Stoa :: Software Livre - Sociedade Livre :: Blog :: Nigéria se reposiciona: nada de Windows nos 17.000 classmates - ao menos por enquanto

novembro 11, 2007

default user icon

http://br-linux.org/linux/nigeria-se-posiciona-nada-de-wind

Empresa que administra a aquisição para o governo nigeriano ganharia US$ 400.000 da Microsoft para reforçar seu orçamento de marketing após a troca do Linux (já comprado, a US$ 10 por máquina) pelo Windows nos laptops infantis. Não foi divulgado quanto o governo da Nigéria pagaria pelas 17.000 licenças adicionais do Windows.

Recapitulando: Primeiro foi o anúncio de que o governo nigeriano estava comprando 17.000 Classmates com Mandriva Linux. Em seguida veio a carta aberta do CEO da Mandriva expondo a substituição do Linux pelo Windows nestes 17.000 equipamentos: o plano seria adquirir os micrinhos, pagando o preço do Mandriva, e em seguida formatar todos eles. Depois veio uma resposta tímida da Microsoft dizendo que não fez nada de ilegal.

E no final da semana veio um novo lance: após toda a repercussão, um representante do governo nigeriano veio a público para dizer que o Mandriva fica, ao menos por enquanto - eles se reservam o direito de trocar de sistema operacional quando desejarem, como é natural. Por alguma razão, tenho a impressão de que este não é o lance final da partida.

Saiba mais (computerworlduk.com).

Postado por Software Livre - Sociedade Livre

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.