Mais informações: (11) 3673-7022

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15533-at

Mostra de ciências
Atividades no Ibirapuera abordam ciência de forma divertida Encerrando a edição deste ano da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em São Paulo, a marquise do Parque do Ibirapuera abriga, no sábado (25) e no domingo (26), uma grande mostra popular de ciências. Coordenada pela Estação Ciência da USP, a mostra, que vai das 9 às 17 horas, terá exposições, atividades interativas e apresentações artísticas, todas gratuitas.

Alguns exemplos são o Projeto Ciência ao Vivo (demonstrações portáteis de diversos temas da ciência, como uma Estação Ciência miniatura), a Célula Gigante (tenda com interior que simula uma célula humana por dentro, com todas suas estruturas), o Xadrez Gigante, as Transformações de Energia (um painel interativo em que o público usa a energia mecânica de seu corpo para ligar aparelhos diversos e acender luzes) e as Invenções da Febrace (a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, na qual estudantes do ensino médio criam soluções para diversos problemas).

Um dos destaques será a oficina Danças de Salão e Física, que acontece no domingo, dia 26, às 13 horas. A atividade ensina os participantes a dançar, ao mesmo tempo em que usa os passos e movimentos para demonstrar fenômenos da física. Durante a mostra haverá também apresentações musicais e esquetes teatrais.

O Parque do Ibirapuera fica na Av. Pedro Álvares Cabral, sem número, Ibirapuera, São Paulo.

Mais informações: (11) 3673-7022

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9626/agenda/9-jornada-internaci

AgendaPlenárias, mesas-redondas e lançamento de três livros ocorrerão no dia 30 de outubro, em São Carlos (SP), e no dia seguinte, em Campinas (SP)

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9627/agenda/sabado-com-einstein

AgendaPalestras do antropólogo Mauro William Barbosa de Almeida (Unicamp) e do historiador Olival Freire (UFBA) aproximam relatividade, índios sul-americanos e direitos civis. Evento ocorrerá no próximo sábado (25/10), em São Paulo

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9621/especiais/programas-biota-

EspeciaisEm viagem à África, Carlos Alfredo Joly, professor da Unicamp e um dos criadores do Biota-FAPESP, discute com dirigentes do BioTA África possibilidades de colaboração em pesquisas

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9622/noticias/informacao-compar

NotíciasRepresentantes da empresa Sun Microsystems visitam a FAPESP e apresentam projetos de pesquisa conjunta em tecnologias da informação

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9623/divulgacao-cientifica/rela

Divulgação CientíficaConsórcio de institutos de pesquisa identifica 26 genes alterados pelo câncer de pulmão e modificações moleculares importantes que também são encontradas em outros tipos de tumores

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9624/noticias/ciencia-para-ver-

NotíciasFestival do Cine e Vídeo Científico do Mercosul aceita inscrições de trabalhos que divulgam a ciência em todas as áreas de conhecimento

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9625/noticias/ganhadores-do-pre

NotíciasCNPq divulga os nomes dos vencedores da 23ª edição da iniciativa que nesta edição recebeu 1.748 inscrições

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15564-nucle

Psiquiatria
Crime e saúde mental: relações que precisam ser desvendadas
 A psicologia e a psiquiatria forense envolvem diagnóstico, intervenção e prevenção de distúrbios mentais quando questões legais estão envolvidas. Hoje há 158 mil presos, em regime fechado, no estado de São Paulo. Destes, menos de um por cento apresenta doença mental e cumprem pena em manicômios judiciários - o número é pequeno, segundo especialistas. "Nos crimes violentos que têm chamado a atenção da mídia e que temos avaliado, pouquíssimos casos relacionam-se à perda da consciência”, afirma o neuropsicológo Antonio de Pádua Serafim, do Instituto de Psiquiatria (IPq) da Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Ainda assim, é importante poder determinar com segurança se um comportamento criminoso foi ou não influenciado pela presença de uma doença mental temporária ou permanente e, mais do que isso, dar assistência às vítimas. Esses são alguns dos trabalhos prestados à Justiça pelo Núcleo Forense (Nufor) do Ipq, criado em 1998 e coordenado por Serafim.

História e atuação
O núcleo surgiu como um grupo que reunia os estudos no campo de saúde mental e violência, e iniciou seus trabalhos com palestras e conferências que traziam médicos, advogados e psicólogos para tratar de temas relacionados à área forense. Realizou simpósios e outras atividades até 2000, quando evoluiu para trabalhar integralmente na tríade do HC, composta por assistência, ensino e pesquisa. Em 2003 foi estruturado o ambulatório forense, que atua fazendo perícias psiquiátricas e psicológicas tanto na área criminal (para o Tribunal de Justiça, delegacias e o Ministério Público) – realizando exames e propiciando tratamento para vítimas de violências e para os próprios agressores, quando isto se aplica – quanto na área cível,  além da Vara da Família e do Trabalho. 

“Para crianças em que há a suspeita de terem sido vítimas de abuso sexual, caso que atendemos com freqüência, fazemos uma avaliação para verificar se há indícios psicológicos de violência. Quanto aos agressores, avaliamos o perfil de sanidade mental, para saber se o individuo que cometeu aquele ato tinha condições de discernir o que fez.” Quando é detectada a doença mental, é aplicada a medida de segurança, com o agressor sendo internado no manicômio judiciário ao invés de ir à julgamento, já que é considerado inimputável.

Na área cível lida-se, por exemplo, com casos de interdição por demência grave e em separações litigiosas na vara de família, sempre atuando-se integralmente, com avaliações psicológicas e psiquiátricas, pois não é possível determinar de antemão se há apenas problemas comportamentais ou se está envolvida a saúde mental destas pessoas.

Também é prestado atendimento à comunidade USP, em todos os casos de saúde mental em que haja alguma implicação legal, como explica Serafim: “imagine, por exemplo, um residente de medicina que desenvolva uma psicose no período de atividade. Surge a dúvida: isto será um impeditivo para que ele siga na carreira? Daí o próprio departamento nos encaminha o aluno. Ou então quando há algum comportamento delituoso, como fraudes ou violências diversas por parte de alunos ou funcionários e é preciso averiguar a sanidade mental de quem praticou”.

“Nenhuma outra unidade no Brasil realiza o trabalho integrado que fazemos, com estudos psiquiátricos, psicológicos, neuropsicológicos, perfis. São de dois a quatro profissionais diferentes que avaliam cada caso, diminuindo o risco de distorções e manipulações”, afirma o psicólogo.

Este trabalho diferenciado acaba tornando muito grande a demanda ao núcleo. Além do Nufor, há no estado de São Paulo O Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc) e o Instituto Médico Legal (IML) que fazem este tipo de laudo, e mesmo assim os pedidos que chegam de todo o país são muito numerosos. “Só para demandas da vara criminal, nos inquéritos policias de violência sexual, temos um tempo de espera médio de seis meses. Isso fora a demora dos processos em si, que em geral chegam até nós após uma tramitação de por volta de dois anos”, conta.

Mapeamento
Os casos acompanhados pelo núcleo resultam em informações que permitem gerar um banco de dados (históricos, perfis de riscos, comorbidades, associações) muito útil a estudos que visam tanto à prevenção da criminalidade associada à doença mental quanto à identificação de vítimas.

No momento, o Nufor empreende um estudo denominado “Dados demográficos de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual”, baseado em todos os casos atendidos de 2003 até 2008, mapeando a condição familiar das vítimas, quem é o agressor, quanto tempo as crianças ficam expostas ao abuso, as idades dos agressores, sintomas apresentados pelas vítimas, etc. “Assim, derrubamos mitos que diziam que toda criança abusada reagia de um modo específico, revelando que nem todas respondem da mesma maneira às agressões. Além disso, pudemos distinguir dois padrões de agressores. Um deles é o abusador, que é aquele indivíduo dissimulado, que faz mais carícias, e que provoca um efeito menor na criança - que, dependendo da idade, nem percebe que está sendo abusada. O outro é o molestador propriamente dito, que são aqueles mais invasivos, indo desde a manipulação dos genitais até o ato sexual em si”, relata.

O mapeamento também contribui no programa de atenção às crianças vítimas de molestadores que é mantido pelo Nufor, e na preparação de uma cartilha evidenciando os indícios de abuso sexual apresentados pelas crianças, que o núcleo pretende distribuir nas escolas, visando facilitar a identificação de possíveis vítimas para interrupção do abuso e encaminhamento a tratamento.

Menor infrator
Outro trabalho do Nufor é o Programa de Atenção à Saúde Mental dos Jovens Infratores, realizado na Fundação Casa (antiga Febem), desde 2006, nas unidades da capital. Foram implantados ambulatórios psiquiátricos e promovida a capacitação de psicólogos e outros profissionais da fundação. Dois médicos em cada unidade fazem uma avaliação da condição psiquiátrica dos menores que chegam e que, conforme o caso, são encaminhados para assistência.

“São 947 jovens assistidos, dentre os quais 628 apresentaram quadros ligados à transtornos psiquiátricos. O programa tem ajudado a difundir a idéia de que o problema do comportamento infrator do jovem não é uma questão apenas educativa, mas muitas vezes de saúde mental, e o atendimento que prestamos reduziu muito sua reincidência: pela primeira vez na Fundação Casa o número de jovens que entraram foi menor do que o dos que saíram”, conta Serafim.

A iniciativa vai ao encontro de uma tendência mundial, que é tratar a violência como uma questão de saúde pública, gerada pelo aumento do problema. “As agressões contra a mulher, por exemplo, tiveram,  na última década, um incremento de 67% no número de casos pelo mundo. A violência é uma questão de saúde pública porque afeta toda a dinâmica, a organização, o equilíbrio da sociedade, causando desde quadros de fobia, com o receio das pessoas de sair de casa, até o estímulo à repetição do comportamento violento, com pessoas consideradas normais se tornando extremamente agressivas em algumas situações”.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/39-educacao/15581-mp

historiografia
MP promove seminário de história do café em Itu
O Museu Paulista (MP) da USP, conhecido como Museu do Ipiranga, e o Museu Republicano Convenção de Itu promoverão entre 10 e 14 de novembro a segunda edição do Seminário sobre História do Café.

Em torno do eixo central, História e Historiografia, pretende-se reunir historiadores, pesquisadores e alunos de pós-graduação de diferentes áreas das Humanidades com o objetivo de debater as várias dimensões da História do Café e, particularmente, as principais linhas de abordagem que marcaram a produção historiográfica nesse campo. Será dada atenção especial às obras de Afonso d´Escragnolle Taunay, um dos pioneiros nos estudos sobre o café.

A programação completa e a ficha de inscrições, que custam R$30,00, estão disponíveis no site http://www.mp.usp.br. O Seminário acontece no Centro de Estudos da USP, na Rua Barão de Itaim, Centro, 140, Itu.

Mais informações: (11) 4023-2525 ou email seminariodocafe2008@gmail.com

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15582-f

finanças
Fipecafi abre inscrições para curso sobre planejamento de orçamento
A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), entidade ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, está com inscrições abertas para o curso de curta duração Problemas com o orçamento ou um processo não planejado?, que acontece entre segunda (27) e quinta-feira (30), das 18h30 às 22h30.

O objetivo é discutir o processo de desenvolvimento do orçamento nas empresas à luz das peculiaridades organizacionais e é voltado para executivos envolvidos nesse processo. O curso será ministrado em grupos pequenos. No programa figuram tópicos como: elementos de gestão do planejamento, planejamento estratégico, controle, conceitos e cases, todos relacionados ao orçamento.

As inscrições custam R$1.500,00 e podem ser feitas pelo site www.fipecafi.org. O curso será ministrado na FEA, que fica na Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 2184 - 2045 / 2046 ou site www.fipecafi.org

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15583-es

agronomia
Esalq lança publicação sobre cultivo de frutas e hortaliças
A série de publicações Produtor Rural, editada pela Divisão de Biblioteca e Documentação (DIBD) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, lançou recentemente seu novo número. “Métodos Empregados no Pré-Resfriamento de Frutas e Hortaliças” é o tema da edição de número 40 da publicação.

A obra trata da vida útil pós-colheita dos produtos hortícolas, parâmetros a serem considerados para determinação da necessidade de pré-resfriamento, qualidade do produto no ponto de venda, além de destacar vantagens e desvantagens do processo de pré-resfriamento em câmara, com ar forçado, com água gelada, com gelo e a vácuo.

O exemplar da coleção pode ser adquirido na biblioteca da Esalq ou por envio postal. O envio deste e outros títulos já publicados podem ser obtidos pelo telefone (19) 3429-4140, email bibpubl@esalq.usp.br ou site dibd.esalq.usp.br em “Publicações para Venda”.

A Esalq fica na Av. Pádua Dias, 11, Piracicaba.

Mais informações: (19) 3429-4140

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

feriado
HCFMRP manterá atendimentos e consultas no dia 27
O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP realizará atendimento normal na próxima segunda-feira (27). Em virtude da falta de tempo hábil para a remarcação das consultas agendadas nos ambulatórios e para que não haja prejuízos à assistência aos paciente, não será aplicado o Decreto nº 53.583, de 21 de outubro, que alterou o ponto facultativo no expediente nas repartições públicas do dia 28 de outubro para o dia 27.

Dessa forma haverá atendimento normal no HCRP. As comemorações para o Dia do Funcionário Público serão mantidas para o dia 28.

(com informações da assessoria de imprensa do HCRP)

Mais informações: (16) 3602-2843

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15577-osu

música
Osusp executa Beethoven e Mozart na Sala São Paulo
A Orquestra Sinfônica da USP (Osusp) apresenta Encontro de Gênios, com concertos e sinfonias de Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig Van Beethoven. O concerto contará com a solista Linda Bustani e com o regente convidado Kirk Trevor.

A apresentação acontece na terça-feira (28), às 21horas, na Sala São Paulo, com preços de R$ 15,00 a R$ 65,00. Os ingressos estão à venda no site Ingresso Rápido, ou na sede da OSUSP, na R. do Anfiteatro, 109, Cidade Universitária, São Paulo, das 10h às 16h. Estudantes, professores, aposentados, funcionários USP e pessoas com idade acima de 60 anos têm 50% de desconto, mediante apresentação de documentação que comprove o benefício no ato da compra.

A Sala São Paulo está localizada na Pça. Júlio Prestes, s/n, Luz, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-3000 / 2392, ou no site www.sinfonica.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/45-tecnologia/15585-

informática
USP terá computadores ambientalmente sustentáveis
Microcomputadores livres de chumbo, econômicos no consumo de energia e cujos componentes são totalmente recicláveis. Estas são algumas das características dos “micros verdes”, computadores ambientalmente sustentáveis e que, em breve, estarão sendo utilizados por professores, alunos e funcionários da Universidade de São Paulo, em uma iniciativa pioneira da instituição. As duas mil máquinas serão fornecidas pela Itautec, empresa vencedora de um processo de licitação ocorrido no último mês de setembro. A assinatura do contrato marca o início do uso de um “Selo Verde” pela USP.

A professora Tereza Cristina Melo de Brito Carvalho, diretora do Centro de Computação Eletrônica (CCE) da Universidade, conta que a idéia inicial era exigir no edital de licitação que a empresa fornecedora das máquinas fabricasse computadores livres de chumbo, com eficiência energética e cujos componentes fossem recicláveis. “Entretanto, havia um problema: precisaria ter no mercado, no mínimo, três empresas que atendessem a todos os requisitos exigidos. E atualmente, no Brasil, poucas empresas conseguiriam atender a essa demanda, o que poderia inviabilizar o processo licitatório. A sugestão da Consultoria Jurídica da USP foi que esses itens constassem no edital como ‘desejáveis’ e não ‘obrigatórios’”, explica.

E assim foi feito. Das quatro empresas participantes, a Itautec acabou vencendo a concorrência. “Após sair o resultado, decidimos procurá-los para solicitar que os itens ‘desejáveis’ fossem, de fato, entregues. E eles aceitaram”, conta a diretora do CCE, lembrando que esta solicitação seria feita para qualquer outra empresa que tivesse vencido a licitação.

A USP investirá cerca de R$ 2,4 milhões na aquisição desses equipamentos, por meio do processo de compra centralizado pela Coordenadoria de Tecnologia de Informação (CTI).

Selo Verde
De acordo com a professora Tereza Cristina, inicialmente, os Selos Verdes serão colocados nos computadores adquiridos da Itautec, mas a idéia é estender para impressoras e switches (equipamento usados na conexão de computadores em rede).

“Pretendemos enviar grupos às empresas fabricantes para fazer uma inspeção a fim de verificar se elas realmente têm essa preocupação ambiental, fabricando equipamentos livres de chumbo, que tenham eficiência energética e que tenham as certificações ISO 14001 [gestão ambiental] e ISSO 9001 [gestão de qualidade]”, conta.

A professora Tereza lembra que os computadores comuns têm em sua composição materiais como ferro, alumínio, cobre, zinco, estanho, níquel, chumbo, cobalto, prata e até ouro e caso não seja feito o descarte adequado, esses materiais podem contaminar o ambiente e os seres humanos. Esse foi um dos motivos que motivou, em 2007, a criação da Comissão de Sustentabilidade dentro do CCE.

Uma das iniciativas foi a criação do projeto E-waste (lixo eletrônico) cujo objetivo é dar um descarte adequado para materiais de informática. “Existem atualmente na USP cerca de 40 mil computadores, 15 mil impressoras e 8 mil equipamentos de rede, sendo que, anualmente, 10% desse material fica obsoleto”, comenta a professora. O projeto de E-waste contou com o apoio de integrantes do S-Lab (Laboratório de Sustentabilidade) do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, e tem a participação da Agência USP de Inovação e do USP Recicla.

No último Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), aconteceu a campanha Descarte Legal: O Seu Lixo Eletrônico no Lugar Certo. Neste dia, funcionários do CCE puderam fazer o descarte de materiais eletrônicos, não patrimoniáveis, que não podiam ser mais aproveitados, tais como: coolers, placas de vídeo e de rede, telefones, mouses, caixas de som de computador, cabos, HD´s, teclados, CD´s, etc. “Foram descartadas cinco toneladas de material. E isso apenas no CCE. Esta iniciativa foi uma espécie de projeto-piloto, pois pretendemos estender o projeto de E-waste para toda USP”, conta a professora Tereza. Atualmente, a Comissão de Sustentabilidade está em fase de estudos para definir qual destino final será o mais adequado para as cinco toneladas de descarte.

RoHS
De acordo com o vice-presidente comercial da Itautec, Cláudio Vita Filho, a empresa vem se preocupando com a questão ambiental já há alguns anos. “As pessoas que visitam a nossa fábrica sabem que encaramos a reciclagem de materiais com muita seriedade”, afirma. Nos últimos anos, a empresa investiu cerca de R$ 3 milhões para ter a sua linha de produção livre de chumbo e de metais pesados. Desde o último trimestre de 2007, a empresa passou a fabricar microcomputadores e notebooks sem chumbo, uma das exigências da RoHS (sigla em inglês para Restriction of Certain Hazardous Substances), uma legislação européia que proíbe o uso de algumas substâncias tóxicas na fabricação de equipamentos.

Os micros verdes que serão entregues na USP pela Itautec (desktop + teclado) apresentam características especiais, desde os parafusos, até os cabos e conectores recicláveis. De acordo com os executivos da empresa, eles estão recebendo os materiais dos fornecedores e montando as máquinas. Quando algumas unidades estiverem prontas, elas serão inspecionadas por uma equipe da USP. A cerimônia de entrega deverá acontecer em meados de novembro, em data que ainda será definida.

Mais informações: (11) 3091-6328 com a professora Tereza, ou (11) 3174-7463, na Máquina da Notícia (Assessoria de Imprensa da Itautec)

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15558-s

mundo árabe
Simpósio no Maria Antonia celebra os 30 anos de Orientalismo
Entre quarta (29) e sexta-feira (31), o Instituto de Cultura Árabe (ICArabe) comemora, com o simpósio Orientalismo - 30 Anos, a ser realizado no Centro Universitário Maria Antonia da USP, o aniversário da publicação da principal obra de Edward Said, Orientalismo, expondo a maneira como suas idéias continuam inspirando novas apreciações e análises ao redor do mundo. No livro, Said demonstrou pela primeira vez, de maneira sistemática, que o que se convencionou chamar de Oriente reflete uma construção intelectual, literária e política do Ocidente, como meio deste ganhar autoridade e poder sobre o primeiro.

Ao demonstrar que na base do pensamento racionalista do século XIX está a criação de identidade que opõe Ocidente a Oriente, a obra de Said tem instigado a própria renovação dos conceitos fundamentais das mais diversas disciplinas humanistas. O rigor e a suposta neutralidade axiológica têm sido decisivamente influenciados pelos interesses econômicos e políticos da sociedade produtora dos conceitos e métodos de trabalho que embasam essas disciplinas. Participarão do simpósio, especialistas em cultura árabe e professores, como Gabriel Cohn, docente de Sociologia da USP e Emir Sader, do Laboratório de Políticas Públicas, Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

Não é necessária inscrição. A participação do público é livre e a entrada é gratuita. O evento acontece das 20 às 22h30 no Salão Nobre, do Centro Universitário Maria Antonia, na Rua Maria Antônia, 294, Vila Buarque, São Paulo. A programação completa está no site do evento.

Mais informações: (11) 5084-5131

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15559-cas

imagens
Casa de Dona Yayá abriga exposição sobre imigração japonesa
Sexta-feira (24), às 19 horas, será inaugurada a exposição Encontros e memórias, que faz parte dos eventos comemorativos do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil. O Laboratório de Estudos sobre a Intolerância da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e a Escola de Enfermagem (EE) da USP apresentam exposição, com curadoria da professora Zilda Márcia Grícoli Iokoi, do Departamento de História da FFLCH.

A exposição traz a rememoração dos docentes nikkeis da USP sobre suas origens, trajetórias, processos de formação e atividades de pesquisa. Trata da comunidade e de suas várias formas de produção de saberes, bem como de seu sentido para a sociedade brasileira. Na noite de abertura, também haverá o lançamento do documentário Juntar é bom, mas misturar é melhor!!!.

A visitação, gratuita e aberta ao público em geral, estará aberta de até 30 de janeiro de 2009, de domingo a sexta-feira, das 10 às 16 horas, na Casa de Dona Yayá, na Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, São Paulo.

Mais informações: (11) 3106-3562 ou e-mail cpcpublic@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 24, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9628/especiais/oscilacoes-unive

EspeciaisCom dados do satélite Corot, cientistas detectam, em estrelas fora do Sistema Solar, fenômenos de oscilação e granulação semelhantes aos que ocorrem no Sol. Descoberta, com participação brasileira, ajudará a conhecer mais sobre a evolução da galáxia

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9629/noticias/em-busca-do-terre

NotíciasEmpresários discutem o papel da inovação tecnológica para o crescimento do setor de bens de capital, no qual o Brasil passou da 5ª para a 14ª posição no mundo

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9630/noticias/fotos-ineditas-do

NotíciasArquivo do Estado de São Paulo disponibiliza imagens que não foram publicadas no jornal dirigido por Samuel Weiner

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9631/noticias/dez-anos-em-orbit

NotíciasSatélite SCD-2, segundo satélite projetado, construído e operado por brasileiros, está em operação desde 1998

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9632/especiais/fapemig-investir

EspeciaisPrograma Mineiro de Desenvolvimento Tecnológico e Produção de Biocombustíveis tem 21 propostas aprovadas

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9633/agenda/1-forum-de-politica

AgendaEvento analisará, no dia 30 de outubro, em São Carlos, as possibilidades e perspectivas de abordagem de desconstrução do espaço físico, enquanto fato social e inexorável

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9634/agenda/23-oficina-de-fisic

AgendaEvento do Instituto de Física Gleb Wataghin da Unicamp abordará “Astronomia e Astrofísica". Dia 8 de novembro, em Campinas (SP)

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15573-obser

recursos humanos
USP integra projeto para melhoria da gestão de RH na saúde pública
 Neste ano, o Sistema Único de Saúde (SUS) completa 20 anos de existência. Em 1988, pela primeira vez na história do país, um texto constitucional previu o atendimento médico universal da população pelo Estado. Até então, isso era um privilégio dos que estivessem empregados e contribuíssem com a previdência social. Desde essa época, o número de atendimentos vem aumentando: em 2006, o Ministério da Saúde contabilizou cerca de 475 milhões de consultas médicas realizadas pelo sistema, aproximadamente 130 milhões a mais do que em 1996.

Um sistema tão grande precisa de uma gestão de recursos humanos eficiente. Para Paulo Mangeon Elias, professor da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e pesquisador do tema, a atual está longe do adequado. “O SUS ainda tem muito por fazer e também já melhorou em muita coisa. Mas, em relação aos avanços obtidos nas diversas áreas, a de recursos humanos é a que ficou mais atrasada, a que menos avanços obteve. Só recentemente começou a merecer uma atenção maior da administração pública”, diz.

Paulo Mangeon Elias, da FMUSP
Elias é um dos responsáveis pelo processo de inserção da FMUSP na Rede Observatório de Recursos Humanos em Saúde, uma iniciativa da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) que tem como objetivo mudar o quadro descrito pelo professor. A rede, criada em 1999, abrange instituições de pesquisa de diversos países da America Latina, que recebem apoio da OPAS e dos governos locais para a realização de estudos que sirvam como referência para a formulação de políticas de gestão de recursos humanos.

No Brasil, a rede é constituída por dezesseis estações de trabalho. A USP tem duas de suas instituições vinculadas ao projeto: a Escola de Enfermagem (EE) e a Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) , e caminha para possuir uma terceira, com a inclusão da FMUSP. Elias diz que um projeto de pesquisa já foi enviado ao ministério e está sendo analisado. Para o professor, é a concretização de uma aproximação gradual com o Ministério da Saúde. “Em 2005, a [Faculdade de] Medicina, atendendo a um edital do Ministério, participou de um estudo muito apreciado sobre a residência médica no Brasil. Então, já havia esse relacionamento informal, que terá agora uma formalidade maior com a constituição desta estação.”

As estações de trabalho da USP são as únicas no Brasil ligadas a escolas de enfermagem. Marina Peduzzi, coordenadora do projeto na EE, diz que essa situação foi um dos motivos da decisão de fazer parte da rede. “Os trabalhadores de enfermagem representam um grande contingente na área da saúde. Nos serviços hospitalares eles chegam a representar 50% dos profissionais envolvidos”, afirma.

Heloisa Ciqueto (esq) e Marina Peduzzi, da EE

Pesquisas
Marina coordenou uma pesquisa realizada em 2007 com unidades de saúde do bairro do Butantã, em São Paulo, sobre projetos de capacitação de funcionários. Ela elogia o poder público por sua “tradição de investimento” na área, mas aponta a ausência de instrumentos para medir sua eficácia. Para a pesquisadora, “Nós temos a tradição de fazer as capacitações, mas não temos a tradição de fazer a avaliação”.

Outro problema encontrado foi a centralização excessiva das políticas de capacitação, planejadas longe de seus beneficiários e executadas sem ouvir sua voz, enquanto, segundo Marina, “todos os estudos de capacitação de RH mostram que a formação deve estar o mais próxima possível da prática, do cotidiano de trabalho, para que seja possível responder às dificuldades e necessidades que surgem no dia-a-dia”.

Marina diz que foi encaminhado um novo plano de trabalho para o Ministério dando ênfase às pesquisas desenvolvidas em conjunto com o Centro de Estudos em Teleenfermagem (Cetenf) da escola. São dois projetos, um para o fornecimento de segunda opinião em enfermagem através de teleconferências, a ser implantado em unidades de saúde da região Centro-Oeste ligadas à EE, e um para a capacitação em gestão de RH em saúde, já em desenvolvimento. “Nós estamos preparando os módulos do curso. Haverá módulos de gestão, de planejamento estratégico-situacional, processo de trabalho, trabalho em equipe, entre outros”, diz Heloisa Helena Ciqueto, coordenadora do Cetenf.

Fotos: Marcos Santos

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/36-ciencias/15587--w

piracicaba
Workshop da Esalq discute ambiente e propriedade rural
A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), Prefeitura do Campus Luiz de Queiroz (PCLQ) e Grupo de Adequação Ambiental do Campus Luiz de Queiroz (GADE) da USP realizam, nos dias 5 e 6 de novembro, a segunda edição do Workshop sobre Adequação Ambiental e a Propriedade Rural. A programação completa pode ser consultada no site da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq).

Diante do atual cenário de degradação que o ambiente enfrenta, o workshop busca fomentar e discutir o tema adequação ambiental na propriedade rural, debater o planejamento e as técnicas de recuperação, discutir técnicas atuais de recuperação, políticas públicas relacionadas ao meio ambiente, relação água e floresta, entre outros assuntos de extremo interesse atual, buscando assim oferecer uma programação diversificada que procure abortar diversas áreas de relevância no atual contexto ambiental.

O workshop é voltado para estudantes e profissionais das áreas de ciências agrárias e ambientais, produtores rurais, órgãos públicos, organizações não-governamentais, empresas, pessoas engajadas nas questões sociais, ambientais e rurais. O evento acontece no Anfiteatro do Pavilhão de Engenharia, Av.Pádua Dias, s/nº, Piracicaba.

Mais informações (19) 3417-6604, site www.fealq.org.br ou email cdt@fealq.org.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15588-cin

cinema
Cinusp apresenta A Batalha de Argel, de 1965
Entre quarta (29) e sexta-feira (31), o Cinema da USP Paulo Emílio (Cinusp) apresenta o filme A Batalha de Argel (La Battaglia di Algeri, Argélia/Itália, 1965, 117’, 35mm), de Gill Pontecorvo. As apresentações fazem parte da mostra de filmes Docudrama.

No filme, os eventos decisivos da guerra pela independência da Argélia, marco do processo de libertação das colônias européias na África. Entre 1954 e 1957 é mostrado o modo de agir dos dois lados do conflito, a Frente de Libertação Nacional e o exército francês. Enquanto que o exército usava técnicas de tortura e eliminava o maior número possível de rebeldes, a FLN desenvolvia técnicas não-convencionais de combate, baseadas na guerrilha e no terrorismo.
As exibições acontecem às 16 horas nos dias 29 e 31, e às 19 horas no dia 30.

A entrada é gratuita e as senhas serão distribuídas na Administração do Cinusp (favo 37) uma hora antes do início da sessão. Uma senha por pessoa. Serão distribuídas 90 senhas. O Cinusp fica na Rua do Anfiteatro, 181, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: (11) 3091-3540, ou site www.usp.br/cinusp/

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/37-cultura/15589-ins

Maria Antônia
Inscrições abertas para cursos sobre critica literária e teatral Em novembro, o Centro Universitário Maria Antonia da USP recebe Roberto Zular e Sérgio Salvia Coelho em cursos que abordam as relações da crítica com a produção literária e teatral. As aulas acontecem em dias e horários fixos, às segundas ou quintas, no período da tarde ou da noite.

O curso Literatura: modos de usar, com Roberto Zular, aborda as várias formas e configurações históricas da relação entre literatura e crítica literária. A partir da formulação desses campos no romantismo europeu serão analisados textos-chave de Paul Valéry e Jorge Luis Borges, autores que exerceram as duas atividades. O curso terá aulas às segundas, das 16 às 18 horas, entre 3 e 24 de novembro.

O teatro ao lado da crítica, ministrado por Sérgio Salvia Coelho, propõe uma reformulação da apreciação do teatro, com a diferenciação entre divulgação e crítica, o diálogo entre crítico e criador e a avaliação da importância do crítico como historiador. As aulas acontecem  às quintas, das 20 às 22 horas, e vão de 6 de novembro a 4 de dezembro.

O preço dos cursos é de R$ 170,00. As inscrições podem ser realizadas, até o dia do início das aulas, na sede do Centro, de segunda a sexta, das 10 às 12 horas e das 13 às 18 horas. O Centro Universitário Maria Antônia fica na Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque, São Paulo.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Centro Universitário Maria Antonia

Mais informações: (11) 3255-7182, ramais 32 e 33, ou pelo email cursosma@usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/45-tecnologia/15590-

energia
Cátedra do Gás promove seminário para discutir tecnologia da área
A Cátedra do Gás, projeto de pesquisa e desenvolvimento do Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE) da USP e da Comgás realiza, nos dias 4 e 5 de novembro, o Seminário Internacional Instalações Internas Residenciais de Gases Combustíveis: Desenvolvimento Tecnológico, Padrões Técnicos e Questões Regulatórias.

O evento, com abertura marcada para às 9 horas, acontecerá na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O objetivo é discutir a qualidade e a segurança das instalações internas de gases combustíveis e o papel da tecnologia na distribuição e nos usos finais dos gases em um ambiente em que as restrições de suprimento tendem a diminuir.

O seminário terá os seguintes painéis: "Padrões Técnicos e Questões Regulatórias - Experiências Internacionais"; "Padrões Técnicos e Questões Regulatórias - A Realidade Nacional"; "Experiências em Desenvolvimento Tecnológico no Brasil"; e "Desenvolvimento Tecnológico - Propostas para São Paulo".

Serão realizadas também duas mesas-redondas: "Visão dos Investidores e Organismos de Fomento em São Paulo"; e "Visão do Empreendedor e do Formulador de Política Pública".

Entre os especialistas convidados estão renomados profissionais do exterior, como Carlos Gomez Lopez, da Gas Natural Colombia, Nigel Moore, da BG, e Sergio Meza e Mauricio Tomarelli, da GasValpo Chile. Além disso, participarão Kozo Hatakeyama (diretor da Tosetz Co., subsidiária da Tokyo Gas Co.) e Theodore Lemoff, da NFPA (EUA).

As inscrições custam R$530,00 e podem ser feitas no endereço workoutenergy.com.br/catedra/seminario_int_capa.htm, onde também se pode conferir a programação. Estudantes têm 60% de desconto e associados das entidades apoiadoras, 10%. A sede da Fiesp fica na Av. Paulista, 1313, Cerqueira César, São Paulo.

Mais informações: (11) 5531-0847 / 4944

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15591-p

psicologia
Professor do IP lança livro sobre a formação ética
Foi lançado o livro Formação ética: do tédio ao respeito de si (Editora Artmed, 316 pp, R$54,00), de Yves de La Taillle, professor do Instituto de Psicologia (IP) da USP.

A obra fala sobre a “cultura do tédio e da vaidade“, que o autor identifica como predominante no século XXI, e fala sobre alternativas que possibilitem a construção de uma “cultura do sentido”.

Mais informações: (51) 3027-7000

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/42-institucional/155

empreendedorismo
Inovação recebe inscrições para palestra sobre criatividade
Na quarta-feira (29) acontece a palestra Criatividade - para além do referencial teórico, na Escola Politécnica (Poli) da USP. A palestra será ministrada por Lisete Barlach, psicóloga, mestre e doutoranda em Psicologia Social e Organizacional no Instituto de Psicologia (IP) da USP.

Lisbeth é especialista em Dinâmica de Grupos e Psicologia Organizacional. Serão apresentados alguns elemento básicos da Psicologia Organizacional e propostos exercícios vivenciais que permitirão aos participantes o contato com ferramentas de aplicação prática.

O evento é gratuito e aberto a qualquer pessoa, mas é preciso estar autenticado no sistema do site da palestra.

A atividade acontece das 11h30 às 13 horas, no Prédio da Engenharia Civil da Poli, na Sala Bandeirantes, andar superior. O prédio fica na Av. Prof. Almeida Prado, trav. 2, n.83, Cidade Unversitária, São Paulo.

Mais informações: www.inovacao.usp.br/Eventos.aspx?id=50

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15593-f

negócios
Fipecafi realiza curso sobre precificação de mercadorias
A Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), entidade ligada à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP, oferece o curso de curta duração Precificação de Mercadorias Sujeitas a Substituição Tributária.

As aulas acontecem quarta (29) e quinta-feira (30), das 19 às 23 horas, na FEA. Serão apresentados aos participantes o modelo operacional da Substituição Tributária de ICMS, seu formato de cálculo, distorções geradas ao mercado, impacto sobre as margens das empresas envolvidas e desenvolvimento de modelos decisórios otimizados. O conteúdo será transmitido por meio de aulas expositivas e é voltado para profissionais das áreas de vendas, compras, controladoria, envolvidos nos processos decisórios de uma organização, além de estudantes.

As aulas serão ministradas no prédio FEA 3, na Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo. O preço do curso é de R$64,00 e as inscrições podem ser feitas pelo site www.fipecafi.org.

Mais informações: (11) 2184-2045 / 46

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/38-sociedade/15594-h

conferências
Historiador Bryan Palmer fala na USP e na Unicamp
De 29 de outubro a 13 de novembro o historiador Bryan Palmer ministra uma série de palestras no Brasil, três delas na USP. Ele será professor visitante no Programa de Pós-Graduação de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP em outubro e novembro.

Bryan Palmer é Professor Titular de História na Trent University, Canadá, Senior Canada Research Chair e membro da Royal Society of Canada. Palmer é ainda autor de 11 livros e dezenas de artigos.

Na quarta-feira (29) ele ministra a palestra The Embattled Historiography of American Communism: A Dissident View das 18 às 19h30, na sala 16 do Departamento de História (DH) da FFLCH. No dia 4 de novembro, na sala de vídeo do DH, também das 18 às 19h30, Palmer ministra a palestra The Birth of Red Power in Canada: A Forgotten Chapter in the History of the New Left. No dia 7 de novembro,às 14 horas, acontece a palestra Thinking Through Hobsbawm: History, Politics and Marxism in Our Times, no Anfiteatro do Departamento de Geografia (DG) da FFLCH.

No dia 13 de novembro, Palmer ministra novamente a palestra The Embattled Historiography of American Communism: A Dissident View, dessa vez no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade de Campinas (Unicamp). A palestra acontece às 14 horas no auditório do IFCH.

Todas as palestras são gratuitas, abertas ao público e com tradução simultânea. Os Departamentos de História e Geografia da FFLCH ficam na Av. Prof. Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, São Paulo, e o IFCH da Unicamp fica na Cidade Universitária Zeferino Vaz, Caixa Postal 6110, Barão Geraldo, Campinas.

Mais informações: (11) 3091-3731

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15595-inici

medicina
Pesquisadores da FMRP estudam relação entre tuberculose e alergia
Qual a relação da asma com a tuberculose? Trabalho de iniciação científica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP mostrou melhora nas respostas imunológicas geradas nestes dois modelos de doenças experimentais. O projeto, desenvolvido pela estudante de Ciências Biológicas, Lívia Weijenborg Campos, foi premiado com o segundo lugar do Destaque do Ano em Iniciação Científica 2008 - Área de Ciências da Vida, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), no início do mês.

O objetivo do trabalho Avaliação da resposta imune em modelo de co-inflamação alergia x tuberculose baseou-se na questão de até que ponto a eficácia de uma vacina contra a tuberculose, poderia ser comprometida em pessoas portadoras de alergia. "A tuberculose e a alergia ativam o sistema imunológico de maneira distinta e a resposta imunológica de uma doença poderia interferir na outra", explica Lívia.

Estudos anteriores mostravam que camundongos que entravam em contato com diferentes microorganismos como micobactérias, por exemplo, que constituem a vacina BCG, quando eram submetidos à indução da alergia, apresentavam redução do quadro alérgico. Portanto, poderia existir uma relação inversa da alergia e tuberculose experimental e foi isso que a estudante observou na primeira fase da pesquisa.

"Primeiro, os camundongos foram submetidos a um protocolo de indução de alergia compatível com a asma e depois os mesmos foram infectados com o bacilo causador da tuberculose Mycobacterium tuberculosis", afirma Denise Morais da Fonseca, que também participa diretamente do desenvolvimento desse estudo. "Observamos que os camundongos tiveram a resposta esperada, isto é, redução do quadro alérgico e progressão da tuberculose, então, decidimos inverter o processo", diz Denise.

Na segunda fase, os animais foram primeiramente infectados e depois passaram pela indução da asma experimental. Segundo Denise, que acompanhou a pesquisa, quando o processo foi invertido "o resultado foi surpreendente, ambas as doenças melhoraram".

Infecção
Para infectar os camundongos com os bacilos que causam a tuberculose, Lívia conta que no Núcleo de Pesquisas em Tuberculose (NPT) da FMRP existem os estoques de suspensões de Mycobacterium tuberculosis. A infecção ocorre por meio da administração de uma solução contendo as micobactérias nas narinas dos camundongos de modo que ao ser inalada chegue ao pulmão. Todo esse processo é realizado numa sala de adequada para a realização de procedimentos com esse tipo de microorganismo. No caso da alergia, primeiro é necessário sensibilizar o animal; só então, ele é desafiado com o alérgeno, uma proteína chamada ovalbumina, pela via intranasal, de modo que a inflamação também ocorra no pulmão.

O resultado da pesquisa é promissor, porém, preliminar. "Ainda temos que estudar qual mecanismo está por trás desse efeito protetor na tuberculose conferido pela alergia", alerta Denise. Analisando os resultados, as alunas Lívia e Denise, e a orientadora Vânia Luiza Deperon Bonato, professora do Departamento de Bioquímica e Imunologia da FMRP, já têm em mente os fatores que podem conferir tal proteção, que faz a tuberculose regredir, mas ressaltam que ainda é cedo para respostas, sendo a hipótese o objeto de estudo de Lívia, que pretende iniciar o mestrado no início do ano que vem.

Mais informações: livcpv@yahoo.com.br, com Lívia Weinjenborg; denise@cpt.fmrp.usp.br, com Denise Fonseca

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 27, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9635/especiais/sem-causa-e-efei

EspeciaisAnálise de pesquisas que descrevem a relação entre antidepressivos e obesidade aponta que o ganho de peso atribuído ao tratamento com esses medicamentos é bastante controverso

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9636/especiais/aprender-para-en

EspeciaisEstudo analisa implantação do curso da USP Leste para formação de professores de ciências. Experiência indica que é preciso “recriar” o conceito de interdisciplinaridade

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9637/divulgacao-cientifica/dino

Divulgação CientíficaCrânio com apenas 4,5 centímetros de comprimento, descoberto na África do Sul, esclarece dúvidas sobre a evolução dos dinossauros de carnívoros para herbívoros

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9641/noticias/ciencia-contra-a-

NotíciasUnicamp conquista a cátedra FAO de Segurança Alimentar e Nutricional, que permitirá um investimento de US$ 40 mil dólares em projetos de pesquisa de graduação na área. Propostas deverão ser entregues até o dia 5 de novembro

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9638/noticias/pesquisas-em-defe

NotíciasEdital lançado pelo governo federal apoiará propostas de projetos em “vigilância e sanidade animal e vegetal”, “qualidade e inocuidade de produtos” e “insumos agropecuários”

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9639/agenda/origem-do-universo-

AgendaConferência no dia 29 de outubro em Belo Horizonte trará o físico e cosmólogo Joel Primack e a escritora Nancy Abrams, ambos da Universidade da Califórnia

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9640/agenda/workshop-sobre-moto

AgendaAlbert Libchaber (Universidade Rockefeller), Jacques Prost (Instituto Curie), Jonathon Howard (Universidade de Tecnologia de Dresden) e Moysés Nussenzveig (UFRJ) serão alguns dos palestrantes no evento de 1º a 5 de dezembro na UnB

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/noticias/52-saude/15548-medic

dermatologia
Medicina de Ribeirão Preto oferece palestras sobre psoríase Na quinta-feira (29), Dia Nacional da Psoríase, profissionais da Divisão de Dermatologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP realizarão várias ações de conscientização da população a respeito da doença.

A partir das 17 horas, no Centro Médico de Ribeirão Preto, dermatologistas, psicólogos e dentistas realizarão palestras educativas para a comunidade, portadores da doença, familiares e todos os interessados sobre o assunto. Os especialistas falarão sobre o diagnóstico, tratamento e o convívio dos portadores com a moléstia. 

A psoríase é uma doença de pele crônica, não contagiosa, que afeta de 1 a 3% da população mundial (cerca de 190 milhões de pessoas). Manifesta-se em homens e mulheres, podendo surgir em qualquer faixa etária. A doença é caracterizada por lesões secas, avermelhadas e descamantes que podem estender-se por todo o corpo, sendo de caráter recidivante, com períodos de melhora e piora.

Alguns casos também associam-se com manifestações articulares (dores nas juntas) que, quando muito graves, podem deixar seqüelas. Os fatores agravantes são variados, destacando-se o estresse, clima seco e frio, ingestão de bebidas alcoólicas, traumas físicos e infecções. Atualmente, existem vários tratamentos disponíveis para o controle da doença.

As atividades, coordenadas pela dermatologista Renata Nahas Cardili, contam com o apoio da Fundação de Apoio ao Ensino e Pesquisa e Assistência (FAEPA), do Laboratório Darrow e do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP). A participação é gratuita e aberta ao público em geral, sem necessidade de inscrição prévia.

O Centro Médico de Ribeirão Preto fica na Rua Thomaz Nogueira Gaia, 1275, Jardim Irajá.

Mais informações: (16) 3602-5161

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias | 0 comentário

Outubro 28, 2008

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9642/especiais/sumico-de-jarara

EspeciaisEstudo feito no Instituto Butantan mostra que população da jararaca-ilhoa – que só existe na Ilha da Queimada Grande (SP) – pode ter caído pela metade em dez anos. Pesquisadores suspeitam que animais estariam sendo retirados da ilha ilegalmente e vendidos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9643/divulgacao-cientifica/as-m

Divulgação CientíficaAnálise feita na Jordânia indica produção de cobre três séculos antes do que se acreditava e em período que coincide com os relatos bíblicos

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9644/noticias/caracterizacao-do

NotíciasUnicamp e Petrobras vão construir Laboratório de Processos Intensificados para Avaliação e Valoração de Petróleos, que terá investimentos da ordem de R$ 5,6 milhões

Postado por USP Notícias | 0 comentário

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www.agencia.fapesp.br/materia/9645/noticias/pesquisas-conjunt

NotíciasMinistro da Ciência e Tecnologia assina acordo de cooperação científica e tecnológica para o fortalecimento das relações entre as comunidades de pesquisadores dos dois países

Postado por USP Notícias | 0 comentário<