Stoa :: Software Livre - Sociedade Livre :: Blog :: Seis razões para ainda não comprar o Windows Vista

outubro 07, 2007

user icon
Listamos seis motivos para fazer você esperar antes de ser convencido pelas campanhas de marketing e ir logo adquirindo a novidade da Microsoft.
Por COMPUTERWORLD
21 de fevereiro de 2007 - 07h40

Especial Vista 70 84A menos que você tenha acabado de sair de um estado de coma profundo, você sabe que a versão do novo sistema operacional da Microsoft – o Windows Vista – acabou de ser lançada. Desde as semanas anteriores a esse lançamento, astros e estrelas de todo o mundo e de todos os setores trabalham em campanhas para convencer você a mudar para a nova versão.

Esta reportagem não é, entretanto, uma defesa ou um resumo das características do Windows Vista. O COMPUTERWORLD também não quer dizer o que é bom ou ruim no novo sistema operacional. Este texto serve apenas para dissuadir aqueles que estão pensando em fazer o download ou comprar o produto agora.

> Leia também: tudo sobre o Windows Vista

1. O Vista está incompleto

A Microsoft já está planejando o primeiro pacote de serviços e aguardando retorno dos usuários para saber o que incluir. O Vista provavelmente não vai estar totalmente pronto até que a versão do primeiro pacote de serviços saia, possivelmente no final deste ano. As companhias de hardware e software que possuem produtos compatíveis com o Vista não estão totalmente prontas para a nova versão do sistema operacional. Muitas dessas companhias estão se empenhando para completar a atualização do sistema operacional. Mais que isso, nem todas as companhias de periféricos de áudio e vídeo estão prontas.

A fabricante de periféricos Creative publicou uma lista detalhando o estado dos drivers de cada um dos diversos produtos. A maior parte dos produtos Sound Blaster Internal já tem drivers Vista disponíveis. Dois deles só têm a versão beta 2. Três dos produtos antigos dizem “Não há planos de desenvolvimento”. A maioria de suas câmeras e outros periféricos também não tem drivers específicos para o Vista disponível.

No site da AMD, você pode encontrar informações sobre a compatibilidade com o Vista dos cartões gráficos da ATI (as duas empresas se fundiram no ano passado). A maioria é suportada por um Catalyst Vista Software Driver, que está na versão “beta” e está atormentado por uma longa lista publicada de “temas conhecidos”. Isso também vem com o seguinte alerta: “ATI não recomenda a instalação desses drivers em sistemas usados para operações de missões críticas ou onde a produtividade de qualquer tipo é uma preocupação”.

Essas duas empresas estão na liderança do suporte ao Vista. Sua disponibilidade parcial ao novo sistema operacional é sintomática para as grandes empresas. Muitas pequenas fabricantes de periféricos simplesmente não têm suporte ao Vista. Algumas OEMs, como Alienware e Polywell, estão agressivamente empurrando o XP sobre o Vista porque ambas dizem que os gráficos e outros drivers para o Vista não estão prontos ainda.

Software, como as suítes de segurança que você já deve ter adquirido, correm o risco de não rodar no Vista e alguns exigem atualizações que podem ainda não estar prontas.

Trend Micro, Panda, CA e Symantec anunciaram que vão incluir atualizações nas suítes em breve, antes que o Vista atinja grande parte dos usuários. A Microsoft afirma que a McAfee vai prestar suporte ao Vista , mas não disse quando. A própria McAfee, no entanto, até agora não anunciou o suporte ao Vista.

A estrutura de games no Vista e o suporte ao gráfico Directx 10 é ótimo para os jogadores. Mas isso é algo do qual você só vai tirar vantagem mais tarde. O potencial total do DirectX 10 exige três elementos – um sistema operacional, hardware de suporte gráfico e suporte aos games. O sistema operacional está pronto, o hardware está parcialmente pronto e os games ainda não existem. Eventualmente, o Vista será a mais moderna plataforma de games em PCs. Mas simplesmente não existe razão para os gamers correrem para comprar o Vista neste momento.

(fonte: http://gnusp.cjb.net/portal/index.php?option=com_content&)

Palavras-chave: AMD, aplicativo, aplicativos, ATI, atualizações, Beta, campanhas, Catalyst, compatibilidade, compatíveis, compatível, driver, drivers, empresas, hardware, marketing, McAfee, Micro$oft, Microsoft, pacote, PC, PCs, periféricos, produto, produtos, segurança, sistema operacional, software, suporte, texto, textos, Vista, Windows, Windows Vista, Windows XP, XP

Postado por Priscila Frohmut Fonseca em Software Livre - Sociedade Livre

Comentários

  1. Marco Arthur Prado Borges Silva escreveu:

    Eu posso dar uma única razão para NUNCA comprar o Windows Vista: Comprar. Pense seja criativo, existe muitas opções onde não se gasta um centavo, tome os pontos ( se não quiser o puramente econômico) e vai ver que sempre ganharás com o Linux ;-) . 

    default user iconMarco Arthur Prado Borges Silva ‒ domingo, 07 outubro 2007, 19:16 -03 # Link |

  2. Maurício de Paula Kanno escreveu:

    com certeza se ganha muita coisa com o Linux, principalmente dores de cabeça... ;)

    Maurício KannoMaurício de Paula Kanno ‒ segunda, 08 outubro 2007, 00:49 -03 # Link |

  3. Marco Arthur Prado Borges Silva escreveu:

    hehehe, com ctz Maurício ! ;-) , e acrescentaria: mts noites em branco também !

    default user iconMarco Arthur Prado Borges Silva ‒ segunda, 08 outubro 2007, 04:48 -03 # Link |

  4. Frohmut escreveu:

    cosnsiderando que, pra mim, seria um desperdício de energia fazer argumentação em resposta a esse tipo de comentário, deixo aqui apenas três links de tópicos novos como resposta

    http://stoa.usp.br/gnusp/weblog/7626.html

    http://stoa.usp.br/gnusp/weblog/7625.html

    http://stoa.usp.br/gnusp/weblog/7621.html

    não preciso falar nada, pois os textos já estão aí pra quem quiser ler.

    Priscila Frohmut FonsecaFrohmut ‒ segunda, 08 outubro 2007, 18:29 -03 # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.