Stoa :: Linguística :: Blog :: Seminários do professor Didier Demolin

agosto 09, 2007

user icon

Seminários do professor Didier Demolin

Nos dias 15, 22 e 29 de agosto de 2007, o professor Didier Demolin proferirá seminários acerca de temas como "fonética das línguas indígenas" e "fonologia de laboratório". Os seminários ocorrerão no prédio da Letras, nas salas 270 (dia 15) e 266 (dias 22 e 29), das 14 às 16h.

A seguir, tem-se um texto de apresentação dos seminários (escrito pelo próprio professor Didier), além da programação dos eventos.

Apresentação

Nos seminários serão discutidos alguns estudos e pesquisas que desenvolvi durante o tempo de permanência como professor colaborador no Departamento de Lingüística da USP. Para começar, iremos abordar alguns tópicos centrais da fonologia de laboratório: o desenvolvimento de métodos experimentais em fonologia e o tratamento de sistemas fonológicos como sistemas complexos e adaptativos.

Universais da fonologia vão estar sendo discutidos através de dados provenientes de estudos de fonética das linguas indígenas [Karitiana, Juruna, Kuikuro, Waikhana, Esse Eja, Movima, !xu, Rwanda, Umbundu, Changana, Mangbetu]. Alguns tópicos que serão discutidos são: fenômenos de nasalização, glotalização, aspiração, laterais e descrições de sons novos e raros em línguas ameríndias e africanas.

Falar de adaptação em fonologia é abordar a origem e evolução da fala humana e, por conseqüência, da fonologia. Serão discutidos principalmente aspectos comparativos das vocalizações dos primatas [bonobo, muriqui] e dados de paleontologia.

O ensino da fonética e fonologia, aplicações da fonética e alguns desenvolvimentos futuros (possiveis) da fonética e fonologia serão também discutidos. Isso será feito a partir de assuntos como: descrever e comparar línguas, modelizar e dar um tratamento automático à fala, patologias da fala [electropalatografia e doença de Parkinson], estruturas silábicas e tendências universais.

Finalmente, vamos discutir algumas perguntas de etnomusicologia para a qual a metodologia lingüística é bastante útil: problema de escalas, timbre e canto em músicas dos Karitiana, Kuikuro e Kadiwéu.

Cada seminário terá duas partes. Todas as apresentações serão em power-point com ilustrações e efeitos sonoros.

Programação

Seminário 1 (15 de agosto, das 14 às 16h; sala 270)
Parte 1: Origem e evolução da linguagem e da fala
Parte 2: Complexidade e adaptação em fonologia

Seminário 2 (22 de agosto, das 14 às 16h; sala 266)
Parte 1: Métodos experimentais em fonologia
Parte 2: Fonética das línguas indígenas e universais da fonologia

Seminário 3 (29 de agosto, das 14 às 16h; sala 266)
Parte 1: Ensino de fonética e fonologia, aplicações da fonética e alguns desenvolvimentos futuros da fonética e fonologia
Parte 2: Etnomusicologia: escalas, timbre e canto em músicas dos Karitiana, Kuikuro e Kadiwéu

Postado por Júlio Alves em Linguística

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.