Stoa :: Software Livre - Sociedade Livre :: Blog :: Cinco razões para NÃO usar Linux

setembro 23, 2007

user icon

Linux realmente não é para qualquer um. Sério!
Deixe-me apresentar as minhas cinco principais razões para lhe convencer a NUNCA cair na besteira de pensar em migrar para Linux.

Razão número um: Linux é muito complicado

Mesmo com estas interfaces gráficas modernas, tipo KDE, Gnome e XFCE, embora em 99,9% do tempo você tenha apenas que usar o mouse, pode ser que em algum momento – apenas possível, nem mesmo provável – você seja obrigado a usar uma horrível linha de comando e escrever comandos complicadíssimos como ls para listar arquivos de um diretório ou cd para mudar de diretório, ou editar um mísero arquivo de configuração!

Veja, se você compara isto com o Windows, onde você em algum momento precisará de utilizar uma linha de comando DOS – apenas possível, nem mesmo provável – tendo que digitar dir para listar arquivos de um diretório e cd para mudar de diretório, ou que você tenha que editar um arquivo Windows Registry onde, os técnicos lhe dirão, apenas uma linha poderá comprometer o seu sistema de tal forma que você terá de reinstalá-lo do zero. Quanta diferença!


Razão número dois: Linux é muito difícil de instalar

E é verdade! Pois, no fim das contas, com estes sistemas modernos de instalação do Linux, como no Flux Linux (merchandising!), Ubuntu, Mandriva, Suse, Red Hat e Debian, você ainda é obrigado a colocar o CD ou DVD no driver, apertar um botão infame, escolher um nome para o seu computador e fornecer uma senha para o usuário do sistema. Meu Deus, quanta complicação!

Agora veja, com o Windows é tudo diferente. Você tem colocar o CD ou DVD no driver, fazer exatamente as mesmas coisas anteriores e então iniciar o processo de atualização on line do sistema, que pode durar de duas a três horas! Mas no final, vale a pena, pois estudos da Symantec comprovam que sistemas Windows desatualizados podem ser criticamente infectados em questão de horas. Veja, no Linux tudo é horrivelmente aborrecido: O sistema, sem nenhuma atualização de segurança, deverá estar seguro e atual por período superior a seis meses! Que graça tem isto?! Cadê a emoção?!



Razão número três: Linux não possui aplicações suficientes

É bem verdade que atualmente a grande maioria das distribuições Linux já vêm com diversos Navegadores de Internet dos mais seguros, como o Firefox ou com recursos desconhecidos no mundo Windows, como a tradução simultânea de página disponível no Konqueror. Claro que todas já vêm com clientes de email como o Kmail ou Evolution; com clientes de Mensageiros Instantâneos para MSN, como o Kopete ou o Gaim; com aplicativos VoIP, como Ekiga e Skype; vêm com editores de Imagem, Som, Vídeo e editores de páginas para internet, como os aplicativos Gimp, Audacity, LiVES e NVU. Seguramente você terá aplicativos multimídia para ouvir CD, em formato WAV, MP3 e OGG, assistir DVD, VCD, MPEG4, etc... Além disto, você terá opções: Xine, Kaffeine, Mplayer, VLC Player, etc. Na verdade, a maioria das distribuições Linux já possuem toda a suíte de escritório instalada e gratuita. Você poderá editar textos, planilhas e apresentações de graça com o Open Office e seus derivados! E mais, é certo que você poderá ler e escrever nos formatos de arquivos do Office do Windows: .doc, .xls e .ppt sem mistérios! Há ainda os aplicativos profissionais de banco de dados, de servidor web, de acesso remoto seguro com criptografia forte, de interação com rede Windows, etc... etc e etc...

Mas, para falar a verdade, Windows também tem o Internet Explorer e o Outlook Express, o navegador de internet e o cliente de e-mails mais utilizados por aí. Se bem que ambos tenham alguns problemas de segurança... É claro que o Windows também tem um cliente MSN (afinal, é MS...), embora, também aqui os problemas de segurança não sejam poucos...

E óbvio, o Windows também vem com o Microsoft Office, o qual... – Oh! É verdade, havia me esquecido, terei de comprá-lo a parte por um custo parecido com aquele do meu Computador. Vixe! Mas, existem opções: Lotus 1-2-3... Hummm, será realmente uma opção?! O que falar do finado Wordperfect?! Talvez hoje a melhor solução para o ambiente Windows seja mesmo instalar um Open Office para Windows, aquele mesmo que você pode utilizar de graça também no Linux, com as mesmas funcionalidades!

Bom, para resumir: Qual era mesmo aquele aplicativo que não TINHA no Linux? Não estou me lembrando...



Razão número quatro: Linux não é seguro

Bem se a Microsoft diz isto, é porque deve ser verdade... ou não! O que devo pensar? Esta empresa é realmente especialista em IN-segurança, pois não passa um dia sem que tenhamos notícia de mais uma falha crítica de segurança no Windows. A quem você deve dar crédito: à Microsoft ou a sua própria experiência?!


Razão número cinco: Linux é muito caro

Você está querendo dizer que a Microsoft é uma mentirosa? Veja bem, estas empresas Linux horrorosas, como a Flux Softwares (merchan again...), Red Hat, SuSE lhe cobram até mesmo uma taxa para você ter o suporte ao Linux. De toda forma, em geral, você poderá baixar os Softwares de graça pela internet, plenamente funcionais e sem restrições de desempenho.

Mas veja, você compra o seu computador e o Windows já vem instalado, certo? De graça, certo? Hummm, de graça?! Bom, se o seu computador tem o selinho da Microsoft o preço estará embutido e será três vezes mais caro, por dez vezes menos software do que o que vem em qualquer distribuição Linux. Mas talvez o mais certo é que ele não possua o selinho, seja um legítimo pirateado, com ou sem o seu conhecimento!

Mas, de toda forma, ele já vem com tudo. Completinho, completinho! A menos que você queira editar um texto e fazer uma planilha. Neste caso pague mais R$ 1.400,00 pelo MS Office. Ou que você queira se dar ao luxo de uma proteção contra Vírus, mais R$ 120,00 pelo Norton, ou contra aqueles terríveis Spywares que querem levar a senha de sua conta bancária, mais R$ 70,00 pelo McAFee. Se quiser um Firewall de brinde, para evitar invasões ao seu computador doméstico ou àquele da contabilidade de sua empresa, mais R$ 90,00 pelo Zone Alarm Pro. Mas senão, o seu sistema é seguro mesmo... não precisa de nada disto. Existe sempre a alternativa de reinstalar tudo, perdendo, é claro, todos os seus arquivos... É tudo apenas terrorismo!

Pensando em tudo isto, eu lhe pergunto que razões haveria para você usar Linux? Bobagem!!!

Ulisses Leitão

(fonte: http://gnusp.cjb.net/portal/index.php?option=com_content&task=view&id=36&Itemid=1)

Postado por Priscila Frohmut Fonseca em Software Livre - Sociedade Livre

Comentários

  1. Maurício de Paula Kanno escreveu:

    discordo de sua ironia.

    Razão número um: Linux é muito complicado  -> sim, de fato vc precisa usar as linhas de comando em alguma hora, e tem que aprender alguns detalhes arbitrários. no windows vc não precisa. ao menos foi minha experiência: pra fazer coisas no Linux Ubuntu (o tal mais fácil dos Linuxes) que no Windows eu nunca precisei usar Prompt do MS-DOS, sim, eu precisei mesmo usar as tais linhas de comando. falta muuuito para Linux ser fácil. sempre tenho q ficar quebrando a cabeça e perdendo tempo pra conseguir descobrir como liberar as permissões dos meus arquivos para eu mesmo poder utilizá-los, por exemplo. se quiser outros exemplos, posso te dar. minha experiência com linux, instalando e reinstalando um tanto de vezes, foi bastante frustrante.

    hoje está na minha máquina em dual boot; e eu tive que aprender tb a mexer no Grub (a tela inicial de menu onde vc escolhe Window$ XP ou Linux Ubuntu (sim, inclusive personalizei o Grub)) pra deixar como padrão sempre o Windows, e não o Linux. Essa tela, por sinal, por padrão deixa vc com dificuldade pra usar o Windows, pq vc tem q dar uns 5 cliques com a seta pra baixo... ou seja, um usuário comum, no Linux, precisa aprender coisas "hards" que não precisaria com Windows. é questão de direcionamento de dedicação e tempo. td bem, foi bacana até aprender essas coisas, viva o conhecimento, mas eu faria melhor aprendendo outras coisas mais importantes pra mim, como vídeo, animação, áudio, etc...

    Razão número dois: Linux é muito difícil de instalar -> vc tem q aprender. o fato é q o pessoal nem windows sabe instalar. se for só pra instalar linux sozinho, de boa; se for só windows, tb mais de boa; o problema maior é fazer dual boot, ter as duas coisas juntas. vc precisa aprender a particionar, etc. (se bem q vc tb precisa particionar se for usar só Linux, então é ligeiramente mais difícil instalar Linux, apesar do instalador facilitado do Ubuntu). qto ao tempo de instalação, realmente é muito mais rápido q de Windows.)

    Razão número três: Linux não possui aplicações suficientes -> Linux pode até ter trocentas aplicações, isso é verdade. mas elas são fáceis de usar, "user-friendly"? com certeza não são fáceis de usar. seu design atrapalha, tem coisas q vc tem q apelar pra linha de comando, suas aplicações não são tb muito eficientes. principalmente pra minha área de multimídia. 

    Razão número quatro: Linux não é seguro -> isso é balela... nunca ouvi alguém falar isso. td mundo q eu conheço (e q já ouviu falar de Linux) sabe q é mais seguro. é natural, a maioria das máquinas é Windows, não Linux; então quem faz virus faz virus pra Windows. 

    Razão número cinco: Linux é muito caro -> tb é balela... lógico, Linux é gratuito em termos financeiros. o q vc precisa gastar é muito tempo de pesquisa pra aprender a usar. 

    ---

    bem, apoiei muito o soft livre antigamente... fiz um monte de cursos à distância no CDTC, inclusive... http://www.cdtc.org.br/

    e realmente apóio. mas q no dia-a-dia eu acabo usando meu XPirata mesmo é fato... tem tanta coisa pra quebrar a cabeça já, e ainda por cima tem q resolver mais problema q aparece sempre com meu Linux? ah, deixa pra lá... toda vez tenho q ficar pesquisando, pesquisando, simplesmente pra conseguir fazer coisas banais de usar arquivos? nem...  

    Maurício KannoMaurício de Paula Kanno ‒ segunda, 24 setembro 2007, 10:17 -03 # Link |

  2. Tom escreveu:

    isso é balela... nunca ouvi alguém falar isso. td mundo q eu conheço (e q já ouviu falar de Linux) sabe q é mais seguro. é natural, a maioria das máquinas é Windows, não Linux; então quem faz virus faz virus pra Windows.

    Mauricio, você realmente acha que o Linux é mais seguro apenas porque possui menos usuários? Se sim, baseado em que?

    Comento depois os outros pontos. Fico só nesse por enquanto.

    default user iconTom ‒ segunda, 24 setembro 2007, 12:13 -03 # Link |

  3. Maurício de Paula Kanno escreveu:

    não, Tom. há todo um sistema de permissões também, entre outras coisas da estrutura do Linux, que o fazem mais seguro. Foi apenas uma das razões. com certeza não é apenas por isso. :)

    Maurício KannoMaurício de Paula Kanno ‒ segunda, 24 setembro 2007, 14:20 -03 # Link |

  4. Frohmut escreveu:

    quanto à frase "discordo de sua ironia" Maurício, só deixo aqui um comentário pra você... esse texto não é meu, e o autor dele assinou no rodapé da postagem - Ulisses Leitão, se você olhar está lá

    quanto à questão do linux, só tenho a dizer que, depois que conheci o Ubuntu, levei apenas 3 dias pra aprender sozinha a configurar arquivos, acessar arquivos em todas unidades que vão além da hd e memória do pc (sendo que até hoje não sei direito como abrir o que vai na entrada usb em windows), e intalei sozinha 5 impressoras em sequência sem errar e sem nunca ter feito isso antes (e sem precisar do cd de instalação da impressora)

    detalhe: EU NÃO MANJO NADA DE COMPUTAÇÃO, NEM DE HARDWARE, NEM DE SISTEMAS... mas aprendi a fazer muita coisa sem precisar de explicação - ou com pouca explicação já consegui fazer 

    até hoje não sei qual é a vantagem das complicações de um windows... eu nunca gostei do Windows, e agora passei a odiar, depois que conheci o que seria a alternativa a ele... a combinação CRTL+ALT+DEL também não é um pouco familiar pra você Mauricio? pois pra mim ela foi uma constante por muito tempo...

    não tenho dinheiro sobrando pra gastar com licenças MS, e eu não pago 10 mangos num Windows pirata, se de graça eu tenho um distro Linux... admito que ainda me falta agora o PC pra isso, mas quem sabe no dia que eu tiver um pequeno espaço próprio pra manter um...

    Priscila Frohmut FonsecaFrohmut ‒ segunda, 24 setembro 2007, 21:25 -03 # Link |

  5. Tom escreveu:

    Interessante ponto, Frohmut. Maurício, quando você pagou nas licenças dos softwares que está usando no momento no seu micro?

    default user iconTom ‒ segunda, 24 setembro 2007, 21:56 -03 # Link |

  6. Tom escreveu:

    Antes de obter a resposta, mesmo que você seja um dos que pagaram a licença, corto o dedinho do pé esquerdo do Gates se a maioria das pessoas, mesmo da USP (bom nível econômico, em sua maioria, e de instrução - ok, sem comentários nesse quesito -, sabendo que se trata de pirataria), como exemplo, pagam a licença de seu windows.

    Veja uma enquete que fiz há anos na comunidade USP do orkut:

    Enquete: mc donalds, coca-cola e windows

    Você usa windows de modo legal? Por legal, me refiro a não roubar, como por exemplo, usar windows pirata.

    Windows licenciado:
    Sim: 15
    Não: 43

    Obviamente não é nenhuma análisa científica dos dados, mas quem respondeu foi uma grande maioria que costuma (ou costumava, não sei mais) a escrever por lá.

    Criei uma enquete agora no orkut, vamos ver no que vai dar (damn it! eu sei, eu sei! Tenho que fazer esse plugin! - mas tenho certeza que melhorar a usabilidade é mais importante):

    Você pagou a licença do seu windows?

    default user iconTom ‒ segunda, 24 setembro 2007, 22:45 -03 # Link |

  7. Tom escreveu:

    Votos:  107 votos

    1) Sim - 23 votos (21%)

    2) Não - 68 votos (63%)

    3) Não uso essa bosta - 16 votos (14%)

    Curioso o resultado da enquente até o momento. 

    default user iconTom ‒ quinta, 27 setembro 2007, 16:31 -03 # Link |

  8. Leandro Gomes escreveu:

    Opa, o grande problema do Linux são os jogos, ou você se contenta em jogar coisa com mais de três anos (que para jogos é o mesmo que a idade da pedra) ou fica chupando o dedo. Ai vem seu amigo te convidando para jogar online a última atualização de Command and Conquer... e você não pode, pq tem Linux.

     

    Outra coisa, fiz um curso sobre o WordSmith, aplicativo para gerar glossários para tradutores, não existe versão Linux e aparentemente nada parecido. Fiquei no vácuo. 

    LegoLeandro Gomes ‒ sexta, 04 julho 2008, 05:36 -03 # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.