Stoa :: Ciência e Cultura (Licenciatura do IFUSP) :: Blog :: ENTRE O CRUCIFIXO E O MICROSCÓPIO N°2

agosto 19, 2010

user icon

...... CONTINUAÇÃO

 Montoyama diz que o cisma total entre religião e ciência aconteceu a partir do marxismo. ¨A União Soviética declarou que Deus não existia e desenvolveu a ciência, mas mesmo assim a população continuou com as práticas religiosas¨, conta o professor.

O Diretor do CHC lembra que ¨a espiritualidade é uma característica do homem, por isso que há muitas religiões¨. Segundo o professor, esse fenômeno resulta de um maravilhamento pelo grandioso -  que também pode estar no micro - e pelo funcionamento do universo que exercem uma curiosidade e necessidade de conhecimento.

A diferença, ressalta Montoyama, é que esse reconhecimento na religião é revelado por algo superior e é passado de pessoa a pessoa. Enquanto que a ciência acredita no homem e em sua capacidade de obter  entendimento daquilo que o intriga.

CONTINUA... 

Palavras-chave: Ciência e Religião

Postado por Denilson Luiz da Silva Mendes em Ciência e Cultura (Licenciatura do IFUSP) | 1 usuário votou. 1 voto

Comentários

  1. Lucas escreveu:

    Uma correção e um comentário.

     

    Correção: marxismo e a União Soviética não são a mesma coisa.

     

    Comentário: Newton produziu sua grande contribuição para a Física com critérios teológicos. A própria noção de verdade material, da natureza como reconhecida em termos de modelos, é derivada da noção de Deus. A ciência não existiria, se não fosse pela religião, pois ambos pensam no mesmo nível.

    LucasLucas ‒ sexta, 27 agosto 2010, 21:03 -03 # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.