Stoa :: Ana A. S. Cesar :: Blog :: BIBLIOTECA MÁRIO DE ANDRADE

janeiro 08, 2009

default user icon
Postado por Ana A. S. Cesar

 

As obras de reforma da maior biblioteca pública da cidade começaram em setembro de 2007


Principal biblioteca pública da Cidade, com cerca de 3 milhões de itens, e a segunda maior do Brasil, depois da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, a Biblioteca Mário de Andrade, instalada na região central de São Paulo, está passando por uma ampla reforma. Para tanto, está fechada para o público.


As obras foram iniciadas em setembro de 2007. Em março próximo será entregue a Biblioteca Circulante e a conclusão total dos serviços no prédio principal está prevista para o segundo semestre deste ano. O custo geral da obra está orçado em R$ 15,8 milhões, sendo 85% com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e 15% da Prefeitura.

O prefeito de São Paulo vistoriou nesta terça-feira (06/01) as obras de restauro, parte do Plano Integrado de Recuperação e Modernização do Edifício da Biblioteca Mário de Andrade que faz parte do Programa de Reabilitação da Área Central do Município de São Paulo (ProCentro), cuja finalidade é a revitalização da região central de São Paulo.

Entre as obras previstas, estão a recuperação estrutural do prédio, impermeabilizações das lajes, obras de segurança, restauro das fachadas e do mobiliário original, bem como a integração do prédio à praça Dom José Gaspar com a retirada dos gradis. O setor circulante da biblioteca, que hoje funciona na rua da Consolação, 1.024, também deve retornar ao seu endereço original e terá seu acervo ampliado de 40 mil para 60 mil volumes.

A ampliação das instalações da Mário de Andrade tornou-se viável com a cessão, pelo Governo do Estado, para a Prefeitura, do edifício da antiga sede do Ipesp, localizado na rua Bráulio Gomes, 139, com 7.485 metros quadrados. A licitação para a realização da obra já foi concluída. No momento, a Prefeitura aguarda a liberação dos recursos do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) para iniciar as obras do prédio do Ipesp.

Para o Anexo da Biblioteca, depois de reformado, será transferida a coleção de periódicos, hoje armazenada em parte no prédio sede e em parte na Biblioteca Prestes Maia, em Santo Amaro.

O prefeito caminhou pelo andar térreo do prédio principal da Mário de Andrade, destinado à Biblioteca Circulante. Percorreu os seis andares do edifício e no último, viu a maquete da obra. "Estamos começando o ano, mantendo as rotinas, no período da manhã fazendo as inspeções. Esta vistoria é muito importante porque a Biblioteca Mário de Andrade representa o principal equipamento público cultural da Prefeitura de São Paulo, portanto, saio bastante satisfeito desta vistoria", disse o prefeito, que ao término da inspeção ganhou uma edição da revista Biblioteca Mário de Andrade, produzida pela Secretaria Municipal de Cultura.

Em meados de março, o público poderá utilizar a Biblioteca Circulante para consultar livros no local ou levá-los emprestados. Já os pesquisadores serão atendidos no prédio ao lado, onde ficam as torres, onde contarão com cabines para os estudos.

Para o secretário municipal da Cultura, a revitalização da Biblioteca Mário de Andrade tem uma grande importância para a região central, lugar da metrópole com maior concentração de equipamentos culturais que, além do extremo valor simbólico, guardam a história da Cidade. O secretário ainda ressaltou que com o processo de revitalização do Centro, várias faculdades e empresas estão se instalando na região.

Histórico da Biblioteca

A Biblioteca Mário de Andrade foi fundada em 1926, a partir do acervo da Câmara Municipal de São Paulo e foi instalada na rua 7 de Abril. Quinze anos mais tarde foi transferida para a rua da Consolação, 94, no edifício que havia sido projetado para abrigar a Biblioteca Municipal. O nome em homenagem ao escritor Mário de Andrade só foi adotado na década de 1960. A biblioteca conta com 3 milhões de volumes entre livros, periódicos, cartões-postais, e outros. Entre os livros mais antigos está uma bíblia datada de 1492.

fonte: Portal da Prefeitura do Município de São Paulo

Palavras-chave: Biblioteca, Educação, Prefeitura de São Paulo

Esta mensagem está sob a licença CreativeCommons Atribuição, Não-Comercial.

Postado por Ana A. S. Cesar | 2 usuários votaram. 2 votos

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.