Stoa :: Andre de Souza Freitas

Blog :: Andre de Souza Freitas
default user icon

Alguém já escreveu que a ideia de 'Deus' jamais deixou de perturbar a mente dos filósofos.

Talvez não seja apenas os filósofos que ficam, em certo sentido, inquietos com essa ideia, mas é bastante notável a persistência do tema 'religião' aqui no STOA. Vira e mexe alguém volta a trazer, rendendo muitos comentários, algum debate entre fé e razão.

Em "As Máscaras do Ateísmo" (que pode ser lido e baixado, para quem se interessar, no link ao final), é feito a seguinte citação:

Os artigos sobre Nietzsche e Sartre publicados em “Deus na filosofia do século XX” deixam claro que a questão de Deus está intimamente relacionada com a filosofia contemporânea. Mesmo pensadores tidos como adversários da fé expõem sua preocupação com um poder sobrenatural superior às meras convenções humanas – como faz Nietzsche – e uma incômoda intuição a respeito da existência de um Criador, como demonstra Sartre. Essa íntima relação entre filosofia e teologia, porém, parece ter sido conhecida já pelo apóstolo João, no primeiro século da Era Cristã, que em seu Evangelho se refere a Jesus Cristo com uma palavra cara aos filósofos: “No princípio era o Logos, e o Logos estava para Deus, e o Logos era Deus”. (Castro 1998a in Freitas 2010).

Em suma, a crença religiosa está longe de ser um assunto superado ou bem compreendido, e apesar das insistentes convicções ateístas ou religiosas, vemos que homens do calibre de Sartre e Nietzsche também mostraram alguma inquietação a esse respeito.

 

Link para o ebook citado:

http://stoa.usp.br/ihsou/files/-1/16661/ateismo.pdf

Palavras-chave: ateísmo, religião

Este post é Domínio Público.

Postado por Andre de Souza Freitas | 0 comentário