Stoa :: USP Notícias :: Blog :: Projeto Caminho de Volta, da FMUSP, receberá apoio do "Criança Esperança"

fevereiro 05, 2009

default user icon
Postado por USP Notícias

http://www4.usp.br:80/index.php/institucional/16137-projeto-c

parceria
Projeto Caminho de Volta terá apoio do "Criança Esperança"
O projeto Caminho de Volta: Busca de Crianças Desaparecidas no Estado de São Paulo, da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), é um dos 73 projetos sociais escolhidos que receberão apoio, em 2009, do projeto "Criança Esperança", da TV Globo, em parceria com a Unesco. Ao todo, 114 mil crianças serão diretamente beneficiadas com as doações feitas na última campanha. Concorreram ao processo seletivo no país inteiro 1.261 projetos sociais.

Criado em 2004, em parceria com a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo, o projeto Caminho de Volta mantém um Banco de DNA na FMUSP, que visa armazenar material biológico (gota de sangue ou saliva) coletado dos familiares para possível identificação dos jovens quando localizados, por meio da confirmação dos vínculos de parentesco.

Além disso, o projeto fornece apoio psicológico aos familiares durante o processo de busca e às crianças no seu retorno. Já foram cadastradas no projeto 680 famílias. Outra importante linha de atuação do Caminho de Volta é a identificação das causas do desaparecimento infanto-juvenil, por meio de um levantamento feito com base em um questionário respondido pelas famílias cadastradas e, posteriormente, pelos jovens que foram localizados ou retornaram espontaneamente a seus lares.

Uma das finalidades do estudo é auxiliar na elaboração de políticas públicas para a prevenção do problema. O levantamento revelou, até o momento, que 85% dos casos de desaparecimento são fugas de casa e muitas dessas fugas são motivadas por conflitos familiares.

Com informações da Assessoria de Imprensa da FMUSP

Mais informações: www.caminhodevolta.fm.usp.br

Palavras-chave: nnpp

Postado por USP Notícias

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.