Stoa :: Alexandre Hannud Abdo :: Blog :: Na cabeça da reitora, a USP já foi privatizada: pra ela!

abril 29, 2009

default user icon

Ni!

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.

Sugiro a remoção imediata desse aviso do final de todas as páginas do Stoa, com a finalidade de adequá-las à realidade.

A essa altura já são algumas mensagens a respeito do ocorrido:

Comentário a respeito do "Sobre uma falsa notícia veiculada no Stoa"

CENSURA NA USP?

Vou assim apenas resumí-lo no próximo parágrafo.

O Tom, um ex-aluno desta universidade e amigo meu, expressou-se numa mensagem, no fórum de uma comunidade do Stoa, utilizando-se da sua conta pessoal obtida com seu número USP, como a de todos nós, num espaço de diálogo independente, dentro de um sistema que prega ostensivamente que seu conteúdo é de responsabilidade individual e não representa em nada a universidade.

A mensagem dele foi de crítica política, utlizando-se de um recurso lúdico reconhecido universalmente, o "primeiro de abril".

Claríssimo e indisputável: ela não machucou nem ofendeu ninguém. Não configura calúnia nem prejuízo senão numa interpretação indigna dos princípios intelectuais que regem esta universidade.

Sabidamente divertiu muita gente, eu inclusive.

E o que acontece?

Ele foi ejetado do sistema, tendo sua conta, todos as suas mensagens e os comentários de outrem nelas removidos sumariamente.

Por quê?

Até onde sabemos, por ordem da reitora Profa. Suely Vilela (terá ela assessores monitorando o Stoa?).

Seguiu-se um pedido (embaraçoso) de desculpas de parte da administração do Stoa, assinado pelo Prof. Ewout ter Haar, aparentemente por exigência da reitora ao Prof. Gil da Costa Marques, já que ele é o responsável pelo centro que desenvolve o Stoa, mas que estranhamente não assina junto.

O que entender disso?

O que, senão que quem deve pedir desculpas aqui - ou ao menos dar algum esclarecimento - é a própria reitora, admitindo o erro. Alternativamente, demonstrando ter sido outro o final responsável por esse abuso.

Caso contrário, implicitamente admitiremos que o regimento da universidade confere a ela o privilégio de punir arbitrariamente quem exerça a liberdade de criticá-la, ou a seus associados políticos. Está claro que já o desejam.

O fato é absurdo.

Indisputável a ironia, da crítica do usuário ser à amplamente reconhecida intenção dos personagens envolvidos de privatizar, ainda que de forma indireta, esta universidade.

A atitude da reitoria mostra que a reitora já considera a universidade privatizada: para ela. Faz o que quer, abandona o bom senso, a razão, o Scientia Vinces pelo Deus Salve a Rainha!

O que fazer a respeito?

O walrus, que acabou de publicar uma série relevantíssima de artigos que engradecem e destacam o mérito deste espaço, irá deixar o Stoa. Estou seriamente pensando em fazer o mesmo.

Mas será suficiente?

Os erros deste gestão da USP se acumulam de forma desastrosa: interesses particulares estão certos, autonomia está errado; plágio está certo, liberdade de comunicar idéias está errado; e logo virão os absurdos na reforma estatutária, como limitar pela metade o aproveitamento de créditos para transferência interna (afinal a disciplina que você cursou na USP não é boa o suficiente pra... USP?) - pra pegar um exemplo leve.

Lamentavelmente parece que precisaríamos de um Obama para reverter os danos dessa era Bush.

A USP não é especial, é apenas (um pouco) antiga. E está se mostrando envelhecida, quando combinar tradição e juventude é o principal ingrediente das grandes Universidades.

Não há nada mais danoso que a subração do direito de comunicar idéias. Não há nada mais perigoso que de quando esse direito não é defendido.

~~

Postado por Alexandre Hannud Abdo | 7 usuários votaram. 7 votos

Comentários

  1. Francisco escreveu:

    A melhor parte é a ocultação de nossos posts de protesto, percebeu? "Sistema em Manutenção"...

    macassisFrancisco ‒ quarta, 29 abril 2009, 09:29 BRT # Link |

  2. Alexandre Hannud Abdo escreveu:

    Ni!

    Só para registrar, hoje, após o reestabelecimento do sistema, tive eu de manualmente retornar a visibilidade pública deste post que, num ato que só podemos entender por censura, foi alterada para restrita pela administração do Stoa quando da instalação da quarentena em reação às nossas críticas.

    Sobre este ocorrido leiam o que escrevi no blog dos Trezentos, que utilizei para comunicar-me durante o período.

    Saudações

    ~~

    Alexandre Hannud AbdoAlexandre Hannud Abdo ‒ segunda, 04 maio 2009, 20:14 BRT # Link |

  3. Francisco escreveu:

    Também tive o desprazer de transferir meu blog do STOA para um domínio particular, http://www.fisicapop.net. Serei menos visitado, mas ao menos sei que não serei censurado.

    macassisFrancisco ‒ segunda, 04 maio 2009, 20:29 BRT # Link |

  4. Ana César escreveu:

    Alexandre, para tudo que escreveu assino embaixo. O Francisco não deve desistir não. Li o blog dos Trezentos e gostei muito da sua postura diante dos fatos. Veja bem: O Ewout com sua competência, assim como os outros colegas do Stoa também estão aí. Não desistam.

    Abraços.

     

    Ana A. S. CesarAna César ‒ terça, 05 maio 2009, 23:56 BRT # Link |

  5. Francisco escreveu:

    Ana, não estou deletando meu perfil (ainda), apenas redirecionando meu blog - ele agora fica no wordpress e é publicado no stoa em forma de "link" no agregador.

    Assim, se me censurarem vao embora os comentarios meus nos blogs dos outros e só. Porque sinceramente, não sei se meus textos contra a greve de 2007 ficaram no ar até hoje apenas por serem CONTRARIOS a greve.

    macassisFrancisco ‒ quarta, 06 maio 2009, 14:24 BRT # Link |

Você deve entrar no sistema para escrever um comentário.

Termo de Responsabilidade

Todo o conteúdo desta página é de inteira responsabilidade do usuário. O Stoa, assim como a Universidade de São Paulo, não necessariamente corroboram as opiniões aqui contidas.