Stoa :: Software Livre - Sociedade Livre :: Blog :: Chegou o NOSSO Classmate PC - que testes você quer fazer?

novembro 09, 2007

default user icon

http://br-linux.org/linux/chegou-o-nosso-classmate-pc-que-t

Recebi ontem da Intel um Classmate PC para testar e avaliar. Ele veio com Mandriva instalado, e o ambiente gráfico KDE adaptado especialmente para este equipamento.

Nunca na história deste país o BR-Linux havia recebido um laptop para teste por iniciativa do próprio fabricante, portanto quero aproveitar a oportunidade para fazer os testes que vocês gostariam de ver realizados, desde que não sejam excessivamente complexos, não coloquem em risco o aparelho e nem envolvam remover o sistema operacional que veio instalado, afinal não somos uma agência do governo da Nigéria!

Mas, tanto quanto possível, seja específico: eu estou buscando sugestões sobre quais testes devem ser feitos, e não tanto sobre quais pontos ou aspectos devem ser testados, ok? Quero o método, e não o objeto do teste ;-)

Eu já planejei um único teste: entregar o aparelho por alguns dias para duas alunas do ensino fundamental, já selecionadas, para que elas me digam o que acharam. Uma delas já é usuária de Linux, e a outra não. O restante é com vocês!

Como curiosidade, a unidade que eu recebi já circulou aqui pela região Sul: é a mesma que foi testada pelo Carlos Morimoto no Guia do Hardware. Ele que me enviou, juntamente com um exemplar do seu novo livro "Hardware, o Guia Definitivo", que já comecei a folhear e espero poder ler e analisar em breve - aí conto para vocês.

Outras unidades do Classmate estão circulando por outros sites e comunidades, em uma iniciativa da Intel bastante interessante. Quem sabe no futuro os proponentes de outras soluções baseadas em software livre e trabalho comunitário e que teriam a ganhar com a divulgação mais ampla optem por atitudes similares!

Saiba mais (en.wikipedia.org).

Postado por Software Livre - Sociedade Livre

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.