Stoa :: Ciência e Filosofia :: Fórum

Autor A Matrix Jocaxiana

A Matrix Jocaxiana

João Carlos Holland de Barcellos, Agosto 2009

 

“Em um futuro talvez não tão remoto, quando a razão vencer os principais obstáculos ambientais, e o controle populacional for um fato consumado, surge uma nova incerteza para a existência humana: A Matrix Jocaxiana.”

 

 

Seis de agosto de 3209. Quem diria?  Como nas histórias de Júlio Verne, ou das geniais engenhocas de Leonardo Da Vinci, eis também que as primeiras “profecias” sobre as ‘Matrixes’ começam a ser cumpridas. O futuro vem mesmo quando menos se espera: Já estão disponíveis as primeiras vagas para as novíssimas MM (“Máquinas Matrixianas”). Mas não havia mesmo alternativas: Num mundo onde, outrora, a palavra “trabalho” representava uma forma de independência e sustento, mais de mil anos depois ela teria, agora, um novo significado: Uma vaga na “Cidade dos Sábios”. Conhecidos popularmente como “Os Alfas”, eles formam uma seletíssima elite de pensadores, cientistas, filósofos e técnicos, extremamente criativos e sábios, residindo numa cidade especialmente projetada, em que definem as metas e políticas públicas de nossa nova sociedade.

 

O último “posto de trabalho” tradicional foi extinto há precisos 213 anos atrás, e todo serviço desde então, inclusive médicos, são feitos por máquinas ou robôs controlados por computadores dotados de uma sofisticadíssima Inteligência Artificial.  Com a taxa de natalidade controlada, e os recursos naturais sendo utilizados (finalmente!) de forma sustentável, a população é mantida numa espécie de “férias perpétuas”, e, a maioria, vive suas vidas em busca da maximização de seus prazeres.

 

Entretanto, pela quantidade definida de população ideal, não há condições de todos terem suas próprias “Ferrari”s, nem cada um ter sua própria fazenda com cachoeiras, cavalos e matas. Por esta razão, e para maximizar a felicidade coletiva os “Alfas” conseguiram finalmente criar as primeiras MM. As pessoas que quiserem se internar em uma MM serão submetidas a uma pequena operação para o implante de eletrodos e chips em algumas regiões específicas do cérebro para que a máquina consiga elevar seu prazer ao máximo. A pessoa fica numa espécie de “sonho perpétuo” e a alimentação é intravenosa. Estimativas indicam que se consegue viver aproximadamente até os 70 anos neste estado de felicidade máxima, sem necessidade de acordar para coisa alguma. 

 

Os “Alfas” garantem que as MM são econômicas e consomem muito menos recursos naturais do que se o individuo estivesse acordado, consumindo recursos naturais e buscando prazeres por conta própria. Claro que nem todos os indivíduos da sociedade vão querer entrar nas MMs, principalmente os religiosos e alguns  genistas, pois as MMs podem de fato colocar o individuo num verdadeiro “paraíso virtual” que jamais teriam de forma lúcida, mas também provocam uma alienação máxima, desconectando-o do mundo real para se isolar no seu próprio paraíso virtual. E você leitor? Abandonaria tudo para viver no paraíso proporcionado pelas MMs?

 

 

 

Referências

[1]  Inteligência Artificial ocupa cada vez mais espaço
http://groups.yahoo.com/group/Genismo/message/6834

 

 

 

 

 

Palavras-chave: Alienação, Felicidade, Ficção, Futurismo, Matrix, Paraíso Virtual, Virtualidade


<< Voltar aos tópicos Responder