Stoa :: USP Notícias :: Blog :: Pouco estudada no Brasil, teoria dos jogos tem linha de pesquisa na FEA

outubro 22, 2009

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/ciencias/17733-pouco-estudada

economia
FEA sai à frente com linha de pesquisa em teoria dos jogos
  Acontece em um bar. Uma turma de amigos está declaradamente mais interessada nas garotas do que na cerveja – e, dentre um grupo de quatro garotas, todos preferem a moça loira. Mas um dos rapazes parece estar mais preocupado com o desenvolvimento de alguma teoria mirabolante em sua cabeça. Ele explica aos colegas que, se todos eles forem até a loira, as amigas protegerão umas às outras. E se, diante dessa defensiva, os rapazes partirem para as amigas, elas os rejeitarão, já que “ninguém gosta de ser segunda opção”. A solução para que todos eles tenham sucesso, afirma o rapaz, é que ignorem a loira e cheguem diretamente nas amigas. “Adam Smith disse que o melhor acontece em um grupo quando cada indivíduo faz o que é melhor para si”, completa o rapaz. “Mas Adam Smith está incompleto: o melhor acontece quando cada indivíduo faz o que é melhor para si – e para o grupo”. 


Esse rapaz é John Nash, ilustre matemático norte-americano, que se destacou no meio acadêmico na década de 70. E a cena faz parte do filme Uma mente brilhante, de 2001. É um exemplo simples e prático do que é a teoria dos jogos. O nome até remete a algum tipo de brincadeira, mas trata-se de um importante e complexo ramo da matemática, com aplicações em diversas áreas do conhecimento.

No Brasil, o grupo de pesquisadores ainda é pequeno e seus membros, geralmente, vão ao exterior para aprofundar os estudos. Dentro desse grupo restrito, a professora Marilda Sotomayor concentra suas pesquisas sobre a teoria dos jogos aplicadas à economia na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP.


Ganhador do prêmio Nobel de economia em 1994, o matemático John Nash é um dos mais importantes expoentes da teoria dos jogos.
Em linhas gerais, a teoria dos jogos consiste em representações abstratas de situações da vida real, que envolvem interação racional entre vários indivíduos (ou jogadores ou, ainda, tomadores de decisões, como são chamados nessa teoria), que escolhem diferentes ações na tentativa de otimizar seu retorno. Com aplicações nas ciências políticas e da computação, na psicologia social, no direito e na biologia evolutiva, entre outras áreas, a teoria dos jogos é um campo de pesquisa bastante difundido no âmbito internacional.

Segundo ela, são várias as aplicações da teoria dos jogos à economia. Basicamente, consistem no estudo do comportamento de equilíbrio estratégico dos “jogadores”, buscando um resultado socialmente desejável. A teoria se aplica, geralmente, à análise de concorrência e cooperação entre e dentro de grupos e empresas ou pessoas, sob o nome de “teoria dos matchings estáveis”.

Esse ramo da teoria dos jogos, desenvolvido em 1962 por David Gale e Lloyd Shapley, tem sido aplicado na reorganização de processos de admissão. Como exemplos práticos, a professora Marilda cita estudos que analisam o processo de admissão de médicos residentes em hospitais nos EUA e na Inglaterra e de admissão de estudantes em universidades espanholas e turcas.

No grupo de pesquisa da FEA, que inclui alunos de graduação e pós-graduação, a mestranda Marina Gontijo analisou e propôs uma reorganização do sistema de vestibulares, à luz da teoria dos jogos – mesma linha seguida por Felipe Bardella, que analisou os processos de admissão de economistas nos centros de pós-graduação no Brasil.    

Para divulgar os estudos em teoria dos jogos, a professora está organizando na FEA a segunda edição do Brazilian Workshop of the Game Theory Society, em homenagem aos 60 anos do artigo que consagrou o conceito de "equilíbrio de Nash". O congresso acontece entre 29 de julho e 4 de agosto do próximo ano e contará com 30 palestrantes convidados, entre eles quatro vencedores do Prêmio Nobel em economia: John Nash (1994), Robert Aumann (2005), Eric Maskin e Roger Myerson (2007).

No cenário acadêmico internacional, a teoria dos jogos é bastante difundida. A Game Theory Society, fundada em 1998, conta hoje com cerca de dois mil sócios e oferece apoio científico a vários congressos internacionais de teoria dos jogos, inclusive o workshop que acontece na FEA em 2010. A sociedade organiza seu próprio congresso a cada dois anos, e também publica duas revistas de economia matemática, consideradas de primeira linha.


 Serviço
O segundo Brazilian Workshop of the Game Theory Society acontece na FEA entre 29 de julho e 4 de agosto de 2010. As inscrições ainda não estão abertas, mas é  recomendado se inscrever antecipadamente, até 15 de março, já que as vagas são limitadas.

Resumos para apresentação de trabalhos - em inglês - também devem ser enviados até esta data. Informações completas podem ser acessadas no site do evento, onde também serão feitas as inscrições, a serem anunciadas.

A FEA fica na Av. Prof. Luciano Gualberto, 908, Cidade Universitária, São Paulo.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.