Stoa :: Narumi Abe :: Blog :: Histórico

Janeiro 2011

Janeiro 04, 2011

default user icon
Postado por Narumi Abe

Quem acompanhou os últimos episódios de Saturday Night Live deve ter se divertido com a atuação de Bill Hader interpretando Julian Assange. Sempre no final de cada video ele diz algo como "não importa como eu morra, mesmo se eu deixar uma carta de suicídio, foi assassinato".

Talvez o SNL tenha salvado a vida de Assange com essa piada. Se ele morrer, os culpados seriam punidos? Fatos recentes mostram que a impunidade existe sim, como as falsas armas do Iraque. Por outro lado, outros fatos mais recentes mostram o poder da Internet. Ataques ao paypal, visa, amazon, não só por hackers, mas por sites influentes como o piratebay que simplesmente sugeriam que as pessoas deixassem de utilizar esses serviços. E as sugestões funcionaram. Adoramos esse bravo novo mundo. =D

Postado por Narumi Abe | 1 usuário votou. 1 voto | 0 comentário

Janeiro 09, 2011

default user icon
Postado por Narumi Abe

Ontem o Techcrunch fez um post entitulado "Pode o google ter seu mojo de volta?" Achei que o texto faria sensacionalismo sobre a recente notícia de que o google foi ultrapassado em número de acessos pelo Facebook de acordo com a Experian Hitwise.

De acordo com os dados de dezembro do ano passado, o facebook domina quase todo o mundo como a maior rede social do planeta. Outras fontes de notícias também afirmam que o facebook está crescendo no Brasil enquanto o orkut anda estagnado. Tudo indica que o orkut está indo para um caminho sem volta. Mas o orkut nunca foi lá grande coisa mesmo, fora do país. É claro, você pode comparar facebook e orkut que são sites com objetivos similares, mas não facebook e google. O google é um site de buscas. O facebook é um site de entretenimento. As pessoas usam o google para pesquisas, trabalho ou busca por lazer. A parte do lazer foi suprida com a chegada do facebook. Ao invés de navegar por dezenas de sites aleatórios pela rede, basta um, um que todos estão e que é o que supre a grande necessidade do ser humano de se comunicar e principalmente de fuçar a vida dos outros. É por isso que todos vão clicar no facebook várias vezes por dia, até mais do que no google. Mas o mundo ainda precisa do google, e até que apareça algo melhor, sempre vamos precisar. Além disso, somados, todos os serviços do google ainda são mais visitados do que o facebook. 

Mas enfim, a matéria não falava disso. Falava sobre algo que eu já havia percebido a um tempo. O google que sempre foi considerado um paraíso para se trabalhar, tem perdido seus melhores engenheiros para a concorrência. Tem fracassado em projetos, vide google wave, google tv, nexus one. A empresa que revolucionou o mundo, parece ser apenas mais uma. A fonte de criatividade parece estar chegando ao fim. Antes eu sentia um grande prazer em entrar no google labs e ver novidades, ou ser surpreendido com o convite para testar algum novo serviço. Tudo isso ficou no passado. Hoje, o google labs está confuso, com diversos serviços sem graça. Os serviços graduados como o calendar e gmail continuam fortes, mas parecem estar sérios demais e com atualizações de menos. O próprio gmail que revolucionou o mundo dos emails oferecendo mais do que alguns míseros megabytes também está cansado. Ao contrário do hotmail que possuia usuários, o gmail possuía fãs. O gmail trazia de vez em quando pequenos detalhes que faziam a diferença. Detalhes que parecem ter sido criados por seres humanos e não por pesquisas de mercado. A empresa que sempre mostrava funcionários felizes, jogando video games ou trabalhando em um ambiente super divertido não surpreende mais. Hoje é um modelo seguido por todas as empresas de tecnologia. 

O velho google precisa voltar a ser como era antes. Continuar com executivos skatistas ao invés de engravatados, continuar legal ao invés de mais uma empresa séria. A tarefa não é fácil, pois é preciso inovar constantemente. Tarefas que se alguém pode fazer, é o google. Eu quero acreditar. :)

 

Postado por Narumi Abe | 1 usuário votou. 1 voto | 1 comentário

Janeiro 11, 2011

default user icon
Postado por Narumi Abe

Chega um triste momento da vida em que os anos passam, a faculdade termina e os seus amigos voltam para suas cidades de origem. Você insiste em manter os laços de amizade com os poucos que sobraram, mas vai percebendo que pouco a pouco as recusas para as festas e baladas começam a se tornar frequentes, cada um tem sua própria vida agora. Começam a se preocupar com o trabalho, namorar sério ou casar, e, em alguns casos, começam a cuidar de seus pequenos filhos até que no final eles se tornam adultos responsáveis. Fica até mesmo difícil reconhecer aquele maluco que vivia caindo de tão bêbado, agora de terno e gravata, ou aquela menina festeira, andando toda recatada e séria.

Essa música fala exatamente sobre esse período de transição. Acho que o melhor é aproveitar enquanto dá, e se possível, depois da graduação, continuar na pós, na pós da pós e adiar o inevitável enquanto for possível. :P

A Última Partida de Bilhar
Velhas Virgens

Depois de tantos anos na balada, conclui que aquilo tudo só podia dar em nada
Resolveu mudar seu rumo
Organizou então a despedida , convidou as moças da avenida
E foi pro bar, para jogar

Aaaaaahhhh! A última partida de bilhar
Aaaaaahhhh! A última partida...

Bebeu mais do que podia, misturou cachaça com sinuca
Adoçou seus beijos com bituca
E chorou ao nascer do dia
Sentou no meio fio, junto dos companheiros de taberna
Misturados a damas no cio
Com uma garota em cada perna

Aaaaaahhhh! A última partida de bilhar
Aaaaaahhhh! A última partida...

Sentiria falta, das discussões encaloradas
E dos beijos roubados sem compromisso
Polêmicas que iam dar em nada
Fechar os bares, e tomar mais uma saideira
Inventando desculpas pra não ir embora
Às dez da manhã de uma terça feira

Aaaaaahhhh! A última partida de bilhar
Aaaaaahhhh! A última partida...

Passa os dias atrás de uma mesa
Os olhos vidrados num computador
Pensando em como drenar aquela represa
Que o afogava, causando tanta dor

Dali pra diante, era tudo seriedade
Da casa, pro trabalho e pra academia
Do almoço, pro jantar e a asfixia
Olhava pra lua, de dentro do seu quarto
Sonhava com os dias de alegria
Lá se foram as noites de boêmia

Aaaaaahhhh! A última partida de bilhar
Aaaaaahhhh! A última partida de bilhar
Aaaaaahhhh! A última partida de bilhar
Aaaaaahhhh! A última partida...

Postado por Narumi Abe | 0 comentário

Janeiro 16, 2011

default user icon
Postado por Narumi Abe

Zeitgeist é uma expressão alemã que significa fantasma ou espírito de uma época. Podemos ver que durante toda a história da humanidade, muitas vezes o coletivo comporta-se como um único organismo vivo criando movimentos culturais, religiosos, políticos ou de qualquer outra natureza. Às vezes, esses movimentos duram uma década, outras vezes pode ser uma histeria coletiva de um dia ou alguns minutos. Podem se referir a muitas pessoas no planeta ou estar restrito a uma cidade ou ao colégio.

A algum tempo atrás, os mangas japoneses eram exclusivos de nerds do sexo masculino. Hoje em dia, são idolatrados por crianças e adolescentes com a popularização dos animes. Até mesmo o conceito de nerd mudou. O que antes era um ícone de chacota máxima está na moda. Nos anos 80, o rock e o punk eram a música da juventude. Jovens com jaqueta preta, cabelo comprido e atitude de bad boy. O rock ficou sensível no ano 2000. As músicas falavam de sentimentos, de dor e sofrimento. Até que se renovou novamente, ainda falando de sentimentos, mas de forma colorida. É claro, há quem diga que o movimento dos emos coloridos não é rock, e eles não deveriam estar no Rock in Rio. O movimento veio pra ficar. Não será pra sempre, pois os jovens não querem se repetir na geração seguinte. Talvez inventem algo ainda mais chocante, ou apenas reinventem o velho rock 'n roll. 

Socorro Hendrix, eles são roqueiros!

 

No filme Entrevista com Vampiro (1994), o vampiro Lestat (Tom Cruise) explica que o que mata o vampiro é a falta de conhecimento, e torna Louis (Brad Pitt) um vampiro. Louis alimentava-se de pombos e ratos, pois recusava-se a ferir um ser humano. Mais tarde, Lestat explica que o comportamento de Louis é o pensamento da época. Apesar de vampiro, ainda possuia consciência e muita tristeza e era esse o ensinamento que o chefe dos vampiros queria. Em seguida, Lestat é quase morto e vive recluso em um casarão até os dias presentes. Lestat não se atualizou ao novo espírito da época, e tinha medo até mesmo das luzes artificiais, temendo-as como se fosse o próprio sol. E falando em Zeitgeist de vampiros atuais... não, melhor nem falar... Boca Fechada

Lestat e Louis chocados com o vampiro que cintila no sol


Lestat não sofreria tanto se soubesse da existência do Google Zeitgeist. O Google Zeitgeist é um site que agrupa as palavras mais buscadas pelo google, por períodos de tempo. É o próprio espírito da época na Internet. No link abaixo, você pode ver os termos mais buscados de 2010 no Brasil. 

http://www.google.com/intl/en/press/zeitgeist2010/regions/br.html

Acha que foi a Copa do Mundo? Não foi. Pelo menos não diretamente. E também não foram as eleições. O termo mais buscado foi a paraguaia fanática Larissa Riquelme, seguida pelo site de perguntas Formspring e pelo cantor Justin Bieber.

Larissinha surpresa com a notícia

Postado por Narumi Abe | 1 usuário votou. 1 voto | 0 comentário

Janeiro 25, 2011

default user icon
Postado por Narumi Abe

 

O meu tempo é muito, muito importante. Eu posso usá-lo pra dormir, assistir tv ou pensar em algum plano pra dominar o mundo. Então se você quer me pedir algum tipo de ajuda, simplesmente peça! Simples assim. Não fique me perguntando sobre como eu estou, sobre os meus estudos ou qualquer outra coisa que você não tinha o menor interesse até precisar de mim. Se você não for meu inimigo mortal provavelmente eu vou ajudar, ou em alguns casos, até mesmo se você for o meu inimigo mortal. "Nice guys finish last", como dizem os americanos.

dog

Vai direto ao assunto!

A minha boa vontade é proporcional ao nível do desafio proposto e ao meu tempo disponível. A amizade é um fator que conta, mas você não será o meu melhor amigo só porque conversou comigo por dois minutos.

Não venha me elogiar, pois mesmo que seja sincero, vai soar falso, muito falso. E olha que eu nem costumo notar essas coisas. Não se preocupe, não irei pensar mal de você porque você foi direto ao assunto, pelo contrário, vou te agradecer por poupar meu tempo. Também não vou negar auxílio só porque nunca trocamos mais do que meia duzia de palavras.

Não fique bocejando enquanto eu tento resolver seu problema. Saiba responder as perguntas que eu fizer sobre o SEU tema, porque eu não vou descobrir as respostas pra você (eu posso, mas não vou).

Se combinarmos um encontro em um horário, chegue no horário! Se foi combinado é porque você concordou com a hora.

Não comece o pedido dizendo que é coisa simples ou coisa rápida. Se você me pediu ajuda é porque não sabe fazer, então não é simples, pelo menos pra você. Não venha me oferecendo dinheiro porque não sou mercenário. Vou ajudar se estiver a fim, e não vou ajudar por nenhum dinheiro do mundo se eu não quiser. Simples assim. :)

 

Postado por Narumi Abe | 0 comentário

Janeiro 29, 2011

default user icon
Postado por Narumi Abe

Estava sem idéias para escrever e como o meu primo é o calouro mais fresco, pensei em escrever esse post de utilidade pública. Nada muito técnico, porque ninguém vai lembrar das explicações, o importante é lembrar das dicas. E também porque eu não sou médico. =D Enquanto ia fazendo a minha pesquisa acabei achando muitos mitos no meio. Então aproveito pra desmentir alguns, diluídos no texto. Claro que ele não vai seguir nada disso, mas pelo menos eu vou poder jogar um "te avisei" na cara dele depois.

Por que você não escreveu isso antes?

Por que ficamos bêbados?

Todo mundo tem uma tolerancia diferente para a marvada. Isso depende do tamanho, do peso, da idade e do sexo do sujeito ou sujeita. Pessoas com porte maior aguentam mais, mulheres em geral aguentam menos. Outro fator que determina o quanto o sujeito aguenta beber ou não,  é o costume. Quem está nessa vida amargurada a mais tempo já está mais adaptado. Eu mesmo conheço uma menina baixinha e magrinha que bebe mais que aquele opalão 6 cilindros.

O álcool que ingerimos é o etanol. Apesar da gente gostar tanto do álcool, o corpo não gosta do dito cujo e quer eliminá-lo. Quem faz o papel de Chuck Norris do corpo humano é o fígado. O nosso amigão fígado faz isso transformando (metabolizando) o néctar dos deuses em gás carbônico e água. Mas o fígado não faz isso de uma vez só. Ele é lerdinho, coitado. O álcool fica no estômago até parar no sangue e fica dando voltas na sua corrente sanguinea passando pelo fígado várias vezes. Digamos que, em uma hora, o fígado consiga fazer uma lata de cerveja dessa transformada em água e gás carbônico. É por isso que as legislações de alguns países permitem o equivalente a isso de álcool para o motorista. Bom, vimos que o fígado é o Chuck Norris destruidor, mas ele também tem ajudantes. Um pouco é eliminado pela respiração e urina. E pra urinar o corpo tem que liberar água, que é importante pra... bom só é importante pra tudo, e você irá muitas vezes no banheiro depois da primeira ida. E um tantinho também pelo suor. Tantinho suficiente pra sua namorada perceber, seu cachaceiro. Ah! Mas se você tomar só uma cervejinha saiba que vai estar se hidratando e não desidratando. Isso porque a cerveja tem um percentual baixo de álcool (4 a 5 se não forem as deliciosas belgas) e muita água e os sais minerais.

 

Bem, vimos que o fígado faz alguma coisa muito louca com o álcool. Mas como ele não é mágico, é basicamente químico, ele tem que fazer isso em algumas etapas. Nas últimas etapas antes de ser convertido em água, você estará com ácido acético percorrendo no sangue. Legal né? O ácido acético é vinagre pra quem faltou a aula. E antes de ser vinagre, o fígado transforma o etanol em um negócio muito forte. Um álcool dos bons. Marvada pura. Veneno mesmo. Sério, é muito pior que o etanol. O etanal. Ué, só mudou uma letra? Tá, o outro nome disso é acetaldeído (doído mesmo, muhuahua que trocadilho idiota). E por que o corpo transforma o álcool gente boa num álcool mais venenoso? Porque ele é mais simples de ser quebrado. Bom, pra transformar o acetaldeído no vinagrete, o fígado libera 2 troços (do grego enzimas): álcool-desidrogenase e aldeído-desidrogenase; e a glutationa, que tem um amor platônico pelo acetaldeído. É claro que o estoque disso é limitado. Com o tempo o corpo não tem mais a glutationa e por isso o veneninho tem que ficar percorrendo seu corpo até que mais seja produzido. A propósito, as mulheres têm menos aldeído-desidrogenase e glutationa, por isso ficam alegrinhas mais rápido.

 

Um fígado simpático, não é para foie gras

Tá, entendido! Então a finalidade do fígado é só eliminar o álcool? É claro que não! Quando o fígado não está ocupado demais com isso, ele tem coisas mais importantes pra fazer como manter você vivo. Você pode viver sem um coração, sem os rins, mas não pode viver sem um fígado. Bom, mas pra efeitos desse texto, o fígado armazena e libera a glicose, substância responsável por manter você de pé, consciente e vivo. Falando em glicose, o mesmo povo que deveria estar gerando elas, está ocupado processando o etanol, e o seu cérebro não irá gostar nada disso. Fraqueza e mal estar pra você. Enquanto isso, seu estômago também não está nada satisfeito com o aumento de ácido clorídrico, e logo você vai ficar enjoado. O que é uma coisa boa, porque gorfar é feio pra sua interação social, mas bom para o coitado do estômago que está aguentando tanto ácido. Não é bom para o exôfago logicamente. Ou pra traquéia. Meh, pros dentes também não é bom.

Como beber?

A primeira dica parece óbvia, mas o mundo está cheio de gente idiota. A primeira dica é: a bebida deve ser ingerida pela boca. Não faça como uns idiotas que estão enfiando no olho. Você não vai sentir nada, só o dedo do pé na quina da mesa e o crânio fraturado depois que você ficar cego.

Bem, depois da ultra mega explicação, sabemos que o álcool fica no estômago e vai pro sangue. Então uma coisa boa é deixar o álcool lá (no estômago) o maior tempo possível. Então se for beber, vá de barriga cheia. Tá, essa dica aí até minha avó sabia.

 

Diluir o álcool tomando água junto com a cerveja. Essa também é muito manjada. Bom, como o post é pro meu primo, acho que ele não vai seguir essa. Quem não aguenta bebe leite. Mas como o corpo irá desidratar, pelo menos tome água antes de sair.

 

Não vire a bebida. Bom, isso também vai fazer parte da nova vida do meu primo. Então vire as que tiver que virar, e beba devagar as demais. O legal é aproveitar a festa e não virar um bêbado chato ou se arrepender de algo constrangedor depois. Lembre-se que o bêbado perde o direito à propriedade de certas partes do corpo que não deveria, hehehe.

 

Pode continuar que eu to te ouvindo

Pode misturar bebidas. Ao contrário do que dizem, misturar bebida não faz diferença nenhuma. Se você tomar uma caixa de cerveja, dois shots de tequila, um copo de whisky e 5 vodkas com suco e disser que foi por causa da mistura é porque você é muito burro.

 

Cerveja deixa mais bêbado que chopp? Mito. É a mesma coisa. O teor alcoolico é igual. A única diferença entre o chopp e a cerveja é que o chopp não é pausterizado. Mas a espuma do chopp faz ela ficar mais leve e quem não entende nada acha que quanto mais amargo mais álcool. O amargo nem vem do álcool, vem do lúpulo. Aquela água com laxante chamada Skol que é comercializada como cerveja possui a mesma quantidade de álcool que as cervejas de verdade. Outro exemplo são as cervejas sem álcool que são amargas do mesmo jeito. Se bem que cerveja sem álcool nem é sem álcool, mas isso é outra história.  Voltando pra história do chopp, como ele não é pausterizado (esquentado e depois esfriado super rápido pra conservar), ele se contamina e estraga muito rápido. Dura no máximo 2 dias depois que o barril é aberto. Chopp bom dura 24 horas. Por que você acha que existe o happy hour? Pra vender o chopp velho da noite anterior. Então só beba chopp se tiver muito movimento na chopperia, caso contrário vá de heineken de litrão. :D

 

Tomar bebida com energético pode? Bom, de novo, como o post é pro meu primo calouro, pode, não exageradamente. Ele é novinho e não tem problemas cardíacos, não que eu saiba, hehe. Mas álcool com outras drogas é melhor não tomar. Junto com pílula pra dormir, nem pensar!

 

Como curar a ressaca?

 

Todo mundo tem uma receita. A maioria é inofensiva ou pode ajudar um pouco, outras são perigosas e não têm o menor cabimento. Mas as dicas que realmente funcionam não estão em lugar nenhum, pelo menos até agora. :)

 

Você abusou e vai ter que sofrer as consequencias. Mesmo seguindo essas maravilhosas dicas, isso vai fazer você ficar melhor um pouco mais rápido, mas ainda vai ficar agonizando durante uma manhã ou o dia todo. Com base na explicação da ressaca, dá pra ter idéia do que funciona e do que não funciona. Por exemplo, ir malhar ou nadar no outro dia de manhã é estupidez.

 

Continuar bebendo funciona? Por incrível que pareça pode funcionar sim. Pelo menos por pouco tempo, antes de você entrar em coma alcoolico e morrer. Isso porque após você parar de beber, o fígado vai começar a produção de glutamina e não vai produzir a quantidade normal, vai produzir muito mais do que precisa pra compensar o tempo perdido. Recomeçando a bebedeira, vai fazer a produção de glutamina parar novamente.

 

Dizem que é bom água de coco ou suco de tomate. Até é, porque ajudam na hidratação. Mas não pode ser considerado uma receita mágica porque não vai ser diferente de tomar água. E acredite, a evolução por necessidade existe. Você vai sentir muita sede. O isotônico é absorvido mais rápido. No caso da ressaca é melhor.

 

Comer só coisas leves como frutas e verduras e evitar gorduras? Muito pelo contrário! Coma um sanduiche de bacon, provavelmente é uma das poucas coisas que realmente vai ajudar na ressaca e é a melhor dica. O pão é rico em carboidratos e o bacon é proteína que se quebram em aminoácidos que o corpo está precisando desesperadamente. Exagerar no álcool também esgota neurotransmissores (a trindade tão boa: serotonina, a dopamina e o GABA), e o bacon milagroso possui os aminoácidos que vão te fazer sentir melhor é o que afirma um estudo de Elin Roberts, of Newcastle University's Centre for Life. 

 

Café ajuda? Sim, a velha receita está certa! No passado, bem no passado diga-se de passagem, acreditava-se que a dor de cabeça da ressaca vinha da desidratação e não por causa do ataque aos neurotransmissores. Recentemente, Michael Oshinsky, da Universidade Thomas Jefferson mostrou que a cafeína e anti-inflamatórios curava dor de cabeça em ratos.

 

Comer doce ajuda? Um grande problema da humanidade é não estudar química decentemente. Tá, você quer glicose, e glicose é um açúcar. Então comendo doce que tem açúcar, estou comendo glicose. Não! O seu doce tem outros açúcares tais como sacarose, lactose, talvez frutose. Todos eles mais complexos, mais difíceis de serem quebrados e transformados em glicose do que o pedaço de pão do sanduiche de bacon da dica aí de cima. Comer qualquer coisa ajuda, até mesmo o doce, mas vai demorar mais. Ah! Esqueci de comentar: Vegans, quando eu digo proteína e blablabla aminoácidos, estou me referindo a proteína certa, seu abacate e tofu não contam, ok?

 

E aqueles medicamentos pra ressaca? Tem vários deles. Vamos ver um por um.

 

Estomazil: bicarbonato de sódio (antiácido, leia-se base), carbonato de sódio (antiácido). Bom se você estiver com acidez.

Engov: ácido acetilsalicílico (bom pra dor de cabeça), hidróxido de alumínio (antiácido), mepiramina (reduz enjoo) e cafeína (estimulante). É um dos melhores remédios. Tomar antes e depois da cachaça.

Epocler: conjunto de aminoácidos, é antioxidante (metionina) e protege o fígado. Repõe os aminoácidos que o fígado usou.

 

E por último, uma boa notícia pro meu primo. O álcool não mata os neurônios. Como vocês já leram em algumas partes do texto, o álcool não é nada bom com certos neurotrasmissores específicos e acaba afetando os dentritos (final das conexões nervosas). Como a célula em si não é afetada, o dano é reversível. Mesmo para os alcoolatras inveterados. A não ser que eles desenvolvam uma desordem neurológica chamada Síndrome de Wernicke-Korsakoff. Mas a desordem não é causada pelo álcool em si. É o resultado da deficiência de tiamina e vitamina B.

 

 

Num mexe com meus dentrito!

 

Então é isso! Se beber não dirija, se beber me chame. Nada como uma boa ressaca pra você se concentrar mais na sua dor física que nos arrependimentos da noite passada. E se for vomitar vai no vaso e não na pia da rep. =D

 

http://www.telegraph.co.uk/science/science-news/5118283/Bacon-sand

http://www.telegraph.co.uk/health/healthnews/8264521/Coffee-and-an

http://www.bulas.med.br/

 

Postado por Narumi Abe | 7 comentários