Stoa :: Software Livre - Sociedade Livre :: Blog :: O esforço para o sucesso do Linux em desktops é em vão?

novembro 07, 2007

default user icon

http://br-linux.org/linux/o-esforco-para-o-sucesso-do-linux

“O site da ITWeb no Brasil publicou um artigo de Alexander Wolf, da InformationWeek EUA, no mínimo impactante, pois vai de encontro a quase tudo o que lemos sobre o sucesso e o desenvolvimento do Linux.
Wolf diz que "o linux não terá sucesso em computadores desktop", e elenca 7 motivos:

1. Os custos de adaptação de aplicativos são proibitivos;
2. Os maiores patrocinadores do Linux afastam novos usuários em potencial;
3. Não é possível ganhar dinheiro com o sistema operacional;
4. Resistência por parte da média dos usuários;
5. O Linux é 'simples', o windows 'simplesmente funciona';
6. Existem demasiadas distribuições do Linux;
7. Linux não tem nenhum defensor que seja comparável a Bill Gates ou Steve Jobs.

Na minha modesta opinião, Wolf está certo quanto aos problemas enfrentados pelo Linux elencados acima, mas nada disso deterá a força do Software Livre, que não é baseada em apenas alguns geeks, mas em uma comunidade que cresce constantemente, e que busca a liberdade acima de qualquer coisa, firula, etc., e não teme enfrentar dificuldades e desafios. Se as algumas empresas, donas de alguns aplicativos que monopolizam em suas áreas, não querem 'investir' em Linux, com certeza um dia alguma outra vai fazer isso. É uma questão de tempo apenas.

Se forem apenas essas 7 'barreiras', com certeza a comunidade que apoia o Linux vai ultrapassá-las. Mas não sejamos tolos em pensar que não surgirão novas batalhas a serem vencidas. É um processo interminável, a busca pela perfeição.

Leia o artigo completo, com todos os comentários sobre cada item, em: http://www.itweb.com.br/7linux

Enviado por Abdeel (c1e6erΘgmail·com) - referência (oksitebr.com)..

Postado por Software Livre - Sociedade Livre

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.