Stoa :: USP Notícias :: Blog :: Na FEARP, Núcleo de Empreendedores estimula negócios da região e aprendizado dos graduandos

outubro 05, 2009

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/sociedade/17566-na-fearp-nucl

empreendedorismo
Núcleo da FEARP capacita empreendedores e dá vivência prática aos alunos
  Fazer um negócio dar certo, mesmo que pequeno, não é um objetivo dos mais fáceis. Mas quando se conta com o auxílio de uma equipe cuja meta é nada menos do que ser referência nacional em empreendedorismo, com base no que há de mais avançado em conhecimento acadêmico no setor, o sonho dos futuros empresários fica mais próximo. 


É nesta área que atua o Núcleo de Empreendedores (NE) da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP, entidade mantida por alunos da FEARP e criada em 1998, por iniciativa do professor Alberto Borges Matias. Inicialmente pequeno, o NE foi aos poucos recebendo o apoio de cada vez mais alunos, inclusive de outras áreas da USP, que foram consolidando o elo entre a universidade e a comunidade.

A atuação se dá por meio de várias ações: elaboração de planos de negócios, organização de eventos, capacitação da comunidade local e pesquisa sobre empreendedorismo. Tudo isso exige a aplicação dos conhecimentos adquiridos na faculdade, como afirma Gisele Amina Yamanaka, aluna da FEARP e participante do NE. “Para a elaboração de um plano de negócios, os alunos fazem pesquisa de mercado e análise financeira, por exemplo. Assim, os membros do NE conseguem experiências que complementam o que aprendem em sala de aula.”

Os estudantes que passam pelo NE – não necessariamente da USP, já que o NE é aberto a participação de qualquer universitário – ganham mais que aprendizado e experiência. A participação pode ser revertida nas horas de estágio exigidas pelo curso de Administração de Empresas, e os certificados dos cursos do NE podem ser aceitos como créditos escolares, além de “turbinarem” o currículo dos frequentadores.


O plano de negócios planeja a estruturação de uma empresa e de sua documentação antes que ela seja aberta. O objetivo é permitir que o empreendedor tenha uma noção da viabilidade do futuro negócio, além de ser um importante recurso na busca por financiamento junto às instituições que oferecem crédito produtivo. Este serviço é feito pela equipe do NE mediante a cobrança de uma taxa bem mais baixa em relação ao valor pedido pelas consultorias do mercado. Já foram atendidas, por exemplo, uma empresa de joias, uma clínica de saúde mental e uma empresa pré-incubada.


O plano de negócios planeja a estruturação de uma empresa e de sua documentação antes que ela seja aberta. O objetivo é permitir que o empreendedor tenha uma noção da viabilidade do futuro negócio, além de ser um importante recurso na busca por financiamento junto às instituições que oferecem crédito produtivo. Este serviço é feito pela equipe do NE mediante a cobrança de uma taxa bem mais baixa em relação ao valor pedido pelas consultorias do mercado. Já foram atendidas, por exemplo, uma empresa de joias, uma clínica de saúde mental e uma empresa pré-incubada.


A base teórica do NE tem sido ainda mais fortalecida desde a criação, em 2006, do Centro de Pesquisa em Empreendedorismo (CenPE). “O CenPE visa oferecer um suporte acadêmico às outras áreas do NE e, principalmente, auxiliar alunos, mesmo aqueles que não sejam membros da organização, mas que possuam interesse em pesquisar o assunto”, explica Gisele. Outro foco do CenPE é a realização de eventos que divulguem a produção científica interna, como workshops e seminários.

Os eventos anuais do NE, aliás, constituem um de seus carros-chefes. O Empreender, por exemplo, aborda temas relacionados ao empreendedorismo trazendo convidados que possuem grande intimidade com o assunto, e também apresenta casos de empreendedores de sucesso.

Ações semelhantes, mas com um cunho social, são feitas no Empreender Social, que teve sua última edição nesta quinta-feira (1º). O evento foi idealizado por professores e alunos da FEARP ligados ao Programa Integrado de Capacitação Empreender (Pice), também do NE. A ideia do programa é fomentar, em comunidades de baixa renda, o espírito empreendedor, e capacitá-las, assim como ONGs e cooperativas, para a auto-gestão. Neste caso, a formação e a orientação, dadas em atendimento individualizado ou em cursos, são gratuitas e fornecem o básico em ferramentas gerenciais, técnicas administrativas, e todos os aspectos que permitam combater as causas de “mortalidade” dos empreendimentos.

O apoio dos docentes da FEARP nas ações do NE é constante. Gisele conta, por exemplo, que essa área social recebeu grande apoio da professora Adriana Backx Noronha Viana. “Até hoje ela participa ativamente nas reuniões do Pice oferecendo conselhos de atuação na comunidade e bolsas aos alunos que se dedicam integralmente ao projeto. Dessa forma, alunos que até então não faziam parte do NE passaram a participar das atividades do Pice e, posteriormente, do NE.”

Mais informações sobre o NE e contato podem ser encontrados em www.fearp.usp.br/nucleo.

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.