Stoa :: USP Notícias :: Blog :: Soluções para o paisagismo urbano são apresentadas em mostra na FAU

setembro 23, 2009

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/sociedade/17487-solucoes-para

arquitetura
FAU recebe exposição com trabalhos paisagísticos de todo o planeta
Inovações, conceitos e experimentos em paisagismo estarão disponíveis para visitação na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP até o dia 2 de outubro. A unidade será a sede de uma mostra de trabalhos produzidos por estudantes de arquitetura de todo o planeta. A iniciativa é parte da programação do congresso que a IFLA, entidade mundial dos paisagistas, promove no Brasil no mês de outubro.

Os trabalhos que estão em exposição na FAU são finalistas de um concurso promovido pela IFLA. Estudantes foram desafiados a produzir projetos paisagísticos que atendessem a requisitos de “sustentabilidade, adequação ecológica, valor simbólico e estético”, explica Vladimir Bartalini, professor da unidade.

Bartalini conta que a proposta dada aos estudantes foi ampla, mas que partia de um propósito – os projetos deveriam ser, necessariamente, voltados ao uso público. “O objetivo não foi promover um simples concurso de edificações”, diz o professor.

Por conta dessa requisição, os projetos abarcam tipos distintos de construção, como parques, praças, beiras de rios e lagos. São 26 os trabalhos em exposição. Quase que a totalidade trata de países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento, como Brasil, China e Tailândia. O mote de muitos dos projetos é a sugestão de iniciativas que façam com que as cidades sejam mais verdes e humanas.

E a natureza fica como a principal inspiração. Um projeto para a capital tailandesa, Bangcoc, imagina a cidade sendo projetada como uma “folha” – aprimorando assim a circulação entre seus carros e, principalmente, pessoas, e a interação dos munícipes com os recursos naturais da área. Em outro estudo, regiões abandonadas de mineração da Malásia ganham vida e, mais que isso, uma utilidade efetiva.



Finalista
Entre os trabalhos brasileiros que compõem a mostra, está o de Roberto Rusche, Gabriella Radoll e Luís Felipe Abbud, recém-formados pela FAU. O trabalho deles propôs uma nova utilização para barragem localizada na Represa de Guarapiranga, na Zona Sul de São Paulo.

Rusche conta que o projeto parte do pressuposto que São Paulo é uma cidade carente de áreas verdes – ele conta que as principais concentrações de vegetação no município estão nos seus extremos Norte e Sul, em regiões marcadas por reservas naturais e pouco freqüentadas pelos cidadãos.

A barragem que foi base para o estudo da equipe já é tida como uma área de lazer pelos moradores do bairro. Mas de forma precária. Há a prática de caminhada e outros esportes, porém faltam aparelhos para que o local se consolide como uma opção concreta.

“No estabelecimento do projeto, levamos em conta também o fato da localidade ter pontos em que há constantes cheias, por conta da água da represa. Conseguimos aproveitar o espaço que é permanentemente seco para sugerir um novo aproveitamento”, fala Rusche.

Os trabalhos que estão expostos na FAU serão submetidos a um julgamento derradeiro, que apontará os vencedores do concurso. A comissão que definirá os vitoriosos é composta por pesquisadores de diferentes países.

Serviço
A mostra pode ser visitada até 2 de outubro das 9 às 20 horas no Salão Caramelo da FAU, que fica na Rua do Lago, 876, Cidade Universitária, São Paulo. A entrada é franca.


Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.