Stoa :: Ana A. S. Cesar :: Blog :: UM RETRATO DA FAMÍLIA EM TEMPOS PÓS-MODERNOS

janeiro 11, 2009

default user icon
Postado por Ana A. S. Cesar
"Tua esposa, no interior de tua casa , será como a videira frutífera ; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa. Eis como será abençoado o homem que teme ao Senhor!" (Sl.128:3,4)

Nós, os que cremos na Bíblia e a temos como a Palavra de Deus, nos edificamos e nos alegramos com declarações como essa que temos acima. Temos no texto acima o retrato de uma família plena e segundo Deus. Um Homem, uma mulher e os filhos. Aprendemos assim e fomos criados dessa forma e nos sentimos bem e dentro da vontade de Deus, vivendo dessa forma.

No entanto, os incrédulos e maus tentam destruir essa imagem perfeita da família e, acima de tudo, tentam substituir isso por uma imagem que procura contrariar perfeitamente a ordem divina.

No domingo passado, dia 24 de agosto de 2008, o programa FANTÁSTICO, da Rede Globo, chamou atenção do mundo inteiro para a reportagem acerca da família e procurou mostrar, como família perfeita, dois quadros. O primeiro, mostrando uma dupla de gays que vivem juntos, cuidando de uma criança que adotaram e revelando que aquela criança era feliz, pois tinha tudo que queria: "Tudo" entre aspas, pois esse tudo refere-se a coisas materiais. Além do mais, mostrou que a dupla de gays estava feliz por criar a menina e que já estava na lista dos doadores de crianças, pois pretendem adotar outra criança. Essa, na visão Globo, é uma família... e perfeita.

O outro quadro exibido, foi uma encenação de um casal que estava preocupado com a filha, pois ela não sabia que eles eram casados no cartório e na igreja e que , quando se casaram , a mãe era virgem. Eles estavam preocupados com isso e queriam revelar à filha. Quando ela chegou, o pai procurou fazer essa revelação e a mãe, estava morrendo de medo. A filha, ao ouvir a declaração do pai, ficou horrorizada e desapareceu de casa. E o homem concluiu: "Como é difícil convencer as pessoas daquilo que é imperfeito".

Assim, o mundo todo recebeu essa mensagem inversa do que é perfeito. Na visão Rede Globo, O casamento que para o cristão é perfeito, é uma aberração e imperfeição. O casamento entre gays é o que é certo e perfeito. Juntar-se e ter filhos, de qualquer forma "é o certo", "correto" e pronto.

Isso tudo que a Rede Globo mostra como perfeito, contraria a Bíblia e tem por finalidade desviar seus telespectadores da verdade da Bíblia e da visão de um Deus Pai, perfeito e de sua criação desde o principio. As revelações de Deus são para os escolhidos e não para os incrédulos que insistem em serem incrédulos.

Assim, cabe aos crentes na Bíblia Sagrada, um preparo, cada vez melhor e maior , para enfrentarem um mundo que se aproxima , trazendo consigo, toda uma filosofia contradizente à Bíblia, a Palavra de Deus. É preciso lembrar que a própria Bíblia diz que nos fins dos tempos, os homens estarão substituindo a verdade pela mentira e a justiça pela injustiça e o bem pelo mal.

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM872952-7823-AS+NOVAS+CARAS+DA+FAMILIA+BRASILEIRA,00.html

Este é o exemplo fatídico daquilo que estamos dizendo, há tempos: Os caminhos morais pelos quais estamos enveredando, dando as costas ao que nos diz a Bíblia, a Deus e a tudo o que nos faz sermos humanos conscientes, ao ponto de "se brincar" e escarnecer de conceitos familiares tão sérios e outrora tido por inegociáveis, como fez e faz a Globo e grande parte da mídia de entretenimento, é um sinal mais do que claro de que nossa sociedade clama... E, como aconteceu com Sodoma, o clamor da cidade deverá "subir" até ao Senhor Deus... (Gn. 18:20).

fonte: Reflexão do Pastor Artur Eduardo, professor e pastor da Igreja Evangélica Congregacional Aliança.

Esta mensagem está sob a licença CreativeCommons Atribuição, Não-Comercial.

Postado por Ana A. S. Cesar | 1 usuário votou. 1 voto

Comentários

  1. Benedito Ubirata da Silva escreveu:

    Oi Ana, não quero defender O  Mídia. E o porque dos porques não atem-se a escrever aqui, no meu comentário, e muito menos no meu post, se quisesse escrevê-lo. Porém se o que escrever parece ser defesa, é apenas o inevitável. E algo que não podemos mais controlar, apenas porque a Cultura de um povo mudou, e como consequência seus valores morais tbm.

    A Bíblia, um livro sagrado aos cristãos, e aos nãos cristãos desde que o intento de respeito a todas as religiões que existem permaneça. Tem sua idade, tem seu mérito, tem sua História por si só que ela mesma não a conta sobre ela. Mas os tempos foram passando, a Ciência em parte como dizia Pascal, tinha seus limites, e neles a religião seja qual seja, ia tomando seu lugar. Os mitos deixados para trás pela Ciência, eram os segredos dedicados pela religião. Tudo era mito tudo era medo. O escuro é por sua vez pra uma raça que depende da luz para que um dos seus sentidos funcione perfeitamente, uma linha de regra que pode ser legada à compreensão em metáfora, ou realidade. Mais o Tempo é amigo e inimigo de quem for. De Deus, como me ensinaram isso não o é. É apenas mais um elemento que o constitui já que ele é tudo.

    No entanto para a Bíblia, o tempo vai se esgotando, se os seus seguidores, não a renovarem perante os seus olhos. E isso é premente, já que o Cristianismo tendo suas várias vertentes, tem em sua atualidade, centenas de formas de explicação e visão do que ela o tem, escrito por diversos séculos.

    Como viram alguns por centenas de anos, o fim da mesma, porque os fins dos tempos seria em 2000, muitos e não poucos demonstrou que isso tenha acontecido de certa forma subjetiva. Mas objetivamente isso é um pouco mais distante. Talvez até eterno. Porque no Apocalipse se encerra o trabalho da Bíblia e começa o Juizo Final. Logo ela estaria sentenciada aofim, afinal quem é maior que o Juizo Final o Livro ou quem faz este livro existir?

    Se isso pode ser re-avaliado, até pelos fatalistas credores do Apocalipse, porque, a constituição da Família em si, não pode ser revista?

    Não no sentido strictu como foi feita o Apocalipse, e a ainda o é a Genesis diante do interessante em ponto de vista pelo Criacionismo e detrimento ao Evolucionismo Darwiniano.

    Acho que a maleabilidade é força do estímulo à sensatez.

     E finalizando, "O mídia", como numa teoria da conspiração, é sempre denominado como um só. No entanto é um grupo e um grupo bem diverso. Que nas suas entre-relações, acabam por fazerem-se afastar nas idéias, e se unirem nos erros ou acertos. Pois é consolidável a arrogância da concorrência entre si. E nessa concorrência revela,  que ditar lhe em forma de reducionismo o grupo midiático mundial, como "O Mídia", pode ser um engano pesaroso na sua compreensão.

    Logo, a Rede Globo, como qq outra Rede de informação mídiática. Tem seus limites, tem um poder controlado, e tem o presumir dos intelectuais de que tem um poder destruidor, ou construtivo, com um não constatar de tal fato, porque a Ética, graças ao bom Pai, não permite experimentar tal força.

    Porque nunca se saberá os resultados se fizer esse teste apenas pela curiosidade ou vaidade. Sendo que estes resultados são Seres Humanos, a Ética será a melhor oposição ao desastre. Que Ética a mesma daqueles seres que não querem experimentar o possível.

    Mas por fim, essa talvez poderosa rede de informações, como escrevi, tem seus limites ditados pela Ética e de fato pode se constatar isso pelas Leis que a regem e nos regem.

    Agora dentro de um ambito strictu e também pragmático da vida, e do dia a dia das coisas continentais que podemos viver em qualquer lugar do mundo. Ela é regida pela redenção dos hábitos culturais de um lugar. Ou melhor, se ela estivesse em outro lugar no mundo, seria regida pelos hábitos de lá  e assim por diante. E esses hábitos se existissem, ou existem, acontece porque a Maior, chamada  de Lei e o Direito desse lugar permite e acolhe a quem a tem como via de regra. Logo essa rede não pode ser acusada, se a Bíblia não atinge mais os habitos culturais de um povo. Não é erro da rede de informação. Ela não se nega a passar os conceitos morais da Bíblia, a visão de família vem da Bíblia. Porém a visão da Família se da Bíblia está distante dos homens comuns e de um lugar, é porque alguns homens dotados de respeito social e poder para isso, os ministros de Deus, não o fazem direito à população que pode lhe ser seguidora, ou não.

    E mesmo que estes ministros, culparem Satanás, outrora Arcanjo de Deus, como culpado, sim, ele nunca deixará de se considerar culpado. Porém claramente e talvez feliz, ele dirá em defesa de si próprio e regojizar da conquista, que os culpados, são os que deveriam lhe combater. E esses os Ministros de Deus. Pois o povo, não é Ministro de Deus, não carrega o Título de Pastor, e vai aos cultos em busca da fé naqueles que lá estão para lhe transmitir a Palavra. Se esta Palavra não é transmitida com a devida força. Não é o povo culpado disso. E sim quem transmite a Palavra. Faz o testemunho. Somos testemunhas apenas que muita coisa mudou e vai continuar mudando graças a Evolução Humana.

    Logo a rede informativa, tem seus limites culturais que estão mudando a cada segundo, cada vez mais rápido, que se pode revelar a técnica. O poder como diz os seguidores da Teoria da Conspiração, em seu poder "Os Poderosos" rege no Mídia, controverso ou não entre si, a sua vontade. E por mais que isso seja uma Teoria da Conspiração, a História em si regrada e licitada pela acadêmia que a dirige, e te dirigiu para lhe dar os seus títulos, constata em registros muito bem avaliados, que as redes mundiais de informação sofreram das armas do poder de alguns Poderosos outrora existentes.

    Logo na pior das hipósteses, alguém permitiu ela conduzir o sentido apresentado visto assim por vc. E na melhor das hipóteses, tendo ela também que ser regida pelo Ibope que as vezes cruel, é uma demonstração de democracia, tem que se manter atualizada. Se a Audiência que a sustenta, tem uma parcela existencial não subjetiva, mas objetiva. Ela vai se amoldar a isso.

    Enfim joga-se a culpa nos patrocinadores, como sempre foi feita. Mas estes é que nos pagam nossos salários, que por sua vez precisam vender. E quem está comprando ultimamente são aqueles que podem ser a maioria, e mesmo que não for ou for. Existem porque a Lei os permite. Logo ninguém é culpado. A não ser aqueles que são contrários e não conseguiram com sua força modificar, ou reestruturar a Lei como a Real Democracia permite, em forma de Legislativo. Logo, não julgue a Rede informativa, mas sim o voto. O conjunto de votos de confiança a quem permite ela existir, eu existir e vc existir. Os gays existem e não devem ser ignorados. Porém compreendidos.

    A Ciência já os compreendem, e continua pelo seu Dogma Científico, revisitada a cada dia essa compreensão. Portanto, como Pascal descrevia a Napoleão o caráter interpretativo da Religião diante de tal fenêmeno teve de si retirada o mito, pois esse pela Ciência já não existe mais. Ele é fisicamente real e paupável, e bem justificado pela Ciência Social, que por sua vez justifica e salienta pelas Ciencias Políticas, que por sua vez já ganhou enfoques de realidades pelas Ciencias Biológicas. E talvez quem sabe no futuro pelas Ciencias Geológicas num achado que será muito valioso do Tirano Sauros Rex homossexual por uma regra mera da Paleo-Ecologia.

    E equacionado. Na melhor das hipóteses até pra protegê-los, os gays, em numero populacional que preencheria um cidade grande e rica se juntasse a todos eles num só lugar. Merecem atençao e respeito.  Em todos os sentidos, sejam estes capitalistas que deve ser sempre bem lembrado, e Humano por si só porque são Seres Humanos antes de mais nada, e Filhos de Deus também.

    default user iconBenedito Ubirata da Silva ‒ domingo, 11 janeiro 2009, 21:52 -02 # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.