Stoa :: Ana A. S. Cesar :: Blog :: Candido Portinari - Catálogo "Raisonné"

março 07, 2010

default user icon
Postado por Ana A. S. Cesar

 

Preservação Digital da Obra Completa do Artista

Clique sobre a imagem para ampliar
Ampliar

Primeiro Catálogo Raisonné de obra completa de um pintor ao sul do Equador, “Candido Portinari – Catálogo Raisonné” é também a primeira publicação desta natureza a ser totalmente produzida, impressa e distribuída por brasileiros.

Nem Rivera, Orozco, Siqueiros, Tamayo possuem Catálogo Raisonné de sua obra completa, e todos sabem do amor que o México dedica aos seus pintores. De 170 mil artistas, de todas as nações e de todas as épocas, reconhecidos internacionalmente, apenas 800 foram contemplados com um Catálogo Raisonné. Portanto, de cada 200 artistas famosos, apenas um tem um Catálogo Raisonné.

Um Catálogo "Raisonné" é, dentre os tipos de monografias e estudos, a mais definitiva e completa fonte de referência sobre a obra de um artista.

Com o patrocínio da Petrobrás, o Projeto Portinari lançou em 2004, na 26ª Bienal de São Paulo, o Catálogo "Raisonné" de Candido Portinari. A edição, bilíngüe, em 2.000 exemplares, apresenta todos os trabalhos do artista em verbetes por ordem cronológica, acompanhados de reprodução da obra, referências documentais a ela relacionadas, biografia ilustrada do artista, textos avulsos, bibliografia, índices remissivos, etc. Acompanha o catálogo um CD-ROM contendo todos os índices, o material de apoio à leitura e estudo do catálogo, além de textos avulsos.

Clique sobre a imagem para ampliar
Ampliar

Logo após sua publicação, em 2004, este Catálogo Raisonné mereceu
quatro dos mais importantes prêmios brasileiros:

Prêmio CLIO de História - Academia Paulistana da História;
Prêmio Sérgio Milliet - Associação Brasileira de Críticos de Arte - ABCA;
Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade — Instituto do Patrimônio;
Histórico e Artístico Nacional – IPHAN;
Prêmio Jabuti — Câmara do Livro.

Em razão da importância desta obra, o Presidente Lula honrou o
Projeto Portinari escolhendo-a como presente nacional oferecido às
visitas de Estado da Presidência da República. Assim, ele foi
oferecido ao Primeiro-Ministro do Japão, ao Presidente da França,
à Rainha da Inglaterra, à Presidente do Chile, ao Papa Bento XVI,
e à Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice.

O sociólogo, cientista-político e jornalista Emir Sader assim se pronunciou sobre o Catálogo Raisonné de Candido Portinari, em artigo intitulado “Candido do Brasil”, publicado no Jornal do Brasil (05.09.04):

A publicação da obra completa de Candido Portinari constitui um dos maiores acontecimentos culturais do novo século, no Brasil e na América Latina. O maior pintor brasileiro é o primeiro artista latinoamericano a ter um Catálogo Raisonné. Sua edição é um dos mais expressivos resultados de um dos mais extraordinários trabalhos culturais realizados no nosso país e no mundo, pelo Projeto Portinari, dirigido por seu único filho, João Candido Portinari.
(…)
A trajetória de Portinari é um pedaço do Brasil, de sua cultura,
de sua vida e de sua história. Sempre fiel à pintura, ao Brasil
e ao comunismo, Candinho pintou e recriou o nosso país, fez
chegar aos nossos olhos os principais personagens populares
da gesta de construção da nação, viveu e morreu das tintas
e articulou estreitamente sua obra a uma visão emancipadora
da parte dos explorados e ofendidos.

O catálogo da obra de Portinari é um conjunto belíssimo de cinco
volumes encadernados e unidos em uma caixa, que cobre todo o
período de sua produção – de 1914 a 1962, contendo um total
de 4991 obras. Bilíngüe – português/inglês reúne também um CD-ROM
com todas obras catalogadas. Inclui as obras certificadas
como autênticas. O V volume apresenta os verbetes das obras
e um texto sobre a vida, a obra e a época de Portinari,
além de um glossário.

Agora estão dadas as condições do encontro de Portinari com o
Brasil. Que o catálogo seja adquirido por todas as instituições
públicas que possam colocar a obra do nosso maior pintor à
disposição do povo brasileiro e de todos os povos que queriam
conhecer a nossa identidade expressa na sua forma mais sensível
e profunda. Ninguém conhece o Brasil se não conhece a obra de
Portinari. O país tem que agradecer e reconhecer o extraordinário
trabalho realizado pelo Projeto Portinari e propiciar as condições
do conhecimento e o desfrute amplo da obra por parte dos mais
extensos setores da população brasileira. .




DADOS SOBRE O CATÁLOGO

5 volumes / 2.406 páginas / 4.991 obras, pinturas, desenhos e gravuras / 5,165 reproduções
a cores / CD-ROM com o conteúdo completo, incluindo ferramentas de busca / crono-biografia
ilustrada do artista.

Palavras-chave: Acervo, Arte, Estudos, IEA, Pintura, Portinari

Postado por Ana A. S. Cesar

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.