Stoa :: Ateus e Ateísmo :: Fórum

Autor O Martir Cristao Jocaxiano e o Estuprador Espirita

A Crença em um Deus, como vimos acima, não apenas nos afasta do bom senso, da lógica e da verdade, mas também pode nos induzir a atos insanos como, por exemplo,  à Inquisição, às Cruzadas e, atualmente, “homens-bombas”, entre outros. Para entendermos a lógica por trás destes atos insanos propelidos pela fé irracional, mostraremos, a seguir, dois exemplos (fictícios): “O Mártir Cristão Jocaxiano” e “O Estuprador Espírita”. Tais comportamentos motivados pela crença irracional, apesar de seguirem uma lógica clara, produzirão resultados desastrosos. A explicação é que as suas premissas, isto é, as crenças em que se baseiam estão erradas, e apesar da lógica ser cristalina, se as premissas são errôneas as conclusões podem ser catastróficas [1].

 


I.3 - O Mártir Cristão Jocaxiano

 

O Mártir Cristão Jocaxiano (MCJ) é uma excelente pessoa: um católico devoto de Deus e um ótimo pai. O MCJ quer o melhor para sua família e seus filhos, e fará tudo a seu alcance para dar o melhor a eles.

 

Pensando no futuro de seus filhos, MCJ recentemente teve uma excelente idéia: ele sabe que seus filhos ainda são crianças inocentes e, como um crente religioso fervoroso, também sabe que o paraíso é infinitamente melhor que a Terra e, portanto, o melhor lugar para se estar. Diante disso, MCJ tem um plano de mandar seus filhos para lá, porque isso garantiria a felicidade deles já, ao lado de Deus, além de evitar que, porventura, pudessem pecar e ir ao inferno.

 

MCJ sabe que para executar seu plano ele terá de matar seus filhos, mas isso não é problema, pois a vida aqui na Terra não é nada perante a eternidade no paraíso e seus filhos ficarão eternamente gratos por terem sido mandado a um lugar tão bom, ao lado de Deus.

MCJ, como um assíduo leitor da bíblia, tem consciência de que matar é pecado e que, quando mandar seus filhos ao paraíso, ele próprio irá para o inferno. Mas, como um bom pai, ele pensa primeiro em seus filhos e, por isso, vai assumir este martírio. Porém,  ainda tem uma esperança, pois, satisfazendo o desejo de Jesus - “Venham a mim as crianças” – e fazendo isso pelo bem delas, poderá, quem sabe, ter o perdão divino.

Como bom homem, MCJ está estudando, pela internet, confecção de bombas. Ele pretende também levar mais crianças ao paraíso colocando uma enorme bomba na maior escola infantil de seu bairro. Assim, fará o bem não apenas aos seus filhos, mas também às outras crianças.

Às vezes MCJ se pergunta como ninguém havia pensado nisso antes, e acha que só não foi feito porque não acreditavam realmente no paraíso, ou porque eram demasiadamente egoístas por temerem a danação eterna ao bem dos outros. MCJ sabe que Hitler também levou milhões de inocentes diretamente ao paraíso, para perto de Jesus e, por isso, vai escrever uma carta ao Papa propondo a sua canonização.

--//--


 

I.4- O Estuprador Espírita

 

O homem-pedófilo, espírita, andando pela calçada, vê uma criança e sente um desejo enorme de possuí-la. Mas, como adepto do espiritismo, ele não sabe se a criança MERECE ser estuprada ou não.

 

Então, ele começa a pensar:

 

"-Quem sabe aquela criança não é uma alma MÁ que PRECISA SER CASTIGADA pelo que cometeu em suas vidas passadas?"

 

"-Quem sabe ela não estuprou, ou empalou e matou milhares em suas vidas passadas?”

 

“-Como posso saber se ela MERECE ser castigada pelo que fez ou não?"

 

Ele reflete mais um pouco. Enquanto isso seu desejo aumenta, ele reflete um pouco mais, buscando mais dados em seu conhecimento sobre espiritismo:

 

"-Meu espírito viveu por um longo tempo e por muitas vidas eles sabem o que aconteceu no passado, a verdade! Se eles estão me EMPURRANDO através de meu desejo sexual para estuprar aquela criança, por certo é por que COM CERTEZA ela é CULPADA, e FEZ ALGO MUITO RUIM em suas vidas passadas!"

 

E finalmente conclui:

 

"-Mas eu nem deveria me preocupar com isso, se Deus e nem ninguém não me impedirem de praticar o ato, isso é simplesmente porque a criança MERECE MESMO sofrer!"

 

"-No espiritismo, nenhum sofrimento é em vão, todo sofrimento tem uma razão de existir!"

 

“-Ela deve sofrer uma EXPIAÇÃO!”

 

Decidido a castigar a criança MALÉVOLA e, claro, saciar seu desejo sexual, ele agarra a criança a leva para um local ermo onde a estupra covardemente!

 

Por fim, pensa:

 

"-ESTÁA FEITO! TEVE A EXPIAÇÃO QUE MERECEU, A DESGRAÇADA ! "

"-Obrigado meu espírito por me dizer o que fazer!"

“-Obrigado meu Senhor por ter me permitido fazer a justiça!”

 

Certo de que praticou um ato justo, vai embora.

 

Nisso, passa um senhor, também espírita, e vê a criança que acabou de ser estuprada, agonizando. Como ele é um adepto do espiritismo logo conclui:

 

"-QUE CRIANCA MALDITA!"

"-ERA TÃO PECADORA QUE TEVE A EXPIAÇÃO QUE MERECEU!"

"-MAS ACHO QUE AINDA NÂO FOI O SUFICIENTE!"

 

Ele vai até onde agonizava a criança, pega a sua caneta do bolso e a enfia no pescoço da criança, fazendo-a morrer sufocada pelo seu próprio sangue...

 

"-Agora sim maldita! Teve finalmente o que merecia!"

"-Só uma alma MUITO MÁ NO PASSADO poderia ter sofrido um castigo como este!"

“-Isso só prova que você era realmente uma alma MUITO Má!”

 

Dá então uma cuspida no rosto da criança morta, e vai embora achando que cumpriu seu dever de educar e fazer evoluir a pobre alma...

--//--

Palavras-chave: Ateísmo, Crença, Estuprador Espirita, Martir Cristao Jocaxiano

Cruel essa apresentação, diria que dolorida para a minha sensibilidade, ver dois personagens tendo em si a fé, a religião como fontes filosóficas para lhes ajudarem a caminhar nos seus dias a dias, e de repente frente apor exemplo uma das propostas de Jung, a de que ter uma Religião ou Teologia é interessante e saudável, para ajudar o indivíduo a ultrapassar os seus obstáculos possíveis na sua vida, acabe se tornando um sucesso das páginas dos jornais especializados em crimes hediondos, ou crimes a pessoa pura e simplesmente.

Talvez a sua apresentação se assemelhe ao fato real acontecido a anos atrás, na Romênia, que por si só reune dois fatos cruéis para com a Religião, aonde, num dos dois subfatos, uma freira, fora assassinada por um padre que se dizia exorcista e acreditava que assassinando a freira nos moldes mais dolorosos da tortura até a morte, estaria fazendo um bem pra ela e a humanidade, em nome de Deus. E o outro subfato mais doloroso do fato ocorrido, é que a freira, teve esse veridito do padre, considerado por si e todos os fiés como ministro de Deus, era esquizofrênica como acreditavam os conhecidos desta, e os especialistas forenses acreditavam que ela fosse. E pela doença, por ter alucinações, ser psicótica, levou o padre a decidir que esta era possuída pelo demônio, mercendo a exorcização que no fim se deu um homicídio. No entanto, não tendo chances duas vezes a sorte que quase todos tem nessa vida, que é a de nascer sã e livre da doença que aflinge a aqueles que não se tratam medicinalmente, esta deve ter procurado o refugio da religião para lhe proteger inclusive da doença, e não se prestar a ser negativa nas ruas. E morre por um índivíduo desta salvação acolhedora que a Religião se presta nessa horas de incompreensão que uma doença pode oferecer.

Porém isso é um fato, da mesma maneira que Jack o estripador, um nobre, não religioso e livre pensador, se submete a ser homicida, ou melhor um serial killer como interpretam no seu país, deixa-se pelo racionalismo, subjugar então por uma Moral, a de que as moçoilas deveriam morrer ante sua visão e suas premissas, de que estas não seriam nada mais do que vítimas de si pro´prias às suas decisões de prostituição.

Não sei, se não diria que as duas coisas apresentadas, de mundo filosóficos tão distantes e tão próximos entre si pelo fim acontecido, não seriam coisas para se advogar emdetrimento das besteiras defendidas ou por uma religiosidade, ou uma desenfreada busca da razão, sem que nas duas não ocorra a perceptível escorregada ao Desvio de Raciocínio. Sem que as duas não sejam estudadas não só mais pelo lado doDireito e não seja estudadas pelo lado da Genética, da MEdicina, e da Psicologia.

Porém, nem tudo, eu creio, e por isso eu chamo de texto cruel para com a sensibilidade, se tudo é assim, tão discrepante de "louco" no strictu senso da palavra, se considerado que nos dois casos existe a psicose, independente da Teologia ou racionalismo exacerbado de precauções da análise.

Existe o ato singelo, o fato merecedor de atenção, nas atitudes racionalizadas, ou embuídas de religiosidades, que são inocentes, positivas, construtivas, que independente do impregnado fator existencial do comportamento influenciado por algo na lógica deste, que é por si só merecedor de elogios. Pois salva vidas, ajuda a harmonia entre Humanos e não humanos, constrói por si só. E repara a sensação de maldade nas arestas do cristal mais complexo bem em cima do seu caminho, com vc descalço e no escuro. O caco de vidro mal enxergado.

E nisso pego pela crítica, pois nos seus dois personagens, mais os dois fatos sejam lendas na história da Criminologia Mundial, eles são exceções a regra do Ser Humano, sendo ser humano. Estes casos, ou causos, não passam de um desvio padrão a sociedade. E por si só, não por serem pequenos desvios, também não deixam de ser frutos da Sociologia, ou Psico Sociologia. Pois nos dois, ou quatro, ou sei lá quanto, só existem porque uma sociedade, as vezes pra lhe ser lucrativa, propicia, para que seres, embuidos de racionalidade em si, ou religiosidade em si, existam e justifiquem suas injustiças, ou impotências políticas. AS vezes nessa promiscuidade a fé ou a razão na massa, como fins apaziguadores e fomentadores de cegueira a ação política de poderosos, surgem alguns seres desvios padrões da curva Normal do comportamento dos habitantes daquelas região.

A religião, ou o ateísmo, podem ser mais do que manifestações individuais, mas sim propostas políticas subordinadas e patrocinadas por um corrupto ou honesto grupo, ou ser dominador de uma região. E nisso teremos o Brasil na década de 50 a 80 por exemplo para segura as poss´veis ondas de comunismo ou críticas as corruptos e uma sociedade injusta da época. E teremos a URSS das décadas também de 50 a 70, co o Stalinismo invocando no amis profundo de Marx a explicação do mal que é o ópio do povo, a Religião, pois na opressividade do regime estipulado por Stalin, a ateísmo era postivo a ele, pois diminua a sensibilidade e a compaixão da massa que por si só poderia se rebelar aos seus atos orpressivos, compaixão essa que a religão fomenta e induz ao não individual, a preocupação com o próximo, morriam em função da decisão do Estado e as explicações esfarrapadas deste a estes atos.

Cada uma delas Religião, ou Ateísmo numa Sociedade, apoiadas em alguém, citadas, ou citando. Levam os indíviduos a definir como imbecil, a ação religiosa como os marxistas consideram, ou ideológica pura como alguns cristãos consideravam por si só, ações individuais, mas todas eram pela propaganda, ou falta de opções e o único caminho a se seguir para poder sociabilizar, e sobreviver a dominação, que poderia ser rebelada pela massa dirigida, oprimida, e enganada. 

Vivo isso na periferia sul e sudoeste de S Paulo, onde moro a 2 anos, na tentativa de observar melhor a minha área de estudo numa região problema da cidade, e acabo por muitas vezes, vendo verdadeiros crimes ao Ser Humano, aonde se tiver bíblia na mão, independente de qq coisa, isso será o preconceito na análise da decência ou não dessa pessoa. E por vezes, vi estes sendo decentes, ou não, mas no fundo se observar, são decentes, pelas suas próprias personalidades, e suas respectivas criações ou carater. Mas usam isso como fundamentalmente uma exclusividade da religião que seguem. E porque disso, porque o governo e a Sociedade civil e militar da cidade, se viu falida em resposta a tanta violência. Pois se vc tiver 200 mil pessoas num lugar não será colocando 200 mil soldados neste mesmo lugar que vc controlará a violência, talvez aumentará, mesmo não tendo registros oficiais ou oficiosos desta. Pois por si só vc estará tendo violência, afinal será uma comunidade que só é regida pela existência da arma, do ostensivo, do uniforme, e o Humano é melhor do que isso. Porém existe o patrocínio dessa visão preconceituosa para que a religião seja uma resposta "menos violenta e cruel" a violência na periferia do centro urbano, culto, rico, e bem informado.

Não vou transformar em post este comenta´rio, foge da minha área de interesse. deixo o aqui para vc decidir se deve deixá-lo, ou deletá-lo. 

Mas será que vc pegando estes exemplos à Religião, não está fazendo o mesmo do que aqueles que estudaram muito menos que vc, e acreditam que aqueles que apenas tem a Bíblia debaixo do braço, não precisam do descarte do preconceito, sendo este hoje positivo em moda, ou negativo a 30 anos atrás também em moda, sendo chamados de crentes? Será que vc não comete o mesmo erro? Ou pior sendo vc um estudado e muito bem titulado?

Talvez pelo título, não conseguiram chegar no seu espírito crítico a uma possível obcessão, ou fanatismo. E o unico que poderá verificar seja apenas vc. Nem eu, e nem quero pois não tenho cacife teórico e mental pra isso.

Paquita

Benedito,
Para nao ficarmos com MEDO de onde a razao - e tambem as crencas -  possam nos levar ,
eu criei a Meta-Etica-Cientifica.
Com ela a razao pode ser levada ao seu grau mais elevado e ainda assim teremos a maxima felicidade.
Ou seja, nao basta a religiao ou o "ateismo sem principios", eh necessario uma etica baseada na razao:

http://stoa.usp.br/mec/files/-1/8604/mec.htm


Por outro lado, vc diz que a nao religiao gera necessariamente um regime opressor, totalitario. Eu nao concordo.
Nao existe apenas comunismo e socialismo, pode existir uma ampla gama teorica de politicas sociais sem nos prendermos apenas aos dois polos que vc menciona.
O regime politico pode estar atrelado a qqr religiao.
Poderiamos ter comunismo com catolicismo e capitalismo com ateismo (china) etc etc.

Uma coisa que vc deveria colocar nos seus estudos eh que a religiao
eh patrocinada pelo capitalismo porque cria uma MATRIX religiosa que
favorece o sistema.

Da uma lida nos guardioes da piramide:

[Este ensaio procura explicar como um sistema de produção, como o capitalismo, depois de crescer até se tornar uma ideologia política dominante, afeta todos os ramos de nossas vidas e como consegue se manter apesar de beneficiar apenas uma minoria.].

http://www.genismo.com/genismotexto44.htm

Evolução dentro da Doutrina Espírita, não é vingança. O mal jamais poderá ser resgatado pelo mal. Como Jesus afirma, somente o amor pode cobrir a multidão de pecados. Sua argumentação sobre a Lei de Talião cumprida por espíritas. É completamente equivocada. Somente um Ser tem condições para aplicá-la, ninguém mais. E nunca sem a Misericórdia, e a certeza que não nos será imputado um fardo maior do que nossos ombros puderem carregar. Olho por olho, e o mundo acabará cego. Mahatma.
Quem aceita um princípio aceita-lhe as conseqüências e deduções lógicas. É irrisório, com efeito, proclamar, como Verdade absoluta, a lei que se assenta um sistema, e aproveitar, ou querer aproveitar, as vantagens de outro sistema, baseado em lei oposta. O materialista proclama o princípio da — pura animalidade do ser humano, isto é, de ser o homem exclusivamente—matéria matéria animada, que se decompõe e entra no turbilhão universal desde que se dê o fato da morte. homem, pois, como o burro, vem à vida sem destino, ou com um destino efêmero e insignificante como os animais, e sai da vida como o burro, perdendo, completamente, sua individualidade. César e qualquer de seus escravos, Lafaiete e seu cavalo branco,o leitor e o seu cachorro são, em essência, a mesma coisa, tão bom como tão bom. Desde que saiamos do nada, e volvamos ao nada, após um minuto da Eternidade, não somos seres morais, mesmo porque não temos a quem prestar contas de nosso atos, principalmente, porque quer os façamos bons, quer os façamos maus, bons de serem santificados, maus de serem repulsivos, o resultado é o mesmo: vamos, bons e maus, sepultar-nos no nada. Portanto, isto que chamamos de responsabilidade moral é pura criação humana, em perfeita oposição à lei natural, que não exige nem impõe deveres aos seres que acabam no nada. Se o homem é, essencialmente, matéria, como o animal. Tem, essencialmente, as condições morais do homem, isto é, não tem este condição moral alguma. Exigir-se dele, pois, o que seria parvoíce e loucura exigir-se da besta, é invalidar a lei fundamental do materialismo. O que é moral sem sanção? Que sanção pode haver para seres que fulguram um instante como meteoros e desaparecem no nada? O materialista, pois, ou tem de negar a sua lei, de ser o homem exclusivamente, matéria, que se desmancha, que desfaz sua individualidade, ou tem de confessar que não é ele um ser sujeito a direitos e obrigações. Se a lógica a que o materialista recorre, para ajustar seu sistema, é coisa de valor, valor têm todas estas deduções por ela ditadas. O materialismo e a responsabilidade humana são idéias que se repelem, como se repelem as idéias das trevas e da luz. São convencionais, sim, estes princípios de direitos e de deveres, nos dirão os obcecados pelo espírito de sistema. O homem vive em sociedade — portanto, está sujeito às leis sociais. Aceitamos a declinatória, porque é a confissão de que naturalmente, o homem não é um ser moral, não tem, nem pode ter responsabilidade. Se, pois, é a sociedade que lhe empresta, pelo tempo de sua vida, aquela qualidade, é óbvio que a ela cumpre fazer efetiva sua lei, que o indivíduo social só a ela tem que prestar contas de seus atos Se a sociedade não puder e se o indivíduo não quiser, qual o meio de fazer respeitar aquela lei? A sociedade só aprecia o que é patente, e o indivíduo, muitas vezes, não patenteia o que faz; como chegar ao conhecimento da infração? Com a mão, de modo que todos vejam, eu distribuo benefícios, no intuito de ganhar fama e popularidade, para ascender aos mais elevadoos postos sociais. Com outra mão, e de modo que ninguém veja eu pratico todas as devassidões, todos os crimes, seguro da impunidade, visto que a sociedade só pode punir o que é patente, e o que faço não o é. Confessemos que a moralidade, a que se agarra o materialismo, para envernizar seu repulsivo sistema, é lógica e racionalmente, o bem construído sistema de imoralidades. A honra tanto como a infâmia são palavras várias de sentido, para quem vai ser reduzido a nada, e, se, por comprazer para com a sociedade, os homens ostentam a primeira, como ocultam a segunda, durante o tempo de sua vida, nem lucra com isto o indivíduo, nem lucra a sociedade. A moralidade do materialista pode ser comparada ao ensino que alguns sujeitos dão a certos animais, que, essencialmente, não são aptos para eles. Os bichos, diante do mestre, fazem como este lhes prescreve, mas, desde que vejam o mestre pelas costas, voltam aos seus hábitos naturais. O natural para o homem, se é Verdade o materialismo, é a satisfacão de todos os seus desejos, de todos os seus gostos, de todas as suas paixões. Se, pois, ele se constrange perante a lei social, que lhe exige a repressão de certos desejos, de certos gostos, e de certas paixões, não o fazem senão em público e, particularmente, voltam ao natural. A mulher, desde que guarde todas as aparências de fidelidade marido, tem satisfeito às exigências sociais! O filho, desde que em público mostre respeito aos pais, tem satisfeito às exigências sociais! O cidadão, desde que, ostensivamente, se mostre sério, honesto, bem-intencionado, tem satisfeito às exigências sociais! Não se quer a moral em ação, único meio de aperfeiçoamento individual e social; quer-se, apenas, a moral de simulação; exige-se do indivíduo que represente o papel de herói, seja embora um vil poltrão! Um sistema, que dá de si estas e outras deduções, rigorosamente lógicas, é um sistema condenado pela Razão, pela Consciência, pelo simples bom senso universal. Admira ver os homens de real merecimento enveredados por tão erradas sendas! É que eles abstraem as idéias, formam com elas o sistema, e regulam-se com sua obra, sem chegarem às conseqüências que delas resultam. E seja dito aqui: o positivismo, não aceitando senão o que é materialmente provado, cai, de olhos fechados, no mais ferrenho materialismo. Bezerra de Menezes.
Doutrina Materialista A inteligência do homem é uma propriedade da matéria; nasce e morre com o organismo. O homem não é nada antes, nada depois da vida corpórea. Conseqüências. O homem, não sendo senão matéria, não há de real e de invejável senão os gozos materiais; as afeições morais não têm futuro; os laços morais são quebrados sem retorno na morte; as misérias da vida são sem compensação; o suicídio torna-se o fim racional e lógico da existência, quando os sofrimentos são sem esperança de melhora; é inútil se impor um constrangimento para vencer os seus maus pendores; viver para si o melhor possível, enquanto estiver aqui; a estupidez de se incomodar e de sacrificar seu repouso, seu bem-estar, por outrem, quer dizer, por seres que serão aniquilados, a seu turno, e que jamais tornarão a ser vistos; deveres sociais sem base, o bem e o mal são coisas de convenção; o freio social é reduzido ao poder material da lei civil. "O materialismo, dizíamos nós, fazendo-se notar como não o fizera em nenhuma outra época, colocando-se como regulador supremo dos destinos morais da Humanidade, teve por efeito assustar as massas pelas conseqüências inevitáveis de suas doutrinas para a ordem social; por isso mesmo provocou, em favor das idéias espiritualistas, uma enérgica reação que deve provar-lhe que está longe de ter as simpatias tão gerais como supunha, e que se faz estranha ilusão esperando um dia impor as suas leis ao mundo. "Seguramente, as crenças espiritualistas do tempo passado são insuficientes para este século; não estão no nível intelectual de nossa geração; estão, sobre muitos pontos, em contradição com os dados certos da ciência; deixam no espírito idéias incompatíveis com a necessidade do positivo que domina na sociedade moderna; têm, além disso, o erro imenso de se impor pela fé cega e proscrever o livre exame; daí, sem nenhuma dúvida, o desenvolvimento da incredulidade entre o maior número; é bem evidente que, se os homens não fossem nutridos, desde sua infância, senão com idéias a serem mais tarde confirmadas pela razão, não haveria incrédulos. Quantas pessoas, reconduzidas à crença pelo Espiritismo, nos disseram: "Se se tivessem sempre apresentado Deus, a alma e a vida futura de maneira racional, jamais teríamos duvidado!" "Do fato que um princípio receba má ou falsa aplicação, segue-se que falta rejeitá-lo? Há coisas espirituais, como da legislação e de todas as instituições sociais, que é preciso apropriá-las ao tempo sob pena de sucumbirem. Mas, em lugar de apresentar uma coisa melhor do que o velho espiritualismo, o materialismo prefere tudo suprimir, o que o dispensa de procurar, e parece mais cômodo àqueles que a idéia de Deus e do futuro importuna. Que se pensaria de um médico que, achando que o regime de um convalescente não está bastante substancial para o seu temperamento, lhe prescrevesse nada comer? "O que se admira encontrar, na maioria dos materialistas da escola moderna, é o espírito de intolerância, levado aos seus últimos limites, eles que reivindicam, sem cessar, o direito de liberdade de consciência!... "... Há, neste momento, da parte de um certo partido, uma revolta contra as idéias espiritualistas em geral, na qual o Espiritismo se encontra naturalmente envolvido. O que procura não é um Deus melhor e mais justo, é o Deus matéria, menos incômodo porque não há contas a lhe prestar. Ninguém contesta, a esse partido, o direito de ter a sua opinião, de discutir as opiniões contrárias; mas o que não se saberia conceder-lhe é a pretensão, ao menos singular para os homens que se colocam como apóstolos da liberdade, de impedir, aos outros, crerem à sua maneira e discutir doutrinas que não partilham. Intolerância por intolerância. Uma não vale mais do que a outra..." Alan Kardec

A doutrina espirita nao fala em vinganca, da um nome diferente ( Expiacao)
a um  mal praticado em vidas passadas,
Da Wikipedia (http://pt.wikipedia.org/wiki/Expia%C3%A7%C3%A3o) encontramos:

Expiacao:
    * s. f., acto para aplacar a divindade;
    * castigo ou sofrimento de pena, imposto ao delinquente, como uma compensação do delito praticado;
    * penitência;
    * reparação;
    * (no pl.) preces para aplacar a divindade.

 
Ou seja, se um mal é praticado , nao existe vinganca, existe expiacao: uma pespecie de
"pagamento a posteriori" das "infracoes morais" praticadas em vida.

E pelo espiritismo : "NAO EXISTE SOFRIMENTO SEM UMA CAUSA MORAL", para os espititas tudo é "CAUSA E EFEITO" , "SE VC FAZ VOCE PAGA" aqui ou em "outra vida".

Portanto, nem um sofrimento é em vão ! Todos tem um papel "evolutivo" para fazer a alma evoluir e aprender.

Portanto, se alguem esta sofrendo, e como nao existe sofrimento em vão,  é porque sua alma esta sofrendo uma "expiacao" , porque ela merece ou precisa mesmo sofrer para que sua alma evolua ( ou aprenda) dos males feitos em vida passada. Para "aprender".

De um SITE ESPIRITA ( http://www.osgefic.org.br/index.php/pinga-fogo/115-pinga-fogo/325 ) temos:

" Expiar, segundo a definição vulgar, significa sofrer em função de alguma coisa. A expiação é necessária quando o Espírito, em sua escalada evolutiva, não cumpre o código divino que rege o universo, ou seja, quando por seus excessos, maldade ou por imprudência, fere as Leis de Deus.

A expiação consiste nos sofrimentos físicos e morais, resultados dos erros cometidos. Ela pode ocorrer na vida atual, na vida espiritual após a morte ou, ainda, em nova existência corporal. Costuma ser dolorosa e está sempre ligada a uma falta.

Baseando-se na Lei de Liberdade e na Lei de Ação e Reação, temos a certeza de que se faz necessário a colheita do que se plantou.
"

De outro site espirita ( http://viasantos.com/pense/arquivo/0158.html )  temos:

" A palavra expiação tem várias acepções (castigo, penitência, cumprimento de pena, sofrer conseqüências de, preces para aplacar a divindade etc.) que são comumente associadas à idéia de pecado e mortificação. Idéia essa estranha à concepção espírita. Considerando as várias acepções existentes, a que mais se acomoda ao que os espíritos colocaram é a de “sofrer conseqüências de”, em conformidade com o livre-arbítrio e a Lei de Ação e Reação.

Sobre a finalidade da encarnação, os espíritos respondem que “Deus a impõe com o fim de levá-los à perfeição. Para uns, é uma expiação, para outros, uma missão. Mas, para chegar a essa perfeição, eles devem sofrer todas as vicissitudes da existência corpórea: nisto é que está a expiação
.” (2)  "

EM RESUMO :
Ou seja devemos sofrer para aprender , e PORTANTO so SOFRIMENTO È BOM !!!!
Seria comico, se nao fosse tao tragico.

Rui, seu discurso sobre o "homem materialista" incorre em duas falacias logicas:

1-Se o materialismo é verdadeiro deveriamos todos NAO ter moral e etica, pois a natureza nao tem isso.

2-E como a "nao-moralidade" e a "nao-etica" sao coisas  que produzem sofrimento, entao isto deve ser falso.

A primeira falacia eh que :
 O materiamismo NAO implica que nao possamos criar uma MORAL/ETICA HUMANA. A roda, o fogo, a eletricidade,
os carros, avioes, computadores TAMBEM foram descobertos e inventados pelos homens e NEM POR ISSO
deixam de ser utilizados e sao uteis. Da mesma forma uma moral humana pode ser construida ( e muitas vezes é)
e nem por isso vai ser ( ou é ) algo ruim.
Outra coisa é que a moral humana NAO È ARBITRARIA nem totalmente construida pelos homem, MUITO PELO CONTRARIO,
toda etica e moral esta alicercado em que o ser humano se DESENVOLVEU EM SOCIEDADE e seu codigo genetico
sofreu pressao seletiva para que o homem se ADEQUE MORALMENTE aa sociedade. Ou seja: A moral NAO EH NEM DEVE SER
totalmente arbitraria, mas em conformidade com nossos instintos geneticamente codificados durante milhares de
anos por selecao natural. ( http://www.genismo.com/psicologia2.htm )

A segunda Falacia eh achar que o universo deve ser "bonzinho" e que portanto deus e espiritos ou almas
devem existir. O UNIVERSO NAO PRECISA SER "BONZINHO" , a natureza esta se "lixando" para
a felicidade humana: Se sofremos, se um meteoro causar o caos isso nao significa nada mais do que
AZAR.  Nao eh por que o universo nao eh bom que isso deve implicar que deus existe e que algo bom
deva compensar o que sofremos !!!
Isso eh ingenuidade em seu limite extremo !!

Sobre a falta de objetivo ao homem, eu realmente creio que devemos
caminhar para a construcao de "DEUX":

O projeto FELICITAX se destina a construção de DEUX:


http://stoa.usp.br/deux/files/-1/8794/deux.htm

Conceitos retirados da wikipedia, e que sejam tomadas por definições de uma Doutrina que o Senhor desconhece, podem ser ótimos na sua opinião. Mas revelam um desconhecimento do assunto. Talvez lhe tenha passado desapercebido a afirmação, de que o mal não pode ser resgatado pelo mal. "O mal apenas é reparado pelo bem, e a reparação não tem nenhum mérito se não atingir a pessoa no seu orgulho, nos seus interesses materiais". (Livro dos Espiritos) O mal é sempre o mal, não importa que se revista de um psicopata, a quem o Senhor de uma forma arbitrária, atribuiu inadvertidamente a menção de Espírita. Pois a lógica utilizada por este psicopata, está totalmente destituída de qualquer embasamento moral que a DE, ou qualquer outra doutrina religiosa que se preza, fomenta entre os seus seguidores. Além de ser uma falácia, qual a reflexão que uma criança poderia retirar, da violência exercida contra ela? Quanto a dor física, esta é um fenômeno, a essência da dor é moral. O sofrimento que se impingi com vistas ao melhoramento, é portanto, o sofrimento moral. Quanto ao mal físico, que é decorrência de um abuso, fazem parte das leis naturais. Abuse da própria mesa, e uma dor de barriga será o efeito. Quanto ao Site que o Senhor me indicou. Só se pode ter uma idéia da DE recorrendo a fonte. Esta está presente na Codificação. Estou lendo suas outras objeções, depois respondo.
Mais uma informação. Desconheço Espíritas que não reagem contra a dor física, movimentando todos os seus recursos para a ela se subtraírem. Se a dor física é o meio natural de depuração, como o Senhor pensa, não seria normal que a ela nos submetêssemos, sem procurar os meios para debelá-la?
Violência alguma pode ser usada como justificativa para a depuração do Espirito. Jesus afirmou, não se pode combater o mal, com o mal. Não se pode combater a violência, com a violência. Deseja que a Doutrina que ele mesmo afirma, o Pai lhe entregou. E que é o embasamento moral da DE. Possa validar o absurdo que o Senhor postou?

Olha, o que eu posso dizer é só o seguinte.

Jung escreveu 5 "coisas" que podem ajudar ao homem e a mulher e o seu dia a dia.

Uma delas, que um Ser Humano deve ter uma Teologia, ou religião para poder melhor enfrentar os obstáculos na rotina.

Apenas isso.

E um outro não me lembro o nome. Não sei se  é Madame Klein, ou Lotte, porém o que se diz é o seguinte:

Vc precisa Sonhar, pois isto é uma simulaçao com dor, e emoção numa tentativa próxima daquilo que vc vai enfrentar amanhã. Portanto, o sonho é uma coisa positiva a saude mental, já que este lhe prepara, o ajuda a decidir, se empenhar, ter vontade.

 

Portanto, o racional pode ser demente, o emocional pode ser demente.

O Logo da coisa, é como e quem vê a demência. Pois quase sempre o demente, contrói o modelo e o segue a risca. Ele não tem parâmetros e se o tem ele descarta, ele o ignora.

O excesso de equilíbrio, o excesso de certeza, é uma grande paranóia. Onde algo que nada tem a haver com filosofia, ou psicologia, muito menos antropologia. E sim Fìsica, aonde depois que se percebeu que com toda a matemática do planeta desdea a pior até a melhor, nada consegue dizer com determinismo a posição da partícula num orbital.

Depois disso querer fechar uma restrição a um unico lado das coisas, ou outro é empacotar a possibilidade de julgar seus problemas por diversos ângulos de visão, apenas por um único.

E sabemos que verdade não existe. Logo o espírita estrupador não existe, existe um homem que estrupa,  e o rotulam como espirita estrupador como desculpa a generalização.

 

Paquita

 

A segunda Falacia eh achar que o universo deve ser "bonzinho" e que portanto deus e espiritos ou almas devem existir. O UNIVERSO NAO PRECISA SER "BONZINHO" , a natureza esta se "lixando" para a felicidade humana: Se sofremos, se um meteoro causar o caos isso nao significa nada mais do que AZAR. Nao eh por que o universo nao eh bom que isso deve implicar que deus existe e que algo bom deva compensar o que sofremos !!! Isso eh ingenuidade em seu limite extremo !! Somente ao ler esta conclusão, nada mais precisaria dizer. Mas tenho algumas questões para o Senhor. Se a moral não exige reflexão, e está inserida em nosso código genético. Por que meios ela terá evoluído? A Sociedade que justificava a escravidão é intrinsicamente diferente da nossa? Por que motivos? A ética é fruto da técnica? E se desenvolve com esta? Ou há um fator externo contribuindo para que ela se insira na cultura, cultura esta de onde se desenvolve a consciência. Se eu tivesse que procurar este fator, em nossa Sociedade Ocidental. Os unicos juízos de valor, que se impõe frente aos juízos de realidade submetidos aos fatos. São os de origem mistica.
Moral não existe sem ideal. Ideal não se desenvolve sem reflexão. Reflexão não se aplica sem sanção. Grande Abraço. Rui Campos
Dor física é fenômeno. Somente a dor moral pode fazer refletir o espírito com vistas a sua evolução. Dor física nos lembra os cuidados que devemos ter com o corpo físico. Abuse da mesa, a dor de barriga será o modo para corrigir este erro. A pobreza corrige o orgulho. Mas ferros em brasa, somente podem provocar a revolta. E a perpetuação da violência.

Rui, Eu nao tomei o conceito de "expiacao" apenas da wikipedia, leia meu posto novamente :
Ha outros dois sites espiritas que afirmam a mesmoa coisa.

Vc sita :
""O mal apenas é reparado pelo bem,
 e a reparação não tem nenhum mérito se não atingir a pessoa no seu orgulho, nos seus interesses materiais". (Livro dos Espiritos)"

Percebeu? para os espiritos o sofrimento NAO eh um mal e sim um BEM pois faz o REPARO de erros
cometidos em vidas passadas ou nessa vida levando a alma a EVOLUIR. Assim todo sofrimento
tem uma razao de existir: A evolucao da alma E PORTANTO UM BEM.

Exatamente ai que mora toto erro e perigo desta doutrina, tao bem EXPOSTA no texto do "Estuprador Espirita".

Vc ainda pergunta:

"... qual a reflexão que uma criança poderia retirar, da violência exercida contra ela? "

Exatamente isso que vc deve explicar segundo sua doutrina.
Se todo sofrimento eh CONSEQUENCIA DE UMA ACAO PASSADA o que a crianca poderia retirar disso?
Para um ateu nao ha nenhuma duvida: O mal exioste e nao precisa ser consequencia de nenhuma reparacao anterior.
Pode ser puro azar ou um ato de uma pessoa ma que NAO necessariamente precisa ser punida por isso !
Mas para o espirita isso nao existe entao eu devolvo a voce a pergunta:
COMO VOCE EXPLICA O SOFRIMENTO DA CRIANCA DENTRO DO ESPIRITISMO0?!?!?!?!!?


Entretanto parece que voce mesmo :
"Quanto a dor física, esta é um fenômeno, a essência da dor é moral. "

Ou seja parece desprezar a dor fisica sofrida pela crianca... Estranho....

Cabe a VOCE explicar as RAZOES dentro do espiritismo do sofrimento da crianca.
Ou vc acha que APENAS a dor moral eh verdadeira?

Em seguida voce afirma :

"...Se a dor física é o meio natural de depuração, como o Senhor pensa, não seria normal que a ela
nos submetêssemos, sem procurar os meios para debelá-la? ..."

Eu como ateu, NAO estou dizendo que a dor fisica eh um meio natural de deparacao ou de aprendizagem ou de evolucao.
QUEM AFIORMA ISSO SAO OS ESPIRITAS atraves do se conceito de EXPIACAO. Portanto cabe a tu explicar isso dentro da doutrina.
E volto a te perguntar , Dentro do espiritismo:
EXISTE SOFRIMENTO (fisico ou moral) GRATUITO?
EXISTE SOFRIMENTO QUE *NAO* SEJA CONSEQUENCIA DE UMA CAUSA PASSADA?

Em seguida vc nega de novo sua doutrina, ou seja, parece que vc mesmo DESCONHECE
o que vc segue:
"..Violência alguma pode ser usada como justificativa para a depuração do Espirito..."

CONTRADICOES sao inerentes aas religioes baseadas em deidades pois a propria deidade eh
uma contradicao. Entao sua doutrina diz que o sofrimento eh necessario para depurar o espirito
e depois diz que nao eh. Sendo o espiritismo uma religiao, eh NATURAL que esteja REPLETA
de CONTRADICOES.

Talvez vc devesse fundar um NOVO ESPIRITISMO onde nao existiria o conceito de "EXPIACAO".
Voce parece desconhecer este conceito fundamental dentro da religiao que vc parece desconhecer.


depois eu continuo....

"Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal, com o mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;" (Mateus 5 : 39) Por mais esclarecedoras que nos pareçam as postagens que fizemos. Cumpre combater um posicionamento cristalizado em preconceito. A dor por si só não tem capacidade para redimir a ninguém, é necessário a reparação. Nada terá resgatado a criança que sofreu a violência, pois o sofrimento destinado a despertar a necessidade de reajuste, é aquele que nos faz refletir sobre a nossa condição. Nenhuma reflexão terá proporcionado o psicopata a criança. Sofrer a violência de mesmo teor, a qual tenhamos perpetrado em vida passada, não proporciona resgate algum a ninguém. O fraco que não se vinga do forte, apenas por lhe faltar a oportunidade, ou a força necessária, nada terá resgatado ao sofrer esta violência. Não adianta vestir o cilício, ou minar a saúde do corpo pela privação voluntária. Eis o maior erro da sua proposta. A dor-expiação, que é a consequencia dos erros do passado, reflete-se de dentro para fora, nos desajustes que nós próprios criamos com nossa cólera incontrolável, do egoísmo, da maldade com requintes de sadismo, e não através de uma agressividade externa. Ela tem origem anímica “é a responsável pelo desencadeamento, na criatura encarnada, de manifestações degenerativas do organismo físico (mal-formações congênitas, cânceres etc.) tanto quanto de perturbações mentais, ao mesclar crises de intenso remorso com depressões profundas e manifestações esquizofrênicas de difícil solução”. Não se pode combater o mal, com o mal. Não se pode combater a violência, com violência. Não se pode combater a agressividade, com agressividade. A reencarnação não é um processo punitivo, e o sofrimento com vistas a evolução é aquele que nos atinge moralmente, fazendo refletir sobre a nossa condição. Se fomos orgulhosos, poderemos nascer em condição humilde. Se abusamos de nossa inteligência em prejuízo do próximo, poderemos nascer com dificuldades de expressão desta mesma inteligência.

Vc ainda disse:

"...Quanto a dor física, esta é um fenômeno, a essência da dor é moral. O sofrimento que se impingi com vistas ao melhoramento, é portanto, o sofrimento moral...."

Esta é oOutra falacia que vc quer colocar eh a diferenciacao , a classificacao da dor em dor moral e dor fisica.
Sofrimento é sofrimento nao importa se vem de algo moral ou nao.
Desde a antiguidade , e ateh nossos tempos, se combate erros morais com sofrimento fisico: Chibatadas e castigos diversos para os infratores estao em todas as religioes antigas.
Mesmo em varios codigos penais modernos existe o aprisionamento, que nada mais eh que o sofrimento imposto fisicamente mediante a CLAUSURA FISICA.

Achei uma perola interessante dos espiritas, APOLOGIA AO SOFRIMENTO, PASMEM:

" Ao homem que, *não fazendo o mal*, também nada faz para libertar-se da influência da matéria, que nenhum passo dá para a perfeição, tem que recomeçar uma existência de natureza idêntica à precedente. Fica estacionário, podendo assim prolongar os sofrimentos da expiação.  
 "  O LIVRO DOS ESPÍRITOS – 76a. ed. - Kardec.  (Paris, 18-4-1857)
http://www.guia.heu.nom.br/sofrimento_humano.htm


Ou seja parece haver necessidade de PRATICAR O MAL para haver evolucao !!!!
Por isso que disse que no espiritismo o sofrimento eh um BEM !!!!!!


Outras do mesmo site:


 "Abençoa as dores que te ferem o espírito e estraçalham o coração.  Essa amarguras atrozes obrigam-te a calar, para que a verdade te fale à consciência.
Emmanuel - (Renúncia)  [55 - página 104]"


"A dor é o preço sagrado de nossa redenção...
Emmanuel - (50 Anos Depois)  [55 - página 104]"

"aflição e amargura são processos de sublimação que o Mundo Maior nos oferece, a fim de que a nossa visão espiritual seja acrescentada.
Emmanuel - (Reformador - 10/953)  [55 - página 105]"


"Não basta sofrer simplesmente para ascender à glória espiritual. Indispensável é saber sofrer, extraindo as bênçãos de luz que a dor oferece ao coração sequioso de paz
Emmanuel - (Vinha de Luz)  [55 - página 105]"


"A dor espreitar-nos-á a existência, porque a dor é selo do aperfeiçoamento moral no mundo...
Emmanuel - (Ave, Cristo!)  [55 - página 106]"

"O sofrimento é a forja purificadora, onde perdemos o peso das paixões inferiores, a fim de nos alçarmos à vida mais alta...  Quase sempre é na câmara escura da adversidade que percebemos os raios da Inspiração Divina, porque a saciedade terrestre costuma anestesiar-nos o espírito....
Emmanuel - (Ave, Cristo!)  [55 -página 106]"

Benedito disse:

"... Jung escreveu 5 "coisas" que podem ajudar ao homem e a mulher e o seu dia a dia.
Uma delas, que um Ser Humano deve ter uma Teologia, ou religião para poder melhor enfrentar os obstáculos na rotina.
Apenas isso. ..."


Benedito, claro que a ILUSAO e o AUTO-ENGANO podem muitas vezes trazer algum alento
e felicidade, mas tomar as ilusoes e enganos como VERDADES eh PERIGOSISSIMO e
na maioria das vezes causa muito mais destruicao, sofrimento e morte do que
a simples e boa VERDADE. Veja, por exemplo, todas as guerras e conflitos religiosos
e mandamentos morais que impuseram aos seres humanos em nome dessas crencas absurdas.

Portanto , no final, eh muito melhor padecermos na verdade do que nos confortarmos na ilusao.

depois continuo...

Quanto a história absurda que o Senhor criou. Cumpre dizer que o esquecimento do passado é condição para o resgate. E que não podemos nunca afirmar qualquer coisa sobre a condição atual de ninguém. É cego nesta vida porque pecou? Ou é cego nesta vida, para vencer as barreiras da cegueira em benefício daqueles que lhe partilham a mesma condição? Punição ou Missão? Quem poderá dizer? O posicionamento que o Espírita deve ter diante daquele que sofre, está descrito na codificação, para evitar qualquer posicionamento com base nesta falsa interpretação que o senhor fez: Não digais, pois, quando virdes atingido um dos vossos irmãos pela dor: “É a justiça de Deus, importa que siga o seu curso.” Dizei antes: “Vejamos que meios o Pai misericordioso me pôs ao alcance para suavizar o sofrimento do meu irmão. Vejamos se as minhas consolações morais, o meu amparo material ou meus conselhos poderão ajudá-lo a vencer essa prova com mais energia, paciência e resignação. Vejamos mesmo se Deus não me pôs nas mãos os meios de fazer que cesse esse sofrimento; se não me deu a mim, também como prova, como expiação talvez, deter o mal e substituí-lo pela paz.” Evangelho Segundo o Espiritismo.
Do mesmo Site. O sofrimento de muitos homens, na essência, é muito semelhante ao do menino que perdeu seus brinquedos. Emmanuel - O homem é o causador de seus sofrimentos materiais e de seus sofrimentos morais. Mais ainda, porque os sofrimentos materiais algumas vezes independem da vontade; mas, o orgulho ferido, * a ambição frustrada, * a ansiedade da avareza, * o ciúme e inveja, * todas as paixões, são torturas da alma. Fazem-lhe a infelicidade: * a vaidade, * a ambição * e a cobiça desiludidas. Se se colocar fora do círculo acanhado da vida material, se elevar seus pensamentos para o infinito, que é seu destino, mesquinhas e pueris lhe parecerão as vicissitudes da Humanidade. Aquele que só vê felicidade na satisfação do orgulho e dos apetites grosseiros é infeliz, desde que não os pode satisfazer, ao passo que aquele que nada pede ao supérfluo é feliz com os que outros consideram calamidades. Mas, também, lhe é facultado raciocinar sobre os meios de obter consolação e de analisá-los. Essa consolação ele a encontra no sentimento cristão, que lhe dá a esperança de melhor futuro, e no Espiritismo que lhe dá a certeza desse futuro.
A dor é a condição inerente a todo o ser humano. Todos sofrem em virtude da dor, nos dizem de todos os lugares. Cumpre então bem sofrer, ou mal sofrer. Mas há formas de como esta dor se nos apresenta. Aquela que tem sua origem nos males do corpo físico, e que são alertas do organismo para nos avisar que algo vai mal em seu funcionamento. As dores que são resultado da violência. E as dores morais que se originam da consciência. Para as primeiras cumpre nos dirigir a um médico. Para as segundas, verificar a causa imediata desta violência com vistas a evitá-la no futuro, se esta reside em nossa irracibilidade a qual devemos evitar, se demonstramos nossas posses ostensivamente, quando deveríamos ser mais comedidos, ou aquelas que não podemos evitar em virtude de vivermos em um mundo violento, tratemos de mudá-lo ativamente por nossa atitude em favor da paz. E por fim as dores morais, que são o meio utilizado por excelência com fins a evolução espiritual. Todo o sofrimento pode ser encarado de duas formas, como obra do acaso, má sorte, fortuna, e que não tem nenhuma função, a não ser nos levar ao desespero e a tristeza. E o sofrimento que nos serve de aprendizado, que incita a paciência, que é minimizado em suas conseqüências, pelo posicionamento ativo e positivo que nos proporciona o Espiritismo. Qual será o posicionamento mais sábio? Utilizarmos a dor em nosso próprio benefício, minimizando as suas conseqüências e a sua importância,com vistas a obtenção da virtude, que acreditamos, nos abrirá as portas da felicidade. Ou encará-la como resultado de forças cegas que desconhecemos, e portanto não suscetíveis de serem evitadas, deixando que sigam o seu curso, pois nada há a ser fazer para remediá-las.

Benedito,
Vc escreveu:
"Vc precisa Sonhar, pois isto é uma simulaçao com dor, e emoção numa tentativa próxima daquilo que vc vai enfrentar amanhã. Portanto, o sonho é uma coisa positiva a saude mental, já que este lhe prepara, o ajuda a decidir, se empenhar, ter vontade.
Portanto, o racional pode ser demente, o emocional pode ser demente.
"
.
O importante eh vc saber que SONHO É SONHO e realidade eh realidade.
Claro que sonhos podem se tornar realidade e por isso eh bom sonhar.
Mas confundir sonhos com realidade, como disse antes eh perigosissimo.

EH UM NONSENSE TOTAL VC QUERER MANTER UMA BASE DE PREMISSAS COMO VERDADEIRAS E DESCARTAR AS CONSEQUENCIAS LOGICAS QUE ESTA BASE DE PREMISSAS LEVA SEM TAMBEM DESCARTAR AS PROPRIAS PREMISSAS QUE LEVARAM A ESTAS CONCLUSOES.

Eh isto que parece que vc esta querendo me dizer:
"- Olha vc acredita na sua religiao, mas nao pode ir muito fundo nela porque ela pode levar a absurdos"
Ou:
"-Viva em seu mundo de crencas falsas ateh o limite do BOM SENSO."

Percebeu?  Isso eh viver irracionalmente.

Se vc acredita em sua religiao deve ir as ultimas consequencias do que ela implica
COMO FEZ O MARTIR CRISTAO JOCAXIANO ou entao DESCARTE AS PREMISSAS.
Isto sim eh ser COERENTE.

---
Vc ainda diz:
"E sabemos que verdade não existe."

Vc esta me dizendo que "Deus existe" nao pode ser verdade e portanto eh uma afirmacao FALSA?

Jocax disse:
"A segunda Falacia eh achar que o universo deve ser "bonzinho" e que portanto deus e espiritos ou almas devem existir. O UNIVERSO NAO PRECISA SER "BONZINHO" , a natureza esta se "lixando" para a felicidade humana: Se sofremos, se um meteoro causar o caos isso nao significa nada mais do que AZAR. Nao eh por que o universo nao eh bom que isso deve implicar que deus existe e que algo bom deva compensar o que sofremos !!! Isso eh ingenuidade em seu limite extremo !!"

Rui disse:
"Somente ao ler esta conclusão, nada mais precisaria dizer."

Eu digo: MANTENHO PALAVRA POR PALAVRA O QUE EU DISSE.

Vc me pergunta:
"...Se a moral não exige reflexão, e está inserida em nosso código genético. Por que meios ela terá evoluído?.."

Veja bem, podemos tomar a etica como a normatizacao da moral. E portanto merece toda reflexao possivel.
Entretanto, DENTRO DESTE PROCESSO REFLEXIVO devemos levar em conta que a moral eh parte SIM de nosso codigo genetico.
E que a etica deve vizar a felicidade e a felicidade nao pode ir contra os genes: Somos seres darwinianos, evoluidos por selecao natural e portanto
uma MIRIADE de algoritmos mentais estao em todos os individuos para tentar preservar os genes.
NAO SOMOS ROBOS DESPROVIDOS DE SENTIMENTOS, nossos sentimentos sao evolutivamente moldados e portanto a moral e a etica
NAO podem ser feitos DESPREZANDO o que nos faz feliz ou infeliz ! E a felicidade depende dos sentimentos que depende dos genes.

Da uma olhada neste texto:
"Os códigos morais estão escritos nos nossos genes?
The New York Times /Nicholas Wade
De onde vem as regras morais? Da razão, dizem certos filósofos. De Deus, asseguram os crentes. Mas dificilmente leva-se em consideração uma fonte atualmente defendida por vários biólogos. A evolução."
http://www.genismo.com/psicologiatexto52.htm
.
"Psicologia e Genética: O que Causa o Comportamento?
Por: Marco Montarroyos Calegaro, MSc
A genética comportamental é uma disciplina científica que estuda os mecanismos genéticos e neurobiológicos envolvidos em diversos comportamentos animais e humanos. Podemos caracterizá-la como uma área de intersecção entre a genética e as ciências de comportamento. "
http://www.genismo.com/psicologiatexto2.htm
.
"Por que o lar não tem importância
do Prospect by Judith Roch Harris*, 22/05/2007
Ao contrário do que afirmam alguns especialistas, uma pesquisa mostra que o ambiente familiar em que crescemos não é decisivo para a formação da nossa personalidade"
http://www.genismo.com/psicologiatexto49.htm

"O Direito sob a Ótica da Biologia Evolucionária
Por: Atahualpa Fernandez
A proposta deste trabalho é oferecer, sob uma perspectiva evolucionista, uma (re)interpretação crítica sobre a gênese e a evolução, o objeto e o propósito, assim como os métodos criteriais úteis para a interpretação, justificação e aplicação do direito prático moderno. Tudo com vistas a pôr o pensamento filosófico e a teoria formal contemporânea da racionalidade ao serviço da hermenêutica e da argumentação jurídica."
http://www.genismo.com/psicologiatexto24.htm

Vc me pergunta:
"A Sociedade que justificava a escravidão é intrinsicamente diferente da nossa? Por que motivos? "

A sociedade era diferente, mas os seres que nela viviam nao.
Por esta razao a etica devem ser muito bem elaborada. O fim da escravidao veio justamente
do fato que o escravo e o seu senhor SAO GENETICAMENTE MUITO SEMELHANTES  e portanto
devem sentir de forma semelhante. Muito difderente de uma barata e um seer humano.

Interessante que a biblia apoia a escravidao:
"''Servos, sedes submissos, com todo o temor aos senhores, não só aos bons e humanitários, mas também aos maus''.
- I Pedro 2:18"
" que um homem pode vender a sua filha em escravidão (Êxodo 21:7)"
" Levítico 25:44 afirma que eu posso possuir escravos,
tanto homens quanto mulheres, se eles forem comprados de
nações vizinhas. "

----------

Vc disse:
"A ética é fruto da técnica?
E se desenvolve com esta?
Ou há um fator externo contribuindo para que ela se insira na cultura, cultura esta de onde se desenvolve
a consciência. Se eu tivesse que procurar este fator, em nossa Sociedade Ocidental.
Os unicos juízos de valor, que se impõe frente aos juízos de realidade submetidos aos fatos.
São os de origem mistica
."
.
.
A etica deveria ser fruto da moral , da tecnica e do conhecimento evolutivo.
Eh o que eu PROPONHO na "Meta-Etica-Ceintifica":

"A “Meta-Ética-Científica”, ou simplesmente MEC, é uma construção Científico-Filosófica destinada a “normatizar” a moral e a ética, isto é, transportá-las para o domínio da ciência, onde as regras são claras, objetivas e racionais. A palavra “Meta”, da MEC, indica que não se trata de uma ética específica para ser utilizada num determinado contexto ou em algum ambiente social particular, mas sim de um conceito filosófico abrangente, em que todas as demais éticas, específicas e particulares, deverão estar a ela subordinadas. A MEC deve ter, portanto, um campo de ação bem abrangente, e nem mesmo deve se restringir à espécie humana.

 

A MEC é formada pela união de dois conceitos filosófico-científicos: uma extensão derivada do utilitarismo clássico, e a fórmula Jocaxiana de Felicidade. Antes de nos aprofundarmos na MEC, convém darmos uma olhada nos conceitos de “Ética” e “Moral”, e em seguida definirmos Felicidade. ..."

http://stoa.usp.br/mec/files/-1/8604/mec.htm

Rui, Vc disse:
"A reencarnação não é um processo punitivo,
e o sofrimento com vistas a evolução é aquele que nos atinge moralmente,
fazendo refletir sobre a nossa condição.
Se fomos orgulhosos, poderemos nascer em condição humilde.
Se abusamos de nossa inteligência em prejuízo do próximo, poderemos nascer com dificuldades de expressão
desta mesma inteligência."

VC NAO RESPONDEU MINHAS PERGUNTAS:
1-COMO VC EXPLICA O SOFRIMENTO NA CRIANCA ESTUPRADA PELAS LEIS ESPIRITAS.
2-O QUE VC TEM A DIZER DO CONCEITO DE EXPIACAO QUE COPIEI DOS SITES ESPIRITAS?


Vc disse :
"...“Vejamos que meios o Pai misericordioso me pôs ao alcance para suavizar o sofrimento do meu irmão. Vejamos se as minhas consolações morais, o meu amparo material ou meus conselhos poderão ajudá-lo a vencer essa prova com mais energia, paciência e resignação. Vejamos mesmo se Deus não me pôs nas mãos os meios de fazer que cesse esse sofrimento; se não me deu a mim, também como prova, como expiação talvez, deter o mal e substituí-lo pela paz.” ..."

Foi EXATAMENTE ISSO QUE O ESTUPRADOR ESPIRITA REFLETIU ANTES DE ESTUPRAR A CRIANCA:

"... 
Então, ele começa a pensar:
"-Quem sabe aquela criança não é uma alma MÁ que PRECISA SER CASTIGADA pelo que cometeu em suas vidas passadas?"
"-Quem sabe ela não estuprou, ou empalou e matou milhares em suas vidas passadas?”
“-Como posso saber se ela MERECE ser castigada pelo que fez ou não?"

E finalmente conclui:

"-Mas eu nem deveria me preocupar com isso, se Deus e nem ninguém não me impedirem de praticar o ato,
isso é simplesmente porque a criança MERECE MESMO sofrer!
"
"-No espiritismo, nenhum sofrimento é em vão, todo sofrimento tem uma razão de existir!
"
"

Vejamos mesmo se Deus não me pôs nas mãos os meios de fazer que cesse esse sofrimento; se não me deu a mim, também como prova, como expiação talvez, deter o mal e substituí-lo pela paz.” ..." Foi EXATAMENTE ISSO QUE O ESTUPRADOR ESPIRITA REFLETIU ANTES DE ESTUPRAR A CRIANCA: Deter o mal, é propagá-lo? Se o mal não pode ser extinto pelo mal. Se a violência não pode cessar pela violência. Como deseja deter o mal e substituí-lo pela paz, assassinando uma criança? Que benefícios o Sr. trará a ela? Isto não é Espiritismo Senhor, este é um psicopata que justifica o próprio erro com uma lógica totalmente distorcida do que prega uma Doutrina que presa pela vida. Alias, este psicopata bem poderia ser Ateu, já que por não temer castigo algum do Divino, na certeza de sua completa impunidade, não teria nenhum freio moral para cometer tal ato. O Sofrimento é inerente ao ser humano, mas nem tudo o que lhe acontece está predestinado. Qualquer incipiente estudante de espiritismo, verá que não há nada de verdadeiro nesta sua argumentação. Se o Senhor insiste em não ler as minhas postagens. O que posso fazer? Quer entender o Espiritismo? Leia as obras básicas.
Jesus veio desenvolver o entendimento sobre a Lei. Em lugar da Lei de Talião, olho por olho, dente por dente, ele veio afirmar que não devemos resistir a violência, com a violência. Não combater o mal, como o mal. Nem todo sofrimento purifica. Somente a reparação tem o poder de nos dar quitação a nossa própria consciência. Mas reparação alguma é levada a termo pela dor. Não resgatamos absolutamente nada através da dor. Caso isto fosse possível, então os Espíritas estariam desmentindo o próprio Cristo, que afirma não ser possível corrigir um erro, por outro erro. E a vingança, seria o recurso mais amplamente utilizado pela Providência. A criança sofreu uma morte horrível nas mãos de um psicopata. Nada mais podemos deduzir disto, a não ser lamentar o ocorrido. Rogando a Deus que ela obtenha nova oportunidade de aprendizado, em futuro próximo. Já que nesta vida, ela não pode atingir os objetivos previamente programados para a busca da sua felicidade. E a felicidade, dizem os Espiritos, depende da realização do Reino de Deus que está dentro de nós. E de todos.
Volto a repetir. Nem todo sofrimento purifica. A dor física não tem poder para resgatar coisa alguma. A dor que nos cumpre aceitar, com vistas a nossa melhora. É aquela que nos atinge o orgulho, o egoísmo, e a rebeldia frente as Leis Divinas do Amor e da Paz. A morte, e o sangue da justificação, os substituímos pela realização do caminho proposto por jesus. Dou por fim a minha participação neste tema. Se não me fiz compreendido, certamente é pela falta de recursos intelectuais e dissertativos, dos quais sou destituído. Grande Abraço. Quanto ao tema da Ética. Volto mais tarde para responder.

Finalizando.

O Senhor foi extremamente infeliz e deselegante, quando vinculou um psicopata com a DE.

Psicopatas não necessitam de justificativa para cometerem os seus crimes. Nenhum vinculo com qualquer denominação filósofica ou religiosa é utilizado por psicopatas para justificar a própria consciência.

E o que dizer de alguém, que desejando discutir sobre os pontos fundamentais de uma Doutrina, consulte sites da internet para embasar a sua argumentação?

Estudo a DE há mais de vinte e cinco anos, e estou longe de lhe entender todos os princípios.

O Senhor escreveu: E que a etica deve vizar a felicidade e a felicidade nao pode ir contra os genes: Somos seres darwinianos, evoluidos por selecao natural e portanto uma MIRIADE de algoritmos mentais estao em todos os individuos para tentar preservar os genes. A razão não pode sublevar o instinto? E de onde se origina este instinto? Da seleção natural? A seleção natural, posso estar enganado, é a apologia da luta em todas as suas formas, onde a livre concorrência, o egoísmo individual, a guerra, o direito do mais forte, são as bases para a evolução geral dos seres. Quando podemos, com base nesta seleção, erigir em ideal a luta, condenando mesmo a beneficência, e até mesmo a democracia por contrárias a seleção natural. Isto não significaria a renuncia mesma, de qualquer ponto de vista moral?
Quanto a "maior felicidade" que parece ser a base de sua ética. Stuart Mill disse certa vez "Mais vale um ser humano insatisfeito que um porco satisfeito; mais vale um Sócrates insatisfeito que um tolo satisfeito". Antes de mais nada, o Senhor teria que definir o que é este conceito de maior felicidade. Se acredita que a Felicidade produzida pelo espírito, pode ser maior que a obtida dos gozos mundanos. O Senhor teria que demonstrar ipso facto, o ideal envolvido, e de que forma estes princípios se imporiam a consciência, e que o resultado deste, fosse realmente a maior felicidade para todos. Isto, a meu ver, não pode ser construído por juízos de realidade submetidos aos fatos. A Ciência é Amoral.

Rui disse:

"Deter o mal, é propagá-lo? Se o mal não pode ser extinto pelo mal. Se a violência não pode cessar pela violência. Como deseja deter o mal e substituí-lo pela paz, assassinando uma criança? "

Rui vc parece nao conhecer a doutrina que segue.
PARA O ESPIRITISMO O SOFRIMENTO NAO EH UMA MAL !!!
Para o espiritismo o sofrimento eh uma forma de evolucao de aprendizagem e tambem uma forma de PAGAR o que fez em outras vidas ! EH a consequencia de uma causa passada.
.
Leia la sobre sofrimento DE NOVO:
.
"Abençoa as dores que te ferem o espírito e estraçalham o coração.  Essa amarguras atrozes obrigam-te a calar, para que a verdade te fale à consciência.
Emmanuel - (Renúncia)  [55 - página 104]"


"A dor é o preço sagrado de nossa redenção...
Emmanuel - (50 Anos Depois)  [55 - página 104]"

"aflição e amargura são processos de sublimação que o Mundo Maior nos oferece, a fim de que a nossa visão espiritual seja acrescentada.
Emmanuel - (Reformador - 10/953)  [55 - página 105]"


"Não basta sofrer simplesmente para ascender à glória espiritual. Indispensável é saber sofrer, extraindo as bênçãos de luz que a dor oferece ao coração sequioso de paz
Emmanuel - (Vinha de Luz)  [55 - página 105]"


"A dor espreitar-nos-á a existência, porque a dor é selo do aperfeiçoamento moral no mundo...
Emmanuel - (Ave, Cristo!)  [55 - página 106]"

"O sofrimento é a forja purificadora, onde perdemos o peso das paixões inferiores, a fim de nos alçarmos à vida mais alta...  Quase sempre é na câmara escura da adversidade que percebemos os raios da Inspiração Divina, porque a saciedade terrestre costuma anestesiar-nos o espírito....
Emmanuel - (Ave, Cristo!)  [55 -página 106]"


PARA O ESTUPRADOR ELE NAO ESTAVA FAZENDO UM MAL A CRIANCA E SIM UM BEM !

Rui disse:
"...O Sofrimento é inerente ao ser humano, mas nem tudo o que lhe acontece está predestinado...."
.
Veja bem Rui, me responda:
ALGUEM QUE COMETE UM ERRO GRAVE EM UMA VIDA PASSADA POR ACASO SABE QUAL DELITO COMETEU EM SUA VIDA PASSADA PARA ESTAR PAGANDO ( SOFRENDO UMA EXPIACAO ) NESTA VIDA???
.
Deus ou os espiritos por acaso DIZEM AA PESSOA a RAZAO de seu sofrimento???
.
OBVIO QUE NAO !
.
A doutrina diz que a pessoa vai sofrer uma expiacao mas NINGUEM LHE CONTA O DELITO QUE COMETEU EM SUA VIDA PASSADA !!!
.
Por esta razao um sofrimento APARENTEMENTE SEM SENTIDO pode , segundo esta doutrina, ter um MOTIVO SERIO por de tras, algum crime GRAVE cometido em outras vidas e POR ESTA RAZAO o "estuprador espirita" nao poderia ter certeza de que a crianca MERECIA OU NAO SER PUNIDA !
.
Como no espiritismo TUDO EH CAUSA E EFEITO , nao existe sofrimento sem causa entao o estupro da crianca foi algo que a fez evoluir e pagar seus errosde outras vidas JA QUE NINGUEM NEM DEUS O IMPEDIU DELA SOFRER SUA EXPIACAO !

Rui disse:
" Mas reparação alguma é levada a termo pela dor. Não resgatamos absolutamente nada através da dor.  "

Rui vc nao conhece a doutrina que segue, aconselho vc a FUNDAR SUA PROPRIA DOUTRINA onde  nao ha reparacao pela dor.


NO ESPIRITISMO ESTA CLARO QUE A DOR E O SOFRIMENTO DESEMPENHAM PAPEL IMPORTANTISSIMO !
( como mostrei diversas vezes ).

Se vc DISCORDA de que a dor e o sofrimento nao devem ser considerados vc NAO ESTA SEGUINDO o espiritismo, vc esta SEGUINDO SUA PROPRIA RELIGIAO e dizendo ser espirita QUANDO NA VERDADE NAO EH !

Leia la sobre sofrimento DE NOVO:
.
"Abençoa as dores que te ferem o espírito e estraçalham o coração.  Essa amarguras atrozes obrigam-te a calar, para que a verdade te fale à consciência.
Emmanuel - (Renúncia)  [55 - página 104]"


"A dor é o preço sagrado de nossa redenção...
Emmanuel - (50 Anos Depois)  [55 - página 104]"

"aflição e amargura são processos de sublimação que o Mundo Maior nos oferece, a fim de que a nossa visão espiritual seja acrescentada.
Emmanuel - (Reformador - 10/953)  [55 - página 105]"


"Não basta sofrer simplesmente para ascender à glória espiritual. Indispensável é saber sofrer, extraindo as bênçãos de luz que a dor oferece ao coração sequioso de paz
Emmanuel - (Vinha de Luz)  [55 - página 105]"


"A dor espreitar-nos-á a existência, porque a dor é selo do aperfeiçoamento moral no mundo...
Emmanuel - (Ave, Cristo!)  [55 - página 106]"

"O sofrimento é a forja purificadora, onde perdemos o peso das paixões inferiores, a fim de nos alçarmos à vida mais alta...  Quase sempre é na câmara escura da adversidade que percebemos os raios da Inspiração Divina, porque a saciedade terrestre costuma anestesiar-nos o espírito....
Emmanuel - (Ave, Cristo!)  [55 -página 106]"

Rui disse:

"...A dor física não tem poder para resgatar coisa alguma...."

Vc esta dizendo que a menina esta sendo castigada PARA QUE SUA MAE SINTA A DOR MORAL DA PERDA DA FILHA E TENHA SUA EXPIACAO?

O Estuprador poderia pensar:
"Talvez ela precise ser estuprada para que sua mãe sofra a DOR MORAL
que necessite para evoluir!!" De qualqueer modo a menina reencarnara e tera outra chance
ja que o que importa eh a dor moral e NAO a dor fisica que ela sentira.



Veja como vc segue uma outra religiao:

"É impressionante o que a dor física, sobretudo quando aguda e constante, provoca em termos de reflexão."
http://www.panoramaespirita.com.br/modules/smartsection/item.php?itemid=34
.

Outro:
"Todas as pessoas consideradas normais têm horror à dor física.  Mas a dor se impõe ao homem como um instrumento necessário para que ele possa compreender e observar a lei da autopreservação. "
http://www.espiritismo.net/content,0,0,385,0,0.html

O que pensar de uma Divindade que permitisse o resgate do mal pelo mal? O Senhor insiste em sustentar este erro, mesmo após eu ter lhe dito que não há qualquer tipo de reparação pela violência? Cumpre-nos suportar a dor que atinge o nosso orgulho, o nosso egoísmo, as dores causadas por doenças, a que demos causa com nossos abusos. A dor-expiação se realiza de dentro para fora, nunca é levada a termo de fora para dentro, como no caso de uma agressão. Toda a sua argumentação está apoiada em uma falácia. Não podemos deduzir o Karma de ninguém, o esquecimento das vidas passadas é determinante para todos. Não podemos resgatar absolutamente nada através da violência, a dor com vistas a nossa reflexão é intrinsicamente moral, há as dores físicas em forma de moléstias que produzimos em virtude da nossa própria falta, mas esta expiação é originada unicamente devido a agressão a nossa própria natureza. A aplicação da Lei de Talião somente a Deus competiria. Mas sabemos por Revelação que "A determinação divina na sagrada lei universal é sempre a do bem e da felicidade, para todas as criaturas". "Determinismo e livre-arbítrio coexistem na vida, entrosando-se na estrada dos destinos, para a elevação e redenção dos homens". O primeiro é absoluto nas mais baixas camadas evolutivas e o segundo amplia-se com os valores da educação e da experiência. A questão do livre-arbítrio se pode resumir assim: O homem não é fatalmente levado ao mal; os atos que pratica não foram previamente determinados; os crimes que comete não resultam de uma sentença do destino. Os sofrimentos naturais são os únicos que elevam a alma. Os voluntários de nada servem, quando não concorrem para o bem de outrem.
O que pensar de uma Divindade que permitisse o resgate do mal pelo mal? Não está aí a aplicação da Lei de Talião que foi abolida por Jesus? Jesus é categórico neste ponto. Não devemos resistir ao mal, com o mal. Não devemos combater a violência, com a violência. E a Divindade não faz caso disto? Criando situações que nos levarão a sofrer a mesma violência que perpetramos no passado? Isto não é reparação, é vingança. O sofrimento por mais atrós que seja, jamais poderá reparar qualquer dano que causamos a quem quer que seja. O unico meio de reparação de que dispomos, é o amor que cobre a multidão de pecados. O resgate está no aprendizado, na evolução da consciência. No bem que proporcionamos aos outros. O sofrimento com fins ao nosso aprendizado, é aquele que nos atinge o orgulho, que remexe com o nosso egoísmo, que coloca a mostra as nossas torpezas. Portanto é falsa a conclusão, que a agressão externa é a reparação das nossas dividas. Se o Determinismo fosse pautado por esta afirmação, não teríamos livre-arbítrio, não haveria a Misericórdia, e a vingança seria o cumprimento da Lei de Deus. Devemos apenas entender estes acontecimentos, em virtude dos homens violentos e imorais que habitam o mundo. Impensável supor, que eles estejam trabalhando a serviço da Divindade. Jesus nada devia, nada tinha para resgatar. E no entanto foi espancado, e pendurado em uma cruz. Que Lei Divina devemos responsabilizar por tal Ignomínia? Se não a ignorância do homem. Um assassinato que deve nos envergonhar, jamais deveria ser colocado como motivo de resgate para nossos pecados.
Não é necessário eu fundar nenhuma Doutrina Senhor, ela já existe. Chama-se Espiritismo. Mas se o Senhor deseja apoiar a sua argumentação cristalizada no preconceito. Fique a vontade. Qualquer incipiente estudante do espiritismo verá que o Senhor está em erro, nos pontos mais comesinhos. No mais vejo que o Senhor se esforça por lançar as bases de uma ética, que possa ser implantada em nossa sociedade com vistas a sua evolução. Só que não consigo imaginar qual seja ela, quando o Senhor se dispõe a atacar o que desconhece, baseado que está em um juízo completamente superficial daquilo que pretende julgar. Isto não é Fanatismo? Grande Abraço. Rui Campos

Rui disse:

"O que pensar de uma Divindade que permitisse o resgate do mal pelo mal?
O Senhor insiste em sustentar este erro,
mesmo após eu ter lhe dito que não há qualquer tipo de reparação pela violência?
"

Vc esta dizendo que o Deus cristao/católico eh um ser mal?  pois nestas religioes existe o purgatorio e o inferno onde almas pecadoras pagam seus pecados atraves da DOR e sofrimento, muitas vezes eternos.

Mas Rui, VC AINDA NAO ENTENDEU que a DOR e o sofrimento no espiritismo NAO EH UM MAL intrinseco e sim uma forma de aprendizagem e de evolucao, e PORTANTO o resgate atraves da DOR e do Sofrimento , nao eh um mal e sim um BEM!


JA escrevi isso diversas vezes e vc parece nao ler.

DEFINA, PARA VOCE, O QUE SEJA UM MAL E UM BEM. Quando uma coisa é má ou boa.

O mal se paga com o mal?

O mal é um bem?

O mal é sempre o mal, não importa quantos sofismas se busque para justificá-lo.

E este mal é facilmente identificado através da regra proposta por Jesus. "Não faça ao outro, o que não gostaria fosse feito a você".

Aplique esta regra, e verá se está contribuindo para a implantação da Ética em nossa Sociedade.

Tanto por atos, como também neste caso, por palavras.

Olho por olho, e o mundo acabará cego. Gandhi

Rui disse:
"..A dor-expiação se realiza de dentro para fora,
nunca é levada a termo de fora para dentro, como no caso de uma agressão..."

Me diz como eh isso de a dor vir de dentro pra fora.
Vc esta dizendo que a dor da expiacao soh eh possivel atraves de UM CANCER?
Que dor, que nao for uma doenca congenita acontece de dentro pra fora?
veja que ateh doencas provenientes de bacterias e virus VEM DE FORA,
que dores morais TAMBEM VEM DE FORA, como eu citei o caso da perda de um parente
cuja informacao chega de fora ( como um soco ) e ao ser analisada pelo cerebro
provoca dor e sofrimento. Praticamente TODOS os sofrimentos e dores sofridos pelos
seres humnos vem de FORA de seu corpo e ao ser analisado pelo cerebro provocam dor.
Acho que vc esta criando uma NOVA doutrina espirita ,inventando uma nova para tentar
escapar das consequencias nefastas provocadas pelas premissas espiritas.

Te mostrei varias frases espiritas APOIANDO a dor e o sofrimento e vc nao negou.

Vc ainda disse:

"...Não podemos deduzir o Karma de ninguém.."

Agora eu te pergunto, e veja se responde, dentro do espiritismo:

EXISTE SOFRIMENTO MORAL SEM CAUSA? EXISTE ALGUM SOFRIMENTO GRATUITO?
EXISTE SOFRIMENTO QUE ACONTECE POR SIMPLES AZAR (MORAL OU FISICO)?
.
Se existe como a alma pode aprender ou evoluir se ela NAO SABE se
seu sofrimento foi fruto do AZAR ou de uma EXPIACAO???!?!?!?!?!??!?!

Rui disse:

"A aplicação da Lei de Talião somente a Deus competiria. "

Entao podemos deduzir que o "dente por dente e olho por olho" pode ser aplicado por deus
entao o que o leva a pensar que as expiacoes sofridas NAO SAO UMA FORMA DE DEUS
APLICAR A LEI DO TALIAO EM CORPOS HUMANOS?

.

Rui disse:
"...Mas sabemos por Revelação que "A determinação divina na sagrada lei universal é sempre a
do bem e da felicidade, para todas as criaturas...
". "

Entao por que existe o MAL?
Pq deus PERMITE UMA CRIANCA SER ESTUPRADA E MORTA?!?!?!?!?!?!!?

Rui disse:
"..."Determinismo e livre-arbítrio coexistem na vida, entrosando-se na estrada dos destinos, para a elevação e redenção dos homens".... "

Esta PROVADO que nao existe Livre-Arbitrio diante de um deus onisciente:

"
Vamos à demonstração [por Jocax]:

Vamos supor a Existência de Deus Todo-Poderoso. Então, segue logicamente que:

1-Deus é Onisciente.

2-Sendo Onisciente sabe TUDO que vai acontecer.

3-Sabendo TUDO que vai acontecer, sabe tudo o que você vai fazer e escolher, mesmo antes de você existir.

4-Se Deus sabe tudo o que você vai fazer e escolher, então você não poderá fazer nada diferente da previsão de Deus.

5-Se você não pode fazer nada diferente da previsão divina, você necessariamente e obrigatoriamente terá de segui-la.

6-Se você é obrigado a seguir a previsão de Deus, então é impossível para você escolher ou fazer qualquer outra coisa diferente da previsão divina.

7-Se é impossível para você escolher ou fazer qualquer coisa diferente da previsão divina você, não tem livre-arbítrio!

Conforme Queríamos Demonstrar.

Comentário: Desde antes de o homem nascer, mesmo antes dele se casar ou fazer quaisquer tipos de escolhas, seu destino já estaria previsto na mente onisciente de Deus. Então, nada do que o homem escolhesse seria diferente do caminho já previsto por Deus. Sendo assim, o chamado “Livre-Arbítrio” não passaria de uma ilusão. Isto quer dizer que: ou o homem não é livre para escolher, ou Deus não é onisciente. Esta é uma das mais contundentes provas lógicas contra a existência de Deus.

"
http://stoa.usp.br/ateismo/forum/39228.html

PORTANTO TODO O MAL EH CAUSADO POR DEUS QUE JA SABIA DO MAL ANTES MESMO DE
CRIAR A PRIMEIRA ALMA.

"..A dor-expiação se realiza de dentro para fora, 
nunca é levada a termo de fora para dentro, como no caso de uma agressão..."

Me diz como eh isso de a dor vir de dentro pra fora.
Vc esta dizendo que a dor da expiacao soh eh possivel atraves de UM CANCER? 

Para que o Senhor entende-se a real dimensão disto, seria necessário eu lhe ministrar um curso completo sobre o assunto, o que não seria possível neste momento.

Os Espiritas formulam a existência de um modelo organizador biológico, ao qual chamamos de Perispirito, onde todas as nossas ações ficam gravadas.

Como se fosse uma forma, ou molde, qualquer desagregação em sua organização por meio de ações menos felizes, tem consequencia para nós no futuro.

Seria o mesmo que dizer, que se abusássemos da mesa, vindo a causar lesões em nosso aparelho digestivo, o que poderia ocasionar mesmo a morte, em próxima encarnação, "o molde estando quebrado", o corpo ao se formar sentiria o reflexo desta condição, através de complicações neste mesmo aparelho digestivo.

A dor-expiação a que aludimos, tem este teor.

Sabendo que as ações infelizes, também imprimem as marcas de suas consequencias neste mesmo perispirito.

Resultando em moléstias de dificil solução.

Quanto a baixa resistência a que o Senhor se referiu, também podem ter causa neste principio.

A oração sincera, desde que o resgate não seja de reajuste de posicionamento, pode reparar a organizaçao perispiritual, e consequentemente restabelecer a saúde do corpo físico.

Isto é uma simples pincelada no assunto.

Há muitas coisas referentes ao Espiritismo, que o Senhor desconhece.

As quais neste momento, não poderia esclarecer.

Pois exigem estudo prévio.

Quanto ao Senhor desejar continuar com o seu posiconamento, esteja a vontade.




 






 



3-Sabendo TUDO que vai acontecer, sabe tudo o que você vai fazer e escolher, mesmo antes de você existir.

Sim, a escolha é nossa, a présciência não invalida tal afirmação.

Nem invalida a nossa responsabilidade por a ter escolhido.

As consequencias conhecidas por outro, não são conhecidas de antemão por nós.

O que resulta em nossa liberdade.

 



Compreenda.

A mim pouco importa se o Senhor crê na possibilidade de vida após a morte.

Se o Senhor crê em Reencarnação, ou Perispírito.

O que está em questão aqui, é que o Senhor se pôs a discutir uma completa filosofia que desconhece.

E me acusa de não entendê-la tanto quanto o Senhor.

Acreditando mesmo que eu esteja criando novos principios.

Isto é erro primário, ainda mais para um pessoa que exibe tantos títulos como o Senhor.

Nós temos um dialógo interessante no livro "O que é Espiritismo", chamado "O critico".

Convém o Senhor dar uma passada de olhos.

Grande Abraço.

Rui Campos

Que a paz do Senhor esteja consigo.

Rui vc disse:

"...Seria o mesmo que dizer, que se abusássemos da mesa, vindo a causar lesões em nosso aparelho digestivo, o que poderia ocasionar mesmo a morte, em próxima encarnação ..."

Vc percebeu que ao abusar da mesa vc esta ferindo o aparelho de FORA para DENTRO?
Eh o mesmo que vc tomar um ACIDO: A agressao ao seu corpo vem do acido proveniente de fora.

Nota q no seu exemplo vc esta tratando de uma DOR FISICA que antes vc queria negar como sendo parte do espiritismo e agora diz que faz parte.

--------

Vc disse: "Há muitas coisas referentes ao Espiritismo, que o Senhor desconhece. "

Rui, eu nao preciso conhecer TODO o espiritsmo para poder te mostrar as contradicoes e absurdos que isso pode levar !


Se vc pega 2 premissas e elas sao contraditorias, ou levam a absurdos ou injusticas isso ja eh suficiente para refutarmos TODA a doutrina. Vc nao pode , a seu bel-prazer escolher quais das premissas de sua doutrina vc vai seguir ou nao. Ou aceita a doutrina
como um todo ou a rejeita e funda a sua propria!

--------------

E vc ainda SE RECUSA A RESPONDER aas perguntas que te fiz e que sao IMPORTANTISSIMAS:


1- DEFINA, PARA VOCE, O QUE SEJA UM MAL E UM BEM. Quando uma coisa é má ou boa.

2- EXISTE SOFRIMENTO MORAL SEM CAUSA? EXISTE ALGUM SOFRIMENTO GRATUITO?    EXISTE SOFRIMENTO QUE ACONTECE POR SIMPLES AZAR (MORAL OU FISICO)?

3- Se existe como a alma poderia APRENDER ou EVOLUIR atraves de um sofrimento se
   ela nao sabe se o sofrimento eh por puro azar, ou decorrencia de um ato passado seu.

4- o que o leva a pensar que as expiacoes sofridas NAO SAO UMA FORMA DE DEUS    APLICAR A LEI DO TALIAO EM CORPOS HUMANOS?

5- Pq deus *PERMITE* UMA CRIANCA SER ESTUPRADA E MORTA?!?!?!

--------

"... 3-Sabendo TUDO que vai acontecer, sabe tudo o que você vai fazer e escolher, mesmo antes de você existir.
 ..."

Rui disse:
"  Sim, a escolha é nossa, a présciência não invalida tal afirmação.
Nem invalida a nossa responsabilidade por a ter escolhido.
As consequencias conhecidas por outro, não são conhecidas de antemão por nós.
O que resulta em nossa liberdade. "

NAO RUI!
Eu PROVEI que vc NAO tem escolha, sua esolha eh uma ILUSAO de escolha !
AEu PROVEI QUE VC EH OBRIGADO A SEGUIR A PREVISAO DIVINA, NAO TEM OUTRA ESCOLHA.
JA ESTA PREDETERMINADO, NA MENTE DE DEUS, O QUE VC TEM QUE FAZER E VC NAO PODE FAZER DIFERENTE.
Leia atentamente as passagens da demonstracao que acho q vc nao entendeu.


--------------

Rui disse: "... E me acusa de não entendê-la tanto quanto o Senhor. ..."

Nao eh disse que eu te acuso.
Estou te acusando de vc mesmo nao aceitar o que o espiritismo AFIRMA, Alem de te mostrar que a doutrina leva aa infelicidade e a injustica.

Se vc entende tanto de espiritismo responda entao as perguntas que fiz
e tente mostrar ONDE meu ponto de vista falha. Vc ainda nao fez isso.

Vc percebeu que ao abusar da mesa vc esta ferindo o aparelho de FORA para DENTRO?
Eh o mesmo que vc tomar um ACIDO: A agressao ao seu corpo vem do acido proveniente de fora.

Nota q no seu exemplo vc esta tratando de uma DOR FISICA que antes vc queria negar como sendo parte do espiritismo e agora diz que faz parte.

 

Falta tudo a sua compreensão.

Estamos falando de reencarnação, a memória destes débitos morais residem na alma, e se expressam na forma de molestias no corpo físico.

De dentro, para fora.

Quanto ao sofrimento, a dor é recurso natural para restabelecer o equilibrio, a dor de barriga é o aviso de que o Senhor abusou da mesa.

Caso não existissem limites, a evolução não poderia se dar.

O que neguei, e nego veementemente com a DE.

É que o mal possa ser resgatado pelo mal.

Que a violência, possa ser resgatada pela violência.

E que nossos débitos sejam quitados ao sofrermos agressões físicas.

 

Dor-expiação. Os erros humanos decorrentes da cólera incontrolável, do egoísmo obsessivo, das viciações incon­seqüentes, da sexualidade irresponsável, da maldade premeditada, às vezes, com requintes de sadismo, são os vetores res­ponsáveis pelos débitos morais que se acumulam nos bancos imperecíveis de nossa memória espiritual. A prática do mal desarmoniza profundamente a essência pensante, cria uma espécie de morbo energético de teor vibratório bastante densificado, que permanece aderido à malha eletromagnética sutil do campo perispiritual. Constitui-se algo incomo­dativo e desagradável, por tratar-se de verdadeira moléstia a pulsar nas entranhas multi dimensionais do ser. Tal condição anômala de natureza anímica é a respon­sável pelo desencadeamento, na criatura encarnada, de manifestações degenera­tivas do organismo físico (mal-formações congênitas, cânceres etc.) tanto quanto de perturbações mentais, ao mesclar crises de intenso remorso com depressões pro­fundas e manifestações esquizofrênicas de difícil solução. Assim, manifestam-se as chamadas doenças cármicas, expressões autênticas das expiações educativas. A dor-expiação se diferencia da condição citada no item anterior, por não decorrer dos fatores agressivos externos. Aí está a diferença. Vejamos a respeito, o pen­samento de André Luiz: "Em nosso es­tudo, porém, analisamos a dor-expia­ção que vem de dentro para fora, marcando a criatura no caminho dos séculos, detendo-a em complicados la­birintos de aflição, para regenerá-la, perante a Justiça... "3. Infelizmente a dor-expiação constitui-se contingên­cia assídua em nossa programação en­carnatória, porquanto, nos revelamos carentes de maiores aquisições evan­gélicas, exceção feita àqueles que já superaram as más tendências e se mos­tram familiarizados com as práticas da justiça, do amor e da caridade.

Eu PROVEI que vc NAO tem escolha, sua esolha eh uma ILUSAO de escolha !
AEu PROVEI QUE VC EH OBRIGADO A SEGUIR A PREVISAO DIVINA, NAO TEM OUTRA ESCOLHA.
JA ESTA PREDETERMINADO, NA MENTE DE DEUS, O QUE VC TEM QUE FAZER E VC NAO PODE FAZER DIFERENTE.
Leia atentamente as passagens da demonstracao que acho q vc nao entendeu.

Isto é uma discussão filosofica Senhor.

Se há um Ser que detém liberdade absoluta.

Você não a teria.

Mas o Senhor acredita que não faz escolhas?

Ou acredita sinceramente que tem o poder de escolher entre o certo é o errado?

O que a crença em Deus modifica a sua escolha?

 

 

 

1- DEFINA, PARA VOCE, O QUE SEJA UM MAL E UM BEM. Quando uma coisa é má ou boa.

O mal é definido claramente pela Religião.

Não faça ao outro, o que não gostaria fosse feito a você.



2- EXISTE SOFRIMENTO MORAL SEM CAUSA?

Não acreditamos que exista um sofrimento moral sem causa.

EXISTE ALGUM SOFRIMENTO GRATUITO?

Pode ter certeza que uma telha caindo em sua cabeça, não é um evento pré-determinado que objetiva um resgate.

   EXISTE SOFRIMENTO QUE ACONTECE POR SIMPLES AZAR (MORAL OU FISICO)?

Sim, a telha caindo em sua cabeça.

Bem como outros inúmeros exemplos.



3- Se existe como a alma poderia APRENDER ou EVOLUIR atraves de um sofrimento se ela nao sabe se o sofrimento eh por puro azar, ou decorrencia de um ato passado seu.

A reflexão é moral, podemos nesta mesma vida perceber os resultados da nossa intemperança. Mesmo com resultados negativos em nosso próprio corpo físico.

Cabe-nos mudar o rumo do nosso destino.

 

4- o que o leva a pensar que as expiacoes sofridas NAO SAO UMA FORMA DE DEUS    APLICAR A LEI DO TALIAO EM CORPOS HUMANOS?

O sofrimento objetiva a contenção de um excesso, se o exagero não trouxesse consequencias, a evolução talvez não pudesse se dar.

Ou o Senhor está questionando as Leis da Natureza?

 

5- Pq deus *PERMITE* UMA CRIANCA SER ESTUPRADA E MORTA?!?!?!

Poderia igualmente me perguntar.

Por que Deus nos permite a existência?

O mal reside em Deus, ou na ignorância de sua criatura?


O mal é sempre o mal.

E o mal tem causa na ignorância do homem, a quem foi concedido o livre-arbítrio.

O Espiritismo ensina com Jesus, que devemos resistir ao mal, e a violência com todas as nossas forças, mas utilizando unicamente as armas do bem.

Todos sabemos que o sofrimento é a condição natural humana.

O Espiritismo com base na ética revelada, ensina como devemos nos eximir dele.

Suportando as adversidades da vida com coragem.

Desenvolvendo a paciência.

Extinguindo o orgulho e o egoísmo com o uso da razão.

Isto não são belos planos em um papel Senhor.

É programa de vida.

Pleiteamos por uma completa mudança de paradgima.

E esta mudança começa por nós mesmos.

Portanto falo com a mais absoluta certeza.

O Senhor desconhece por completo o Espiritismo.

Esta foi a minha despedida final.

Grande Abraço.

Fique em paz.

Rui Campos

 

 

1- Dor-evolução. - "A dor é ingre­diente dos mais importantes na economia da vida em expansão. O ferro sob o malho, a semente na cova, o animal em sacrifício, tanto quanto a criança chorando, irresponsável ou semicons­ciente, para desenvolver os próprios órgãos, sofrem a dor-evolução, que atua de fora para dentro, aprimorando o ser, sem a qual não existiria progresso"l. Ampliando ainda mais este conceito po­demos aduzir ao citado esquema, outros acontecimentos tidos na conta de desafios provacionais, comuns a quase todos nós na condição de encarnados. O que ca­racteriza a dor-evolução é o confronto com os vetores desarmonizantes que nos atingem de fora para dentro, mas que servem para estimular a paciência, a re­signação, a fé, o perdão e a capacidade de luta. Poucos amadurecem efetivamente sem que experimentem dificuldades e obstáculos de toda ordem. "A luta inten­siva, porém, dilata as aspirações íntimas. O sofrimento, quando aceito à luz da fé viva, é uma fonte criadora de asas es­pirituais"2. Os exemplos são incontáveis: é o convívio com o parente difícil; a pa­ciência a ser requisitada diante do côn­juge incompreensivo; a dificuldade em educar e encaminhar para o bem o filho rebelde; as pressões exercidas pela chefia no trabalho profissional; a ameaça de perda do emprego honesto que nos sus­tenta; a traição de alguém muito amado em quem depositávamos irrestrita confiança; a perda precoce de um ente querido vi­timado por acidente ou doença incurável e assim por diante. São problemas corri­queiros, comuns à maioria das pessoas, mas que nos atingem de inopino nos deixando marcados pela dor dilacerante e pelas lá­grimas sentidas. As provações, quando enfrentadas com a devida resignação e con­fiança no auxílio do Pai Maior, não passam de convites da própria vida ofertados em prol do nosso aprimoramento íntimo.

 

Não há aqui qualquer menção ao estrupro e assasinato de crianças, como meio válido a sua evolução.


Toda a dor do mundo não pode apagar uma falta sequer.

Nem que esta dor seja a de um Deus.

Quanto mais a de homens ignorantes e maus.

O Espiritismo afirma que resgatamos as nossas dividas através do sofrimento?

Ou o resgate se cumpre através da reparação pelo bem?


Aconselho a quem não conhece o Espiritismo, a buscar maiores informações nos LIvros Básicos.

1- DEFINA, PARA VOCE, O QUE SEJA UM MAL E UM BEM. Quando uma coisa é má ou boa.

Rui disse:

"O mal é definido claramente pela Religião. Não faça ao outro, o que não gostaria fosse feito a você."


Sua definicao NAO esta de acordo com o que o espiritimo diz, veja:

"Bem – Designa, em geral, o acordo entre o que uma coisa é com o que ela deve ser. É a atualização das virtualidades inscritas na natureza do ser. Relaciona-se com perfeito e com perfectibilidade. Segundo o Espiritismo, tudo o que está de acordo com a lei de Deus.

Mal – Para a moral, é o contrário de bem. Aceita-se, também, como mal, tudo o que constitui obstáculo ou contradição à perfeição que o homem é capaz de conceber, e, muitas vezes, de desejar. Divide-se em: mal metafísico (imperfeição); mal físico (sofrimento); mal moral ("pecado"). Segundo o Espiritismo, tudo o que não está de acordo com a lei de Deus...."

http://www.ceismael.com.br/artigo/artigo116.htm


Alem disso, essa sua definicao nao eh boa, alem de ser muito subjetiva. Por exemplo:
Um masoquista (pessoa que *gosta* de sofrer) deveria provocar tambem sofrimento em outros?

Outro exemplo:
Um estuprador ve outro estuprador prestes a cometer um estupro ele pensa:
'Devo impedir que ele realize o estupro?'  mas lembra da "lei do Rui", pensa:
'Nao devo impedir pois tambem nao gostaria que alguem me impedisse se fosse eu que fosse estuprar'. !!!!

Outra pergunta:

1b- se no espiritismo pra que vc evolua voce precisa que algo ruim aconteca a voce (sofra uma expiacao), entao este sofrimento é bom ou nao é?
.
----------------

2- EXISTE SOFRIMENTO MORAL SEM CAUSA?

Rui disse: "Não acreditamos que exista um sofrimento moral sem causa."

Todo sofrimento moral é causado pela propria pessoa?
Ou seja:

2b- o que ela esta sofrendo MORALMENTE é sempre merecido?

-----------------

3-"EXISTE SOFRIMENTO QUE ACONTECE POR SIMPLES AZAR (MORAL OU FISICO)? "

Rui disse: "Sim, a telha caindo em sua cabeça."

Por isso que digo que vc esta fundando sua propria religiao.


Isso NAO parece ser o que diz o espiritismo, veja :


"...no "Evangelho Segundo o Espiritismo", cap. V, "Bem Aventurado os Aflitos". Jesus nesta bem-aventurança, nos dá a esperança de sermos felizes quando compreendemos que PARA CADA AFLIÇÂO EXISTE UMA CAUSA JUSTA. (t)"
http://www.scribd.com/doc/6617582/As-Dores-e-o-Sofrimento-Na-

no mesmo artigo ha a pergunta:

"o mal que me desejam, realmente pode me atingir me fazendo sofrer?"

Cuja resposta é:

"Nos diz o "O Livro dos Espíritos" que Deus NÃO O PERMITIRIA. Porém, nessa evolução moral e sintonia fazem com que tenhamos a companhia que MERECEMOS."

Aprenda sobre o espiritismo em relacao aa dor:

"A Doutrina Espírita veio trazer a resposta a essa interrogação. A pluralidade das existências é a solução racional que se coaduna com a Justiça e Bondade divinas, para justificar a existência da dor, cujas causas podem ser encontradas na atual existência ou em outras. A dor não é castigo, não é capricho e nem ira do Criador com a sua criatura. “Por mais admirável que possa parecer à primeira vista, a dor é apenas um meio de que usa o Poder Infinito para nos chamar a si e, ao mesmo tempo, tornar-nos mais rapidamente acessíveis à felicidade espiritual, única duradoura”.

Mais recentemente, o Espírito André Luiz nos trouxe valiosas contribuições que aprofundam-nos compreensão exata do sofrimento humano, quando nos ensina que a dor tem naturezas e papéis diferenciados no processo de nosso progresso moral e espiritual, existindo, portanto, dor-expiação, dor-auxílio e dor-evolução. Explica ele que “[...] a dor-expiação, que vem de dentro para fora, marcando a criatura no caminho dos séculos, detendo-a em complicados labirintos de aflição, para regenerá-la, perante a Justiça [...].” Quanto à dor-auxílio adianta que “[...] pela intercessão de amigos devotados à nossa felicidade e à nossa vitória, recebemos a bênção de prolongadas e dolorosas enfermidades no envoltório físico, seja para evitar-nos a queda no abismo da criminalidade, seja, mais freqüentemente, para o serviço preparatório da desencarnação, a fim de que não sejamos colhidos por surpresas arrasadoras, na transição da morte. O enfarte, a trombose, a hemiplegia, o câncer penosamente suportado, a senilidade prematura e outras calamidades da vida orgânica constituem, por vezes, dores-auxílio, para que a alma se recupere de certos enganos em que haja incorrido na existência do corpo denso, habilitando-se, através de longas reflexões e benéficas disciplinas, para o ingresso respeitável na Vida Espiritual.” Parece-nos que William Paley já fazia referência a essa modalidade de dor..."
http://www.panoramaespirita.com.br/modules/smartsection/item.php?itemid=79

VOCE PERCEBEU QUE SUA RELIGIAO NAO EH O ESPIRITISMO?
QUE NO ESPIRITISMO REAL TODO SOFRIMENTO TEM UMA FUNCAO PARA O BEM DA ALMA?

 

 

3- Se existe como a alma poderia APRENDER ou EVOLUIR atraves de um sofrimento se ela nao sabe se o sofrimento eh por puro azar, ou decorrencia de um ato passado seu.

Rui disse: "A reflexão é moral, podemos nesta mesma vida perceber os resultados da nossa intemperança. Mesmo com resultados negativos em nosso próprio corpo físico. Cabe-nos mudar o rumo do nosso destino."


Alem de nao responder o q vc disse ,Nao eh o que diz o espiritismo.

SE VC TA SOFRENDO POR AZAR, APESAR DE FAZER COISAS BOAS AOS OUTROS,ENTAO, VC PODE CONCLUIR QUE DEVE MUDAR SUAS BOAS ATITUDES, PENSANDO QUE BOAS ATITUDES DAO AZAR E QUE, QUEM SABE, SE PASSAR A SER UM ARA MAL, COMO OS TRAFICANTES  E OS MEGA-LADROES VC VENHA A TER MENOS AZAR E SOFRIMENTO.

Veja como eh EXPLICADO uma dor fisica no presente atraves da lei da ACAO E REACAO:

"...A Lei do carma é muito mais uma lei de reação do que de ação. Vivemos envoltos com o que fomos no passado. Daquilo que fizemos, segue o que recolheremos. ..."
http://www.ceismael.com.br/tema/tema006.htm

Este exemplo FALA TUDO:

"Um exemplo clássico no meio espírita é a história retratada pelo Espírito Hilário Silva, no capítulo 20 do livro A Vida Escreve, psicografada por F. C. Xavier e Waldo Vieira, no qual descreve o fato de Saturnino Pereira que, ao perder o dedo junto à máquina de que era condutor, se fizera centro das atenções: como Saturnino, sendo espírita e benévolo para com todas as pessoas, pode perder o dedo? Parecia um fato que ia de encontro com a justiça divina. Contudo, à noite, em reunião íntima no Centro Espírita que freqüentava, o orientador espiritual revelou-lhe que numa encarnação passada havia triturado o braço do seu escravo num engenho rústico. O orientador espiritual assim lhe falou: "Por muito tempo, no Plano Espiritual, você andou perturbado, contemplando mentalmente o caldo de cana enrubescido pelo sangue da vítima, cujos gritos lhe ecoavam no coração. Por muito tempo, por muito tempo... E você implorou existência humilde em que viesse a perder no trabalho o braço mais útil. Mas, você, Saturnino, desde a primeira mocidade, ao conhecer a Doutrina Espírita, tem os pés no caminho do bem aos outros. Você tem trabalhado, esmerando-se no dever... Regozije-se, meu amigo! Você está pagando, em amor, seu empenho à justiça...""

Por isso que digo : Vc nao conhece o espiritismo a doutrina que vc segue e compreende NAO eh a doutrina espirita !

4- o que o leva a pensar que as expiacoes sofridas NAO SAO UMA FORMA DE DEUS    APLICAR A LEI DO TALIAO EM CORPOS HUMANOS?

Rui disse:"O sofrimento objetiva a contenção de um excesso, se o exagero não trouxesse consequencias,
a evolução talvez não pudesse se dar.
Ou o Senhor está questionando as Leis da Natureza?
"

Rui, deus soh sabe fazer a evolucao atraves da dor e do sofrimento?
Me explica ai porque deus cria algumas almas BOAS e outras MALEVOLAS?
Pq deus nao cria todas as almas BOAS e EVOLUIDAS? Nao seria melhor pra todas?
Pq deus gosta de colocar as almas no estagio inicial ? pra que possa ve-las sofrer bastante?!?!?!!?

Explica ai pra gente como um ser que vc diz deINFINITA SABEDORIA E BONDADE gosta
tanto de ver suas criaturas sofrerem, se poderia cria-las menos estupidas.

----------

5- Pq deus *PERMITE* UMA CRIANCA SER ESTUPRADA E MORTA?!?!?!

Rui disse:
"Poderia igualmente me perguntar.
Por que Deus nos permite a existência?
O mal reside em Deus, ou na ignorância de sua criatura?
"

A RESPONSABILIDADE NAO FOI A DE QUEM CRIOU A CRIATURA IGNORANTE?!?!?!?

Ou eh a criatura que tem a culpa de ser criada ignorante?

Pq fê-la ignorante entao? Para ve-la sofrer em virtude de sua ignorancia?


-----------

Rui disse:
"E o mal tem causa na ignorância do homem, a quem foi concedido o livre-arbítrio."

Rui, eu ja PROVEI e vc NAO REFUTOU que o livre-arbitrio NAO EXISTE
diante de um deus ONISCIENTE !!  Por isso essa desculpa nao pode ser utilizada:

Ache a PASSAGEM que vc NAO CONCORDA:

"
Vamos à demonstração [por Jocax]:

Vamos supor a Existência de Deus Todo-Poderoso. Então, segue logicamente que:

1-Deus é Onisciente.

2-Sendo Onisciente sabe TUDO que vai acontecer.

3-Sabendo TUDO que vai acontecer, sabe tudo o que você vai fazer e escolher, mesmo antes de você existir.

4-Se Deus sabe tudo o que você vai fazer e escolher, então você não poderá fazer nada diferente da previsão de Deus.

5-Se você não pode fazer nada diferente da previsão divina, você necessariamente e obrigatoriamente terá de segui-la.

6-Se você é obrigado a seguir a previsão de Deus, então é impossível para você escolher ou fazer qualquer outra coisa diferente da previsão divina.

7-Se é impossível para você escolher ou fazer qualquer coisa diferente da previsão divina você, não tem livre-arbítrio!


Conforme Queríamos Demonstrar.

"

O Senhor não me deixa ir embora.

Vou ter que responder ponto por ponto.

"O mal é definido claramente pela Religião. Não faça ao outro, o que não gostaria fosse feito a você."


Sua definicao NAO esta de acordo com o que o espiritimo diz, veja:

"Bem – Designa, em geral, o acordo entre o que uma coisa é com o que ela deve ser. É a atualização das virtualidades inscritas na natureza do ser. Relaciona-se com perfeito e com perfectibilidade. Segundo o Espiritismo, tudo o que está de acordo com a lei de Deus.

O Senhor comete um erro lógico ao fazer tal afirmação.

O que é a Lei de Deus? Que corresponde mesmo a sua Vontade?

Platão já afirmava que basear a noção do certo e errado por Leis propostas pela Divindade, sem conhecer de fato o que sejam esta Leis.

É falta de bom senso.

Onde se encontra a Lei? que é a mesma Vontade de Deus?

 E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o, e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
26  E ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês?
27  E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo.
28  E disse-lhe: Respondeste bem; faze isso, e viverás.

 E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios.

Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.

O Espiritismo que é o resgate do Cristianismo em sua pureza original.

Vem afirmar esta lei.

Portanto o senhor pinçou outra definição, sem lhe entender o principio.

 

Alem disso, essa sua definicao nao eh boa, alem de ser muito subjetiva. Por exemplo:
Um masoquista (pessoa que *gosta* de sofrer) deveria provocar tambem sofrimento em outros?

Masoquistas podem ser Sádicos?

A idéia está mal construída.

Outro exemplo:
Um estuprador ve outro estuprador prestes a cometer um estupro ele pensa:
'Devo impedir que ele realize o estupro?'  mas lembra da "lei do Rui", pensa:
'Nao devo impedir pois tambem nao gostaria que alguem me impedisse se fosse eu que fosse estuprar'. !!!!

Outro erro lógico.

O bem considerado a mim, é o mesmo bem se considerado ao outro?

O estuprador gostaria que ele mesmo fosse estuprado?

Bem, poderia ser verdade em relação ao Masoquista.

Mas ai é tomar a excessão, pela regra.

Dentro de parametros normais, isto é um desvio moral.

 

Um pédofilo, masoquista, e que seja também sádico?

É subjetivida por demais...

se no espiritismo pra que vc evolua voce precisa que algo ruim aconteca a voce (sofra uma expiacao), entao este sofrimento é bom ou nao é?


Desconhecimento da DE, no que importa em seus princípios mais básicos.

Para que o espirito evolua, é necessário...

  • purificar, antes de tudo, o nosso coração,
  • expurgar os resíduos deletérios das paixões,
  • recalcar os instintos inferiores,
  • dominar as expansões da animalidade,
  • libertar, enfim, a Alma do jugo da matéria, para sorvermos a longos haustos os fluidos de uma atmosfera superior que nos porá no caminho da  lei divina e cuja sanção nos aguardará infalivelmente.

        Quanto mais rápida for essa transformação, tanto mais acelerada será a nossa ascensão às culminâncias do conhecimento universal. Esse é o preparo moral e espiritual para a reforma do indivíduo e, portanto, para o progresso da Humanidade

A dor em si mesma, não purga, não repara, não justifica qualquer erro que seja.

É necessário a reparação pelo bem.

 

3-"EXISTE SOFRIMENTO QUE ACONTECE POR SIMPLES AZAR (MORAL OU FISICO)? "

Rui disse: "Sim, a telha caindo em sua cabeça."

Por isso que digo que vc esta fundando sua propria religiao.

Tem certeza disto?

O Livro dos Espíritos – Questão 259

- Se o Espírito pode escolher o gênero de provas que deve suportar, segue-se daí que todas as atribulações que experimentamos na vida foram previstas escolhidas por nós?

- Todas não é a palavra, pois não se pode dizer que escolhestes e previstes tudo o que vos acontece no mundo, até as menores coisas; escolhestes o gênero de provas, os detalhes são conseqüências da vossa posição e, freqüentemente, dos vossos próprios atos. Se o Espírito quis nascer entre malfeitores, por exemplo, ele sabia a que arrastamentos se expunha, mas não cada um dos atos que viria a praticar, e que são resultado de sua vontade ou do seu livre arbítrio. O Espírito sabe que escolhendo tal caminho terá de suportar tal gênero de luta; sabe, também, a natureza das vicissitudes que enfrentará, mas não sabe quais os acontecimentos que o aguardam. Os detalhes dos acontecimentos nascem das circunstâncias e da força das coisas. Somente são previstos os grandes acontecimentos que influem no seu destino. Se tomas um caminho cheio de sulcos profundos, sabes que deves tomar grandes precauções para não caíres, e não sabes em qual deles cairás; pode ser, também, que não caias se fores bastante prudente. Se, passando por uma rua, uma telha te cair na cabeça, não creias que estava escrito, como vulgarmente se diz.

Convictos de que o Espírito escolhe as provações que experimentará na Terra, quando se mostre na posição moral de resolver quanto ao próprio destino, é justo recordar que a criatura, durante a reencarnação, elege, automaticamente, para si mesma, grande parte das doenças que se lhe incorporam às preocupações.

Não precisamos lembrar, nesse capítulo, as grandes calamidades particulares, quais sejam o homicídio, de que o autor arrasta as conseqüências na forma de extrema perturbação espiritual, ou o suicídio frustrado, que assinala o corpo daquele que o perpetra com dolorosos e aflitivos remanescentes.

Deter-nos-emos, de modo ligeiro, no exame das decisões lamentáveis, que assumimos quando enleados no carro físico, sem saber que lhe martelamos ou desagregamos as peças.

Sempre que já tenhamos deixado as constrições do primitivismo, todos sabemos que a prática do bem é simples dever e que a prática do bem é o único antídoto eficiente contra o império do mal em nós próprios.

Entretanto, rendemo-nos, habitualmente, às sugestões do mal, criando em nós não apenas condições favoráveis à instalação de determinadas moléstias no cosmo orgânico, mas também ligações fluídicas aptas a funcionarem como pontos de apoio para as influências perniciosas interessadas em vampirizar-nos a vida (obsessões).

Seja na ingestão de alimento inadequado, por extravagâncias à mesa, seja no uso de entorpecentes, no alcoolismo mesmo brando, no aborto criminoso e nos abusos sexuais, estabelecemos em nosso prejuízo as síndromes abdominais de caráter urgente, as úlceras gastrintestinais, as afecções hepáticas, as dispepsias crônicas, as pancreatites, as desordens renais, as irritações do cólon, os desastres circulatórios, as moléstias neoplásicas, a neurastenia, o traumatismo do cérebro, as enfermidades degenerativas do sistema nervoso, além de todo um largo cortejo de sintomas outros, enquanto que na crítica inveterada, na inconformação, na inveja, no ciúme, no despeito, na desesperação e na avareza, engendramos variados tipos de crueldade silenciosa com que, viciando o próprio pensamento, atraímos o pensamento viciado das Inteligências menos felizes, encarnadas ou desencarnadas, que nos rodeiam.

Exteriorizando idéias conturbadas, assimilamos as idéias conturbadas que se agitam em torno de nosso passo, elementos esses que se nos ajustam ao desequilíbrio emotivo, agravando-nos as potencialidades alérgicas ou pesando nas estruturas nervosas que conduzem a dor.

Mantidas tais conexões, surgem freqüentemente os processos obsessivos que, muitas vezes, sem afetarem a razão, nos mantêm no domínio das enfermidades – fantasmas que nos esterilizam as forças e, pouco a pouco, nos corroem a existência.

Guardemo-nos, assim, contra a perturbação, procurando o equilíbrio e compreendendo no bem – expressando bondade e educação – a mais alta fórmula para a solução de nossos problemas.

E ainda mesmo em nos sentindo enfermos, arrastando-nos embora, aperfeiçoemo-nos ajudando aos outros, na certeza de que, servindo ao próximo, serviremos a nós mesmos, esquecendo, por fim, o mercado da invigilância onde cada um adquire as doenças que deseja para tormento próprio.

 

Depois retorno para complementar.

Mas já adianto.

Não se pode pinçar uma frase, admitindo este ou aquele sentido.

Sem antes tratar de contextualizá-la com a obra.

Isto é erro primário.

Ainda mais para quem exibe tantos títulos.

Rui vc disse que o MAL eh :
""O mal é definido claramente pela Religião. Não faça ao outro, o que não gostaria fosse feito a você."

E que esta lei seria TAMBEM a vondade de deus.

Eu refutei isso com dois exemplos:
1- O Mazoquista, que gosta desofrer, poderia querer fazer os outros sofrerem tambem, pois
sendo masoquista gostaria que o castigassem.

2- O estuprador ( ou outro tipo de criminoso ) tambem NAO impediria o crime de outro estuprador ( criminoso )
pois NAO GOSTARIA QUE FIZESSEM ISSO A ELE (impedir o crime quando o estivesse praticando).

Veja que esta sua "lei" TAMBEM nao eh cumprida por deus nem seus discipulos:

"EXODUS 21:20-21 Com a aprovação divina, um escravo pode ser surrado até a morte sem punição para o seu dono, desde que o escravo não morra imediatamente."

Vc acha que alguem gostaria de ser SURRADO ATÈ A MORTE com aprovacao divina?
nao estaria tambem em CONTRADICAO com o "AMAR AO PROXIMO COMO A SI MESMO" ?



"MATEUS 11:21-24 Jesus amaldiçoa os habitantes de três cidades que não ficaram impressionados com seus grandes feitos."

Vc acha que Jesus gostaria de ser AMALDICOADO por outras pessoas?
Ele nao estaria em CONTRADICAO com o "AMAR AO PROXIMO COMO A SI MESMO" ?

"JUÍZES 1:6 Com aprovação divina, Judá persegue Adoní-Bezeque e lhe corta os polegares e os dedões do pé."

Vc acha que alguem gostaria de ter os polegares e os dedos dos pehs cortados?

"JUÍZES 1:8 Com aprovação divina, Judá põe fogo em Jerusalém."

Vc acha que alguem gostaria de ter sua propria cidade queimada?

"Se uma mulher for estuprada na cidade, e não gritar alto suficiente, ela deve ser apedrejada até à morte (Dt 22:23-24). Caso seja no campo, então ela vive (Dt 22:25). Enfim, se o estuprador for apanhado, ele deverá pagar uma quantia ao pai e casar com a estuprada (Dt 22:28-29)."

Quem gostaria de ser apedrejado ateh a morte?

http://groups.yahoo.com/group/Genismo/message/6858

Vc pode dizer que a pessoa , sua consciencia nao quer ser apedrejada mas que sua alma asism o deseja para que tenha seus crimes pagos , para que sofra uma EXPIACAO. Mas NESTE CASO o "estuprador espirita" tambem estaria certo!!


Vc comeca a perceber que as religios sao uma colcha de retalhos de contradicoes e mentiras?

continua...

Jx disse:
Alem disso, essa sua definicao nao eh boa, alem de ser muito subjetiva. Por exemplo:
Um masoquista (pessoa que *gosta* de sofrer) deveria provocar tambem sofrimento em outros?

Rui disse: "Masoquistas podem ser Sádicos? A idéia está mal construída."

Nao Rui, a ideia NAO esta mal construida. 
Um SADO-MASOKISTA  -QUE PROVOCA SOFRIMENTO NOS OUTROS- ESTARIA FAZENDO O CERTO PELA SUA LEI.
E portanto essa lei nao eh boa !!


Jx disse:
Um estuprador ve outro estuprador prestes a cometer um estupro ele pensa:
'Devo impedir que ele realize o estupro?'  mas lembra da "lei do Rui", pensa:
'Nao devo impedir pois tambem nao gostaria que alguem me impedisse se fosse eu que fosse estuprar'. !!!!

Rui disse:
"Outro erro lógico.
O bem considerado a mim, é o mesmo bem se considerado ao outro?
O estuprador gostaria que ele mesmo fosse estuprado?
Bem, poderia ser verdade em relação ao Masoquista.
Mas ai é tomar a excessão, pela regra.
Dentro de parametros normais, isto é um desvio moral.
"

Nao eh um erro logico, Rui.
A lei nao diz em relacao a QUEM vc deve aplica-la.
O estuprador pode pensar em relacao ao outro estuprador ou em relacao a pessoa estuprada.
Ele se IDENTIFICA MAIS com o outro estuprador e por isso se ve na posicao deste ultimo.
Assim ele aplica a sua lei no esturador e CONCLUI que NAO deve impedir o estupro pois tambem nao gostaria de ter seu prazer frustrado pela intervencao de outra pessoa. E conclui que seria divinamente VALIDO nao impedir o estupro.

------------

Rui disse:
"Um pédofilo, masoquista, e que seja também sádico?
É subjetivida por demais...
"

Rui, ja mostrei que NEM JESUS CUMPRE ESSA SUA LEI DIVINA !!!
http://groups.yahoo.com/group/Genismo/message/6858
Alem disso, se a lei permite um SADO-MASOKISTA de agir entao as pessoas podem CONCLUIR que se vc se tornar um sado-masokista vc estaria divinamente com a bencao de deus.

----------------

Jx perguntou:
se no espiritismo pra que vc evolua voce precisa que algo ruim aconteca a voce (sofra uma expiacao), entao este sofrimento é bom ou nao é?

RUI, VC NAO RESPONDEU A QUESTAO.

EH OBVIO QUE VC ESTA NEGANDO O ESPIRITISMO POIS O ESPIRITISMO
ESTA CLARO EM AFIRMAR QUE O SOFRIMENTO EH UM CAMINHO PARA A EVOLUCAO DA ALMA !

"... “A dor é ingrediente dos mais importantes na economia da vida em expansão. O ferro sob o malho, a semente na cova, o animal em sacrifício, tanto quanto a criança chorando, irresponsável ou semiconsciente, para desenvolver os próprios órgãos, sofrem a dor-evolução, que atua de fora para dentro, aprimorando o ser, sem a qual não existiria progresso”."
"... Às vezes, interessamo-nos vivamente pela sublimação do próximo, olvidando a melhoria de nós mesmos. É assim que, pela intercessão de amigos devotados à nossa felicidade e à nossa vitória, recebemos a bênção de prolongadas e dolorosas enfermidades no envoltório físico, seja para evitar-nos a queda no abismo da criminalidade, seja, mais freqüentemente, para o serviço preparatório da desencarnação, a fim de que não sejamos colhidos de surpresas arrasadoras na transição da morte”.
“Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados” (Mateus V: 4.)."
http://www.omensageiro.com.br/editoriais/editorial-113.htm
.


---------------
3-"EXISTE SOFRIMENTO QUE ACONTECE POR SIMPLES AZAR (MORAL OU FISICO)? "

Rui citou:
"Pergunta 259 – Se o Espírito pode escolher o gênero de provas que deve suportar, segue-se daí que todas as tribulações que experimentamos na vida foram previstas e escolhidas por nós?

R. Todas, não é a palavra, pois não se pode dizer que escolhestes e previstes tudo que vos acontece no mundo, até as menores coisas; escolhestes o gênero de provas, os detalhes são conseqüências da vossa posição e, freqüentemente, dos vossos próprios atos. Se o espírito quis nascer entre malfeitores, por exemplo, ele sabia a que arrastamentos se expunha, mas não cada um dos atos que viria a praticar, e que são resultado de sua vontade ou de seu livre arbítrio. O Espírito sabe que escolhendo tal caminho terá de suportar tal gênero de luta, sabe, também, a natureza das vicissitudes que enfrentará, mas não sabe quais os acontecimentos que o aguardam. Os detalhes dos acontecimentos nascem das circunstâncias e da força das coisas.
Somente são previstos os grandes acontecimentos que influem no seu destino. Se tomas um caminho cheio de buracos profundos, sabes que deves tomar grandes precauções para não caíres, e não sabes em qual deles cairás, pode ser, também, que não caias se fordes bastante prudente. Se, passando por uma rua, uma telha te cair na cabeça, não creias que estava escrito, como vulgarmente se diz."

Esta questao NAO diz que que EXISTE O AZAR !!
Mas tao somente que o espirito NAO pode escolher ou prever tudo que vai te acontecer.
Portanto a telha na cabeca NAO foi necessariamente escolhida  pelo espirito, mas pode ser um
DETALHE de uma prova que ele teve que passar !!


OU SEJA : A TELHA CAINDO NA CABECA EH APENAS UM DETALHE DA PROVA QUE ELE TEVE QUE PASSAR E NAO UM AZAR!

O Exemplo CLASSICO do espiritismo PROVA isso:

"...A Lei do carma é muito mais uma lei de reação do que de ação. Vivemos envoltos com o que fomos no passado. Daquilo que fizemos, segue o que recolheremos. ..."
http://www.ceismael.com.br/tema/tema006.htm

Este exemplo FALA TUDO:

"Um exemplo clássico no meio espírita é a história retratada pelo Espírito Hilário Silva, no capítulo 20 do livro A Vida Escreve, psicografada por F. C. Xavier e Waldo Vieira, no qual descreve o fato de Saturnino Pereira que, ao perder o dedo junto à máquina de que era condutor, se fizera centro das atenções: como Saturnino, sendo espírita e benévolo para com todas as pessoas, pode perder o dedo? Parecia um fato que ia de encontro com a justiça divina. Contudo, à noite, em reunião íntima no Centro Espírita que freqüentava, o orientador espiritual revelou-lhe que numa encarnação passada havia triturado o braço do seu escravo num engenho rústico. O orientador espiritual assim lhe falou: "Por muito tempo, no Plano Espiritual, você andou perturbado, contemplando mentalmente o caldo de cana enrubescido pelo sangue da vítima, cujos gritos lhe ecoavam no coração. Por muito tempo, por muito tempo... E você implorou existência humilde em que viesse a perder no trabalho o braço mais útil. Mas, você, Saturnino, desde a primeira mocidade, ao conhecer a Doutrina Espírita, tem os pés no caminho do bem aos outros. Você tem trabalhado, esmerando-se no dever... Regozije-se, meu amigo! Você está pagando, em amor, seu empenho à justiça...""

Por isso que digo : Vc nao conhece o espiritismo a doutrina que vc segue e compreende NAO eh a doutrina espirita !

Rui citou:
"Sempre que já tenhamos deixado as constrições do primitivismo, todos sabemos que a prática do bem é simples dever e que a prática do bem é o único antídoto eficiente contra o império do mal em nós próprios."
,
Pois eh Rui ,
o que estou querendo te dizer eh que o BEM nao eh necessariamente PRAZER no espiritismo !!

O BEM NO ESPIRITISMO ESTA MUITAS VEZES ASSOCIADO AO SOFRIMENTO !!!

E SENDO ASSIM, O SOFRIMENTO EH UM BEM POIS FAZ A ALMA EVOLUIR E CRESCER !


SE VC NAO ACEITA A DOR COMO UM BEM NO ESPIRITISMO VC NAO SEGUE O ESPIRITISMO! O SOFRIMENTO EH UM BEM NA MEDIDA QUE FAZ A ALMA APRENDER E EVOLUIR PELOS ERROS QUE COMETEU
NO PASSADO NESTA VIDA OU EM OUTRAS !!

VC PODE AFIRMAR COM TODAS AS LETRAS QUE A CRIANCA ESTUPRADA , PELO ESPIRITISMO, NAO ESTAVA SOFRENDO UMA
EXPIACAO E TENDO SUA ALMA EVLUIDA??   CLARO QUE NAO !!

Vc NAO quer aceitar o "B-A-BA" do espiritismo pois sabe que ele INEXORAVELMENTE leva a todo tipo de criminalidade e injusticas. Ou seja vc esta NEGANDO o espiritismo para tentar
se safar das armadilhas que ele logicamente IMPLICA.
Mas nao adianta esta tudo ai para qualquer um ler.

Rui disse:
"Não se pode pinçar uma frase, admitindo este ou aquele sentido.
Sem antes tratar de contextualizá-la com a obra.
Isto é erro primário. Ainda mais para quem exibe tantos títulos.
"
 
Rui meus textos estao TAO PINCADOS quanto os seus !
Acontece que eu, AO MENOS, coloco os LINKS de onde foram extraidos
e qqr um po ver perfeitamente o contexto. O que vc NAO FAZ. Vc Pinca os textos e nao coloca
os links de onde os tirou.

 

Veja que o sofrimento eh ESSENCIAL no espiritismo, coisa que vc NAO quer admitir:

""Uma ostra que não foi ferida não produz pérola"
 As pérolas são feridas curadas   Pérolas são produto da dor, resultado da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia. A parte interna da concha de uma ostra é uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia penetra, as células do nácar começam  a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas  e mais camadas para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola é formada.
        Uma ostra que não foi ferida, de modo algum, (não) produz  pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada"

"Será melhor a coroa de espinhos na fronte do que o monte de brasas na consciência.

[25 - página 146] - André Luiz"

" Nenhuma falta há, qualquer que ela seja, que não acarrete forçosa e inevitavelmente uma punição. Se não for hoje, será amanhã; se não for na vida atual, será noutra.

          Entre essas faltas, cumpre se coloque na primeira fiada a carência de submissão à vontade de Deus.

          Logo, se murmurarmos nas aflições, se não aceitarmos com resignação e como algo que devemos ter merecido, se acusarmos a Deus de ser injusto, nova dívida contraímos que nos faz perder o fruto que devíamos colher do sofrimento.

          É por isso que teremos de recomeçar, absolutamente como se, a um credor que nos atormente, pagássemos uma cota e a tomássemos de novo por empréstimo.

 

("Evangelho Segundo o Espiritismo", Cap. 5/12)"

"O sofrimento dos vencidos no combate humano é celeiro de luz da experiência. A Bondade Divina converte as nossas chagas em lâmpadas acesas para a alma.  Bem-aventurados os que chegam à morte crivados de cicatrizes que denunciam a dura batalha."

"A tua dor será talvez a luz de experiência para clarear as veredas dos que jazem nas trevas  "

"Receberemos a dor de acordo com as necessidades próprias, com vistas ao resgate do passado e à situação espiritual do futuro.

[41a - página 149] - Emmanuel - 1940"


"Ninguém sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste e tão grande harmonia rege o Universo que os nossos próprios males se transubstanciam em bênçãos.

[96 - págna 172] - André Luiz"

http://www.guia.heu.nom.br/sofrimento.htm

ESTA ULTIMA SENTENCA PROVA CLARAMENTE QUE O ESTUPRADOR ESPIRITA ESTVA COM SEU RACIOCINIO CORRETISSIMO :
SE SEU ESTUPRO FOI CONSUMADO ENTAO EH POR QUE A CRIANCA MERECIA MESMO SOFRER A EXPIACAO !!!


Se vc nega isso vc esta negando a essencia do espiritismo e portanto o que vc segue nao eh o espiritismo e sim sua propria religiao !












-------------------





A lei nao diz em relacao a QUEM vc deve aplica-la.

 

Não fazer ao outro, o que não gostaria fosse feito a você.

Amar ao próximo, como a si mesmo.

Devemos considerar o outro, como consideramos a nós mesmos.

Impossível que o Senhor não tenha compreendido.

 

 

 

 

Como toda a sua argumentação deixa patente uma incompreensão da função da dor e do sofrimento considerada pelos Espiritas.

Terei que primeiramente esclarecer o posicionamento dos Espiritas perante a dor.

Procurarei ser o mais claro possível.

Antes de mais nada, forneço um video a sua consideração.

http://video.msn.com/video.aspx?mkt=pt-BR&vid=1e5724d0-1

Os Espiritos deixam claro, que as mesmas Leis indefectíveis que regem a natureza.

Regem também as nossas vidas.

Qual é a função da dor na natureza?

A função da dor tem por fim nos alertar que algo funciona mal em nosso organismo, com fins a preservação deste mesmo corpo físico.

A dor e o sofrimento resultante da quebra de uma perna, não tem o poder de reparar o osso que foi partido, mas alertar que caso prossigamos sem lhe dar a devida atenção, o resultado poderá ser pior.

Por analogia a nossa discussão, podemos afirmar que a dor e o sofrimento moral, ou até mesmo físico, são altertas de que alguma coisa vai mal em nosso espirito.

O sofrimento resultante, considerado em si, não tem o poder de resgatar coisa alguma, nem de reparar qualquer erro que seja.

Por analogia iqualmente, não é suportando a dor da perna quebrada, que a faremos retornar a sua condição inicial.

Portanto é falsa o argumentação que sofrendo, repararemos o mal que tenhamos causado.

Ou que o resgate dos erros do passado, pode se dar por meio da dor.

Podemos sofrer indefinidamente, caso não providenciemos uma tala, este sofrimento será inútil.

Vou deixar o Senhor se inteirar desta primeira condição.

E como eu sei que o Senhor também o entenderá de forma parcial.

Deixo o desenvolvimento para a segunda parte desta discussão.

A dor da perda de um ente querido, pode nos fazer refletir mais sobre a vida.

O que mil eletrochoques não fariam.

 

 

 

A dor física faz o Senhor refletir sobre a condição do corpo físico.

A dor moral faz o Senhor refletir sobre a sua condição espiritual.

A dor física pode levar a reflexão sobre a condição espiritual.

Mas o meio empregado com mais eficiência, são as dores proporcionadas por sua própria consciência.

 

João.

Estava eu, dando uma olhada nesse fórum quando me deparei com a seguinte afirmativa:

" Ao homem que, *não fazendo o mal*, também nada faz para libertar-se da influência da matéria, que nenhum passo dá para a perfeição, tem que recomeçar uma existência de natureza idêntica à precedente. Fica estacionário, podendo assim prolongar os sofrimentos da expiação.  
 "  O LIVRO DOS ESPÍRITOS – 76a. ed. - Kardec.  (Paris, 18-4-1857)
http://www.guia.heu.nom.br/sofrimento_humano.htm


Ou seja parece haver necessidade de PRATICAR O MAL para haver evolucao !!!!

João, o nome disso é distorção. O texto não fala isso que você induz a crer. O autor está dizendo que não basta "não fazer o mal", mas que devem haver outros procedimentos além desses para o que indivíduo evolua.

Por favor, João se você se sente bem sendo ateu, que bom. Se você participa de um fórum onde troca idéias com outros ateus e está feliz por isso, que legal. Mas fazer proselitismo disso atacando e distorcendo fatos, isso é idêntico ao que você pretende criticar nas religiões.

Para falar de crenças convém ao menos estudá-las saber do que está falando.

Um psicopata, como um pedófilo, vai arranjar uma desculpa para seus atos, seja esse indivíduo, católico, evangélico, espírita ou ateu. Seu comportamento não é associado a religião.

Associar esse comportamento à prática de uma religião é tão injusto quanto dizer que ateu não tem ética.

E se o senhor tem ética, por favor, discuta seus pontos de vista com respeito e com estudo, e não divulgando superficialidades do senso comum.

 

 

http://www.4shared.com/file/21434067/2ec51308/Allan_Kardec_O_Que__o_Espiritismo.html?s=1

 

 Esse livrinho ajudar.

 

Alessandro Ayres De Alencar Amaral.

A lei nao diz em relacao a QUEM vc deve aplica-la.

O Sofisma que o Senhor utilizou, não pode ser aplicado a regra de ouro.

Não fazer ao outro, ou a ninguém, o que não gostaria fosse feito a você.

No Zoroastrismo

Aquela natureza só é boa quando não faz ao outro aquilo que não é bom para ela própria - Dadistan-i-Dinik 94:5

No Judaísmo

O que é odioso para ti, não o faças ao próximo

No Confucionismo

Não façais aos outros aquilo que não quereis que vos façam - Confúcio

No Budismo

Não atormentes o próximo com o que te aflige - Udana-Varga 5:18

No Hinduísmo

Esta é a suma do dever: não faças aos outros aquilo que se a ti for feito, te causará dor - Mahabharata (5:15:17)

No Cristianismo

Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles - Jesus no Sermão da Montanha(Mt. 7, 12)

Por ser baseada na Lei de reciprocidade, ela se aplica a todos, não em alguém em particular.

A discussão só serve para demonstrar a distância da compreensão que o Senhor tem, de algumas máximas consideradas.

Um Espirita jamais a tomaria por sua proposição.

A lei nao diz em relacao a QUEM vc deve aplica-la.

Duvido mesmo que alguém, inclusive Ateus, poderia entendê-la como o Senhor faz.

A deturpação destes valores indicariam má fé, ou ignorância.

Algo que um Espirita, digo mesmo qualquer um que seja, não poderia alegar.

Talvez psicopatas, como no caso indicado pelo Senhor.

 

Rui disse:
"Não fazer ao outro, o que não gostaria fosse feito a você.
Amar ao próximo, como a si mesmo. Devemos considerar o outro, como consideramos a nós mesmos.Impossível que o Senhor não tenha compreendido
."

Ja li ja respondi e vc nao respondeu o que eu disse por isso repetirei tudo de novo mais abaixo.

Rui disse:
"A dor e o sofrimento resultante da quebra de uma perna, não tem o poder de reparar o osso que foi partido, mas alertar que caso prossigamos sem lhe dar a devida atenção, o resultado poderá ser pior."

AGORA ME RESPONDA A DOR DA CRIANCA SENDO  ESTUPRADA VAI FAZE-LA LEMBRAR  O QUE PERANTE O ESPIRITISMO???

Rui disse:
"O sofrimento resultante, considerado em si, não tem o poder de resgatar coisa alguma, nem de reparar qualquer erro que seja...
Portanto é falsa o argumentação que sofrendo, repararemos o mal que tenhamos causado.Ou que o resgate dos erros do passado, pode se dar por meio da dor.
"
.

Por isso que eu digo que vc esta CONFUNDINDO a sua religiao com o espiritismo !


Veja:
" Nenhuma falta há, qualquer que ela seja, que não acarrete forçosa e inevitavelmente uma punição.
Se não for hoje, será amanhã; se não for na vida atual, será noutra.
" http://www.guia.heu.nom.br/sofrimento.htm

Esta BEM CLARO no exemplo do homem que perdeu o dedo que ele estava tendo uma expiacao pelo erro em outra vida:

""Um exemplo clássico no meio espírita é a história retratada pelo Espírito Hilário Silva, no capítulo 20 do livro A Vida Escreve, psicografada por F. C. Xavier e Waldo Vieira,
no qual descreve o fato de Saturnino Pereira que, ao perder o dedo junto à máquina de que era condutor, se fizera centro das atenções:
como Saturnino, sendo espírita e benévolo para com todas as pessoas, pode perder o dedo?
Parecia um fato que ia de encontro com a justiça divina. Contudo, à noite, em reunião íntima no Centro Espírita que freqüentava, o orientador espiritual revelou-lhe que numa encarnação passada havia triturado o braço do seu escravo num engenho rústico. "

PERCEBEU O QUE DIZ O ESPIRITISMO? FEZ PAGOU ! SE NAO NESTA VIDA EM OUTRA !  PORTANTO HA O PAGAMENTO PELA DOR SIM SENHOR !


Rui disse:
"A dor da perda de um ente querido, pode nos fazer refletir mais sobre a vida. O que mil eletrochoques não fariam."

Pode ser entao que quem precisasse sofrer seria A MAE ou O PAI da menina estuprada e assassinada Nao eh?
E assim quem sofreu a expiacao foram seus pais ...interessante: A crianca foi apenas um MEIO dos pais dela sofrerem a expiacao
ja que eles, segundo o espiritismo, NAO SOFRERIAM EM VAO ! :
" Ninguém sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste e tão grande harmonia rege o Universo que os nossos próprios males se transubstanciam em bênçãos."
[96 - págna 172] - André Luiz"


http://www.guia.heu.nom.br/sofrimento.htm


Andre disse:
"João, o nome disso é distorção. O texto não fala isso que você induz a crer. O autor está dizendo que não basta "não fazer o mal", mas que devem haver outros procedimentos além desses para o que indivíduo evolua."

Andre quem esta distorcendo eh voce no espiritismo a dor eh um bem como ja cansei de provar ai com, links.
Se a dor eh um bem eh natural pensar que ao provocar a dor vc esta fazendo um bem e fazendo o outro evoluir.

Rui vc disse que o MAL eh :
""O mal é definido claramente pela Religião. Não faça ao outro, o que não gostaria fosse feito a você."

E que esta lei seria TAMBEM a vondade de deus.

Esta sua lei, como ja disse antes eh CAPENGA pois :

1-O sado-masikista estaria certo ao impingir sofrimento e dor nos outros.

2- O estuprador ( ou outro tipo de criminoso ) tambem NAO impediria o crime de outro estuprador ( criminoso )
pois NAO GOSTARIA QUE FIZESSEM ISSO A ELE (impedir o crime quando o estivesse praticando).

Veja que esta sua "lei" TAMBEM nao eh cumprida por deus , jesus , nem seus discipulos:

"EXODUS 21:20-21 Com a aprovação divina, um escravo pode ser surrado até a morte sem punição para o seu dono, desde que o escravo não morra imediatamente."

Vc acha que alguem gostaria de ser SURRADO ATÈ A MORTE com aprovacao divina?
nao estaria tambem em CONTRADICAO com o "AMAR AO PROXIMO COMO A SI MESMO" ?


"MATEUS 11:21-24 Jesus amaldiçoa os habitantes de três cidades que não ficaram impressionados com seus grandes feitos."

Vc acha que Jesus gostaria de ser AMALDICOADO por outras pessoas?
Ele nao estaria em CONTRADICAO com o "AMAR AO PROXIMO COMO A SI MESMO" ?



Se no espiritismo pra que vc evolua voce precisa que algo ruim aconteca a voce (sofra uma expiacao), entao este sofrimento é bom ou nao é?

RUI, VC NAO RESPONDEU A QUESTAO.


EH OBVIO QUE VC ESTA NEGANDO O ESPIRITISMO POIS O ESPIRITISMO
ESTA CLARO EM AFIRMAR QUE O SOFRIMENTO EH UM CAMINHO PARA A EVOLUCAO DA ALMA !

"... A dor é ingrediente dos mais importantes na economia da vida em expansão. O ferro sob o malho, a semente na cova, o animal em sacrifício, tanto quanto a criança chorando, irresponsável ou semiconsciente, para desenvolver os próprios órgãos, sofrem a dor-evolução, que atua de fora para dentro, aprimorando o ser, sem a qual não existiria progresso”."

"... Às vezes, interessamo-nos vivamente pela sublimação do próximo, olvidando a melhoria de nós mesmos. É assim que, pela intercessão de amigos devotados à nossa felicidade e à nossa vitória, recebemos a bênção de prolongadas e dolorosas enfermidades no envoltório físico, seja para evitar-nos a queda no abismo da criminalidade, seja, mais freqüentemente, para o serviço preparatório da desencarnação, a fim de que não sejamos colhidos de surpresas arrasadoras na transição da morte”.
Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados” (Mateus V: 4.)."
http://www.omensageiro.com.br/editoriais/editorial-113.htm




o BEM nao eh necessariamente PRAZER no espiritismo !!
O BEM NO ESPIRITISMO ESTA MUITAS VEZES ASSOCIADO AO SOFRIMENTO !!!


E SENDO ASSIM, O SOFRIMENTO EH UM BEM POIS FAZ A ALMA EVOLUIR E CRESCER !


SE VC NAO ACEITA A DOR COMO UM BEM NO ESPIRITISMO VC NAO SEGUE O ESPIRITISMO! O SOFRIMENTO EH UM BEM NA MEDIDA QUE FAZ A ALMA APRENDER E EVOLUIR PELOS ERROS QUE COMETEU
NO PASSADO NESTA VIDA OU EM OUTRAS !!

Veja que o sofrimento eh ESSENCIAL no espiritismo, coisa que vc NAO quer admitir:

""Uma ostra que não foi ferida não produz pérola"
 As pérolas são feridas curadas   Pérolas são produto da dor, resultado da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia. A parte interna da concha de uma ostra é uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia penetra, as células do nácar começam  a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas  e mais camadas para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola é formada.
        Uma ostra que não foi ferida, de modo algum, (não) produz  pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada"

"Será melhor a coroa de espinhos na fronte do que o monte de brasas na consciência.

[25 - página 146] - André Luiz"


------------------------------

O Sofrimento e a dor sao causa e consequencia e nunca sao acontecimentos fortuitos,
que ocorrem por AZAR:

" Nenhuma falta há, qualquer que ela seja, que não acarrete forçosa e inevitavelmente uma punição. Se não for hoje, será amanhã; se não for na vida atual, será noutra.

          Entre essas faltas, cumpre se coloque na primeira fiada a carência de submissão à vontade de Deus.

          Logo, se murmurarmos nas aflições, se não aceitarmos com resignação e como algo que devemos ter merecido, se acusarmos a Deus de ser injusto, nova dívida contraímos que nos faz perder o fruto que devíamos colher do sofrimento.

          É por isso que teremos de recomeçar, absolutamente como se, a um credor que nos atormente, pagássemos uma cota e a tomássemos de novo por empréstimo.
("Evangelho Segundo o Espiritismo", Cap. 5/12)"

"O sofrimento dos vencidos no combate humano é celeiro de luz da experiência. A Bondade Divina converte as nossas chagas em lâmpadas acesas para a alma.  Bem-aventurados os que chegam à morte crivados de cicatrizes que denunciam a dura batalha."

"A tua dor será talvez a luz de experiência para clarear as veredas dos que jazem nas trevas  "

"Receberemos a dor de acordo com as necessidades próprias, com vistas ao resgate do passado e à situação espiritual do futuro.
[41a - página 149] - Emmanuel - 1940"

"Receberemos a dor de acordo com as necessidades próprias, com vistas ao resgate do passado e à situação espiritual do futuro.
[41a - página 149] - Emmanuel - 1940"

"Receberemos a dor de acordo com as necessidades próprias, com vistas ao resgate do passado e à situação espiritual do futuro.
[41a - página 149] - Emmanuel - 1940"


"Ninguém sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste e tão grande harmonia rege o Universo que os nossos próprios males se transubstanciam em bênçãos.

[96 - págna 172] - André Luiz"

http://www.guia.heu.nom.br/sofrimento.htm

ESTA ULTIMA SENTENCA PROVA CLARAMENTE QUE O ESTUPRADOR ESPIRITA ESTVA COM SEU RACIOCINIO CORRETISSIMO :
SE SEU ESTUPRO FOI CONSUMADO ENTAO EH POR QUE A CRIANCA MERECIA MESMO SOFRER A EXPIACAO !!!

---------------------

Devemos pois DESTACAR que :

o SOFRIMENTO E A DOR NAO ACONTECE POR AZAR E NEM NENHUMA ACAO MALEVOLA FICA SEM PUNICAO:

" Nenhuma falta há, qualquer que ela seja, que não acarrete forçosa e inevitavelmente uma punição. Se não for hoje, será amanhã; se não for na vida atual, será noutra.

" Ninguém sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste e tão grande harmonia rege o Universo que os nossos próprios males se transubstanciam em bênçãos.

""Receberemos a dor de acordo com as necessidades próprias, com vistas ao resgate do passado e à situação espiritual do futuro.

"
" Nenhuma falta há, qualquer que ela seja, que não acarrete forçosa e inevitavelmente uma punição. Se não for hoje, será amanhã; se não for na vida atual, será noutra.

" Ninguém sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste e tão grande harmonia rege o Universo que os nossos próprios males se transubstanciam em bênçãos.

"Receberemos a dor de acordo com as necessidades próprias, com vistas ao resgate do passado e à situação espiritual do futuro.


" Nenhuma falta há, qualquer que ela seja, que não acarrete forçosa e inevitavelmente uma punição. Se não for hoje, será amanhã; se não for na vida atual, será noutra.

" Ninguém sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste e tão grande harmonia rege o Universo que os nossos próprios males se transubstanciam em bênçãos.

"Receberemos a dor de acordo com as necessidades próprias, com vistas ao resgate do passado e à situação espiritual do futuro."


" Nenhuma falta há, qualquer que ela seja, que não acarrete forçosa e inevitavelmente uma punição. Se não for hoje, será amanhã; se não for na vida atual, será noutra.

" Ninguém sofre sem necessidade à frente da Justiça Celeste e tão grande harmonia rege o Universo que os nossos próprios males se transubstanciam em bênçãos.

[96 - págna 172] - André Luiz"    http://www.guia.heu.nom.br/sofrimento.htm



E portanto o raciocinio do "Estuprador espirita"  ESTA CORRETISSIMO. Seu estupro foi um BEM aas almas que sofreram com a dor
e portanto ele soh fez estas almas evoluirem e resgatarem o pecado que fizeram no passado !!!

Para evitar muito recarregamento de paginas e perda de tempo, a continuacao deste TÓPICO deve ser feita no topico

"O Estuprador Espirita" -( Continuacao) "

Neste mesmo Fórum:

http://stoa.usp.br/mod/forum/forum_view_thread.php?post=58

Portanto, por favor, continue o debate naquele tópico.

Obrigado

Jocax


<< Voltar aos tópicos Responder