Stoa :: Ana A. S. Cesar :: Blog :: Mundo de poesia

novembro 15, 2009

default user icon
Postado por Ana A. S. Cesar

 

HILDA HILST - SOBRE O AMOR

Ana César · São Paulo (SP) · 7/6/2007 22:39 · 45 votos 

 

1
overponto
ANA CESAR
O amor de Hilda é universal. É lindo.

"Que este amor não me cegue nem me siga.

E de mim mesma nunca se aperceba.

Que me exclua do estar sendo perseguida

E do tormento

De só por ele me saber estar sendo.

Que o olhar não se perca nas tulipas

Pois formas tão perfeitas de beleza

Vêm do fulgor das trevas.

E o meu Senhor habita o rutilante escuro

De um suposto de heras em alto muro.

Que este amor só me faça descontente

E farta de fadigas. E de fragilidades tantas

Eu me faça pequena. E diminuta e tenra

Como só soem ser aranhas e formigas.

Que este amor só me veja de partida."

 

Palavras-chave: Literatura Brasileira, Poesia

Postado por Ana A. S. Cesar

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.