Stoa :: Ewout ter Haar :: Blog :: Algumas correções na matéria "Rede Stoa não atende idéia de plataforma virtual livre"

maio 09, 2009

default user icon
Postado por Ewout ter Haar

Qualquer um que já deu aula sabe como é deprimente avaliar depois quanto os seus alunos efetivamente entenderam do que tentou passar. É uma realidade, sobretudo para quem dá aulas expositivas. Não dou muitas entrevistas para jornalistas, mas não me surpreende ver alguns erros e equívocos na matéria escrita no jornal do campus sobre os acontecimentos no Stoa. Felizmente, na era de mídia digital é fácil corrigir os erros. Vou pedir a jornalista Tatiane corrigir os seguintes erros para melhorar a matéria

  1. Segunda a matéria,"De acordo com o professor Haar, o Stoa surgiu como uma tentativa de utilizar todas as possibilidade provenientes da web 2.0 dentro da Universidade. Assim, blogs, wikis e fóruns serviriam para um contato acadêmicos entre os usuários, com pouca ou nenhuma moderação." (Grifo meu). Acho que a Tatiane se confundiu aqui porque nunca diria que o Stoa é uma plataforma de publicação sem moderação. O que eu quis dizer é melhor expresso trocando a parte grifado por "criando uma plataforma onde é fácil contribuir e compartilhar recursos, com baixa barreira de entrada". A questão de moderação distribuida, usando revisão por pares e a diminuição do papel de controle central requeria mais do que uma frase para explicar direito.
  2. Imagino que a Tatiane está atribuindo esta frase entre aspas a mim: "Esse foi o nosso primeiro erro, achar que seria possível dar toda essa liberdade para os usuários em um espaço institucional”. Mas uma vez, não consigo imaginar que falei isto. Lembro claramente de tentar deixar claro para ela que ao meu ver, o erro que cometemos (principalmente meu, sendo coordenador do projeto) foi não "encaixar" o projeto direito na instituição. Uma frase melhor seria portanto algo como "O nosso erro foi não ter inserido este tipo de plataforma melhor na organização tradicional da Universidade". Ao enraizar o Stoa melhor na instituição em que está inserido, esta saberá lidar com erros como o texto de 1o de abril melhor e assim evitaremos desentendimentos futuros.
  3. "Entre elas, os textos dos usuários não poderão mais aparecer na página inicial do site, como feito anteriormente." Este frase simplesmente tem que sair. Talvez a Tatiane se confundiu ao ouvir uma explicação sobre como o Stoa foi "congelada" durante alguns dias, não sei. De qualquer maneira, não está decidido nada sobre como a interface ou o sistema de moderação vai mudar.
  4. O meu sobrenome é "ter Haar" e acho estranho ver "Haar disse...". Acredito que "ter Haar disse" é melhor.

Mais algumas observações. Não gostei muito da expressão "plataforma virtual livre". Prefiro a expressão plataforma aberta, para focar na questão da baixa barreira de entrada para participação. Acho que liberdade é uma questão ortogonal.

É muito bom que o jornal do campos está na Web. Na minha opinião, o jornalismo impresso, usando tinta, está com os seus dias contados. Jornalismo e jornalistas, por outro lado é muito importante e espero que conseguem se adaptar ao seu novo ambiente, mantendo todos os virtudes que fazem do jornalismo uma força essencial numa democracia. Assim, é uma pena que a matéria não me permite fazer estes comentários diretamente na matéria.

E porque não tem links? Se a matéria está na Web, seria bom usar as possibilidades que esta plataforma fornece. Links ajudariam leitores (e Google) para fazer sentido da estória toda.

E uma outra coisa muito legal, seria não perder a história do artigo. Agora espero que a Tatiane vai corrigir os errinhos e que a versão final do artigo vai ser melhor. Mas em nome da transparência seria ótimo se todas as revisões do artigo pudessem se públicos, ao modo de um artigo no Wikipedia. [Este é uma coisa que seria interessante para blogs também. Mídia digital permite encarar um pedaço de conteúdo menos como objeto (fixo, verdade para sempre) e mais como algo em fluxo, sempre mudando e melhorando ou pelo menos acompanhando o seu ambiente.]

Palavras-chave: Jornal do Campus

Esta mensagem está sob a licença CreativeCommons Atribuição.

Postado por Ewout ter Haar | 3 usuários votaram. 3 votos

Comentários

  1. Renato escreveu:

    Ao saber do caso, o diretor da Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI), o professor Gil da Costa Marques, responsável pelo Stoa, pediu, juntamente com o diretor do projeto, o professor Ewout ter Haar,  o afastamento de Alvarenga.

    Também acho que essa parte tem um erro grave: dá a entender que você mesmo (Ewout) também pediu o afastamento do Tom.

    Renato Mendes CoutinhoRenato ‒ sábado, 09 maio 2009, 17:57 -03 # Link |

  2. Igor dos Santos Montagner escreveu:

    Não é só o jornal do campus que não sabe o que é um link, mas diversos sites maiores dificilmente colocam indicações em algum artigo ou matéria que escrevem. Fala-se muito de Web2.0 mas o Brasil nem está na 1.0 direito.

    Tem muita coisa aqui sem qualidade...

    Igor dos Santos MontagnerIgor dos Santos Montagner ‒ domingo, 10 maio 2009, 00:14 -03 # Link |

  3. Ewout ter Haar escreveu:

    @Renato, ah, sim, claro. Como está nos ofícios – a única fonte de verdade quando se trata da história da burocracia / hierarquia – "a pedido do coordenador do CTI".

    Ewout ter HaarEwout ter Haar ‒ domingo, 10 maio 2009, 08:56 -03 # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.