Stoa :: Narumi Abe :: Blog :: O meme inteligente

fevereiro 19, 2012

default user icon
Postado por Narumi Abe

 

Vancouver, Canadá, dia 15 de Junho de 2011. Após a derrota do Vancouver Canucks por 4-0 para um time local, torcedores do time de hóquei enraivecidos saíram as ruas destruindo tudo pelo caminho. A cidade ficou em chamas, lojas foram depredadas, carros foram virados e queimados.

- É nóis manooo!

A polícia de choque e os bombeiros entraram em ação. Pelo menos 140 pessoas foram feridas. Para se ter uma idéia do estrago, mais de 8 mil pessoas se voluntariaram via Facebook para limpar a cidade no dia seguinte. E em um momento tão estranho, um rapaz beijava uma moça na rua, como se nada estivesse acontecendo.


- Quando é pra pegar eu pego mesmo!

 

Obviamente a foto ficou famosa. A cena era tão bizarra que alguns acharam que ela poderia ser falsa. Mais tarde, diversas montagens engraçadas foram feitas com a foto e espalhadas no mundo inteiro.

 

 

Em plena era digital não foi difícil descobrir quem era o casal. Scott Jones disse que na verdade se jogou em cima da namorada Alex Thomas para tentar protegê-la.

História interessante. Mas vamos continuar com a programação normal.

Paraíba, Brasil. Quatro semanas atrás, um comercial de uma imobiliária também ficou famoso, pelo menos em terras brasileiras. A propaganda era da Paraíba, mas também remetia ao Canadá. O comercial chamava a atenção pois o homem do comercial dava uma informação totalmente desnecessária. Se você estava em Marte nos últimos dias, a propaganda é essa aí embaixo:

O vídeo gerou milhares de comentários pela Internet. Pessoas completavam o final de cada frase com menos Luiza que está no Canadá, o cantor Lenine fez uma piada sobre isso no seu show e Luiza até mesmo foi entrevistada no Jornal Hoje. Ah, o Jornal Hoje, que também já protagonizou um meme só seu, com a apresentadora Sandra Annemberg e sua frase "que deselegante" (Procure no youtube, não preciso fazer todo o trabalho). - O que? Isso é meme?

Sim. Isso é meme. Meme não são aquelas cabecinhas que fazem Fuuuu ou Okay. Aquilo também são memes, mas memes também podem ser mais complexos e diversificados. 

- Nós somos os memes

Os memes aí de cima são os mais conhecidos. Tão conhecidos que algumas pessoas acabam achando que eles são a definição de memes. A palavra meme foi criada pelo cientista Richard Dawkins em seu livro O gene egoísta (1976). Um dos melhores livros já escritos, ele fala de um jeito fácil sobre a evolução das espécies do ponto de vista do gene e não de um indivíduo. Além disso, fala sobre o meme como um ser vivo, da sua característica viral de se espalhar e se multiplicar. Dawkins diz que o meme é para a memória, o que o gene é para a genética. Uma unidade de informação que vive de cérebro em cérebro, que evolui e se multiplica. Hoje em dia é o campo de estudos da memética.

Memes são manifestações espontâneas, que acabam tendo vida e que podem sobreviver por muito tempo ou até algo melhor surgir. Fofocas são memes que costumam ter uma duração limitada. Outras formas de memes costumam se consolidar, como os memes faces. Um meme não pode ser fabricado. Ele surge e contamina as pessoas em volta (no bom sentido), teve e tem um papel importantíssimo na evolução intelectual do homem. O jornalista pseudo-intelectual e hipócrita Carlos Nascimento acabou soltando uma frase infeliz no seu telejornal. Disse que "... já fomos mais inteligentes", reclamando da proporção tomada pelo meme, como se fosse algo intencional. Não é. Os memes têm exatamente o tamanho que devem ter e se extinguem sozinhos. Não cabe a ele ditar as regras. Mas se ele sentia a necessidade de reclamar da nossa inteligência, não precisava esperar tanto tempo e ir para um estado tão distante. Basta olhar na própria emissora que ele verá vários exemplos de baboseiras muito mais sem graça. No final, o feitiço virou contra o feiticeiro e ele próprio acabou virando meme. Ou quem sabe, seja isso que ele sempre quis. 

Postado por Narumi Abe | 1 usuário votou. 1 voto

Comentários

  1. Clarice Alegre Petramale escreveu:

    Parabéns, Narumi

    Muito interessante!

    Clarice Alegre PetramaleClarice Alegre Petramale ‒ domingo, 19 fevereiro 2012, 22:59 -02 # Link |

  2. Narumi Abe escreveu:

    Obrigado Clarice Sorriso

    Narumi AbeNarumi Abe ‒ segunda, 20 fevereiro 2012, 10:36 -02 # Link |

  3. Jocax escreveu:

    Da uma olhada:

    O Poder do meme meme
    Por: Susan Blackmore

     

    Sem a teoria da evolução por seleção natural nada no mundo da biologia faz algum sentido. Sem Darwin e o neo-Darwinismo, você não pode responder a perguntas como "Por que os morcegos tem asas? Por que os gatos tem cinco garras? Ou por que nossas fibras óticas se cruzam na frente de nossas retinas?" Você pode apenas se sentar e apelar para um criador imaginário.

    Eu vou fazer uma afirmação audaciosa.

    Sem a teoria da evolução por seleção memética nada no mundo da mente faz algum sentido. Sem a memética você não pode responder a perguntas como "Por que eu não consigo tirar esse pensamento da minha mente? Por que eu decidi escrever esse artigo e não esse outro? Quem sou eu?" Sem a memética você pode apenas se sentar e apelar para um agente consciente imaginário.

    Artigo completo em: 

    http://www.genismo.com/memeticatexto2.htm

    João Carlos Holland de BarcellosJocax ‒ segunda, 20 fevereiro 2012, 13:13 -02 # Link |

  4. Narumi Abe escreveu:

    Muito bom o texto Jocax. Me fez lembrar de uma coisa curiosa que acontece. Estudantes de publicidade aprendem que o sonho para qualquer empresa é quando a marca é confundida com o produto, ou quando um bordão acaba sendo repetido pelos consumidores. Isso causa um efeito colateral que são algumas propagandas chatas, cheias de frases repetidas exaustivamente (diretores de novela também fazem isso). Não sabem que os memes acabam surgindo naturalmente e casualmente, e não são fáceis de serem fabricados de forma não natural.

    Narumi AbeNarumi Abe ‒ segunda, 20 fevereiro 2012, 14:25 -02 # Link |

  5. Visitante escreveu:

    O south park brincou com isso no último episódio s16e03.

    default user iconVisitante ‒ segunda, 02 abril 2012, 18:50 -03 # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.