Stoa :: Gloria Kreinz :: Blog :: MESTRE AZIZ AB' SABER, OBRIGADO; MARCELO ROQUE EM VÍDEO POEMA HOMENAGEM DA ABRADIC/NJR

março 17, 2012

default user icon
Postado por Gloria Kreinz

 

MESTRE, QUANDO ALGUNS NEGARAM OS IDEAIS DE PAVAN E JOSÉ REIS O SR PERMANECEU CONOSCO...PERMANECEREMOS COM O SR., ESTRELA E INCENTIVO...

ONTEM, SEGUNDO RUTE ANDRADE, O SR. ESTAVA NA SBPC. HOJE VIROU ESTRELA, VENTO NOS SEUS CAMPOS AMADOS...ESTAMOS COM O SR.

EQUIPE ABRADIC/NJR

HOMENAGEM EMOCIONADA DE INTEGRANTE DA EQUIPE NJR/ABRADIC AO SABER DA MORTE DO MESTRE AZIZ


Geografia de um Vencedor

Na sinuosa geografia da vida
fostes um incansável
Como poucos,
atravessou os mais irregulares relevos
superando declives
e fazendo-se ainda mais forte nos elevados

Razão da qual, latitude
e longitudinalmente falando,
de tão grandiosas tuas conquistas,
escapam a quaisquer tipos de medições

E assim fostes, professor,
até o último dos teus dias
quando finalmente partistes
para fazer tua tão justa morada
na verdejante planície de nossa memória

Marcelo Roque





Homenagem da equipe do Núcleo José Reis de Divulgação
Científica e ABRADIC, ao geógrafo e amigo Aziz Ab'Saber,
falecido no dia 16 de março

Com todo o nosso respeito, professor


 

 

 

O Jardineiro de biomas

Aziz Ab’Saber costumava contar, nas palestras de abertura do Curso de Especialização de Divulgação Científica do NJR/USP, uma das suas inúmeras histórias de vida pessoal, que se misturavam com as suas atividades científicas. Dizia, que quando foi contratado para trabalhar na USP começou sua carreira recebendo salário de jardineiro. Mesmo a sisudez de Crodowaldo Pavan jamais reagia quanto à verdade de poética história. Aliás, no Núcleo José Reis de Divulgação Científica, os dois grandes cientistas faziam questão de, semestralmente, realizarem suas aulas magnas de divulgação científica. Faziam questão nessas aulas/debate da presença da amiga Glória Kreinz, que contribuía com mais intensidade nos debates, que eram uma aula à parte.

Aziz, geógrafo de fama internacional, foi mais um dos grandes cientistas da geração pós  fundação da SBPC que traziam na veia o prazer da divulgação científica. Não bastava ficar na instituição, no caso a USP, ministrando aulas, pesquisando no campo, era necessário ir mais longe, partir para a ação. Nesse caso esse amigo de José Reis pegou gosto cedo em editar livros, escrever para publicações populares, fazer política e falar diretamente com a sociedade. A sociedade, no caso de Aziz, eram os catadores de lixo, índios, enfim toda população expropriada de bens e direitos.

As populações periféricas sempre mereceram atenção do professor. Em outubro de 2004, por ocasião da 1ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Reuniram-se Aziz Ab’Saber, Pavan e Glória Kreinz para fazer uma palestra para alunos do CEU Butantã. Os alunos aproveitaram e convidaram os pais e estes trouxeram vizinhos, conhecidos e de repente o espaço era pequeno demais para ouvir aqueles cientistas que falavam numa linguagem que eles entendiam.

A divulgação científica está de luto. A história de Aziz e as suas histórias permanecem.

 

Mais sobre o falecimento de Aziz nos links:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aziz_Ab'Saber

http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/1062853-morre-aziz-absaber-decano-da-geografia-fisica-no-brasil.shtml

http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2012/03/geografo-aziz-absaber-morre-aos-87-anos-em-sp.html

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,morre-o-geografo-aziz-absaber,849376,0.htm

http://www.youtube.com/watch?v=RyZllwll79E

 

 

 

 

Palavras-chave: ABRADIC/NJR, AZIZ AB' SABER, DIVULGAÇÃO CIENTFICA, EXEMPLO, FALECIMENTO

Postado por Gloria Kreinz

Comentários

  1. BADI escreveu:

    Há vidas que se contam em textos jornalisticos sensasionalistas, há vidas que se contam em ódes, há vidas que se contam em revistas de fofócas, há vidas que se contam em biografias proibidas e há vidas que se louvam em Poesia... Estas são as raras, que fazem falta ao mundo...

    Mestre Aziz Ab'Saber vai continuar semeando os campos do saber porque a semente está espalhada em solo fertil...

    Parabéns a todos que cultivam essa plantinha tão imprescindivel para o mundo.

    BADIBADI ‒ segunda, 19 março 2012, 03:29 UTC # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.