Stoa :: USP Notícias :: Blog :: Poli lança piloto de códigos de boas práticas para a construção civil

outubro 27, 2009

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/sociedade/17768-poli-lanca-pi

Construção Civil
Poli e IPT são parceiros no Sistema Nacional de Códigos de Práticas
 A Escola Politécnica (Poli) da USP, em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), prepara o lançamento de um código de boas práticas sobre alvenaria de vedação de blocos cerâmicos. A maior contribuição do trabalho, porém, não é tanto o código em si, mas a ideia de um modelo de códigos, do qual ele é exemplo. “Estamos estruturando um modo de consolidar os processos da tecnologia tradicional numa proposta única e consensual – o Sistema Nacional de Códigos de Práticas (SiNCOP) – e a elaboração deste documento foi uma primeira experiência neste sentido”, explica o professor Francisco Ferreira Cardoso, da Poli. 

O professor lembra que, no Brasil, cada agente da cadeia produtiva – sejam construtoras, incorporadoras, empreiteiras, financiadoras de imóveis, escolas de engenharia, sindicatos ou fabricantes de material – define seus próprios padrões, algumas vezes até sistematizados em códigos próprios, e que são semelhantes, mas não são os mesmos. Faltam então referências que uniformizem estas diretrizes, até para facilitar, por exemplo, negociações entre contratantes e empreiteiras.

Como um edifício é composto por vários elementos, o objetivo é fazer um conjunto de “famílias” de códigos da construção tradicional brasileira, unificando práticas recomendadas e bem-sucedidas. Os códigos do SiNCOP vão abordar não só as várias modalidades de vedações, mas também estruturas, revestimentos, esquadrias, sistemas prediais, coberturas e assim por diante.

“A questão é sentar e entrar em acordo sobre o que se entende por projeto, execução e seu controle, especificação de materiais e manutenção para cada um destes elementos. Foi isso que fizemos no caso da vedação e pretendemos fazer nos demais: reunir representantes dos diversos agentes e estabelecer consensos”, enfatiza Cardoso.

Inspirada no modelo francês de códigos de construção, a iniciativa está sendo financiada pelo Programa de Tecnologia de Habitação (Habitare), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

Para a elaboração do primeiro documento - que tem previsão de lançamento para 24 de novembro em um seminário do setor na sede do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP) - foram realizadas reuniões técnicas no decorrer de seis meses (de novembro de 2008 a abril de 2009) na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), das quais participaram representantes de diversos agentes da área.

O código
O código piloto do SiNCOP se aplica se aplica a alvenarias de vedação executadas com blocos cerâmicos vazados ou tijolos cerâmicos maciços assentados com argamassa, preenchendo as paredes dos reticulados de estruturas de concreto armado ou protendido, concreto pré-moldado, aço, madeira, estruturas mistas aço-concreto e outras. Aplica-se ainda a estruturas pilar-laje e a paredes apoiadas sobre lajes maciças, lajes pré-moldadas, lajes alveolares e lajes mistas steel-deck, entre outras.

As recomendações foram norteadas por critérios de segurança (do trabalhador da construção e também do patrimônio), economia e desempenho, e servem tanto para construções de grande porte como para orientar pequenas empreitadas. “Não se trata de uma cartilha, mas é um documento técnico compreensível para um público maior do que simplesmente engenheiros e arquitetos”, observa o professor.

Na etapa de projeto, por exemplo, o documento contempla os requisitos desempenho, coordenação modular horizontal e vertical e estabilidade das paredes de vedação. Trata também de compatibilização com projetos de estruturas, fundações, instalações, impermeabilização, além de recomendações para as ligações entre paredes, entre alvenarias e pilares, fixações, entre outros aspectos. Para cada uma das demais etapas, o documento repete o detalhamento e fornece diversas orientações.

Serviço
O Secovi, onde acontece o lançamento do Código de Boas Práticas sobre alvenaria de vedação de blocos cerâmicos, fica na Rua Dr. Bacelar, 1043, Vila Mariana, São Paulo. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas no telefone (11) 5591-1300.

Mais informações sobre o código podem ser consultadas com o professor Francisco Ferreira Cardoso, telefone (11) 3091-5469, email francisco.cardoso@poli.usp.br; ou com a engenheira Fabiana da Rocha Cleto, (11) 3767-4981, email frcleto@ipt.br.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.