Stoa :: USP Notícias :: Blog :: Cepea divulga relatório sobre retração da crise econômica e índices do agronegócio

agosto 24, 2009

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/ciencias/17253-cepea-divulga-

esalq
Cepea divulga relatório sobre retração da crise econômica e índices do agronegócio
Com base nas sucessivas indicações de que a economia mundial já estaria se recompondo, pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, divulgam relatório com estimativas de ritmo mais acelerado de crescimento para as transações internacionais já neste semestre. Em suas análises, contudo, ponderam sobre duas situações que poderiam limitar essa recuperação.

A curto prazo, a reação poderia ser consequência apenas de uma recomposição de estoques frente aos estímulos fiscais e monetários aplicados no auge da crise, podendo se dissipar nos próximos meses, com o que se voltaria a um desempenho mais fraco da economia mundial. A longo prazo, a recuperação poderia ser tolhida por esforços que visassem a controlar eventual processo inflacionário decorrente de uma recuperação muito forte dos preços de commodities desencadeada pelos estímulos fiscais e monetários acionados em resposta à crise.

O relatório traz também os índices de exportação do agronegócio relativos ao primeiro semestre. Em comparação ao mesmo período no ano passado, a queda dos preços de exportação dos produtos do agronegócio em dólares chegou a 12%.

O relatório completo pode ser conferido no site do Cepea.

Mais informações: (19) 3429-8837, com professor Geraldo Sant’Ana de Camargo Barros ou Adriana Ferreira Silva, email cepea@esalq.usp.br, site www.cepea.esalq.usp.br/macro/

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.